Ministério da Economia fixa novo limite para o quadro de pessoal da Infraero

Publicado em Deixe um comentárioGoverno federal, Ministério da Economia, Sem categoria, servidores públicos

De acordo com a Portaria ficam fixadas no quadro de pessoal da Infraero 7.350 vagas

O Ministério da Economia fixou o novo limite para o quadro de pessoal da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Ao todo serão 7.530 vagas sendo 7.300 para o quadro permanente e 50 para o quadro em extinção. A Portaria foi publicada na última quarta-feira (29/6) no Diário Oficial da União.

“As vagas destinadas aos empregados temporários/readmitidos sob a condição de anistiados ou reintegrados, cujos quantitativos estão especificados nesta Portaria como “Quadro em Extinção”, deverão ser extintas ao término dos contratos de seus atuais ocupantes” Parágrafo Primeiro do documento.

O último concurso da Infraero foi em 2011. À época foram ofertadas vagas para os cargos de nível médio oferecidos são os de profissional de engenharia e manutenção, de serviços técnicos, de navegação aérea e profissional de tráfego aéreo. Foram registradas quase 60 mil inscrições. Aprovados iriam receber renumeração no valor entre R$ 1.924 a R$ 4.839.

Anvisa irá absorver funcionários da Infraero

O diretor-presidente Antônio Barra Torres da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) informou que vai incorporar em seu quadro trabalhadores da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero). Torres deu essa informação no último dia 13 em uma palestra virtual. Segundo o processo já está avançado e acrescentou que foi considerada também contrações terceirizadas e a mobilização de servidores de outras áreas através de parcerias.

“Essa necessidade não é de hoje, mas de algum tempo. Porém, temos visto que os concursos para órgãos federais estão com freio de mão puxado, segundo as autoridades da economia, em face da longevidade funcional de 30 anos e o fato de onerar a economia com esses quadros. Mas o que realmente resolve o problema é o concurso público com periodicidade”, afirmou o diretor-presidente.

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes.

 

Câmara aprova projeto que cria cargos comissionados na Defensoria Pública

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, GDF, Sem categoria

A Câmera Legislativa do Distrito Federal aprovou projeto que 82 cargos comissionados, deste total 50% devem ser ocupados por servidores de carreira

A Câmera Legislativa do Distrito Federal (CLDF) aprovou Projeto de Lei nº 2.900/2022 que propõem a criação de 82 novos cargos comissionados na Defensoria Pública do DF (DP-DF). O aval foi concedido na última quarta-feira (29/6) e cessou a sessão deliberativa do dia 28 de junho. O projeto foi enviado pela própria Defensoria Pública, no qual tem um orçamento próprio.

De acordo com a Câmara o PL foi apresentado como uma “reestruturação” do quadro de pessoal da instituição, obtendo apoio da oposição que já havia chegado a declar “obstrução” na primeira versão “o temor dos deputados distritais era que a medida favorecesse contratações de cunho “político”, sem obedecer a critérios técnicos. Além disso, apontaram diversos problemas de ordem legal na proposição” afirma a CLDF.

De forma conjunta foi aprovada a emenda parlamentar, no qual determina, segundo a legislação, que 50% do quantitativo dos novos cargos criados deverão ser ocupados por servidores efetivos, sobretudo da carreira da Defensoria. “Vou solicitar informações e os currículos à medida que as nomeações forem ocorrendo”, afirma o deputado Professor Reginaldo Veras (PV), autor da emenda.

Leia também: Deputado distrital afirma que edital do concurso SEE-DF pode sair ainda nesta quinta (30/6)

Funcionários da antiga CEB podem ser cedidos a órgãos públicos

SEE-DF e Sejus-DF definem ação conjunta sobre procedimentos de heteroidentificação em concursos

Concurso Senado: projeto básico prevê 1.008 vagas e revela detalhes

Na ocasião também foi aprovado a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do exercício de 2023. Ela prevê receita total de R$ 53 bilhões para o próximo ano e nomeação de aprovados em concursos públicos do Distrito Federal. “E a LDO, que que votamos hoje, prevê mais contratações no ano que vem”, afirmou o deputado Agaciel Maia (PL), relator da LDO.

