Dois meses para o concurso da PCDF! Delegado e especialista ensina como estudar para provas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Dicas de estudo, Distrito Federal, GDF, PCDF, Polícia civil

Saiba em quais disciplinas focar e como se preparar nessas últimas semanas antecedentes ao exame

Karolini Bandeira*- Os inscritos no concurso público da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) têm mais dois meses de preparação antes da realização das provas. Após quase um ano de suspensão, o certame foi retomado e a etapa está prevista para 21 e 22 de agosto. Para auxiliar os candidatos nesse período, o Papo de Concurseiro entrou em contato com o delegado da PCDF e coordenador da área policial do Gran Cursos Online, Érico Palazzo, que deu dicas imperdíveis para quem irá disputar uma das 2.100 vagas da corporação. Confira!

Para quais disciplinas estudar?

Nesses últimos meses de estudo, Palazzo recomenda que, tanto para o cargo de escrivão quanto para agente, a revisão seja focada em português, informática e raciocínio lógico: “São duas provas com conteúdo muito bem distribuído entre várias disciplinas. Temos aí, como as mais importantes: português, raciocínio lógico e informática. Essas tendem a ser as disciplinas com o maior número de questões. São disciplinas que os alunos devem se atentar agora nessa reta final, estudá-las com mais frequência.”

Hora de revisar

Desde a publicação dos editais de abertura, os inscritos do concurso da PCDF tiveram pouco mais de um ano para se prepararem. Para Palazzo, o ideal agora é apostar nas revisões de todos os conteúdos já estudados. “A ampla maioria dos candidatos já concluiu o edital, já viu e já estudou tudo o que tinha para estudar. Agora, vai ser um momento de revisão. Como que faz essa revisão? A revisão é feita em cima do material que foi produzido pelos próprios alunos. Sejam mapas mentais, flashcards, resumos… Use esses materiais de revisão”, indicou o especialista.

O profissional ressaltou, também, o treino com questões objetivas como parte da rotina do candidato. Os itens também devem ser feitos para a área de Direito. “Estamos a dois meses da prova, muitas questões precisam ser realizadas. As principais disciplinas são português, raciocínio lógico e informática, que devem ter um maior número de itens. Só que a parte do Direito também vem muito forte. Ao contrário do que aconteceu na [prova da] Polícia Federal, que foram poucas questões sobre Direito, na prova da PCDF a gente deve ter um quantitativo em torno de oito, às vezes dez, itens por disciplina do Direito”, disse. E completou: “Direito constitucional, direito administrativo, penal, processual penal e direitos humanos. Estas são cinco disciplinas que são bem relevantes e que o aluno não pode deixar de lado. Não pode correr o risco de achar que na PCDF vai ser cobrado tão pouco Direito como foi na prova da Polícia Federal.”

Além de realizar questões sobre as áreas, o delegado indicou estudar a Constituição Federal, as leis previstas, o Código Penal e o Código de Processo Penal.

Agora é foco!

Com o longo período de suspensão e sensação de incerteza, é natural que alguns candidatos diminuam o ritmo dos estudos. Nesses casos, o inscrito pode tentar repor o tempo perdido intensificando a rotina de preparação. “Uma coisa que é importante falar, até para motivar a maioria dos candidatos que forem fazer a prova: a gente deve ter um índice recorde de abstenção nessa prova em virtude dessa demora da realização das provas. Os candidatos que estão decididos a fazer a prova e veem nisso uma oportunidade, nessa reta final devem sim intensificar a quantidade de estudos. Quem estava estudando quatro ou cinco horas por dia, se possível, deve aumentar isso para seis, sete, oito horas líquidas por dia”, aconselhou Érico. O especialista assumiu que essa não é uma tarefa fácil de fazer, mas lembrou: “Cada minuto agora é valioso.”

