Instituto AOCP cria página de inscrição para o concurso do CBM-GO

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Concursos, Concursos Públicos, Goiás, Sem categoria

A definição do Instituto AOCP como banca organizadora do novo concurso do CBM GO foi em maio deste ano. O documento informou que serão ofertadas mais de 600 vagas para o quadro efetivo

Instituto AOCP disponibilizou a página do concursos público do Corpo de Bombeiros de Goiás (CBM-GO). O instituto é a banca do novo certame. Estão disponíveis dois sites, sendo um para os cargos de soldado músico e segundo tenente que será regido edital de abertura nº 005/2022, já o outro será será destinado para oferta de  cargos de soldado de combatente e cadete (aluno oficial) que será regido pelo edital de abertura nº 004/2022. De acordo com a banca, ambos os editais serão publicados em breve.

A definição do instituto como a banca organizadora foi publicada no dia 25 de maio no Diário Oficial do Estado, através do extrato de declaração de dispensa de licitação nº 18/2022. O novo concurso contemplará 612 vagas para provimento em cargo efetivo do quadro do CBM-GO, distribuídas da seguinte maneira:

  • 500 vagas para o cargo de soldado de 2ª Classe – Combatente,
  • 40 oportunidades para o cargo de soldado de 2ª Classe – Músico,
  • 60 vagas para o cargo de cadete e
  • 12 oportunidades para o cargo de 2º tenente (Oficial Médicos e Odontólogos)

Concurso esperado desde outubro de 2021

Ronaldo Caiado, governador de Goiás havia anunciado este concurso em outubro de 2021 com 160 vagas, 140 para soldados e 20 oportunidades para oficiais. Porém, o número divulgado no extrato nº 18/2022 é quase quatro vezes maior. Além desse, Caiado anunciou outros 7 concursos que juntos somam mais 1.817 vagas.

O governo do estado afirma que “conforme a LOA de 2022, o Governo de Goiás vai conceder promoção ao longo de todo ano para oficiais e praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros; para os servidores da DGAP; delegados e demais policiais civis da Delegacia-Geral da Polícia Civil; Polícia Técnico-Científica; além de promoções para todos os servidores abrangendo demais órgãos do Poder Executivo Estadual”.

Último concurso

A última seleção realizada pelo CBM-GO foi em 2016. O total de vagas oferecidas para soldados foram distribuídas da seguinte forma: 225 para homens e 25 para mulheres. Para cadetes, foram 36 destinadas aos homens e quatro para mulheres. Em relação à remuneração para os soldados terceira classe, foi ofertado R$ 1.500. Já para o cargo de cadete, o salário foi de R$ 5.401,43.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Candidato doador de sangue terá direito a isenção de taxa de inscrição em concursos do ES

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Sem categoria

Lei garante isenção do pagamento de taxa de inscrição para candidatos que realizam doações de sangue com regularidade

O governo do Espírito Santo sancionou a lei que isenta candidatos doadores de sangue de pagar a taxa de inscrições de concurso público realizados no estado. A lei foi publicada no Diário Oficial do Espírito Santo da última terça-feira (21/6). Será exigido que o candidato comprove — por meio do envio do comprovante  no ato de inscrição do concurso — no mínimo três doações dentro do período de um ano em órgão oficial ou entidade credenciada em todo território nacional.

A lei foi proposta pelo deputado Vandinho Leite (PSDB) e aprovada na sessão ordinária do dia 30 de maio. À época, a Assembleia Legislativa do Espírito Santo afirmou “a matéria já havia recebido parecer favorável dos colegiados permanentes da Assembleia Legislativa (Ales), restando apenas a votação simbólica pelo Plenário da Casa”.

Segundo o documento a lei entrará em vigor após 30 dias decorridos de sua publicação, ou seja, a partir do dia 20 de julho. “Fica o Poder Executivo autorizado a adotar as medidas necessárias para regulamentação desta lei”, assegura o documento.

Requisitos para doar sangue

De acordo com o Ministério da Saúde podem doar sangue pessoas entre 16 e 69 anos, cujo o seu seja maior que 50 kg e com um bom estado de saúde. Não podem fazer a doação  temporariamente pessoas com febre, gripe ou resfriado, diarreia recente, grávidas e mulheres no pós-parto.