*Estagiária sob supervisão de…

TRT da 14ª região aprova a realização de novo concurso para analistas e técnicos

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Sem categoria, Tribunal do Trabalho

Na mesma Sessão também foi definida a Comissão do Concurso

O Tribunal Regional do Trabalho da 14ª Região (RO/AC), com jurisdição nos estados do Acre e Rondônia, autorizou a realização de um novo concurso para o órgão. O novo certame irá contemplar vagas para os cargos de analista judiciário e técnico judiciário nas seguintes especialidades: Oficial de Justiça Avaliador Federal, Tecnologia da Informação. O aval foi concedido na Sessão Administrativa da última terça-feira (28/6).

Também foi aprovada a Comissão do Concurso no qual o servidores designados ficaram responsáveis os trâmites do concurso.A priori a comissão irá a banca examinadora. Foram convocados os seguintes servidores:

  • A juíza Auxiliar da Presidência do TRT-14, Fernanda Antunes Marques Junqueira (presidente da comissão),
  • O diretor-geral Romário Nunes Thaddeu,
  • O secretário de Gestão de Pessoas, Frank Luz de Freitas,
  • O secretário de Gestão Estratégica, Weslei Maycon Maltezo,
  • O secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação, Robert Armando Rosa,
  • O secretário de Orçamento e Finanças, Raimundo José Zacarias da Costa e
  • O chefe do Núcleo de Seleção, Aplicação e Desenvolvimento de Pessoas, Saulo Rodrigues Leles Costa.

Último Concurso

O último concurso foi em 2018, no qual foram ofertadas duas vagas e formação de cadastro reserva para a área de apoio especializados nas especialidades de estatística e psicologia. A remuneração inicial é de R$ 11.006,83.  A seleção foi composta por provas objetivas contendo questões de conhecimentos gerais e específicos, prova discursiva e estudo de caso.

Leia também: Concurso Marinha: já foram publicados mais de 10 editais somente em 2022

Câmara aprova projeto que cria cargos comissionados na Defensoria Pública

Vagas em Goiás! Concursos públicos reservam mais de 6.000 oportunidades

Candidata lactante denuncia possíveis irregularidades durante provas do concurso da SES-DF

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concursos da Marinha: já foram publicados mais de 10 editais em 2022

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Concursos, Concursos Públicos, Marinha, Sem categoria

Marinha já lançou em 2022 mais de 10 editais. Juntos ofertam 2.193 vagas para cargos de níveis médio e superior. Confira a lista:

A Marinha do Brasil lança anualmente diversos editais. Em 2022 já foram lançados 13 editais, no qual vagas somam 2.193 abrangendo níveis médio e superior. O Papo de Concurseiro reuniu os editais publicados neste ano. Confira a lista:

Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar

O mais recente edital lançado foi o do concurso do Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar, da Marinha Mercante. O novo processo seletivo de admissão aos cursos de formação de aquaviários – marinheiro fluvial de convés (CFAQ-MFC) e marinheiro fluvial de máquinas (CFAQ-MFM) e curso de adaptação para aquaviários – cozinheiro, taifeiro, enfermeiro e auxiliar de saúde (CAAQ-CTS) do ano de 2022. São 30 vagas para cada curso. As inscrições foram encerradas nesta quinta-feira (30/6). Saiba mais!

Marinha Mercante 

O processo seletivo da Marinha Marcante oferta 263 vagas, sendo 144 vagas para o CIAGA e 119 vagas para o CIABA. O processo visa a admissão à Almirante Graça Aranha (CIAGA), no Rio de Janeiro – RJ, e do Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (CIABA), em Belém – PA. As inscrições já foram encerradas e as provas serão aplicadas em Belo Horizonte, Brasília, Corumbá, Cuiabá, Florianópolis, Rio de Janeiro, Paranaguá, Porto Alegre, São Paulo e Vitória. Saiba mais!

Concurso Engenheiros

O concurso da Marinha para o cargo de engenheiros ofertam 24 vagas. É exigido nível superior nos seguintes curso: Arquitetura e Urbanismo e Engenharia (Cartográfica, Civil, de Materiais, de Produção,de Sistemas de Computação, Eletrônica, Elétrica, de Telecomunicações Mecânica, Naval e Química). As inscrições estarão abertas em julho do dia 04 ao dia 17. A taxa de inscrição é de R$ 140. Saiba mais!

