Instituto AOCP cria página de inscrição para o concurso do CBM-GO

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Concursos, Concursos Públicos, Goiás, Sem categoria

A definição do Instituto AOCP como banca organizadora do novo concurso do CBM GO foi em maio deste ano. O documento informou que serão ofertadas mais de 600 vagas para o quadro efetivo

Instituto AOCP disponibilizou a página do concursos público do Corpo de Bombeiros de Goiás (CBM-GO). O instituto é a banca do novo certame. Estão disponíveis dois sites, sendo um para os cargos de soldado músico e segundo tenente que será regido edital de abertura nº 005/2022, já o outro será será destinado para oferta de  cargos de soldado de combatente e cadete (aluno oficial) que será regido pelo edital de abertura nº 004/2022. De acordo com a banca, ambos os editais serão publicados em breve.

A definição do instituto como a banca organizadora foi publicada no dia 25 de maio no Diário Oficial do Estado, através do extrato de declaração de dispensa de licitação nº 18/2022. O novo concurso contemplará 612 vagas para provimento em cargo efetivo do quadro do CBM-GO, distribuídas da seguinte maneira:

  • 500 vagas para o cargo de soldado de 2ª Classe – Combatente,
  • 40 oportunidades para o cargo de soldado de 2ª Classe – Músico,
  • 60 vagas para o cargo de cadete e
  • 12 oportunidades para o cargo de 2º tenente (Oficial Médicos e Odontólogos)

Concurso esperado desde outubro de 2021

Ronaldo Caiado, governador de Goiás havia anunciado este concurso em outubro de 2021 com 160 vagas, 140 para soldados e 20 oportunidades para oficiais. Porém, o número divulgado no extrato nº 18/2022 é quase quatro vezes maior. Além desse, Caiado anunciou outros 7 concursos que juntos somam mais 1.817 vagas.

O governo do estado afirma que “conforme a LOA de 2022, o Governo de Goiás vai conceder promoção ao longo de todo ano para oficiais e praças da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros; para os servidores da DGAP; delegados e demais policiais civis da Delegacia-Geral da Polícia Civil; Polícia Técnico-Científica; além de promoções para todos os servidores abrangendo demais órgãos do Poder Executivo Estadual”.

Último concurso

A última seleção realizada pelo CBM-GO foi em 2016. O total de vagas oferecidas para soldados foram distribuídas da seguinte forma: 225 para homens e 25 para mulheres. Para cadetes, foram 36 destinadas aos homens e quatro para mulheres. Em relação à remuneração para os soldados terceira classe, foi ofertado R$ 1.500. Já para o cargo de cadete, o salário foi de R$ 5.401,43.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Concurso CBM-PI: comandante prevê ampliar quantitativo de vagas anunciadas

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, Concursos, Concursos Públicos, Sem categoria

“Estamos fazendo uma série de reuniões para ampliarmos esse número. Estamos trabalhando com essa possibilidade. Estamos pleiteando 100 vagas”, afirmou José Arimateia Rego

O comandante geral do Corpo de Bombeiros do Piauí, coronel José Arimateia Rego, afirmou ao jornal Cidade Verde que pretende ampliar o quantitativo de vagas do concurso para provimento de oportunidades para o cargo de soldado bombeiro militar, que até o momento será 60.

“Estamos fazendo uma série de reuniões para ampliarmos esse número. Estamos trabalhando com essa possibilidade. Estamos pleiteando 100 vagas. Esse número vai suprir de forma razoável o nosso quadro de funcionários”, destacou o coronel, ressaltou o coronel. Ele também diz que pretende está lançado edital até o final de junho.

Concurso autorizado em setembro de 2021

O governador Wellington Dias (PT-PI) anunciou no dia 14 de setembro, a publicação do edital deste referido concurso público. À época, foram autorizadas 60 vagas de nível médio para o cargo de soldado bombeiro militar. De acordo com o chefe do Executvo local em visita à sede da corporação, o documento seria publicado dentro de um prazo de 20 dias e a aplicação das provas objetivas deve acontecer ainda neste ano.

“O objetivo é a descentralização. Criamos um programa integrado com a rede de educação para formação, que garante o preparo estratégico para situações como essa que vivemos agora, de colaboração de brigadistas que já foram treinados para conter incêndios”, explica.