O planejamento pode ser facilitado com o auxílio de cursos preparatórios, que têm intensificado os estudos e oferecem aulas gratuitas para o concurso. “É muito interessante assistir a essas aulas porque os professores vão dando dicas e relembrando os pontos mais importantes que, às vezes, o aluno pode ter se esquecido”, indicou o delegado. Para ele, a realização de simulados também é crucial nesse momento. “Buscar realizar simulados o máximo possível. O Gran Cursos Online mesmo tem simulados gratuitos todos os fins de semana, então os alunos e não alunos podem acessar, baixar e realizá-los. É muito importante fazer simulados para ver exatamente como que vai acontecer no dia da prova”, apontou.

O concurso

O concurso público da PCDF, com 2.100 vagas para agentes e escrivães, foi retomado neste mês, após ser suspendo devido à pandemia. As provas objetivas e a prova discursiva para o cargo de escrivão terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas em 21 de agosto, no turno da tarde. Para o cargo de agente de polícia, o exame será realizado em 22 de agosto, também com duração de 4 horas e 30 minutos.

Em 13 de agosto, será publicado no Diário Oficial e divulgado no site do Cebraspe o edital que informará a disponibilização da consulta aos locais e aos horários de realização das provas, as medidas de proteção para evitar a transmissão do vírus covid-19, bem como as demais datas de realização do concurso.

De acordo com o Cebraspe, mais de 88 mil candidatos realizaram a inscrição para o cargo de agente e mais de 52 mil para o cargo de escrivão.

Agente

O concurso para agente de polícia reserva 600 vagas imediatas, além de formação de cadastro de reserva. Para estas vagas, foram contabilizadas 88.894 inscrições no total, resultando em uma demanda de 148.16 candidatos por vaga. Além disso, foram registradas 864 inscrições para vaga de candidatos com deficiência 15.528 na condição de cotista.

Podem participar candidatos com diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); e que tenham carteira de habilitação de categoria B, no mínimo, entre outros requisitos.

O subsídio é de R$ 8.698,78, para 40 horas de trabalho semanal (o regime de trabalho é de dedicação integral e exclusiva, incompatível com o exercício de qualquer outra atividade pública ou privada).

Escrivães

O concurso para agente de polícia reserva 300 vagas imediatas. Foram 52.636 candidatos inscritos na seleção. Ou seja, uma concorrência de mais de 175 candidatos por vaga. Do total de chances, 225 são de ampla concorrência, 60 para negros e 15 para pessoas com deficiência. O salário inicial é de R$ 8.698,78, para 40 horas semanais de trabalho.

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

 

 

Centro-oeste: saiba quais são os concursos abertos e previstos na região

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Conselho Federal, Conselho Regional, Defensoria Pública, Distrito Federal, educação, Entorno, GDF, Goiás, Magistério, Saúde, segurança

Karolini Bandeira*- Você está atualizado sobre todos os concursos públicos abertos e previstos para 2021 no centro-oeste? Não? Então esta lista é para você! Atualmente, a região conta com diversos concursos abertos, além de previsões com chance para todos os níveis de escolaridade. Não perca tempo, saiba abaixo todos os detalhes e informações oficiais já confirmadas sobre os certames!

Distrito Federal

BRB

O Banco de Brasília (BRB) abriu as inscrições de concurso público com 100 vagas para o cargo de analista de tecnologia da informação. O certame disponibiliza 50 vagas para contratação imediata, além de mais 50 para formação de cadastro reserva. As inscrições vão até 15 de julho e devem ser feitas pelo site da banca Iades. O salário é de R$ 8.142. Saiba mais!

Ibram

O Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Distrito Federal (Ibram) foi autorizado, pela Secretaria de Economia do DF, a realizar um novo processo seletivo para contratação imediata de 150 brigadistas temporários. Para ser brigadista florestal no DF, é necessário ser alfabetizado e ter curso completo de Brigada de Combate a Incêndios Florestal. Para as funções de chefe de brigada e supervisor de brigada, basta possuir ensino médio completo. Os ganhos mensais variam de R$2.090 a R$3.444, além do seguro acidente. Saiba mais!

