PMSP recebe autorização para realizar nova seleção com 600 vagas

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Foi publicada, no Diário Oficial de São Paulo, a autorização para realização de um novo processo seletivo simplificado da Polícia Militar do Estado de São Paulo (PMSP). A Secretaria da Fazenda e Planejamento autorizou e comprovou a necessidade temporária da PMSP em adotar as providências necessárias para a realização da seleção. Serão oferecidas 600 vagas para o cargo de guarda vidas. A previsão é que o contrato seja de novembro deste ano até março de 2019. Mas ainda não há previsão de quando o edital será publicado.

Mais em São Paulo

A Companhia do Metropolitano de São Paulo (Metrô-SP) abriu um novo concurso público com quatro vagas para o cargo de agente de segurança metroviária I. Os salários são de R$ 3.075,16, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. Confira aqui o edital completo. As vagas são para homens e mulheres que possuem nível médio de escolaridade. Além disso, é necessário ter altura mínima de 1,70m, para o sexo masculino, e 1,65m, para o sexo feminino, descalço.

As inscrições podem ser realizadas até 13 de setembro, mediante o pagamento de taxa no valor de R$ 85. Saiba mais aqui! 

TRF-3 escolhe banca organizadora de próximo concurso público

Publicado em Deixe um comentárioPoder Judiciário, Tribunal regional federal

Com sede nos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul, o Tribunal Regional Federal da 3ª Região (trf-3) divulgou, no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (9/8), o extrato de dispensa de licitação informando que a banca organizadora de seu próximo concurso público foi escolhida! Caberá, portanto, à Fundação Carlos Chagas (FCC) a responsabilidade de tocar a seleção. Segundo o documento, o valor estimado do contrato entre ambas as partes é R$ 2,46 milhões.

 

O processo de andamento do concurso está em ritmo acelerado, já que a autorização saiu há pouco tempo, em julho, durante uma sessão plenária extraordinária administrativa. De acordo com o órgão, o concurso será realizado para os cargos de analista, técnico judiciário e técnico na área de informática. O número de vagas ainda não foi disponibilizado.

 

O salário inicial de técnico judiciário, de acordo com a tabela do Conselho da Justiça Federal (CJF), é R$ 7.591,37 e o de analista é R$ 12.455,30.

 

O Tribunal informou também que até o dia 31 de maio deste ano, 482 cargos estavam vagos na Justiça Federal da 3.ª Região, sendo 152 no próprio TRF-3.

 

Ainda não há previsão de data para a publicação do edital. Aguardemos!

TJSP afasta prefeito de Campinas por contratar 1.800 pessoas sem concurso público

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Julia Affonso e Fausto Macedo, da Agência Estado – A 6.ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo decretou o afastamento do prefeito de Campinas Jonas Donizette (PSB) por improbidade administrativa. O acórdão impõe ao prefeito a perda da função pública, suspensão dos direitos políticos por 5 anos e multa no valor de 30 vezes seu contracheque, além de ordenar a exoneração de 1.851 comissionados.

Campinas, a 90 quilômetros de São Paulo, é a terceira maior cidade do Estado, com 1,1 milhão de habitantes. É um dos maiores Índices de Desenvolvimento Humanos (IDH) do País.

A desembargadora Silvia Meirelles, relatora do recurso do Ministério Público do Estado, afirmou que Jonas Donizette criou um “cabide de empregos” no Executivo.

Segundo a magistrada, o prefeito “se mostrou inapto para o exercício do cargo político de chefe do Poder Executivo Municipal, instaurando efetivo patrimonialismo durante o seu mandato”.

Silvia estabeleceu que a multa deve ser paga no valor de trinta vezes a remuneração do prefeito na data do julgamento. Em abril, Jonas recebeu salário de R$ 23.894,65. A multa deve alcançar R$ 716 mil.

O prefeito também foi proibido de “contratar com o Poder Público ou receber benefícios ou incentivos fiscais ou creditícios, direta ou indiretamente, ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócio majoritário, pelo prazo de três anos”.

A desembargadora determinou que sejam exonerados todos os funcionários “ocupantes de todos os cargos descritos nas leis declaradas inconstitucionais, no prazo de trinta dias, com a proibição de novas contratações para os mesmos cargos, sendo permitido apenas o preenchimento por meio de concurso público”.

 

Entenda o caso

Jonas Donizette foi alvo de ação civil por improbidade, ajuizada pelo Ministério Público do Estado. O processo apontou a “existência de cargos em comissão que contrariam às Constituições Federal e Estadual, violando os princípios do concurso público, da impessoalidade, da eficiência e da moralidade”.

A Promotoria apontou que Campinas tinha “um quadro exorbitante de cargos comissionados, muito superior ao de diversos países”. De acordo com a ação, a cidade tinha 846 cargos em comissão e mais 985 funções comissionadas, “um montante exorbitante de 1 851 cargos de chefia, direção ou de assessoramento”.

Em 1.ª instância, a Justiça condenou Jonas “ao pagamento de multa civil equivalente a dez vezes o valor da remuneração por ele percebida na data da sentença”. Em seu voto, a desembargadora reformou a sentença, aumentando a multa e tirando o prefeito do Executivo.

“Restou comprovado o cometimento de ato ímprobo pelo réu Jonas Donizette, uma vez que este, reiteradamente, nomeou livremente pessoas despreparadas para o exercício de funções meramente burocráticas, sob o argumento de que se tratavam de cargos comissionados”, afirmou.

“Note-se que a prova testemunhal é farta no sentido de demonstrar que as indicações para os cargos comissionados ocorriam sem quaisquer critérios técnicos e para o fim de satisfazer o interesse público, mas, ao revés, o eram tão somente para atender aos interesses pessoais de apaniguados políticos, favorecendo pessoas determinadas.”

Segundo Silvia, o prefeito usou o “quadro funcional da Administração Pública Municipal como um verdadeiro ‘cabide de empregos’, concedendo benesses a seus apaniguados políticos e a seus amigos”.

A magistrada apontou “um nefasto clientelismo operado pelo réu Jonas Donizette, o qual sem qualquer pudor, reiteradamente, nomeou os seus apaniguados para cargos públicos que claramente não poderiam ser preenchidos por mera nomeação”.

A desembargadora afirmou, em seu voto, que houve “dolo de agir” por parte de Jonas Donizette.

“Note-se que no Brasil, infelizmente, impera a oligarquia e o favoritismo, sendo o brasileiro ainda um ‘homem cordial’, conforme ensina o sociólogo e historiador Sérgio Buarque de Holanda, em seu Livro ‘Raízes do Brasil’ (aquele que age para favorecer apaniguados, pensando no interesse privado e não no público)”, registrou.

“Impera o patrimonialismo, o qual consiste no apoderamento da máquina pública pelo particular, entrelaçamento do setor público com o privado, sendo bem explicado este fenômeno no cenário brasileiro por Raymundo Faoro, no seu livro ‘Os donos do poder’ ”

 

Defesa

Em nota, a Prefeitura de Campinas afirmou que “vai recorrer da decisão em instâncias superiores, lembrando que o prefeito Jonas Donizette, após orientação da Procuradoria de Justiça, foi quem teve a iniciativa de criar uma lei que limitou em 4% o número de servidores comissionados em relação ao total de servidores na Administração Municipal. Hoje, o número de servidores comissionados está em torno de 3% do total.”

Banca é escolhida para organizar o próximo concurso da SSRH/SP

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

A Secretaria de Saneamento e Recursos Hídricos de São Paulo (SSRH/SP) anunciou no Diário Oficial do estado que escolheu a banca organizadora que será responsável pela realização de seu próximo concurso público. A Fundação para o Vestibular da Universidade da Universidade Estadual Paulista “Julio de Mesquita Filho” (Vunesp) foi a contratada.

 

Na autorização do concurso, publicada no Diário Oficial em 12 de junho de 2018, foi divulgado o quantitativo de vagas que serão abertas: 23 oportunidades para o cargo de especialista ambiental I. O salário atual para a função é de R$ 6.003.

 

De acordo com a Secretaria, o próximo passo agora é a elaboração do edital de abertura do concurso público, mas ainda sem uma data prevista para publicação.

 

Último concurso

Em 2008 ocorreu o último concurso da Ssrh de São Paulo para o cargo de especialista ambiental. Foram oferecidas 300 vagas para cargos de nível superior de qualquer área e foi organizado pela Vunesp. A seleção foi realizada por prova objetiva com disciplinas de Língua Portuguesa, Raciocínio Lógico, Noções de Informática, Conhecimentos Gerais Atualidades em Questões Ambientais. Além de Conhecimentos Específicos.

 

Os candidatos puderam optar entre as áreas de gestão governamental em meio ambiente, educação ambiental, fiscalização, proteção e recuperação de recursos naturais e conservação da biodiversidade, gestão de recursos hídricos, manejo de fauna silvestre e planejamento ambiental I.

 

Oportunidades em São Paulo

O Conselho Regional de Corretores do estado de São Paulo (Creci SP) está com as inscrições abertas do concurso para preenchimento imediato de sete vagas para os cargos de profissional de suporte administrativo e serviços técnicos administrativos. As inscrições devem ser feitas até 7 de janeiro de 2019 pelo site www.nossorumo.org.br. A taxa de inscrição custa R$ 39,50. Os aprovados exercerão 40 horas semanais de trabalho, para receber salário inicial entre R$ 1.305,12 e R$ 2.444,46. Também será oferecido convênio médico e odontológico, vale refeição e vale transporte.

Detran em São Paulo anuncia número de vagas de novo concurso público

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran/SP) divulgou o número de vagas de seu novo concurso público! A seleção abrirá 575 oportunidades para nível médio e superior. Desse total, 375 vagas serão para o cargo de oficial de trânsito I e 200 vagas para agente estadual de trânsito, com contratação via CLT. Não haverá formação de cadastro reserva, mas novos candidatos habilitados poderão ser convocados dentro da vigência do concurso, que será de dois anos podendo ser prorrogado por igual período, caso ocorram desistências.

Segundo o Detran/SP o edital está em elaboração e será publicado em breve, mas não há data prevista no momento. O salário para oficial estadual de trânsito I é de R$ 1.863 e o de agente estadual de trânsito I é de R$ 4.657.

A Fundação Carlos Chagas (FCC) será a banca organizadora responsável pela prestação de serviços técnicos de gerenciamento, planejamento, organização, divulgação e execução da prova.

 

Último concurso do Detran SP

O último concurso ocorreu em setembro de 2013 e foram oferecidas 1.200 vagas do edital, mas depois foi autorizada a contratação de mais 300 pessoas. Os cargos também foram para oficial estadual de trânsito (nível médio) e agente estadual de trânsito (nível superior). Os salários variaram entre R$ 1.8 mil e R$ 4.5 mil.

A prova foi organizada pela Fundação Vunesp e a seleção foi feita por prova de títulos e prova objetiva, com conhecimentos gerais e específicos.

Os candidatos poderiam optar para atuar entre as regiões de Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Botucatu, Campinas, Fernandópolis, Franca, Itapeva, Marilia, Mogi Guacu, Presidente Prudente, Metropolitana de São Paulo (exceto capital), Registro, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São Paulo (capital), Sorocaba e Taubaté.

Secretaria de Cultura de São Paulo forma comissão para lançar concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O Diário Oficial de São Paulo, desta terça-feira (11/9), trouxe a composição da comissão que vai elaborar o novo concurso público da Secretaria de Cultura do estado. Serão abertas 15 vagas, sendo seis para arquitetos, seis para analistas socioculturais e três para oficiais administrativos. O concurso foi autorizado por despacho do governador Márcio França em 5 de julho deste ano.

 

Segundo informações da assessoria do órgão, os cargos de arquiteto e analista sociocultural são de nível superior. Para o caso de analista sociocultural, como se trata de um cargo que tem várias formações possíveis, a comissão ainda definirás as áreas.

Para oficial administrativo, a formação é Ensino Médio.

 

A secretaria ainda informou que este não é o primeiro concurso para os cargos. Houve seleção para arquitetos no ano de 2009 e para os cargos de Executivo Público, oficial administrativo e agente administrativo, em 2006.

 

Ainda não há prazo para publicação do edital de abertura.

 

Confira os salários iniciais brutos:

  • Arquiteto I – R$ 4.041,68
  • Analista sociocultural – R$ 2.402,05
  • Oficial administrativo – R$ 1.339,29

 

15 mil vagas

Em um novo despacho, publicado no Diário Oficial do estado nesta terça-feira (21/8), o governador de São Paulo, Márcio França, autorizou a realização de um novo concurso público no estado. Serão abertas nada menos que 15.000 mil vagas para professores da Educação Básica II. Segundo o despacho, as vagas são exclusivamente para efeito de reposição de docentes contratados em caráter excepcional e temporário, observadas as vedações previstas na Lei Eleitoral e na Lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo informações da pasta, a remuneração inicial do cargo é de R$ 2.585. Saiba mais!

R$ 24 mil

Um novo concurso público foi aberto pelo Tribunal de Justiça de São Paulo (TJSP). O edital foi publicado nesta terça-feira (11/9), tanto no Diário Eletrônico do órgãos, quanto no site da Fundação Vunesp, que a banca organizadora da seleção. O concurso tem como objetivo o preenchimento imediato de 310 vagas para juiz substituto. Desse total, 16 são reservadas aos candidatos com deficiência e 62 aos candidatos negros. A remuneração do cargo é de R$ 24.818,71. Saiba mais aqui!

Iamspe é autorizado a abrir novo concurso com 219 vagas

Publicado em Deixe um comentárioSaúde

O Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual de São Paulo (Iamspe) foi autorizado a abrir novo concurso público. Por meio de despacho, o governador Márcio França autorizou a abertura de 219 vagas, sendo 54 oportunidades para agente técnico de assistência à saúde, duas para cirurgião dentista e 163 para médicos I. De acordo com a assessoria do órgão, ainda não há data definida para publicação do edital de abertura.

Veja os salários de cada posto abaixo:

  • Agente técnico de assistência à saúde – R$ 1.996,53
    Médico – R$ 4.476,37
    Cirurgião dentista – R$ 2.458,14
Foto: Reprodução/Diário Oficial SP
Foto: Reprodução/Diário Oficial SP

Sobre o Iamspe

De acordo com informações do instituto, o Imaspe oferece atendimento a 1,3 milhão de usuários por meio de uma rede própria e credenciada distribuída em 173 municípios do estado. São 80 hospitais, além do hospital próprio de alta complexidade, o Hospital do Servidor Público Estadual (HSPE), instalado na Capital. Maior hospital da rede Iamspe, o hospital possui 721 leitos, 949 médicos, 2.020 profissionais de enfermagem e oferece atendimento de alta complexidade em 51 especialidades médicas.

O Iamspe possui ainda 17 postos de atendimento próprio localizados nas cidades de Assis, Araçatuba, Araraquara, Barretos, Bauru, Campinas, Franca, Marília, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São João da Boa Vista, São José dos Campos, São José do Rio Preto, Sorocaba e Taubaté.

A rede oferece ainda 80 laboratórios de análises clínicas e de imagem, clínicas de fisioterapia e mais de 2.577 médicos credenciados que atendem em consultórios e clínicas particulares.

Conselho Regional de Psicologia de São Paulo

O CRP/SP abriu um novo concurso público com 275 vagas de nível superior. Do total de chances, sete são imediatas e 268 para formação de cadastro reserva. Os salários são de R$ 6.197,58, para 40 horas semanais. As oportunidades são para os cargos de analista superior (1) e psicólogo técnico (6).

Os contratados devem atuar no municípios de São Paulo, Assis, Bauru, Campinas, Mogi das Cruzes, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto e Sorocaba , e nas Regiões do Grande ABC e do Vale do Paraíba.

As inscrições podem ser realizadas até 10 de outubro. A taxa é de R$ 75. Os inscritos são avaliados por meio de prova objetiva, discursiva, avaliação de títulos e experiência profissional. As primeiras etapas estão previstas para 25 de novembro. Saiba como concorrer aqui!

Governador de São Paulo autoriza 15.000 vagas para a Secretaria de Educação

Publicado em Deixe um comentárioeducação

Em um novo despacho, publicado no Diário Oficial do estado nesta terça-feira (21/8), o governador de São Paulo, Márcio França, autorizou a realização de um novo concurso público no estado. Serão abertas nada menos que 15.000 mil vagas para professores da Educação Básica II. Segundo o despacho, as vagas são exclusivamente para efeito de reposição de docentes contratados em caráter excepcional e temporário, observadas as vedações previstas na Lei Eleitoral e na Lei de Responsabilidade Fiscal. Segundo informações da pasta, a remuneração inicial do cargo é de R$ 2.585.

 

Reprodução/DOU/SP
Reprodução/DOU/SP

Mais concursos em São Paulo

Um novo concurso público foi lançado pela Polícia Militar de São Paulo (PMSP) neste mês. O edital de abertura oferece 2.700 vagas para soldados de segunda classe, tanto para homens quanto para mulheres. Segundo o regulamento, a remuneração básica inicial é de R$ 3.143,70. A Fundação para o Vestibular da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (Fundação Vunesp) é a banca organizadora responsável pela seleção.

Os candidatos devem ter idade mínima de 17 anos e máxima de 30 anos, altura mínima de 1,60 para homens e 1,55 para mulheres, estar quites com as obrigações militares e eleitorais, além de outros requisitos descritos no edital. O aluno-oficial PM tem remuneração inicial de R$ 3.095,88. As inscrições serão aceitas de 27 de agosto a 24 de setembro. Saiba mais aqui!

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) também está com edital aberto. São disponibilizadas 60 vagas para analistas jurídicos, além de formação de cadastro reserva. Podem concorrer candidatos com nível superior em direito. A remuneração é de R$ 7.697,23. As inscrições vão até 22 de agosto e custam R$ 120. Saiba mais aqui!

Procuradoria-Geral do Estado de São Paulo deve abrir 62 vagas em breve

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Do CorreioWeb – Em breve, mais um concurso deve ser aberto em São Paulo! Saiu do Diário Oficial do estado, da última quarta-feira (1/8), a definição da comissão organizadora do próximo concurso da Procuradoria-Geral do Estado de São Paulo (PGE/SP) para oficial administrativo. Serão abertas até 62 vagas, com remuneração inicial de até R$ 2.893,48.

 

Agora, a comissão, composta por 10 membros, deve orientar e acompanhar o planejamento, a organização e a execução de todas as fases do novo concurso. Os concurseiros devem aguardar a definição da banca organizadora e publicação do edital, que sairá em breve, segundo previsão do próprio órgão.

 

O cargo de oficial administrativo exige nível médio completo. Além da remuneração, os novos empregados terão direito a auxílio-transporte de R$ 219,25 e auxílio-alimentação ou vale-refeição de R$ 693. A carga horária é de 40 horas semanais.

 

O último concurso para oficial administrativo foi aberto em 2011 e foi realizado pelo Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC). Na época, a seleção teve prova objetiva com 80 questões sobre: língua portuguesa (25), matemática e raciocínio lógico (25), noções de informática (15) e conhecimentos específicos – legislação (15).

Os aprovados foram distribuídos entre unidades de São Paulo capital, a Procuradoria do Estado de São Paulo em Brasília e Procuradorias Regionais.

 

Mais concurso em São Paulo

Estão abertas, até 16 de agosto, as inscrições para o novo concurso público da Empresa Metropolitana de Águas e Energia de São Paulo (EMAE/SP). São 73 vagas para cargos de nível médio/técnico e superior, com remunerações de até R$ 6.189,40. A seleção é organizada pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Saiba mais detalhes aqui!

Nova lei obriga Detran/SP a abrir concurso até janeiro de 2019

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Do CorreioWeb – O edital de abertura para um novo concurso público do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran/SP) deverá ser publicado até janeiro de 2019. O prazo foi determinado pela nova Lei Complementar nº 1.328, de 11 de julho de 2018. Agora, o órgão tem até 180 dias para publicar o edital com 575 vagas. A decisão foi divulgada no Diário Oficial do estado, em 12 de julho.

Serão abertas 575, sendo 200 para agentes de trânsito I e 375 para oficiais estaduais de trânsito I. O concurso foi autorizado em maio e a comissão organizadora foi definida em junho. Agora é aguardado o anúncio da empresa responsável pela elaboração e execução das etapas de avaliação e demais informações necessárias para o edital.

Para ocupar o cargo de oficial é preciso ter nível médio completo de formação escolar, enquanto para agente a exigência é ter nível superior em qualquer área de atuação. Para ambas as funções, é necessário ter carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo, na categoria B. As remunerações são de  R$ 1.863 para oficial e de R$ 4.657,50 para agente.

Histórico

Em 2013, o Detran/SP ofereceu 1.200 vagas para os mesmo cargos, sendo 600 para cada profissional. O concurso teve mais de 311 mil inscritos e 1.500 candidatos foram convocados. De acordo com o órgão, o interesse no concurso se deve aos salários atrativos e oferta de vagas para todo o estado.

Os interessados em trabalhar no Detran/SP, devem se preparar para provas objetivas e de títulos. Na última seleção, foram 50 questões de múltipla escolha para ambos os cargos. Foram cobrados conhecimentos em língua portuguesa, matemática, legislação, noções de informática e legislação de trânsito, e somente para agente também tiveram questões sobre conhecimentos em direito administrativo e gestão pública.

Concurso TRF-2

O Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2), que abrange os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo, oferece 10 vagas para juiz federal substituto. A remuneração do cargo é de R$ 27.500,17. As inscrições devem ser feitas entre 25 de julho e 23 de agosto. Saiba mais aqui.