Último certame

Última seleção foi em 2017 em ofertou 110 vagas, sendo apenas 10 para mulheres, para candidatos com nível médio e com idade de até 30 anos para o cargo de soldado. Remuneração inicial oferecida era de R$ 3.100,

O certame foi composto por prova objetiva (com questões sobre português, matemática, química, física, noções de informática, legislação institucional e noções de direito) e dissertativa em 19 de novembro, exame de saúde, teste de aptidão física, exame psicológico, investigação social e curso de formação.

*Estagiária sob supervisão de…

Governo de Santa Catarina autoriza novo concurso para o Corpo de Bombeiros

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, Concursos, Concursos Públicos, Sem categoria

O aval garante concursos em 2023 e 2024. Total de vagas chega a 515 

O governo de Santa Catarina autoriza novo concurso para o Corpo de Bombeiros do estado. O aval garante 500 vagas para praças, sendo distribuídas para 2023 e 2024, sendo 250 vagas para cada ano,  além de 15 oportunidades para oficiais. “Estamos trabalhando na valorização das carreiras. São ações de gestão conscientes e sustentáveis no longo prazo”, afirmou o governador Carlos Moisés.

A autorização ocorreu de forma conjunta a outras que somam mais de duas mil vagas no dia 23 de maio. Segundo o chefe do executivo, os novos editais serão publicados ainda em 2022. Além do CBM-SC as vagas serão distribuídas nos seguintes órgãos: 

  • Polícia Militar;
  • Polícia Científica;
  • Polícia Civil;
  • Secretarias da Saúde;
  • Secretaria da Agricultura;
  • Administração Prisional e Socioeducativa;
  • Instituto de Previdência do Estado de Santa Catarina (Iprev);
  • Empresa de pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri);
  • Controladoria-Geral do Estado e a Procuradoria-Geral do Estado.

À ocasião o governador afirmou que “essas ações são possíveis agora porque nós arrumamos a casa. O Governo do Estado voltou a ter o seu caixa organizado em condições de fazer a reposição das vagas em diversas posições do funcionalismo público”.

Último concurso

O último concurso do CBM-SC foi em 2017. Na ocasião foram ofertadas 300 vagas, além de formação de cadastro reserva para ambos os sexos. A seleção foi composta pelas seguintes etapas: inscrição, prova objetiva e redação, exame de saúde, exame de avaliação física, exame de avaliação psicológica, investigação social e exame toxicológico. 

Os inscritos tiveram que atender altura mínima de 1,65m para homens e 1,60m para mulheres, peso proporcional à altura, de acordo com a recomendação pela Organização Mundial da Saúde (OMS), mínimo de 18 anos até a data de inclusão e máxima de 30 anos até o último dia de inscrição, além de Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e nível superior.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Aviso de licitação para escolha de banca do concurso da ESA é divulgado

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Concursos, Concursos Públicos, Sem categoria

Certame em andamento oferta mais de mil vagas e seu edital foi publicado em março deste ano

Raphaela Peixoto* — O processo de contratação de banca examinadora do concurso para admissão à Escola de Sargentos das Armas (ESA) 2022 foi iniciado. O Aviso de Licitação foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (25/5). De acordo com o documento as entregas de proposta poderão ser enviadas por intermédio deste site.

A seleção oferece 1.100 vagas para área geral e música. Dentre os requisitos, a altura dos candidatos deve ser de mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres. Além de ensino médio completo. Saiba mais aqui detalhes dos requisitos aqui!

O concurso é composto por provas objetiva e de redação, avaliação de títulos; exame de habilitação musical (para os candidatos da área de Música) investigação social; exame de aptidão física preliminar e definitivo; revisão médica; comprovação através de heteroidentificação, para os candidatos que se autodeclararem pretos ou pardos.

Provas estão previstas para setembro

A aplicação das provas objetiva e de redação, primeira etapa, está previstas para o dia 4 de setembro. Em relação a prova objetiva ela será distribuídas em seis partes, sendo elas:

  • 1ª parte – Prova de Matemática (14 questões para áreas Geral/Aviação e dez para as áreas Música/Saúde);
  • 2ª parte – Prova de Português (14 e dez questões, respectivamente);
  • 3ª parte – Prova de História e Geografia do Brasil (12 e seis questões de cada disciplina para área Geral/Aviação e oito e quatro questões de cada disciplina para as áreas de Música/Saúde);
  • 4ª parte – Prova de Inglês (dez questões objetivas para todas as Áreas);
  • 5ª parte – Prova de Conhecimentos Específicos da área técnica de Enfermagem, na área de Saúde (12 questões) e Prova de Teoria Musical para a área de Música (12);
  • 6ª parte – Prova de Português (questão única discursiva/redação).