CRT-1

Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 1ª Região, com sede em Brasília, abrirá um novo concurso público em breve!  O Instituto Quadrix é a banca da seleção. A banca inclusive já criou a página oficial do concurso. Serão ofertadas 31 vagas mais cadastro de reserva para cargos que possuem formação em nível médio e médio técnico. As vagas serão para os cargos de agente de fiscalização, assistente administrativo, assistente de manutenção, assistente de TI e assistente técnico. Saiba mais!

Tribunal de Contas da União

Um novo edital para a carreira de auditor federal de controle externo do Tribunal de Contas da União (TCU) foi autorizado no final de maio! Segundo o aval, publicado no Diário Oficial da União, o certame poderá ofertar 20 vagas imediata e formação de cadastro de reserva para o cargo. Os profissionais serão lotados em Brasília, com ganhos mensais de R$17.371,38. Saiba mais!

Secretaria de Educação

A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) vai abrir concurso público para cargos efetivos ainda este ano! O edital foi confirmado pelo subsecretário de Gestão de Pessoas, Idalmo Santos, durante audiência pública remota realizada em maio. Ainda segundo o subsecretário, os selecionados serão nomeados em 2022. Um professor do GDF tem jornada de trabalho de 40 horas por semana e recebe remuneração inicial no valor de R$5.237,13. Saiba mais!

Procon

Segundo o Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon DF), provimento dos cargos está previsto para setembro de 2021, condicionado à disponibilidade orçamentária e financeira no exercício. “A previsão é de que seja lançado edital ainda esse ano”, informou a instituição ao Papo de Concurseiro. A comissão organizadora do concurso está definida desde 2019. O concurso terá 174 vagas efetivas para nível médio e nível superior. Saiba mais!

Agepen

Foi autorizado pela Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal (SEEDF), em fevereiro de 2020, um novo concurso público para Agepen DF. A previsão é de que sejam 1.179 vagas de agentes de execução penal, sendo 400 para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva. Saiba mais!

Goiás

Defensoria Pública

O edital de abertura do concurso da Defensoria Pública-Geral do Estado de Goiás (DPE-GO) foi publicado. O certame visa preencher 47 vagas em cargos da terceira categoria da carreira de defensor. As inscrições ficarão abertas no período das 10h de 5 de julho1 às 14h de 6 de agosto, unicamente pelo site da banca FCC.  Saiba mais!

Tribunal de Justiça – Juízes

As inscrições do concurso do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) para juízes substitutos já foram abertas! São 52 vagas imediatas para o cargo, além de cadastro de reserva. Para concorrer é necessário ter bacharel em direito e, pelo menos, três anos de prática jurídica. Inscrições no site da banca FCC até 12 de julho. Saiba mais! 

Tribunal de Justiça – Apoio

Com concurso lançado para juízes, o TJGO agora irá abrir um certame para o quadro de apoio! O regulamento da seleção, inclusive, já foi aprovado e divulgado. De acordo com o documento, serão aplicadas provas objetiva de múltipla escolha e discursiva/estudo de caso. Uma novidade que o edital para o apoio traz é que não haverá separação de vagas por regiões do estado. Saiba mais! 

CRO

O próximo concurso público do Conselho Regional de Odontologia de Goiás (CRO-GO) está próximo e já tem banca organizadora definida! O escolhido foi o Instituto Quadrix. As chances serão para a carreira de advogado, em Goiânia. Os aprovados terão ganhos iniciais de R$7.716, além dos benefícios. Saiba mais!

Mato Grosso do Sul

CRQ-20

O Conselho Regional de Química da 20ª Região (CRQ-20), no Mato Grosso do Sul, oferece 60 vagas temporárias para profissionais de nível médio e nível técnico. Os contratados irão atuar em Campo Grande e receber remuneração mensal no valor de R$2.112, para jornada semanal de 40 horas. As inscrições são aceitas pelo site do organizador, Instituto Quadrix, até às 23h59 de 12 de julho. Saiba mais!

Polícia Civil

Em abril, foi definida a comissão organizadora responsável pelos trâmites iniciais do próximo concurso público da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul (PCMS), com 250 vagas previstas para perito papiloscopista, agente de polícia científica, perito criminal e perito médico-legista. O certame foi autorizado em março. As oportunidades serão distribuídas entre as carreiras de perito papiloscopista (38 vagas), agente de polícia científica (100 vagas), perito criminal (67 vagas) e perito médico-legista (45 vagas).