Quadro Técnico

Este concurso oferta 16 vagas para preenchimento de cargos técnico-administrativos que visam às atividades de apoio técnico e às atividades gerenciais e administrativas em geral, além das atividades inerentes à carreira militar. As inscrições estarão abertas em julho do dia 04 ao dia 17. A taxa de inscrição é de R$ 140. Saiba mais!

Capelão
Dentre as exigências está de 3 anos no exercício de atividades pastorais, na Igreja Católica Apostólica Romana, de acordo com o art. 18, inciso V, da Lei 6.923/1981 – Dispõe sobre o Serviço de Assistência Religiosa nas Forças Armadas. Assim como os concursos de engenheiros e quadro técnico as inscrições estarão abertas em julho do dia 04 ao dia 17. A taxa de inscrição é de R$ 140. Saiba mais!
Sargento Músico
São ofertadas 25 vagas para o curso de sargentos músicos do Corpo de Fuzileiros Navais (CFN) que vai contemplar ambos os sexos, de todo o Brasil. O processo de seleção será realizado durante o ano de 2022, com a formação em 2023. A remuneração ofertada é no valor de R$5.125,50 após a formatura. Saiba mais!
Profissionais marítimos 
O processo seletivo oferece 90 vagas para para aquaviários do ensino profissional marítimo para o ingresso na Marinha Mercante. O processo seletivo por três etapas realizadas em abril. Os cursos serão aplicados de segunda a sexta-feira, das 08h às 17h no Centro Técnico de Formação de Fluviários da Amazônia Ocidental, em Manaus.  Saiba mais! 
Escola de Aprendizes
Esta seleção oferta 686 vagas destinadas ao Curso de Formação para Ingresso nas Escolas de Aprendizes Marinheiros em 2022 (CPAEAM/2022). A prova foi aplicada no dia 15 de junho e foi composta por 50 questões abrangendo matemática, língua portuguesa, ciências e inglês. Saiba mais!
Delegacia da Capitania dos Portos em Itajaí (DelItajaí)
A Marinha do Brasil lançou em fevereiro deste o edital para a carreira de aquaviário — pescador profissional. Ao todo foi disponibilizado 25 vagas. A classificação final foi divulgada no site da DelItajaí em  março e os candidatos aprovados apresentaram-se na instituição para efetuar a matrícula até o dia 4 de abril. Saiba mais!
Fuzileiros Navais
O concurso oferta 960 vagas, sendo distribuídas 480 para a turma I de 2023 e 480 para a turma II de 2023 para Formação de Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN). Aprovados após a conclusão do curso de formação ganharam remuneração de R$ 1.926. Saiba mais!
Escola Naval
Foi o primeiro edital lançado pela Marinha em 2022, ele ofertou 20 vagas distribuídas por gêneros, no qual 12 foram para mulheres e 8 para homens. Durante esse curso, o Aspirante perceberá remuneração de R$ 1.574,12, além de serem proporcionados ao aluno alimentação, uniforme, vencimentos e assistência médico-odontológica, psicológica, social e religiosa. Saiba mais!
*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Deputado distrital afirma que edital do concurso SEE-DF pode sair ainda nesta quinta (30/6)

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, Sem categoria

“No mais tardar amanhã em edição normal do Diário Oficial”, afirmou o deputado distrital Reginaldo Veras (PDT)

O deputado distrital Reginaldo Veras (PDT) afirmou que edital do concurso da Secretaria de Estado de  Educação do Distrito Federal (SEE-DF) saíra ainda nesta quinta-feira (30/6) no mais tardar até na sexta-feira (1/6). “Lhes comunico que tive contato agora de manhã na Secretaria de Educação e foi informado que o edital será hoje dia 30 em edição extrata no Diário Oficial ou no mais tardar amanhã em edição normal do Diário Oficial”.  A confirmação foi dada em vídeo publicado nas redes sociais do deputado.

A SEDF possui o aval para oferecer 812 vagas imediatas, mais 3.442 vagas para a formação de cadastro de reserva, sendo distribuídas para cargos de professor, pedagogo e analista de gestão educacional. Veja:

  • Professor de Educação Básica: 776 vagas imediatas + 3.104 cadastro de reserva
  • Pedagogo-Orientador Educacional: 20 vagas imediatas + 80 cadastro de reserva
  • Analista de Gestão Educacional: 16 vagas imediatas + 258 cadastro de reserva

A remuneração ofertada varia entre os valores de R$ 2.508,26 a R$ 5.016,53 iniciais, cuja carga horária é de 20 e 40 horas semanais, respectivamente. O salário é composto do vencimento básico e da gratificação GAPED. É válido ressaltar que o vencimento pode chegar a R$ 7.757,60 no final da carreira.