Pera ser aprovado nesta etapa, é necessário obter, no mínimo, 50% de acertos do total das questões de cada uma das partes da prova, exceto a parte de Inglês, no qual é exigido 25% de acertos. Já na redação,a pontuação deve ser igual ou superior a cinco.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

“Não será um concurso fácil”, afirma especialista sobre seleção autorizada do CBMDF

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, CBM, Concursos, Concursos Públicos, Dicas de estudo

Com edital autorizado, interessados no concurso público do Corpo de Bombeiros do DF já devem começar a estudar. Confira as dicas!

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, está com concurso público autorizado. O aval é para 356 vagas, que serão divididas para oficiais e praças abrangendo diversos quadros e qualificações. Para o professor de informática do Gran Cursos Online e policial militar, Jefferson Bogo, os estudos já devem começar.

Bogo também ressalta a dificuldade deste certame. “Ele é um concurso que tem matérias atípicas em relação a outros certames, física por exemplo. Então não é um concurso para esperar uma prova muito tranquila, exigindo um maior preparo do candidato”.

Dicas de estudo do especialista:

O professor destaca a necessidade de embasar os estudos em editais anteriores, sobretudo neste momento em que não há edital lançado. Dentre as matérias mais recorrentes estão língua portuguesa, matemática, química, física e noções de informática, podendo variar de acordo com o cargo. Além dessas ele destaca:

  • “Defina qual cargo que tem a pretensão (lendo o edital, dá para ter uma noção do que é esperado naquele cargo,  entre outras);
  •  Sugiro como parâmetro olhar as provas anteriores;
  • Resolver questões antes mesmo da definição da banca;
  • Fazer uma avaliação médica e começar o quanto antes a preparação física, porque há um índice de reprovação muito alto nesta parte do processo seletivo;
  • Montar um planejamento de estudo a longo prazo; 
  • Ter metas metas, meia hora por dia, por exemplo;
  • Resolver exercícios em todas as matérias”.

O último concurso ofertado pelo CBM DF foi há 6 anos. Foram ofertadas 779 vagas (448 para soldados; 115 oficiais combatentes; 112 para soldados condutores e operadores de viaturas; 55 soldados de manutenção de equipamentos e veículos; 20 oficiais complementares; 24 oficiais médicos; cinco soldados para manutenção de equipamentos e aeronaves e quatro oficiais cirurgiões-dentistas).

 

FGV é a banca escolhida para o concurso do CBME-RJ

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, CBM, Concursos Públicos, Sem categoria

Concurseiros agora estão na expectativa para o lançamento do edital. A decisão foi divulgada no Diário Oficial do Rio nesta quinta (28/4)

Por Raphaela Peixoto* — A Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a banca reguladora do certame do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBME RJ). A decisão foi divulgada no Diário Oficial do estado nesta quinta-feira (28/4) em um extrato de instrumento contratual, cuja a duração é de 12 meses a partir da data de publicação.

O certame tem intuito de disponibilizar 40 vagas para o cargo de oficiais combatentes do CBME-RJ. Ainda não saiu o edital, porém as expectativas são de o concurso ser composto por seis fases, sendo só uma delas de responsabilidade da FGV o restante ficará por conta da CBME-RJ. São elas:

  • prova objetiva (FGV que organizará)
  • exame físico (corrida de meio fundo – 2.400 m em 12 minutos; natação – 100 m em dois minutos e meio; flexão e extensão de MMSS – barra fixa; abdominal – 35 repetições em um minuto);
  • exame de saúde; e
  • pesquisas documental e social.

É válido ressaltar que no dia 16 de março, já tinha sido publicado no Diário Oficial do Estado uma dispensa de licitação em que confirma a escolhida. De acordo com a matéria publicada pelo Papo de Concurseiro o órgão, na época, afirmou que “a escolha pela FGV ocorreu devido à alta procura pela seleção no último ano.  O número de inscritos, que ficava entre 1.900 e 3.900, saltou para 20.234 em 2021. Desta forma, o CBME-RJ espera receber, pelo menos, 18 mil candidatos para o CFO 2022”.