Um concurso para delegados também foi autorizado pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja. Saiba mais!

Defensoria Pública

O regulamento do próximo concurso público da Defensoria Pública do Estado do Mato Grosso do Sul (DPE/MS), que define as etapas e outros detalhes do certame, foi aprovado pelo Conselho Superior do órgão! A aprovação foi oficializada em publicação feita no Diário Oficial Eletrônico. A oferta do concurso será para carreira de apoio administrativo e a seleção será organizada pela FGV. Saiba mais!

Procuradoria-Geral

O novo concurso público da Procuradoria-Geral do Estado de Mato Grosso do Sul (PGE/MS) para procuradores, autorizado pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja, em agosto de 2020, teve regulamento publicado no final de abril. A realização do certame está prevista na LOA 2021 do Estado e no Plano Plurianual 2020-2023 (PPA). Saiba mais!

Tribunal de Contas

O Tribunal de Contas do Mato Grosso do Sul (TCE-MS) publicou uma portaria autorizando a realização de quatro concursos públicos na área de Controle. As oportunidades serão para Procurador de Contas Substituto, Auditor, substituto de Conselheiro, Auditor Estadual de Controle Externo, Analista de Gestão Institucional e Técnico de Gestão Institucional. Saiba mais!

Mato Grosso

Câmara de Cuiabá

O período de inscrições do concurso público da Câmara de Cuiabá, com 13 vagas imediatas, ficará aberto até 30 de junho, pelo site da banca Selecon. As provas serão aplicadas em 29 de agosto. As oportunidades são para analistas, técnicos e contadores e os profissionais receberão remuneração de até R$ 7.986,12. Saiba mais!

CRTR-12

O próximo concurso do Conselho Regional de Técnicos em Radiologia da 12ª Região (CRTR 12), localizado no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, será organizado pelo Instituto Quadrix. Os profissionais deverão atuar nas cidades de Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT), com salário inicial no valor de R$ 2.256, 28. De acordo com a banca, os cargos serão de nível médio. Saiba mais!

Limpurb

A Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) deverá realizar seu primeiro concurso público para o quadro de servidores em 2021 e já tem número de vagas previsto! A expectativa é de que a seleção pública conte com mais de 300 chances para diversas funções. Segundo o órgão, o trâmite do concurso já se encontra em fase de escolha de banca organizadora. Saiba mais!

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

 

Deputado questiona déficit de servidores e falta de concurso para Vigilância Sanitária do DF

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Saúde

Karolini Bandeira*- Um requerimento solicitando informações sobre o quantitativo de auditores de vigilância sanitária foi encaminhado à Secretaria de Saúde do Distrito Federal nesta terça-feira (8/6). De autoria do deputado distrital Leandro Grass (REDE), os questionamentos foram publicados no Diário Oficial da Câmara Legislativa do DF.

O parlamentar solicitou quatro informações:

  • Existe um déficit de auditores de vigilância sanitária em virtude de mais de 20 anos sem concurso? Qual o motivo?
  • Qual é a situação funcional dos auditores em vigilância sanitária em exercício? Todos estão em condição de se aposentar ou perto disso?
  • Diante de uma pandemia que deixa claro a importância da vigilância o Distrito Federal pretende modificar essa situação e fazer um concurso para repor esse cargo?
  • A Subsecretaria de Vigilância Sanitária do DF já sinalizou a SES-DF que necessita do concurso? Caso não tenha feito, explicite o motivo. Caso o tenha, por que nada aconteceu?

Veja o documento na íntegra com a justificativa!

Reprodução

 

Justiça determinou novo concurso

Em 2016, a 4ª Vara da Fazendo Pública determinou que a Diretoria de Vigilância Sanitária do Distrito Federal (Divisa) deveria contratar novos auditores de atividades urbanas, já que o último concurso foi realizado em 1993.