Leia também: SEE-DF e Sejus-DF definem ação conjunta sobre procedimentos de heteroidentificação em concursos

 Autorizado! Ibram-DF recebe aval para contratar 225 brigadistas temporários

Emater-DF retifica portaria de autorização do concurso que vai oferecer 126 vagas

Concurso Detran-DF: diretor prevê publicação do edital no próximo mês

PMDF: “Previsão é que concurso ocorra ainda este ano”, afirma Ibaneis

Vagas no DF! Dois Conselhos Federais reservam chances com salários de até R$ 7,7 mil

INSS é autorizado a realizar concurso público com 1.000 vagas

Concurso da Receita Federal é autorizado com 699 vagas para auditor e analista

Vazamento de suposto edital

A autorização deste certame foi dada em março deste ano. À época, estava previsto que o edital fosse publicado em abril deste ano, “eu preciso homologar até 30 de junho por causa da lei eleitoral. Posso chamar [os aprovados] no segundo semestre, mas não posso homologar depois do dia 30. Então, temos de fazer neste semestre ainda”, afirmou a secretária da Educação, Hélvia Paranaguá. Porém, não foi publicado e na última semana vazou um suposto edital nas redes sociais.

Em nota, a Secretaria de Educação do Distrito Federal  afirmou que é falso o suposto edital do novo concurso público da pasta que circula nas redes sociais, na última segunda-feira (20/6). De acordo com o órgão, o documento ainda está em fase de construção e o verdadeiro edital será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF).

“O falso texto divulgado baseia-se em uma coleção de recortes com alguns trechos do Projeto Básico, que é o documento norteador para qualquer edital e, ainda, alguns trechos do edital 23, referente ao concurso de 2016”, reitera a SEDF.

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Polícia Técnico-Científica de Goiás vai abrir concurso com mais de 200 vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Goiás, Sem categoria

Instituto IADES já foi contratado para organizar novo certame da SPTC-GO. De acordo com o documento serão ofertadas mais de 200 vagas

A Secretaria de Estado da Administração de Goiás (Sead- GO) contratou o Instituto Americano de Desenvolvimento (IADES) para organizar novo certame da Superintendência da Polícia Técnico-Científica do estado (SPTC GO). O extrato de dispensa de licitação foi publicado no Diário Oficial de Goiás desta quarta-feira (29/6). Segundo o documento a contratação foi em lote único e custou R$ 3.770.000,00.

Documento na íntegra

Serão ofertadas 230 vagas para o cargo de cargo efetivo do quadro da SPTC GO, sendo distribuídas da seguinte maneira: 

  • 90 vagas para o cargo de Auxiliar de Autopsia de 3ª Classe;
  • 52 vagas para o cargo de Perito Criminal de 3ª Classe;
  • 84 vagas para o cargo de Médico Legista de 3ª Classe e
  • 04 vagas para o cargo de Odonto-Legista de 3ª Classe.

Em suas redes sociais o delegado e deputado estadual Humberto Teófilo afirmou em março deste ano que o edital da Polícia Científica poderia sair em qualquer momento. “Notícia em primeira mão: Editais podem sair a qualquer momento! Vagas para Polícia Militar, Bombeiro Militar, Polícia Civil (inclusive delegado de polícia – confirmado), Polícia Técnico-Científica. Sigam firmes nos estudos!”, afirmou Humberto.

Último Concurso

O último concurso foi em lançado em 2020 no qual foram ofertadas 524 vagas para policiais civis e 296 para policiais técnico-científicos. À época o governador do estado Ronaldo Caiado, fez uma publicação em suas redes sociais comemorando o lançamento do edital. “Hoje, nós acabamos de assinar e na segunda-feira já está publicada no Diário Oficial todas as promoções da Polícia Científica (2018 e 2019) e da Polícia Civil (2019). Muito obrigado pela compreensão e, graças a Deus, fazemos justiça àqueles que promovem a segurança pública em nosso Estado de Goiás”, celebrou Caiado.