Uma única doação pode salvar até quatro vidas e segue as seguintes exigências:

  • “Estar alimentado. Evite alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação de sangue.
  • Caso seja após o almoço, aguardar 2 horas.
  • Ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas.
  • Pessoas com idade entre 60 e 69 anos só poderão doar sangue se já o tiverem feito antes dos 60 anos.
  • A frequência máxima é de quatro doações de sangue anuais para o homem e de três doações de sangue anuais para as mulher.
  • O intervalo mínimo entre uma doação de sangue e outra é de dois meses para os homens e de três meses para as mulheres”, afirma o Ministério.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

 

 

 

Servidores do Detran-RJ ameaçam greve de 72 horas para a próxima quinta (23/6)

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria, servidores públicos

Servidores alegam “falta de condições de trabalho e valorização dos servidores”; paralisação foi condicionada a entrega do PCS pelo governo do estado

Sindicato dos Funcionários do Detran-RJ (Sindetran/RJ) em comunicado publicado nas suas redes sociais publicado nesta quarta-feira (22/6) informa que os servidores do Detran-RJ entrarão de grave pelo período de 72 horas úteis a partir de quinta-feira (23/6) caso o PCS (plano de cargo de servidores públicos) não for entregue até quarta-feira (22/6). Eles alegam “falta de condições de trabalho e valorização dos servidores”.

De acordo com o sindicato, o resultado da deflagração teve quase 97% dos votos válidos, no qual 44%, aproximadamente, foram favoráveis a paralisação por 72 horas. “Cumpre informar que este Sindetran lutará por todos os servidores, precisamos que todos os servidores estejam  juntos nesta luta conosco”, ressalta o sindicato.

“Todos os servidores deverão comparecer de camisa preta, a partir da 10h, ao movimento de greve”, informa o sindicato. Durante o período de paralisação será mantido 30% dos servidores trabalhando, ou seja, a cada 3 servidores 1 continuará trabalhando no regime rodízio.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

FGV fará novo concurso do Sejusp-MG para agente penitenciário

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, segurança, Sem categoria

O concurso irá ofertar mais de 3 mil vagas

A Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp-MG) contratou a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para regulamentar o seu novo concurso.  O Extrato de Contrato foi publicado no Diário Oficial do Estado, na página 63, da última terça-feira (21/6).

De acordo com o documento o Processo Seletivo Simplificado (PSS) irá ofertar 3.506 vagas para a carreira de agente de segurança penitenciário.

A Sejusp-MG também realizará um concurso para agente socioeducativo. O novo certame ofertará  270 vagas para a carreira de agente de segurança socioeducativo e está previsto para o edital ser lançado ainda neste primeiro semestre. A banca já foi defina e será o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC).

Leia também: Concurso Alema: provas são anuladas após denúncia de fraude

Fundação Carlos Chagas é definida como banca do concurso do TRT-PI

SEDF nega veracidade de suposto edital publicado nas redes sociais

Prefeitura de São Luís MA define banca para concurso de Guarda Municipal

Concurso em andamento

A Sejusp-MG está com um concurso em andamento para o cargo de agente penitenciário/polícia penal. Ao todo estão sendo ofertadas 2400 vagas, que são dividas por sexo (1.944 para homens e 476 para mulheres) cuja o salário inicial chega a quase R$ 5 mil e carga horária de 40 horas semanais.

A prova discursiva foi aplicada em março deste ano  após um adiamento devido a uma questão de logística. Os locais de prova abrangeram 16 municípios mineiros, entre eles Belo Horizonte  e Uberlândia. O resultado preliminar foi divulgado em abril.

O número de inscritos superou a expectativa, sendo 50% maior do que o estimado, que de acordo com a Sejusp MG era de aproximadamente 100 mil inscritos neste concurso.

 

Concurso com 270 vagas da Sejusp-MG tem banca definida

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, segurança, Sem categoria

O novo certame será organizado pela IBFC e ofertará  270 vagas para a carreira de agente de segurança socioeducativo

O novo concurso da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp-MG) já possui banca definida. Ele será organizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). O Extrato de contrato foi publicado no Diário Oficial de Minas Gerais desta quarta-feira (22/6). O documento valerá por 24 meses, a partir da data de publicação, podendo ser prorrogado até o limite de 60 meses. 

O novo certame ofertará  270 vagas para a carreira de agente de segurança socioeducativo.

Ano passado, a superintendente Educacional de Segurança Pública do Estado, Roberta Corrêa, informou que a nova seleção exigirá nível médio e ofertará remuneração no valor de R$ 4.098,45.