Na época, a Divisa contava com apenas 140 auditores de política urbana, número inferior a outras unidades da Federação. Os profissionais, que recebem salário de R$ 9.001,88, realizam a fiscalização do cumprimento de normas sanitárias da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), do Ministério da Saúde e da Secretaria de Saúde (SES/DF), além do licenciamento e fiscalização das normas sanitárias. Saiba mais!

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Mais de 30 oficiais da PMDF se formam em curso de aperfeiçoamento

Publicado em Deixe um comentárioBolsonaro, Carreira policial, Distrito Federal, GDF, PMDF, segurança

Karolini Bandeira*- O Governo do Distrito federal celebrou, na última quarta-feira (2/06), a formatura de 32 alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO) e do curso de Aperfeiçoamento de Oficiais Especialistas em Saúde (Caoem) da Polícia Militar do DF (PMDF). O evento foi realizado no pátio da Academia de Polícia Militar de Brasília (APMB) e contou com o prestígio do presidente Jair Bolsonaro e do vice-governador do DF, Paco Britto.

Os cursos de aperfeiçoamento foram feitos de 2020 a 2021. Após finalizarem, os policiais se tornam aptos para exercer funções estratégicas na corporação e cumprem o requisito para acesso ao círculo dos oficiais superiores.

Em seu discurso, Paco Britto, que representou o governador Ibaneis Rocha, disse estar honrado com o convite e destacou o trabalho feito pela Polícia Militar. “Estar aqui representa muito para o Governo do Distrito Federal. Sou testemunha do compromisso da PMDF com a qualificação dos seus efetivos. O que pode ser observado na colaboração e sucesso, de oficiais e praças, nas diversas esferas da administração pública”, reforçou.

“Não somos corporação à toa, exclusivamente, por esta heterogeneidade; e é pela formação, em diversos campos de conhecimento, que nos tornamos corpo único”, discursou o comandante-geral da PMDF, coronel Márcio Cavalcante de Vasconcelos. Aos oficiais, o comandante aconselhou: “Continuem líderes e sigam o coração, sendo exemplo.”

Estiveram presente na cerimônia o secretário nacional de Segurança Pública, coronel Carlos Renato Machado Paim; o secretário de Segurança Pública do DF, delegado federal Júlio Danilo Souza Ferreira; deputados federais, oficiais e praças da APMB e do Departamento de Educação e Cultura da PMDF; veteranos militares, docentes e corpo técnico.

Congresso aprova contratação de 378 bombeiros e 750 PMs no DF

Em sessão no Congresso Nacional, deputados e senadores aprovaram um substitutivo ao projeto de lei (PLN 7/21) que permite a contratação de 378 bombeiros e 750 policiais militares do Distrito Federal.

A proposta previa inicialmente um efetivo de 178 bombeiros e 543 PMs. Mas, o projeto de lei orçamentária foi aprovado em março com o número maior, sem, no entanto, atualizar as despesas de acordo com o impacto ao longo do ano. Isso fez com que o presidente Jair Bolsonaro vetasse a criação dos cargos. Só que, na última sessão, o Congresso derrubou o veto presidencial ao Orçamento.

Segundo a estimativa do relator, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), as contratações devem ter um impacto de R$ 8,7 milhões neste ano, para os bombeiros, e R$ 13,3 milhões, para os policiais militares, somando no total R$ 22 milhões.

Entretanto, as despesas serão superiores nos anos seguintes, chegando a R$ 38 milhões ao ano, para os bombeiros, e R$ 45 milhões ao ano, para os PMs.

A proposta também permite provimentos a cargos de direção em universidades federais de Catalão, Jataí, Rondonópolis, do Delta do Parnaíba, do Agreste de Pernambuco e do Norte de Tocantins. Para evitar impacto no Orçamento, foram reduzidos os recursos para professores e técnicos-administrativos em educação.

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Concurso da PCDF com 2.100 vagas pode ser retomado nos próximos dias. Entenda!