Vagas em Goiás! Concursos públicos reservam mais de 6.000 oportunidades

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Goiás, Sem categoria

O estado de Goiás tem previsto seis editais para serem lançados ainda em 2022

Juntos somam mais de 6 mil vagas. Confira a seguir a lista:

Corpo de Bombeiros de Goiás (CBM-GO)

Há uma semana o Instituto AOCP, banca do certame, disponibilizou a página do concursos público do Corpo de Bombeiros de Goiás (CBM-GO). Está previsto o lançamento de dois editais em breve, sendo  um para os cargos de soldado músico e segundo tenente que será regido edital de abertura nº 005/2022, já o outro será será destinado para oferta de  cargos de soldado de combatente e cadete (aluno oficial) que será regido pelo edital de abertura nº 004/2022. Juntos ofertarão mais de 600 vagas para o quadro efetivo.

Polícia Civil de Goiás (PC GO)

O novo concurso da Polícia Civil de Goiás (PC GO) já possui banca definida. Será o Instituto AOCP, conforme o Extrato de Dispensa de Licitação publicado no Diário Oficial de Goiás. Segundo o documento, serão ofertadas 865 vagas, sendo distribuídas da seguinte maneira:

  • 450 vagas para Agente da Polícia Civil 3° Classe;
  • 310 oportunidades para Escrivão da Polícia Civil 3° Classe;
  • 60 chances para Papiloscopista da Polícia Civil 3° Classe e
  • 44 vagas de Delegado de Polícia Substituto.

ISS

O novo certame que irá ofertar 43 vagas para auditores tributários para o quadro de colaboradores, como foi informado pela prefeitura de Goiânia em maio deste ano. O edital de abertura está previsto para o segundo semestre deste ano.

O Secretário de Finanças de Goiânia, Vinícius Henrique Pires Alves, afirmou que o lançamento do edital do concurso para auditor do estado é prioridade. “Ele (prefeito) aprovou o início do processo, que se encontra na Semad [Secretaria Municipal de Administração], e acreditamos que ainda neste exercício seja contratada a banca e esta seja de renome, com experiência em concursos na área de auditoria fiscal, o que é muito importante”, ressalta o secretário em entrevista ao Jornal Opção.

Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE GO)

A Fundação Carlos Chagas (FCC) foi definida como a banca que irá organizar a nova seleção do Tribunal de Contas do Estado de Goiás (TCE GO). A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado na última sexta-feira. Este certame foi anunciado em fevereiro deste ano e à época foram anunciadas 30 vagas de nível superior.

Secretaria de Educação do Estado de Goiás (Seduc-GO)

O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) foi o escolhido como banca organizadora do concurso Seduc GO. Está prevista a oferta de 5.050 vagas de Professor – Nível III. A Secretaria  40 mil inscritos nesta seleção.  Remuneração ofertada será de:

  • 20 horas: R$ 1.789,94;
  • 30 horas: R$ 2.684,76; e
  • 40 horas: 3.579,68.

Superintendência da Policia Técnico-Cientifica de Goiás (SPTC GO)

A Secretaria de Estado da Administração de Goiás (Sead- GO) contratou o Instituto Americano de Desenvolvimento (IADES) para organizar novo certame da Superintendência da Policia Técnico-Cientifica do estado (SPTC GO)Serão ofertadas 230 vagas para o cargo de cargo efetivo do quadro da SPTC GO, sendo distribuídas da seguinte maneira: 

  • 90 vagas para o cargo de Auxiliar de Autopsia de 3ª Classe;
  • 52 vagas para o cargo de Perito Criminal de 3ª Classe;
  • 84 vagas para o cargo de Médico Legista de 3ª Classe e
  • 04 vagas para o cargo de Odonto-Legista de 3ª Classe.

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes.

Receita Federal confirma que já iniciou o processo de definição da banca para o concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Sem categoria

Receita Federal confirma que o processo de definição da banca já foi iniciado. A autarquia tem autorização de ofertar quase 700 vagas

Assessoria da Receita Federal confirmou ao Papo de Concurseiro que o processo de definição da banca já foi iniciado. Não foi informado se o órgão já recebeu propostas por empresas especializadas em organizar certames. “O processo de seleção e contratação de banca examinadora está em curso, e mais informações sobre o certame serão apresentadas quando da publicação do Edital”.