A publicação do edital está prevista até o final de julho, “se não for possível [lançar o edital até o final de 2021], sairá no primeiro semestre de 2022 com certeza”, garantiu a superintendente em entrevista.

Ela também ressaltou que esta seleção será composta por seis etapas, provas objetivas e de redação, avaliações de aptidão psicológica e psicotécnica, exames médicos, prova de condicionamento físico, comprovação de idoneidade e conduta ilibada e curso de formação técnico-profissional, mesmas etapa do concurso para polícia penal.

Há nove anos sem realizar concurso

A última seleção promovida pela Sejusp-MG foi em 2013. À época foram ofertadas 820 vagas, sendo  sendo 82 reservadas a pessoas com deficiência. A remuneração ofertada era de R$ 2.655,00, para uma jornada de trabalho semanal de 40 horas.

De acordo com edital de abertura são atribuições gerais dessa carreira:

  • exercer atividades de vigilância e escolta nos espaços intramuros e extramuros nos estabelecimentos da Subsecretaria de Atendimento às Medidas Socioeducativas – SUASE –, zelando pela integridade física, mental e emocional dos adolescentes em regime de internação e semi-liberdade;
  • garantir a integridade do patrimônio e a segurança dos servidores em exercício nas unidades de atendimento;
  • assegurar o cumprimento das medidas socioeducativas; atuar como orientador no processo de reinserção social do adolescente em conflito com a lei.

A seleção foi organizada também pelo IBFC e composta pelas seguintes etapas: Prova Objetiva de Múltipla Escolha e Redação; Prova de Condicionamento Físico; Exame Psicológico; Comprovação de Idoneidade e Conduta Ilibada; Exames Médicos Eliminatório e Curso de Formação Técnico-Profissional.

Concurso Alema: provas são anuladas após denúncia de fraude

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Sem categoria

Pelas redes sociais, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) anunciou o que as provas objetivas do concurso para provimento de 66 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva para consultores foram anuladas

Nas redes sociais, o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto, informou que a primeira etapa do concurso para provimento de vagas no órgão foi anulada. Segundo o Neto, a decisão foi tomada “em razão dos registros e denúncias de falhas de execução, fiscalização e segurança na aplicação da prova objetiva, bem como pela correta interpretação sobre a LGPD, quando da divulgação do Resultado Preliminar”. Veja a publicação na íntegra!

Tanto o exame objetivo quanto o discursivo foram aplicados no dia 1° de maio, nos turnos matutino e vespertino. As provas tiveram questões de língua portuguesa, legislação, informática e conhecimentos específicos.

A seleção oferta 66 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva para consultores, assistentes e técnicos de nível médio e nível superior. Os ganhos iniciais variam entre R$ 7.249,59 a R$ 14.178,80, acrescido de benefícios. Os convocados terão que cumprir carga horária semanal de 40 horas.

Othelino Neto já havia se pronunciado na semana passada também nas redes sociais, após denúncias do deputado estadual Yglésio Moyses. “Informei ao Ministério Público sobre denúncias de possíveis irregularidades no concurso público da Assembleia Legislativa do Maranhão. Pedi que o órgão procedesse a investigação. Na hipótese de se confirmarem as denúncias, não hesitarei em tomar as providências legais”, afirmou na publicação.

Leia também: SEDF nega veracidade de suposto edital publicado nas redes sociais

Prefeitura de São Luís MA define banca para concurso de Guarda Municipal

Concurso em Fortaleza oferta mais de 700 vagas para a área da saúde

Concurso PCGO, com 864 vagas, tem banca organizadora definida

Deputado denuncia suposta fraude; entenda!

O deputado estadual do Maranhão Yglésio Moyses, pelas redes sociais, denunciou a suposta fraude no concurso da Assembleia Legislativa do estado (Alema). O deputado afirma que “parece que a quadrilha da fraude dos ‘concursos’ voltou a atacar. Inadmissível. Inadmissível. Inadmissível. Genro da desembargadora, esposa de advogado de alto coturno na cidade, irmão de ex-prefeita. Desrespeito gritante. Maranhão condenado”.

De acordo com o deputado, esses nomes também foram beneficiados em outro concurso em Paço de Lumiar. “A quadrilha que atuou em Paço do Lumiar parece que voltou a atacar. Nada como o tempo para mostrar quem realmente delinquiu àquela época. Aqui na Assembleia não ficarão sem resposta! Estou analisando nome a nome, foram as mesmas famílias e nomes beneficiados”, afirmou Yglésio.

Resultado polêmico

A Fundação CEPERJ divulgou o resultado preliminar no dia 23 de março, sem o nome dos candidatos, somente com o número de inscrição. A atitude gerou revolta por parte dos candidatos que questionaram a banca organizadora do certame.

Em nota, a fundação justifica que a “divulgação dos resultados vinculando apenas o número de inscrição do candidato está em conformidade com as políticas de proteção de dados pessoais que a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD)”. Segundo a fundação, a maneira em que foi divulgada é o suficiente para o candidato e acrescenta que “tendo sido feito desta forma, estamos também em conformidade com a Lei nº 12.846, de 1º de agosto de 2013, ou “Lei Anticorrupção”.

A resposta não foi satisfatória para os candidatos. Nas redes sociais da CEPERJ, diversos comentários criticaram a ação e solicitaram ajuda ao Ministério Público Federal (MPF).

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Fundação Carlos Chagas é definida como banca do concurso do TRT-PI

Publicado em Deixe um comentárioAcessibilidade, Concursos, Concursos Públicos, Sem categoria, Tribunal do Trabalho

O Extrato de Dispensa de Licitação foi publicado no Diário Oficial da União desta terça-feira (21/6)

A Fundação Carlos Chagas foi contratada para regulamentar o novo certame do Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região (TRT-PI). A informação foi publicada no Diário Oficial da União desta terça-feira (21/6), por meio do Extrato de Dispensa de Licitação. Com esta definição o edital fica mais próximo de ser lançado.

Segundo o documento, a contratação foi autorizada no dia 15 de junho pelo diretor-geral do TRT-PI, Humberto Magalhães e ratificado no dia 17 de junho — pela desembargadora-presidente Liana Carvalho.

Em entrevista ao jornal Notícia da Manhã, em maio deste ano, Humberto Magalhães, informou que serão ofertadas 19 oportunidades para área de tecnologia da informação.

Último concurso

O mais recente concurso para cargos efetivos do TRT-PI foi há 10 anos, com oferta de nove vagas para analista judiciário e três vagas para técnico judiciário. O certame também foi regulamentado pela FCC. Resultado final foi publicado no ano seguinte e aprovados chamados iriam ganhar uma remuneração que variava entre R$ 4.052,96 a R$ 8.140.08.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

SEDF nega veracidade de suposto edital publicado nas redes sociais

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, Sem categoria

SEDF possui o  aval para oferecer 812 vagas imediatas, mais 3.442 vagas para a formação de cadastro de reserva

Em nota, a Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) afirmou que é falso o suposto edital do novo concurso público da pasta que circula nas redes sociais, na última segunda-feira (20/6). De acordo com o órgão, o documento ainda está em fase de construção e o verdadeiro edital será publicado no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF). 

“O falso texto divulgado baseia-se em uma coleção de recortes com alguns trechos do Projeto Básico, que é o documento norteador para qualquer edital e, ainda, alguns trechos do edital 23, referente ao concurso de 2016”, reitera a SEDF.

Leia também: Concurso SEDF: Portaria define atribuições e requisitos de novos cargos

Prefeitura de São Luís MA define banca para concurso de Guarda Municipal

Concurso Detran-DF: diretor prevê publicação do edital no próximo mês

A autorização deste certame foi dada em março deste ano. A SEDF possui o  aval para oferecer 812 vagas imediatas, mais 3.442 vagas para a formação de cadastro de reserva, sendo distribuídas para cargos de professor, pedagogo e analista de gestão educacional. Veja:

  • Professor de Educação Básica: 776 vagas imediatas + 3.104 cadastro de reserva
  • Pedagogo-Orientador Educacional: 20 vagas imediatas + 80 cadastro de reserva
  • Analista de Gestão Educacional: 16 vagas imediatas + 258 cadastro de reserva

À época, estava previsto que o edital fosse publicado em abril deste ano, “eu preciso homologar até 30 de junho por causa da lei eleitoral. Posso chamar [os aprovados] no segundo semestre, mas não posso homologar depois do dia 30. Então, temos de fazer neste semestre ainda”, afirmou a secretária da Educação, Hélvia Paranaguá.

A remuneração ofertada varia entre os valores de R$ 2.508,26 a R$ 5.016,53 iniciais, cuja carga horária é de 20 e 40 horas semanais, respectivamente. O salário é composto do vencimento básico e da gratificação GAPED. É válido ressaltar que o vencimento pode chegar a R$ 7.757,60 no final da carreira.

Concurso PCGO, com 864 vagas, tem banca organizadora definida

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Sem categoria

As mais de 800 vagas serão distribuídas entre os cargos de agente, escrivão, papiloscopista e delegado substituto  

A Secretária de Estado da Administração de Goiás contratou o Instituto AOCP para organizar o novo concurso da Polícia Civil de Goiás. O Extrato de Dispensa de Licitação foi publicado no Diário Oficial do estado.

Segundo o documento, serão ofertadas 865 vagas, sendo distribuídas da seguinte maneira:

  • 450 vagas para Agente da Polícia Civil 3° Classe;
  • 310 oportunidades para Escrivão da Polícia Civil 3° Classe;
  • 60 chances para Papiloscopista da Polícia Civil 3° Classe e
  • 44 vagas de Delegado de Polícia Substituto.

O valor total da contratação é próximo a de R$ 6,2 mil e ratificado pelo secretário de Estado da Administração, Bruno Magalhães D’Abadia. 

Concurso autorizado em dezembro

Em dezembro do ano passado, o governador do estado, Ronaldo Caiado (Democratas), autorizou o provimento de 470 vagas imediatas (350 agentes, 100 escrivães e 20 papiloscopistas). Na época foi afirmado que a previsão para a nomeação dos aprovados seria outubro de 2022.

Na ocasião, Bruno Magalhães D’Abadia afirmou que, além dessas oportunidades, também houve aval para “mais de 300 vagas de analistas administrativos em diversas áreas, como estações de contratos, gerenciamento de recursos humanos e folha, para trabalhar na área de engenharia e tecnologia da informação”.

Teófilo usou de suas redes sociais para anunciar o pedido. De acordo com o deputado, a solicitação para a realização do certame tem urgência e é embasada na “ luta em favor de uma Segurança Pública cada vez mais forte”.

Último Concurso

Em relação ao último concurso da Polícia Civil de Goiás, foi em 2018, na época a banca organizadora foi o Núcleo de Seleção da Universidade Estadual de Goiás (UEG). O processo seletivo foi realizado em duas etapas: prova objetiva, prova discursiva.

 

TRT-MT contrata banca para novo concurso público

Publicado em Deixe um comentáriocadastro reserva, Concursos, Concursos Públicos, Sem categoria

A nova seleção será para provimento de cargos vagos do quadro permanente e formação de cadastro reserva

Foi publicado, no Diário Oficial da União desta segunda-feira (20/6), o Extrato de Dispensa de Licitação que torna pública a contratação da Fundação Carlos Chagas (FCC) para ser a banca regulamentadora do novo concurso público do Tribunal Regional do Trabalho da 23ª Região (TRT-MT). De acordo com o documento, o valor do contrato é de R$ 1.674.000.

Ainda não foram divulgados os cargos nem a quantidade de vagas. Entretanto, o extrato informa que o órgão prevê 28 mil inscritos e será acrescido R$ 52,25 por candidato inscrito excedente.

Leia também: Concurso Receita Federal: especialista analisa expectativas sobre o novo certame

Concurso Senado: bancas têm até última semana de julho para enviar proposta

PMDF: “Previsão é que concurso ocorra ainda este ano”, afirma Ibaneis

Aprovados no concurso da PCDF promovem campanha de doação de sangue

ANTT faz solicitação para novo concurso; expectativa é ofertar 363 vagas

Último Concurso

A última seleção foi em 2015, na qual foram ofertadas 14 vagas, além de cadastro reserva. A FCC também regulamentou este certame. 

Os cargos contemplados foram de analista judiciário em diversas especialidades e técnico judiciário, sendo para técnico em tecnologia da informação, e formação de cadastro reserva para quem tem curso técnico em enfermagem.

Os candidatos foram submetidos a provas objetivas, composta por questões de conhecimentos gerais e específicos. Ademais, também houve a aplicação da prova prática para os profissionais com especialidade em engenharia civil, engenharia elétrica e arquitetura.

O resultado final foi divulgado em 2016 no site da banca organizadora. As remunerações variam entre R$ 3.993,03 e R$ 6.551,52.