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Coronavírus, Distrito Federal, GDF, PCDF

Karolini Bandeira*- O concurso público da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) pode estar próximo de ser retomado e o anúncio poderá ser feito nos próximos dias! Em resposta ao Papo de Concurseiro, a assessoria do órgão confirmou que, para que o certame seja retomado, o diretor da Escola Superior aguarda um posicionamento do delegado-geral da PCDF, Robson Cândido.

O posicionamento do delegado, segundo a corporação, será divulgada nos próximos dias. “Não podemos, no entanto, precisar a data”, declarou a assessoria.

Nesta segunda-feira (31/05), o delegado-geral utilizou, mais uma vez, suas redes para comentar sobre o certame, suspenso devido à pandemia de covid-19. Na publicação, o policial anunciou que em breve haverá notícias sobre a seleção e aconselhou: “Continuem os estudos!”

“Estamos trabalhando para realização dos concursos”, anunciou Cândido

O delegado-geral já havia publicado sobre a retomada da seleção em maio. No último dia 23, Cândido anunciou em postagem nas redes que a corporação está “trabalhando para realização dos concursos”.

O órgão está oferecendo dois concursos públicos: um para preenchimento de 1.800 vagas de nível superior no cargo de agente — sendo, deste número, 600 de provimento imediato e 1.200 para formação de cadastro reserva. E outro que oferece 300 vagas para escrivão, cargo de nível superior. O salário de ambas as profissões é de R$ 8.698,78 para 40 horas de trabalho semanal. Confira os editais aqui!

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Entenda o que muda na estrutura da PCDF com aprovação de MP

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Distrito Federal, GDF, PCDF

Karolini Bandeira*- Aprovada no Senado na última terça-feira (11/05), a Medida Provisória 1014/2020 permite a reorganização básica da estrutura da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Com a aprovação da MP, o governo do DF poderá intervir em alguns pontos da corporação.

Saiba o que muda

A União ainda será responsável por definir as linhas gerais de organização e funcionamento da corporação, mas o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, poderá, a pedido do delegado-geral, realocar cargos em comissão, se não houver aumento nas despesas. Caso haja aumento de gastos, a modificação nos cargos poderá ser realizada por lei distrital de iniciativa do governador.

A MP foi alterada pelo presidente Jair Bolsonaro para substituir três leis sancionadas pelo governo do DF sobre a organização da Polícia Civil que foram consideradas inconstitucionais pelo Supremo Tribunal Federal (STF). A medida aprovada ainda precisa ser sancionada pelo presidente.

Saiba todos os detalhes da medida aqui! 

Concursos da PCDF seguem suspensos

A PCDF está com dois concursos públicos em andamento suspensos: um para preenchimento de 1.800 vagas de nível superior no cargo de agente — sendo, deste número, 600 de provimento imediato e 1.200 para formação de cadastro reserva. E outro que oferece 300 vagas para escrivão, cargo de nível superior. O salário de ambas as profissões é de R$ 8.698,78 para 40 horas de trabalho semanal. Confira os editais aqui!

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Subsecretário confirma concurso para a Secretaria de Educação do DF em 2021

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, educação, GDF

Karolini Bandeira*- A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) vai abrir concurso público para cargos efetivos ainda este ano! O edital foi confirmado pelo subsecretário de Gestão de Pessoas, Idalmo Santos, durante audiência pública remota realizada na segunda-feira (3/05). Ainda segundo o subsecretário, os selecionados serão nomeados em 2022.

“Nós temos que falar sobre o concurso. Nosso concurso foi autorizado e já demos entrada. Já está sendo formada a equipe de trabalho para a organizar o certame, e nosso intuito é criar também um novo cargo, de Coordenador Pedagógico. O edital deve sair ainda este ano e queremos iniciar as nomeações em 2022″, assegurou Idalmo.

Dois editais de concurso público para a educação foram autorizados pelo secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, em março. Segundo a projeção, um será para o magistério e outro para a área de assistência à educação.

A carreira de assistência à educação é composta pelos cargos de monitor de gestão educacional (nível médio), técnico de gestão educacional (nível técnico) e analista de gestão educacional (nível superior). O salário base varia de R$ 2.068,43 a R$2.757,90 para jornada de 30 a 40 horas semanais. Já um professor do GDF tem jornada de trabalho de 40 horas por semana e recebe remuneração inicial no valor de R$5.237,13.