O  aval foi publicado no dia 13 de junho. O novo certame irá ofertar 699 vagas, sendo 230 para Auditor-Fiscal da Receita Federal do Brasil e 469 Analista-Tributário da Receita Federal do Brasil. Em ambas as funções são ofertadas remuneração no valor de R$21.487,09 e R$12.142,39, respectivamente.

Nas redes sociais, o subsecretário de gestão corporativa, Juliano Neves, falou sobre as provas, previsão de nomeação e mais detalhes sobre o concurso autorizado, “teremos que garantir que as provas não caiam no período eleitoral, onde as escolas estarão reservadas para as eleições. Então, estamos atuando para realizá-lo o mais rápido possível, mas temos que ter o conhecimento que os novos colegas serão efetivamente nomeados no meio do ano que vem”.

A expectativa deste concurso é de ser bastante concorrido. “Dezenas de milhares de candidatos inscritos, mas na disputa por uma vaga mesmo somente o quíntuplo do número de vagas, no máximo”, afirma Alexandre Meirelles, professor e coordenador da área fiscal do Gran Cursos Online.

Leia mais: Receita Federal: projeto define direitos e deveres de auditores fiscais

INSS é autorizado a realizar concurso público com 1.000 vagas

Último concurso

A Receita Federal não realiza uma nova seleção desde 2014. À época foram ofertadas 278 vagas para o cargo de auditor-fiscal. A Escola de Administração Fazendária – ESAF foi a banca organizadora.

A seleção foi composta pro provas objetivas e discursivas, além de sindicância de vida pregressa. A prova objetiva contou com 140 questões, sendo 70 de Conhecimentos Gerais e 70 de Conhecimentos Específicos.

Em 2012 o órgão ofertou vagas para analista. A prova objetiva foi composta por 135 questões, sendo 75 de Conhecimentos Básicos e 60 de Conhecimentos Específicos .

Os candidatos também passaram por avaliação dissertativa e a uma etapa de sindicância de vida pregressa.

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concurso INSS: diretor de Gestão de Pessoas afirma que vagas serão de nível médio

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, INSS, Sem categoria

“Tudo indica que não haveria tempo suficiente para alteração legislativa, por exemplo, e que continuará sendo um cargo, por ora, de nível médio”, afirmou Paiva

Diretor de Gestão de Pessoas do Instituto Nacional do Seguro Social, da Perícia Médica Federal (INSS), Jobson de Paiva, afirmou que o concurso autorizado para o órgão será de nível médio, mesmo com as movimentações que visam a mudança do nível de escolaridade. “O que há e como está colocado na Lei, é um cargo de nível médio. Então, tudo indica que não haveria tempo suficiente para alteração legislativa, por exemplo, e que continuará sendo um cargo, por ora, de nível médio”, afirmou Paiva. A informação foi dada durante entrevista ao canal do professor Deodato Neto.

Durante a entrevista, o diretor também comentou sobre as provas e a convocação dos aprovados. Segundo ele, há uma possibilidade do certame ser composto por redação. Em relação às disciplinas o diretor ressaltou que a autarquia daria um enfoque na matéria  Direito Previdenciário. Ele também revelou que terá curso de formação pela primeira vez “Nosso ministro quer mais qualificação nessa entrada, então sim, esse vai ser o primeiro concurso de técnico do INSS com curso de formação”.

Leia também: Concurso INSS: especialista da dicas para se preparar para a prova antes mesmo do edital

Concurso INSS: confira como foi o cronograma da última seleção

Concurso do INSS: especialista aponta as expectativas para o certame

Por fim, o INSS prevê nomear os aprovados nesta seleção para 2023. Segundo, Jabson o período eleitoral deste ano, impossibilita a nomeação ainda este ano. É válido lembrar que há uma previsão de que a banca organizadora seja definida no prazo de 60 dias, ou seja, a empresa escolhida poderá ser anunciada até agosto deste ano. A informação foi comunicada pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social. Contudo, o projeto básico, estima-se que este processo dure apenas 23 dias.

O concurso do INSS,  foi autorizado no dia 13 de junho. Há uma previsão de que a banca organizadora seja definida no prazo de 60 dias, ou seja, a empresa escolhida poderá ser anunciada até agosto deste ano. A informação foi comunicada pelo Ministério do Trabalho e Previdência Social. Contudo, o projeto básico, estima-se que este processo dure apenas 23 dias.

O órgão tem aval para o provimento de 1.000 oportunidades nas carreiras de técnico do Seguro Social do quadro de pessoal do Instituto, que exige certificado de conclusão do do ensino médio. Segundo o Ministério do Trabalho e Previdência, o salário inicial é de R$ 6,5 mil. O certame foi solicitado ao Ministério da Economia  em abril deste ano, no qual era esperada a autorização de 7.575 vagas sendo 6.004 para técnico e 1.571 para analista.

Último Concurso

No último certame foram convocados 950 (150 Analistas do Seguro Social e 800 Técnicos do Seguro Social) candidatos aprovados, dentro do número de vagas ofertadas no concurso. O Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) foi o organizador.

O concurso contou com o recorde de 1.087.804 inscritos. Do total, 1.043.815 candidatos se inscreveram para o cargo de técnico do seguro social e Brasília foi a cidade com o maior número de participantes em todo país, com 35.136 concorrentes para 10 vagas (cerca de 3.513 por chance).

Os outros 43.989 concurseiros tentaram o cargo de analista do seguro social, para formados em serviço social, e a cidade de São Paulo teve a maior concorrência, com 2.655 inscritos a três oportunidades (o que equivale a 885 por vaga). De acordo com o edital do concurso, os salários variam de R$ 4.886,87 e R$ 7.496,09, respectivamente, e as chances são para lotação em todo Brasil, sendo 5% reservadas a pessoas com deficiência e 20% para negros.

Quem tem graduação em serviço social disputou o cargo de analista do seguro social, são 150 oportunidades. Já para nível médio o posto oferecido foi o de técnico do seguro social, com 800 chances disponíveis.

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Candidata é aprovada no concurso do Itamaraty pelas cotas após conseguir provar que é negra

Publicado em Deixe um comentárioAcessibilidade, Carreira diplomática, Concursos, Concursos Públicos, Sem categoria

Rebeca Mello, 29 anos, foi aprovada em 2017 no concurso para o Ministério das Relações Exteriores (MRE) para a carreira de diplomata. Entretanto, foi reprovada após uma ação do Ministério Público que questionou o tom de pele da candidata. “O MP alegou que não seriam “verossímeis” os episódios de preconceito que sofri e relatei à comissão administrativa. A comissão se baseou na estúpida tese de que somente pode ser considerado negro quem sofre preconceito”, contou Rebeca ao Papo de Concurseiro.

Entretanto, a tão sonhada aprovação foi publicada no Diário Oficial da União na última semana, depois de a candidata recorrer e conseguir comprovar que é negra. Segundo ela, foi  necessário apelar contra a decisão de primeira instância e recorrer também ao Supremo Tribunal de Justiça (STJ), em segunda instância.

Ademais o Itamaraty apoiou Rebeca. Ela contou que, com ajuda do pai, conseguiu levar o caso ao conhecimento do ministro das Relações Exteriores, o Embaixador Carlos França, que, acreditando na hipótese de que poderia ter sido cometida uma grave injustiça, determinou ao seu estafe que examinasse de que forma poderia ocorrer uma revisão da decisão administrativa.

Após cinco anos foi feito um acordo com o governo federal e ela se absteve dos diretos aos quais teria acesso. “O ministro concordou em submeter a decisão que me eliminou a um novo crivo acerca da minha autodeclaração agora promovido pela mesma comissão que examinaria os candidatos do concurso para diplomata realizado em 2022”, explicou a candidata.

O sentimento é de alívio e Rebeca ressalta a necessidade das bancas serem imparciais e justas nas avaliações. “Não se considera uma pessoa “branca” por possuir um iate ou pertencer a uma classe abastada. A concepção de que só é negro quem sofre preconceito é intrinsecamente cruel e racista. Precisamos superá-la o mais rápido possível”.

Durante este tempo, Rebeca continuou se dedicando a concursos e obteve outras aprovações. “A bagagem adquirida me tornou apta no concurso para a Polícia Federal, em uma vaga reservada a cotistas, e no da Polícia Civil do DF, ainda não concluído, em que obtive nota para ser aproveitada na concorrência ampla tanto no cargo de escrivão quanto no de agente”, conta.

A Lei de cotas raciais entrou em vigor em 2014, Lei 12.990, estabelece reserva de 20% do quantitativo total de vagas de um concurso público para candidatos que se autodeclarem  pretos e pardos. Em casos confirmados de fraude, o inscrito deve ter nomeação anulada ou ser desclassificado da seleção.