Na última seleção para a carreira de Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro, que foi realizada em 2020, quem regulamentou foi a Uerj. Foram disponibilizadas 25 vagas e não houve divisão por sexo. De maneira análoga este certame irá exigir apenas o nível médio completo e não haverá idade máxima, como consta no processo interno do CBME-RJ.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Carreira militar: LOA 2022 destina 4.649 vagas para o setor

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Concursos, Concursos Públicos, Governo federal, Lei Orçamentária, LOA

Karolini Bandeira*- A Lei Orçamentária Anual de 2022 foi sancionada e publicada e, segundo o texto, os concursos para carreiras militares podem prover até 4.649 vagas efetivas. As chances serão distribuídas entre a Aeronáutica, a Marinha e o Exército. Alguns editais, inclusive, já foram até publicados e oferecem, em sua maioria, oportunidades para o nível médio.

Também é exigido dos inscritos boa conduta social, ser brasileiro nato, altura mínima de 1,54 e não possuir antecedentes criminais. A idade máxima para ingresso pode variar de acordo com o concurso.

Concursos militares com inscrições abertas

Escola Naval

A Marinha lançou concurso com 20 vagas para a Escola Naval de 2022. Para concorrer, é necessário nível médio. As inscrições podem ser feitas de 17 de janeiro a 13 de fevereiro, pelo site da Marinha.

Aeronáutica (EAGS)

O novo concurso da Aeronáutica abre 237 vagas para a carreira de sargento. Como pré-requisito, é necessário ter ensino técnico completo na área designada. As inscrições serão aceitas até 3 de fevereiro.

Aeronáutica (CFS)

Aberto o exame de admissão ao Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica (CFS 1/2023). São 243 vagas imediatas para as turmas do primeiro semestre de 2023. As inscrições ficarão abertas de 14 de fevereiro até 14 de março, pelo site da Aeronáutica.

Aeronáutica – Temporários

O Comando da Aeronáutica está com inscrições abertas para 834 profissionais de nível médio temporários para atuação em 2022. Os convocados atuarão no cargo de Terceiro-Sargento, com salário inicial de R$ 3.825. Inscrições até 4 de fevereiro.

Marinha

O novo concurso da Marinha oferta 960 vagas para admissão ao Curso de Formação de Soldados Fuzileiros Navais (C-FSD-FN). Das vagas, são 480 para a turma I de 2023 e 480 para a turma II de 2023. Inscrições no site do Corpo de Fuzileiros Navais das 8h de 14 de fevereiro às 23h59 de 24 de março.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Aeronáutica publica instruções para o curso de sargentos

Publicado em Deixe um comentárioAeronáutica, carreira militar, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- A Aeronáutica aprovou e publicou, por meio de Portaria, as instruções específicas para o Exame de Admissão ao Curso de Formação de Sargentos da Aeronáutica para o Primeiro Semestre de 2023 (IE/EA CFS 1/2023). As instruções têm, por finalidade, regular e divulgar as condições e os procedimentos autorizados para inscrição e participação no CFS.

Conforme publicado no edital de abertura, o exame irá abrir 243 vagas, sendo 195 para a ampla concorrência e 48 reservadas. Segundo as instruções, para os candidatos que optarem pelo conjunto de especialidades que integram o quadro de aeronavegante,  após a Concentração Final na EEAR, haverá um período de adaptação e acompanhamento, durante o qual serão realizadas atividades voltadas para orientação profissional. Posteriormente, cada candidato preencherá a Ficha de Opção de Especialidade, documento em que colocará as especialidades com vagas disponíveis na opção escolhida, em ordem de prioridade, de acordo com sua preferência.

Para a seleção da especialidade, serão considerados: a opção escolhida pelo candidato por ocasião da inscrição, o número de vagas disponível para cada especialidade e a classificação do aluno o exame, obedecendo aos critérios de alternância e proporcionalidade, que consideram o número de vagas total e o número de vagas reservadas aos candidatos negros.

Vagas

De acordo com a Portaria, as vagas para matrícula no CFS 1/2023 são destinadas aos candidatos em todas as etapas previstas neste Exame, classificados e convocados para habilitação à matrícula no Curso, considerando-se os critérios das vagas destinadas à ampla concorrência e das vagas destinadas aos candidatos negros. As vagas serão consideradas completadas na data imediatamente posterior à data de validade desse Exame.

Reserva

20% das vagas são reservadas a pessoas negras. A autodeclaração do candidato será confirmada mediante Procedimento de Heteroidentificação Complementar (PHC).

“2.5.5.1 Os candidatos que optarem por concorrer às vagas reservadas, ainda que tenham obtido nota suficiente para aprovação na ampla concorrência, deverão submeter-se ao PHC.

2.5.5.2 Os candidatos que não se submeterem ao PHC serão eliminados do Exame de Admissão.

2.5.6 Na hipótese de constatação de declaração falsa, o candidato será eliminado do Exame e, se houver sido matriculado ou nomeado, ficará sujeito à anulação da sua admissão, após procedimento administrativo em que lhe sejam assegurados o contraditório e a ampla defesa, sem prejuízo de outras sanções cabíveis.

2.5.7 Os candidatos negros optantes pelo sistema de reserva de vagas concorrerão concomitantemente às vagas reservadas e às vagas destinadas à ampla concorrência, de acordo com a sua classificação no Exame.”

Curso de formação

O CFS é ministrado em regime de internato militar na EEAR, em Guaratinguetá, São Paulo, com duração aproximada de dois anos e abrange instruções nos Campos Geral, Militar e Técnico-Especializado.

A Portaria explica que a instrução ministrada no Campo Geral, comum a todas as especialidades, reúne os conhecimentos básicos necessários à habilitação dos alunos nos seus diferentes níveis. A instrução é ministrada de maneira gradual e contínua, objetivando nivelar os conhecimentos de alunos de diferentes origens e formações, além de aumentar a capacidade de assimilação proveniente dos conhecimentos técnico-especializados próprios do curso.

Confira:

“2.6.1.2 A instrução ministrada no Campo Militar busca, primordialmente, transmitir e reforçar os postulados básicos da vida castrense referentes à futura graduação, bem como desenvolver elevado grau de vibração, devoção e entusiasmo pela carreira na Força Aérea. Além das características de resistência física, necessária ao profissional militar, procura-se por meio da referida instrução sedimentar no aluno os princípios basilares da instituição (Hierarquia e Disciplina), como também, os fundamentos de ética e da estrutura organizacional do COMAER, de modo que, ao término do curso, o futuro Sargento esteja dotado de atributos e competências que o qualificarão a ser um integrante do Corpo de Graduados da Aeronáutica.

2.6.1.3 A instrução ministrada no Campo Técnico-Especializado constitui-se na fase da formação em que o discente é preparado para obter um desempenho profissional dentro dos padrões estabelecidos pelo COMAER. Desse modo, ela está dimensionada com conhecimentos teóricos e práticos, de tal forma que o aluno, ao longo dos quatro semestres letivos, torne-se capaz de atingir um nível de proficiência eficaz e compatível à especialidade.

2.6.2 Um período de instrução de aproximadamente 40 (quarenta) dias corridos, em regime de internato e contados a partir da data do início do Curso, será ministrado exclusivamente de forma coletiva aos que vierem a ser matriculados, fazendo parte do estágio probatório para adaptação à vida na caserna, estando inserido na instrução do Campo Militar.

2.6.3 O período de instrução citado no item 2.6.2 é fundamental e indispensável à adaptação do aluno, não podendo deixar de ser cumprido, sob pena de reprovação e exclusão do curso, ainda que seja por candidato convocado por força de decisão judicial.

2.6.4 O candidato convocado para o CFS 1/2023 por força de decisão judicial, até a data de validade do Exame, receberá Ordem de Matrícula e realizará o curso com os demais candidatos. Na hipótese de convocação após a data de validade do Exame, o candidato será matriculado no CFS imediatamente posterior, devido à impossibilidade do cumprimento do período de instrução previsto no item 2.6.2.

2.6.4.1 A formação nas especialidades do CFS é reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC) como curso técnico, de nível médio, constando no Catálogo Nacional de Cursos Técnicos.

2.6.5 Dentre os que vierem a ser matriculados no CFS, aqueles que concluírem com êxito o referido curso, segundo o Plano de Avaliação, estarão em condições de compor o Quadro de Suboficiais e Sargentos da Aeronáutica (QSS), do Corpo do Pessoal Graduado da Aeronáutica (CPGAER).

2.6.6 A habilitação à matrícula no CFS não é garantia de que o candidato venha a ser efetivado no COMAER. Tal efetivação, bem como as promoções relacionadas, dependerá da conclusão do curso com aproveitamento, segundo o Plano de Avaliação, das necessidades do COMAER e das definições da Diretoria de Administração do Pessoal (DIRAP).”

O documento, que é complementar ao edital de abertura do concurso, pode ser conferido na íntegra aqui.

Inscrições em fevereiro

A Aeronáutica irá selecionar sargentos a partir de fevereiro. As inscrições ficarão abertas de 14 de fevereiro até 14 de março, pelo site da Aeronáutica. A participação custa R$ 80. Candidatos inscritos no CadÚnico, hipossuficientes e doadores de medula óssea podem solicitar isenção total do valor até o último dia de inscrições.

Para homens, serão abertas oportunidades nos cargos de aeronavegante e guarda. As áreas de equipamento de voo e controle de tráfego aéreo poderão ser concorridas por ambos os sexos.

Os candidatos serão avaliados por meio de provas escritas, Inspeção de Saúde (INSPSAU), Exame de Aptidão Psicológica (EAP), Teste de Avaliação do Condicionamento Físico (TACF) e validação documental. Saiba mais! 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concurso para Bombeiros no Acre tem banca organizadora definida

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Concursos

De acordo com a dispensa de licitação publicada nesta terça-feira, novo concurso Bombeiros no Acre terá o IBFC como organizador. Confira!

Jéssica Andrade – Novo andamento no Concurso para Bombeiros AC 2022: a banca organizadora foi definida, com dispensa de licitação. O Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) vai organizar o novo concurso para o Corpo de Bombeiros do Acre. A informação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (4/1). 

Com isto, o  próximo passo será a assinatura do contrato entre as partes. O IBFC ficará apto para definir o cronograma do concurso junto com o Corpo de Bombeiros. O instituto ainda será responsável por receber as inscrições, viabilizar e aplicar as etapas da seleção, como as provas objetivas. A estimativa é que o edital seja publicado no primeiro semestre de 2022. 

O anúncio do novo Concurso dos Bombeiros do Acre ocorreu em julho do ano passado, quando o governador do Acre, Gladson Cameli (PP), afirmou seu compromisso com a realização de novos concursos públicos no Estado.

“Estou aguardando o equilíbrio da Lei de Responsabilidade Fiscal e preparando todos os trâmites legais para que possamos lançar o edital dos concursos. Os certames terão vagas para diversas secretarias e quero realizá-los no início de 2022”, disse.

Bombeiros AC deve exigir nível médio

O requisito para se candidatar ao cargo de soldado do Corpo de Bombeiros do Acre é o ensino médio completo. A remuneração prevista é de R$ 4.344,22, durante o curso de formação, e de R$ 5.007,40, após essa etapa.

 

Concurso PM ES: banca organizadora é confirmada

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Carreira policial, Concursos

Jéssica Andrade – Os concurseiros que sonham com a carreira policial podem começar a se preparar. A Polícia Militar do estado do Espírito Santo confirmou a banca selecionada para organizar o concurso PM ES. O Instituto AOCP foi o escolhido. O extrato do contrato foi publicado no Diário Oficial do Estado desta segunda-feira (3/1).

A publicação aconteceu apenas alguns dias após o nome do instituto AOCP ser divulgado como organizador do certame. A agilidade na assinatura do contrato indica que, embora o edital ainda não tenha data definida para sair, não deve demorar.

De acordo com o extrato do contrato da Polícia Militar com o Instituto AOCP, a vigência do contrato será de 12 meses, podendo haver prorrogação.

São 1.111 oportunidades

O concurso da Polícia Militar do Espírito Santo vai oferecer 1.111 vagas, que serão distribuídas da seguinte forma:

-1.000 vagas para soldados;
-20 vagas para oficiais médicos;
-20 vagas para oficiais dentistas;
-5 vagas para oficiais farmacêuticos/bioquímicos;
-2 vagas para oficiais médicos veterinários;
-10 vagas para oficiais enfermeiros;
-30 vagas para praças especialistas de Saúde;
-2 vagas para oficiais músicos;
-22 vagas para praças músicos.

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), já havia confirmado em dezembro que o edital do concurso PM ES deveria sair no início de 2022.

“No início do ano que vem, a gente lança o edital da Polícia Militar […] O que estamos fazendo agora no concurso da PM é selecionar a empresa que vai ser a gestora e que vai organizar. São 1.111 vagas”, afirmou o governador.

Quem também falou sobre o concurso foi o atual secretário de Estado da Segurança Pública, coronel Alexandre Ramalho.

“Os concursos foram retomados e as vagas do concurso anterior foram aumentadas em mais do que o triplo. Tudo isso para tentarmos iniciar a recuperação de algo que o governador Renato Casagrande deixou completo, quando finalizou o seu primeiro mandato em 2014, que foi o efetivo da Corporação. Além disso, novos concursos já estão autorizados e sendo construídos pelo Comando-Geral da Polícia Militar. São investimentos nunca antes feitos na história da Segurança Pública do Espírito Santo. Temos que valorizar isso”.