Professores substitutos com contratação prorrogada

Em dezembro de 2020, os professores substitutos contratados em 2018 a partir do concurso público da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) tiveram contratação prorrogada em até três anos. A medida foi tomada devido à pandemia da covid-19 e aos riscos à saúde pública que etapas presenciais de concursos poderiam causar neste cenário. Ainda de acordo com a lei, a medida só será permitida em situações emergenciais. Saiba mais!

Último concurso SEEDF – professor efetivo

No total, já foram nomeados 1.679 professores efetivos do concurso aberto em 2016, desde a homologação do concurso, que previa 800 vagas. Cerca de 2.900 candidatos foram aprovados.

O edital de abertura foi lançado pelo Cebraspe um dia antes do Dia dos Professores, em 14 de outubro de 2016. Foram, ao todo, 1.770 vagas de nível médio e superior, com salários que variam de R$ 2.068,43 a R$ 5.237,13. Para a ampla concorrência foram disponibilizadas 946 vagas e 225 vagas para candidatos portadores de deficiência. Além disso, foram disponibilizadas ainda 1.726 vagas para formação de cadastro reserva.

Do total de vagas, 800 foram para o cargo de professor de educação básica, para as disciplinas de: artes, biologia, ciências naturais, filosofia, física, geografia, história, letras – espanhol, francês, inglês, japonês e língua portuguesa -, matemática, química e sociologia.

Também foram abertas 40 vagas para analista de gestão educacional, destinada a graduados em tecnologia da informação (TI) ou diploma de qualquer área com especialização em TI, psicologia, economia, direito, contabilidade, comunicação social, biblioteconomia, arquivologia e administração. Os postos de técnico de gestão educacional (230) e monitor de gestão educacional (100) puderam ser preenchidos por candidatos com nível médio.

 

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

IGESDF pretende contratar concursados da Saúde para atuação em novas UPAs

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Coronavírus, Distrito Federal, GDF

Karolini Bandeira*- Durante audiência pública para debater a situação do Instituto de Gestão Estratégica de Saúde do Distrito Federal (IGESDF), realizada na última quinta-feira (22/4), o diretor-presidente da instituição, Gilberto Occhi, informou que a entidade pretende “oferecer vagas a profissionais que estão em bancos de reserva de concursos públicos nas sete novas UPAs em construção e nas demais unidades geridas pelo instituto onde houver necessidade de pessoal”.

O diretor-presidente também garantiu que a convocação desses servidores não irá impactar na futura nomeação na Secretaria de Saúde. Ainda segundo Occhi, “os atuais servidores cedidos pela pasta somente voltarão aos quadros originais se assim desejarem”.

Nova seleção aberta

O Instituto de Saúde do Distrito Federal (IGESDF) abriu, nesta segunda-feira (26), o período de inscrições de uma nova seleção pública simplificada emergencial para contratação de 32 profissionais da saúde. Os profissionais contratados deverão atuar em jornada de trabalho de 24 a 44 horas semanais, para remuneração que varia de R$1.520 a R$13.300. Além do vencimento base, os servidores terão direito a vale-transporte e alimentação.

As inscrições são gratuitas e devem ser feitas pelo site do IGESDF até a próxima sexta-feira (30). Saiba mais!

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco

“Temos uma previsão ampla de concursos até 2022”, afirma secretário de Economia do DF

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Coronavírus, Distrito Federal, GDF, Ibaneis Rocha

Karolini Bandeira*- Em entrevista ao C.B Poder nesta segunda-feira (19/4), o secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, comentou sobre a previsão de concursos na capital para o próximo ano. Segundo o secretário, há certames previstos para diversas áreas de atuação.

“Em todas as áreas estão previstos concursos. Auditor de controle interno, área da saúde, médicos e enfermeiros, diversos técnicos. Temos uma previsão ampla de concursos até 2022”, garantiu Clemente.

