Preparatórios para concursos públicos oferecem aulas online gratuitas; veja programação

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, DODF

Só quem é concurseiro sabe o quanto é importante ter acesso ao máximo de conteúdo possível para ajudar na caminha rumo à aprovação. Não é mesmo? Pensando nessa necessidade, alguns preparatórios estão disponibilizando aulas e materiais gratuitos para auxiliar os estudantes. E, o Papo de Concurseiro reuniu uma lista de aulões, lives e apostilas. Confira o cronograma completo e fique por dentro!

Gran Cursos Online

O Gran Cursos Online disponibiliza conteúdos elaborados por especialistas em concursos. Dentre eles, apostilas, e-books, editais verticalizados, questões, simulados e provas comentadas. As aulas gratuitas são transmitidas pelo Youtube aqui. Veja a programação:

Quarta-feira (5/5)

Projeto de 1001 Questões

Semana de Exercícios TRE-PI

AFO e LRF 2021

Treinamento Intensivo ITEP/RN
Aula Essencial 80/20 – ESA 

Clube do Livro Jurídico 

Informática para iniciantes 

Oficina de Redação 

Tempus Fugit, Carpe Diem

Concursos Sefaz AL e CE

Treinamento Intensivo ESPCEX 
Concurso EPPGG: 150 vagas solicitadas

Marcação de Vade Mecum para a 2ª fase

Semana Decisiva PRF

Delta PF na mira

Minuto OAB

Técnicas indispensáveis para iniciantes em concursos

A Lógica do Português

Carreiras Jurídicas 

Exame de Suficiência CFC 2021.1
Prefeitura de João Pessoa – Enfermagem

Treinamento Intensivo BRB 

Concurso SEJUSP MG 

Tópicos Essenciais DPE/BA

Semana de Exercícios Delta PF

Informativos de Jurisprudência para Carreiras Jurídicas – STJ e STF

Redação Discursiva para Carreiras Militares

Materiais gratuitos

O passo a passo das peças processuais para a Defensoria Pública

Turbine seus estudos para qualquer área com esta lista de lives

Turbine seus estudos para Carreiras da área Fiscal com esta lista de lives!

Guia Completo para quem sonha com a Carreira Policial

Guia: O que são Residências em Saúde?

IMP Concursos

O IMP preparou uma série de lives gratuitas durante o mês de maio. O conteúdo será transmitido aqui!

De 05/05 a 14/05

05/05 às 13h – Revisão – Rota Final para PRF: Espanhol com a Profª Janaína Souto
05/05 às 13h – Revisão – Rota Final para PRF: Informática para Gabaritar com o Prof. Renato Mafra
05/05 às 19h – Quartas Pedagógicas: Teorias do Currículo com o Prof. Victor Soares
06/05 às 10h – Redação Discursiva para o Cebraspe com a Prof. Vânia Araújo
07/05 às 12h30 – Direito Administrativo do Zero com a Profª Suzele Veloso
07/05 às 13h30 – Psico do Concurseiro com Gabriele Issa
10/05 às 12h30 – Direito Constitucional na Prática com o Prof. Cristiano Lopes
12/05 às 13h – Informática para Gabaritar com o Prof. Renato Mafra
12/05 às 19h – Quartas Pedagógicas: Wallon e a Teoria Socioafetiva com o Prof. Victor Soares
14/05 às 12h30 – Direito Administrativo do Zero com a Profª Suzele Veloso
14/05 às 13h30 – Psico do Concurseiro com Gabriele Issa

Professores temporários do DF cobram salário fixo em audiência pública

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Questões sobre as condições de trabalho dos professores temporários do Distrito Federal foram tema de debate durante audiência na Câmara Legislativa. Na ocasião, o deputado Jorge Vianna (Podemos), representante da Comissão de Educação Saúde e Cultura (CESC), falou sobre o tema na presença de representantes de entidades ligadas à categoria. A reunião aconteceu na última segunda-feira (3/5).

Segundo o parlamentar, o objetivo da reunião foi buscar as melhores soluções para definir políticas públicas que venham certificar assistência aos professores temporários, que “embora sejam contratos, embora sejam substitutos, merecem ter alguma garantia que não possa ser alteradas ou retiradas”, afirmou.

A presidente da Associação dos Professores Temporários (APROTEMP), Sábatha Machado, solicitou mudanças na forma em são feitos os pagamentos. Segundo ela, “100% dos professores receberam os salários errados”. Ela ainda mencionou a falta de amparo em casos de doenças. “Uma colega de trabalho do Centro de Ensino Especial de Samambaia lutou bravamente pela vida e não pôde pegar atestado médico; acho isso inadmissível e desumano”, completou Sábatha.

Outra questão colocada, tanto pela presidente da APROTEMP quanto por representantes de outros órgãos defensores da categoria, foi o pagamento aos profissionais da educação por hora-aula. Os profissionais julgam esse modelo como incerto e sem garantia de renda fixa para os educadores temporários.

Equidade Salarial

Idalmo Santos, subsecretário da Gestão de Pessoas da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal (SUGEP-SEE-DF), esclareceu que, desde 2015, “o salário do professor temporário é o mesmo do professor efetivo, desde que ele cumpra uma carga horária de 40 horas semanais. Já aquele que não estiver dentro desse parâmetro estabelecido pela legislação, a SEE-DF faz o pagamento pelas horas trabalhadas”, afirmou o subsecretário.

Em seguida, Idalmo Santos comprometeu-se a dar prioridade pela transparência dos contratos no sistema Khronos, plataforma de gestão de professores substitutos gerida pela SEE-DF. As atualizações, segundo o subsecretário, poderão ser feitas semanalmente ou quinzenalmente no próprio sistema.

Ao final da reunião, o deputado Jorge Vianna reiterou as solicitações feitas durante a audiência e solicitou para que a SUGEP observe e atenda a essas demandas, bem como trabalhe para que outras melhorias possam ser feitas no ensino público, que “vive uma realidade muito distante da rede privada”.

Com informações da CLDF.

Deputado Cláudio Abrantes defende nomeações para PM e Educação no DF

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O deputado Cláudio Abrantes (PDT) defendeu a convocação de novos servidores nas áreas das forças de segurança e da educação no Distrito Federal. Ele falou sobre o assunto durante sessão na Câmara Legislativa do Distrito Federal, na noite da última terça-feira (4/5).

Com relação à novas contratações de policiais e bombeiros para a capital federal, Abrantes fez um “clamor” para que o Congresso Nacional derrube o veto do presidente Bolsonaro que impede a contratação de mais policiais, já que a segurança no DF é custeada pela União.

Dirigindo-se ao governo local, Abrantes pediu a nomeação de professores efetivos. “Precisamos ‘zerar’ os concursos. O temporário cumpre a sua função, mas o ideal é ter profissionais com vínculo”, argumentou.

Petição online que pede adiamento das provas do concurso do CFQ já tem mais de 600 assinaturas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Conselho Federal, Distrito Federal

A petição online criada pelos inscritos no concurso público do Conselho Federal de Química (CFQ), localizado no Distrito Federal, já conta com mais de 670 assinaturas. O grupo reivindica o adiamento da aplicação de provas presenciais devido ao aumento de casos de covid-19 na capital. A etapa está marcada para dia 16 de maio.

“É perceptível que não há condições para a prova ocorrer sem que represente um risco para todos. O DF apresenta alta na média móvel de casos, além de alto número de infectados e mortes diárias”, expuseram os candidatos.

Para os apoiadores do abaixo-assinado, as medidas de biossegurança no local de realização da etapa não são suficientes. “Mesmo se todas as medidas de prevenção forem cumpridas, grande parte dos candidatos são de outras unidades federativas, tendo que se deslocar até o DF para realização da prova, indo contra todas as recomendações de saúde”, escreveu a criadora da petição.

Os candidatos pressionam o Conselho pelo adiamento da prova até que “se tenha condições desta ser aplicada de forma segura, evitando assim expor os candidatos e demais colaboradores a um risco tão alto”.

Em contato ao Papo de Concurseiro, o CFQ alegou estar consciente sobre o aumento de casos de coronavírus na capital e aos pedidos dos candidatos. Entretanto, de acordo com o Conselho, as provas seguem previstas para 16 de maio. Leia o pronunciamento na íntegra:

“O Conselho Federal de Química (CFQ) está atento aos números da Covid-19 no país e tem acompanhado as demandas dos candidatos ao Concurso Público, versão 2021.

Importante ressaltar que o CFQ e o IADES monitoram diariamente o cenário e a divulgação de orientações dos órgãos governamentais, na perspectiva de melhora da situação, para que as provas sejam aplicadas no dia 16 de maio (domingo), conforme planejado.”

O concurso

Realizado pela banca Iades, o concurso público do CFQ conta com 25 vagas imediatas e outras 245 para formação de cadastro de reserva. Os interessados puderam se inscrever até 20 de abril. As oportunidades são todas para o nível superior, com salário de R$ 8.951,25.

O concurso público contará com prova objetiva, de caráter eliminatório e classificatório; prova discursiva, de caráter eliminatório e classificatório; e avaliação de títulos e de experiência profissional, de caráter meramente classificatório. Saiba mais! 

Leia também: Após petição de candidatos, CFQ se pronuncia sobre aplicação de provas em maio

Brasília Ambiental vai abrir seleção para contratar mais de 140 brigadistas florestais

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Distrito Federal, Ibaneis Rocha

Mais uma chance para o Distrito Federal! O Instituto Brasília Ambiental vai abrir seleção pública para contratação temporária de brigadistas florestais. A informação foi publicada pelo órgão, que em atendimento ao  decreto nº 41.783,  determinou estado de emergência ambiental na região.

Para viabilizar as medidas, o governador Ibaneis Rocha destinou crédito suplementar no valor de R$ 3 milhões  que será utilizado pelo Instituto na contratação temporária de profissionais, aquisição de Equipamentos de Proteção Individual (EPI´s) e de ferramentas necessárias para prevenção e o combate a incêndios florestais nas Unidades de Conservação do DF.

De acordo com o superintendente de Administração Geral (Suag) do instituto, Ricardo Roriz, trata-se de uma excelente notícia no aspecto da preservação do meio ambiente.

“Já elaboramos a minuta do edital. A contratação está prevista no mês de junho. Pretendemos contratar 145 brigadistas para atuarem durante o período de estiagem neste ano”, disse.

Os interessados em participar do processo seletivo devem ficar atentos à abertura do edital para contratação, no site do instituto e quanto à qualificação necessária. Exige-se curso de brigadista florestal, ministrado por entidade competente.

Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais do DF

Segundo a Suag, o recurso também será utilizado para a compra de ferramentas agrícolas utilizadas no combate a incêndios, tais como roçadeiras, sopradores e abafadores. Estudos demonstram a efetividade da adoção de medidas preventivas. “A gente consegue perceber que é fundamental essa atividade preventiva na redução do número de focos de fogo e a dimensão das áreas queimadas”, completou.

As medidas adotadas pelo instituto integram o Plano de Prevenção e Combate a Incêndios Florestais do Distrito Federal (PPCIF), coordenado pela Secretaria do Meio Ambiente (Sema), que determina a execução de medidas necessárias para prevenir e minimizar as ocorrências e os efeitos dos incêndios florestais, no período de seca.

O PPCIF funciona como um sistema de parcerias institucionais que visam proteger o cerrado. O plano conta com uma estratégia de ação própria e possui como princípios a integração e a cooperação mútua entre as instituições que o compõem.

* Com informações do Instituto Brasília Ambiental.

Liminar suspende provas de concurso da PRF marcadas para 9 de maio

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Decisão ainda cabe recurso

A Justiça Federal no Distrito Federal determinou, em decisão liminar, a suspensão das provas objetivas e discursivas do concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF), marcadas para o próximo domingo (9/5). O motivo é o risco diante da pandemia de covid-19. A decisão cabe recurso.

A determinação é da juíza substituta Liviane Kelly Soares Vasconcelos, e atende a um pedido em uma ação popular ajuizada por Pedro Henrick Costa Nascimento. O autor argumenta que, em meio à manutenção da situação grave por conta do coronavírus, a prova representa perigo.

Na decisão, a magistrada argumenta que a aplicação das provas do concurso público para o provimento de vagas no cargo de policial rodoviário federal estava inicialmente prevista para ocorrer em 28 de março de 2021, mas foi adiada por meio do Edital 3/2021/concurso PRF, editado em 12 de março de 2021, “em razão das medidas restritivas adotadas pelos Estados e Municípios, em decorrência da pandemia de Ccovid-19”.

E que, no mesmo edital, de 12 de março de 2021, previu-se que as provas seriam aplicadas na data provável de 9 de maio de 2021. “Entretanto, a presumida legalidade do adiamento já realizado em decorrência da pandemia de covid-19 pressupõe que realização das provas demandaria substancial melhora no quadro de saúde pública, uma vez que, inexistente a mencionada melhora, persistiriam os mesmos motivos que implicaram o primeiro adiamento”, disse.

A juíza informa ainda que  embora tenha havido uma diminuição no número de novos casos se comparado ao boletim da semana em que se realizou o adiamento das provas, houve na penúltima semana de abril um número mais elevado de óbitos em razão da pandemia.

“Assim, o que se verifica é que, de acordo com os dados oficiais, não houve melhora significativa na situação da saúde pública de modo a justificar que uma prova adiada em 12 de março de 2021 seja aplicada em 9 de maio de 2021.”

Por fim, a juíza observa que está em curso no país o Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra a Covid-19, o que indica uma perspectiva concreta de melhora no número de casos e de óbitos em decorrência da Covid-19. Assim, mostra-se razoável aguardar a melhora da situação da saúde pública para só então realizar o concurso público, de modo a proteger a saúde dos candidatos, dos funcionários responsáveis pela aplicação das provas e da população em geral.

Procurada pelo Papo de Concurseiro, a Advogacia-Geral da União informou que ainda não foi intimada da decisão. E, o blog aguarda um posicionamento da PRF.

O concurso

São 1.500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal. O salário inicial de profissionais da PRF é de R$ 9.899,88, para jornada de trabalho de 40 horas por semana. O Cebraspe é o organizador. As provas objetivas e discursivas, que compõem a primeira etapa do concurso, após serem adiadas, estão marcadas para 9 de maio. As provas objetivas serão compostas por três blocos.

A prova dissertativa será de até 30 linhas, valerá 20 pontos e consistirá da redação de texto dissertativo. Vale ressaltar que o candidato terá 4 horas e 30 minutos para fazer ambas as avaliações, que serão aplicadas no mesmo dia. A segunda etapa do concurso é composta pelo Teste de Aptidão Física (TAF), que conta com cinco testes.

O concurso registrou  um total de 303 mil inscritos para 1.500 vagas. A relação foi divulgada pela corporação nas redes sociais. Desta forma, a seleção conta com uma concorrência de 202 candidatos por vaga. Saiba todos os detalhes sobre o certame aqui!

Presidente do TJDFT fala em novo concurso público para este ano

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Distrito Federal, Tribunal de Justiça

O presidente do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT), Romeu Gonzaga Neiva, informou que estuda a abertura de um novo concurso público para cargos técnicos. A informação foi dada em entrevista ao CB. Poder na segunda-feira (3/5).

Segundo ele, com a mudança do atendimento para o ambiente virtual e com servidores trabalhando de casa, as carreiras ficaram obsoletas e, com isso, há a necessidade de novos concursos. “Nossa ideia é viabilizar um concurso no segundo semestre, mas isso ainda
estamos estudando”.

Em paralelo, ela afirmou que o TJDFT também analisa a realização de concurso para a carreira de magistrados. “Infelizmente, tivemos perdas até pela covid, de colegas que até hoje a gente lamenta, perdas por aposentadoria, tanto no primeiro como no segundo grau”.

Último concurso

O último concurso, realizado em 2015, contou com 71.831 candidatos disputando 80 vagas abertas. Houve cargos em que a disputa contou com mais de mil participantes por oportunidade. Foi o caso do posto de técnico judiciário de área administrativa, cargo de maior disputa, com 46.692 inscritos para 36 vagas, ou seja, 1.334 pessoas por chance.

O órgão convocou 920 aprovados durante a validade do edital. Outros 127 foram convocados por outros órgãos de peso do Poder Judiciário, como Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), Superior Tribunal Militar (STM) e Superior Tribunal de Justiça (STJ), entre outros.

Ibama recebe autorização para contratar 1.659 profissionais temporários

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Ministério da Economia, temporário

O Ministério da Economia autorizou nesta terça-feira (4/5) que  o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) contrate por tempo determinado o quantitativo máximo de 1.659 profissionais.

Segundo o documento, as vagas visam atender a necessidade temporária de excepcional interesse público e os profissionais poderão ser contratados a partir de maio de 2021 para o atendimento de emergências ambientais. Veja a distribuição das chances:

O prazo de validade dos contratos será de até seis meses.

O Ibama ainda definirá a remuneração dos profissionais a serem contratados em conformidade com a Lei nº 8.745, de 1993.

Ainda segundo o documento, as despesas com as contratações correrão à conta de dotações orçamentárias do Instituto, consignadas no Grupo de Natureza de Despesa – GND “3 – outras despesas correntes”, ficando a presente autorização condicionada à declaração do ordenador de despesas responsável quanto à adequação orçamentária e financeira da nova despesa com a Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com o Plano Plurianual e com a Lei de Diretrizes Orçamentárias.

TJGO autoriza realização de concurso público com 99 vagas de nível superior

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira judiciária, Concursos, Concursos Públicos, Goiás

O presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), desembargador Carlos França, autorizou a realização de novo concurso público com 99 vagas para o cargo de analista judiciário, que exige formação em nível superior. O aval foi informado pelo órgão, nesta segunda-feira (3/5).

“Dando sequência às providências visando acelerar a prestação jurisdicional, a presidência do TJGO determinou a realização de concurso público para o provimento de cargos vagos de analista judiciário no 1º grau de jurisdição. Os cargos vagos decorreram de exonerações e de aposentadorias nos últimos tempos”, informou o TJGO.

Segundo o comunicado do Tribunal, o presidente Carlos França, levando em consideração a premente necessidade da contratação de servidores para a reposição da força de trabalho, propiciando ao Poder Judiciário prestar um bom serviço à sociedade goiana, autorizou, em caráter de urgência, a deflagração do processo de abertura de concurso.

Além das 99 chances, a seleção deverá preencher também vagas que surgirem durante o prazo de validade do certame. “Foi determinada a remessa dos autos do procedimento administrativo à Comissão de Seleção e Treinamento do Tribunal, para adoção das providências necessárias à realização do concurso”, informou o órgão.

Concurso para juízes em breve

O Tribunal de Justiça do estado de Goiás (TJGO) também comunicou recentemente que o desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga foi escolhido como presidente da banca examinadora do próximo concurso público para juiz substituto do Tribunal. O desembargador foi definido pela Comissão de Seleção e Treinamento do TJGO.

Segundo o novo presidente do Tribunal, desembargador Carlos Alberto França, o certame será aberto ainda em 2021 e terá a oferta de, pelo menos, 100 vagas para o cargo de juiz substituto. A informação foi confirmado pela assessoria do Tribunal.

O cargo exige Bacharelo em Direito e, pelo menos, três anos de prática jurídica. A remuneração inicial dos juízes é de R$28.884,25. Com as progressões, o valor pode chegar a R$35.462,28.

Reta final para a PRF: Cursinho oferece lives gratuitas para o concurso com 1.500 vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Faltando menos de uma semana para a realização das provas para o concurso da Polícia Rodoviária Federal, o IMP Concursos disponibiliza uma série de lives gratuitas para ajudar os concurseiros no aprendizado e revisar os conteúdos estudados.

Veja a programação:

03/05 às 11h – Física para PRF com Daniel Oliveira

03/05 às 17h30 – Gramática e texto com Aline Rizzi

04/05 às 12h30 – Espanhol para PRF com Janaína Souto

05/05 às 13h – Informática para gabaritar – Edição Especial com Renato Mafra

06/05 às 12h30 – Código de Trânsito com Jayme Amorim

07/05 às 12h – Direitos Humanos e Processo Penal com Thiago Medeiros

Para acompanhar as lives, basta acessar o canal do IMP Concursos no Youtube: https://www.youtube.com/user/tempodeconcurso.

O concurso

São 1.500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal. O salário inicial de profissionais da PRF é de R$ 9.899,88, para jornada de trabalho de 40 horas por semana. O Cebraspe é o organizador. As provas objetivas e discursivas, que compõem a primeira etapa do concurso, após serem adiadas, serão aplicadas provavelmente em 9 de maio. As provas objetivas serão compostas por três blocos.

A prova dissertativa será de até 30 linhas, valerá 20 pontos e consistirá da redação de texto dissertativo. Vale ressaltar que o candidato terá 4 horas e 30 minutos para fazer ambas as avaliações, que serão aplicadas no mesmo dia. A segunda etapa do concurso é composta pelo Teste de Aptidão Física (TAF), que conta com cinco testes.

O concurso registrou  um total de 303 mil inscritos para 1.500 vagas. A relação foi divulgada pela corporação nas redes sociais. Desta forma, a seleção conta com uma concorrência de 202 candidatos por vaga. Saiba todos os detalhes sobre o certame aqui!