O secretário relembrou que, devido à Lei Complementar 173/2020, este ano, novos servidores só poderão ser contratados para repor cargos em vacância: “Estamos em um momento de restrições, que não podemos contratar se não for em situações que a Lei prevê. Mas, temos que preparar o Estado para o pós-pandemia. Temos certeza que essa crise vai passar.”

“Estamos nos preparando para continuar nomeando pessoas, oferecendo serviço público de qualidade e, assim, que esses concursos forem realizados e essas pessoas selecionadas, nós voltaremos a nomear servidores sim”, assegurou o secretário.

Concursos autorizados

Em fevereiro, o secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, autorizou a realização de concursos públicos para 14 carreiras diferentes! São eles:

  • Apoio às Atividades Policiais Civis – Polícia Civil do DF (PCDF)
  • Assistência Pública à Saúde – Secretaria Estadual de Saúde do DF (SES DF)
  • Atividades de Defesa do Consumidor – Procon DF
  • Atividades de Trânsito – Detran DF
  • Auditoria de Atividades Urbanas – Secretaria de Estado de Proteção da Ordem Urbanística
  • Cirurgião dentista – SES DF
  • Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária –  Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri DF)
  • Enfermeiro – SES DF
  • Gestão de Resíduos Sólidos – Serviço de Limpeza Urbana do DF (SLU DF)
  • Médico – SES DF
  • Planejamento Urbano e infraestrutura⠀
  • Auditoria de Controle Interno – Controladoria-Geral do DF (CGDF)
  • Assistência à Educação – Secretaria de Educação do DF (SEDF)
  • Magistério – SEDF

Entretanto, segundo a Portaria, a realização das seleções ainda deverá depender de uma novo autorização prévia da pasta.

 

Leia mais:

Panorama de concursos no DF: confira as autorizações e movimentações dos editais

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Sindicato defende a realização de novo concurso para a educação no Distrito Federal

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, educação, GDF, Magistério

Karolini Bandeira*- Em nota publicada, o Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF) reivindicou mais nomeações de profissionais e abertura de concurso público para a educação no DF. De acordo com a publicação, os sindicalistas têm pressionado o governo para a realização dos pedidos. “Temos pressionado o governo para nomear os(as) aprovados(as), investir em novos(as) profissionais e realizar de novos concursos para evitar lacunas e precarização dos serviços públicos de educação”, afirmou a diretoria do sindicato.

“É preciso que se nomeie, imediatamente, todos(as) que estão no banco reserva e que o processo para um novo concurso já esteja pronto e encaminhado para que tão logo a pandemia do novo coronavírus permita, ele seja realizado com aplicação das provas”, reforçou a diretoria.

Ainda de acordo com a nota, o sindicato vem cobrando, cotidianamente, as nomeações dos professores aprovados no último concurso, homologado em 2017. “A demora é tanta que essas nomeações e a realização de novos concursos, que são uma obrigação do GDF e uma necessidade do próprio governo, têm se tornando pauta de reivindicação da categoria e motivo de mobilizações e ações da diretoria”, denunciou o Sinpro.

Concurso para a Educação autorizado

Em março, o secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, autorizou a realização de concursos públicos para 14 carreiras diferentes. Dentre eles, dois editais são destinados à Educação, sendo um para o magistério e outro para a área de assistência à educação.

A carreira de assistência à educação é composta pelos cargos de monitor de gestão educacional (nível médio), técnico de gestão educacional (nível técnico) e analista de gestão educacional (nível superior). O salário base varia de R$ 2.068,43 a R$2.757,90 para jornada de 30 a 40 horas semanais. Já um professor do GDF tem jornada de trabalho de 40 horas por semana e recebe remuneração inicial no valor de R$5.237,13.

Professores substitutos com contratação prorrogada

Em dezembro de 2020, os professores substitutos contratados em 2018 a partir do concurso público da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) tiveram contratação prorrogada em até três anos. A medida foi tomada devido à pandemia da Covid-19 e aos riscos à saúde pública que etapas presenciais de concursos poderiam causar neste cenário. Ainda de acordo com a lei, a medida só será permitida em situações emergenciais. Saiba mais!

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer