Subsecretário confirma concurso para a Secretaria de Educação do DF em 2021

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, educação, GDF

Karolini Bandeira*- A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) vai abrir concurso público para cargos efetivos ainda este ano! O edital foi confirmado pelo subsecretário de Gestão de Pessoas, Idalmo Santos, durante audiência pública remota realizada na segunda-feira (3/05). Ainda segundo o subsecretário, os selecionados serão nomeados em 2022.

“Nós temos que falar sobre o concurso. Nosso concurso foi autorizado e já demos entrada. Já está sendo formada a equipe de trabalho para a organizar o certame, e nosso intuito é criar também um novo cargo, de Coordenador Pedagógico. O edital deve sair ainda este ano e queremos iniciar as nomeações em 2022″, assegurou Idalmo.

Dois editais de concurso público para a educação foram autorizados pelo secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, em março. Segundo a projeção, um será para o magistério e outro para a área de assistência à educação.

A carreira de assistência à educação é composta pelos cargos de monitor de gestão educacional (nível médio), técnico de gestão educacional (nível técnico) e analista de gestão educacional (nível superior). O salário base varia de R$ 2.068,43 a R$2.757,90 para jornada de 30 a 40 horas semanais. Já um professor do GDF tem jornada de trabalho de 40 horas por semana e recebe remuneração inicial no valor de R$5.237,13.

Professores substitutos com contratação prorrogada

Em dezembro de 2020, os professores substitutos contratados em 2018 a partir do concurso público da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) tiveram contratação prorrogada em até três anos. A medida foi tomada devido à pandemia da covid-19 e aos riscos à saúde pública que etapas presenciais de concursos poderiam causar neste cenário. Ainda de acordo com a lei, a medida só será permitida em situações emergenciais. Saiba mais!

Último concurso SEEDF – professor efetivo

No total, já foram nomeados 1.679 professores efetivos do concurso aberto em 2016, desde a homologação do concurso, que previa 800 vagas. Cerca de 2.900 candidatos foram aprovados.

O edital de abertura foi lançado pelo Cebraspe um dia antes do Dia dos Professores, em 14 de outubro de 2016. Foram, ao todo, 1.770 vagas de nível médio e superior, com salários que variam de R$ 2.068,43 a R$ 5.237,13. Para a ampla concorrência foram disponibilizadas 946 vagas e 225 vagas para candidatos portadores de deficiência. Além disso, foram disponibilizadas ainda 1.726 vagas para formação de cadastro reserva.

Do total de vagas, 800 foram para o cargo de professor de educação básica, para as disciplinas de: artes, biologia, ciências naturais, filosofia, física, geografia, história, letras – espanhol, francês, inglês, japonês e língua portuguesa -, matemática, química e sociologia.

Também foram abertas 40 vagas para analista de gestão educacional, destinada a graduados em tecnologia da informação (TI) ou diploma de qualquer área com especialização em TI, psicologia, economia, direito, contabilidade, comunicação social, biblioteconomia, arquivologia e administração. Os postos de técnico de gestão educacional (230) e monitor de gestão educacional (100) puderam ser preenchidos por candidatos com nível médio.

 

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Sindicato defende a realização de novo concurso para a educação no Distrito Federal

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, educação, GDF, Magistério

Karolini Bandeira*- Em nota publicada, o Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF) reivindicou mais nomeações de profissionais e abertura de concurso público para a educação no DF. De acordo com a publicação, os sindicalistas têm pressionado o governo para a realização dos pedidos. “Temos pressionado o governo para nomear os(as) aprovados(as), investir em novos(as) profissionais e realizar de novos concursos para evitar lacunas e precarização dos serviços públicos de educação”, afirmou a diretoria do sindicato.

“É preciso que se nomeie, imediatamente, todos(as) que estão no banco reserva e que o processo para um novo concurso já esteja pronto e encaminhado para que tão logo a pandemia do novo coronavírus permita, ele seja realizado com aplicação das provas”, reforçou a diretoria.

Ainda de acordo com a nota, o sindicato vem cobrando, cotidianamente, as nomeações dos professores aprovados no último concurso, homologado em 2017. “A demora é tanta que essas nomeações e a realização de novos concursos, que são uma obrigação do GDF e uma necessidade do próprio governo, têm se tornando pauta de reivindicação da categoria e motivo de mobilizações e ações da diretoria”, denunciou o Sinpro.

Concurso para a Educação autorizado

Em março, o secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, autorizou a realização de concursos públicos para 14 carreiras diferentes. Dentre eles, dois editais são destinados à Educação, sendo um para o magistério e outro para a área de assistência à educação.

A carreira de assistência à educação é composta pelos cargos de monitor de gestão educacional (nível médio), técnico de gestão educacional (nível técnico) e analista de gestão educacional (nível superior). O salário base varia de R$ 2.068,43 a R$2.757,90 para jornada de 30 a 40 horas semanais. Já um professor do GDF tem jornada de trabalho de 40 horas por semana e recebe remuneração inicial no valor de R$5.237,13.

Professores substitutos com contratação prorrogada

Em dezembro de 2020, os professores substitutos contratados em 2018 a partir do concurso público da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) tiveram contratação prorrogada em até três anos. A medida foi tomada devido à pandemia da Covid-19 e aos riscos à saúde pública que etapas presenciais de concursos poderiam causar neste cenário. Ainda de acordo com a lei, a medida só será permitida em situações emergenciais. Saiba mais!

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Panorama de concursos no DF: confira as autorizações e movimentações dos editais

Publicado em Deixe um comentárioautorização, BRB, cadastro reserva, carreira bancária, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Coronavírus, Distrito Federal, DODF, educação, Entorno, GDF, Ibaneis Rocha, PCDF, Saúde, segurança

Fique por dentro de tudo:

 

Karolini Bandeira*- Você está atualizado sobre todas as movimentações, autorizações e suspensões de concursos públicos no Distrito Federal? Não? Então esta lista é para você! Atualmente, a capital federal tem 14 concursos autorizados, sete previstos e cinco suspensos, com chance para todos os níveis de escolaridade. Não perca tempo, saiba abaixo todos os detalhes e informações oficiais já confirmadas sobre os certames!

Concursos autorizados

Em fevereiro, o secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, autorizou a realização de concursos públicos para 14 carreiras diferentes! São eles:

  • Apoio às Atividades Policiais Civis – Polícia Civil do DF (PCDF)
  • Assistência Pública à Saúde – Secretaria Estadual de Saúde do DF (SES DF)
  • Atividades de Defesa do Consumidor – Procon DF
  • Atividades de Trânsito – Detran DF
  • Auditoria de Atividades Urbanas – Secretaria de Estado de Proteção da Ordem Urbanística
  • Cirurgião dentista – SES DF
  • Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária –  Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri DF)
  • Enfermeiro – SES DF
  • Gestão de Resíduos Sólidos – Serviço de Limpeza Urbana do DF (SLU DF)
  • Médico – SES DF
  • Planejamento Urbano e infraestrutura⠀
  • Auditoria de Controle Interno – Controladoria-Geral do DF (CGDF)
  • Assistência à Educação – Secretaria de Educação do DF (SEDF)
  • Magistério – SEDF

Entretanto, segundo a Portaria, a realização das seleções ainda deverá depender de uma novo autorização prévia da pasta.

Previstos

Procon DF

Segundo o Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon DF), provimento dos cargos está previsto para setembro de 2021, condicionado à disponibilidade orçamentária e financeira no exercício. “A previsão é de que seja lançado edital ainda esse ano”, informou a instituição ao Papo de Concurseiro. A comissão organizadora do concurso está definida desde 2019.

Ainda segundo o Procon, o próximo concurso terá 174 vagas efetivas para nível médio e nível superior! Do quantitativo total, 69 serão de caráter imediato, enquanto as outras 105, para formação de cadastro reserva. Saiba mais!

Detran DF

Em publicação feita no Instagram, o diretor do Departamento de Trânsito do Distrito Federal (Detran DF), Zélio Maia, anunciou que encaminhou ofício ao secretário de Economia solicitando instruções para realização de concurso público. “Caminhamos a passos largos para possibilitar a realização do certame”, ressaltou o diretor. Veja!

BRB

O próximo concurso público do Banco de Brasília (BRB) foi autorizado pelo presidente da instituição, Paulo Henrique Costa, dia 1° de março. De acordo com o anúncio, o concurso será lançado no segundo semestre de 2021 e ofertará 100 vagas, sendo 50 imediatas e 50 para o cadastro de reserva, para a carreira de Tecnologia da Informação (TI). Em resposta ao Papo de Concurseiro, o banco informou que com a autorização para a realização de novo concurso, o órgão segue, agora, com os procedimentos para contratação da banca que vai realizar o certame. Saiba mais!

MPDFT

Autorizado recentemente, o próximo concurso público do  Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) já tem comissão organizadora definida! A equipe, composta pelos promotores de justiça Thaienne Nascimento Fernandes e André Luiz Cappi Pereira, ficará responsável pelas tramitações do concurso e estudo inicial. De acordo com informações da assessoria, as oportunidades serão para o cargo de promotor de Justiça adjunto. Profissionais da área recebem salário de R$ 32.004,65. Confira os detalhes!

Zoológico de Brasília

Em abril de 2020, a diretora-presidente da Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB – pertencente à Secretaria de Estado de Meio Ambiente) formalizou a comissão organizadora do grupo de trabalho que será responsável pela atualização processual para abertura de um novo concurso público.

Em resposta ao Papo de Concurseiro, a Fundação Jardim Zoológico de Brasília (FJZB) informou que ainda não foi notificada pelo Ministério Público de Contas do Distrito Federal com relação a concurso público. “Apesar disso, a FJZB destaca que um grupo de trabalho formado por servidores estuda a viabilidade de um possível certame para a instituição e qualquer novidade sobre o assunto será repassado à imprensa e ao público”, pontuou.

Secretaria de Estado de Justiça e Cidadania

Na Lei de Diretrizes Orçamentárias do Distrito Federal para 2021 (LDO 2021), há o indicativo de que a Sejus DF poderá preencher, este ano, 375 vagas para os cargos de especialista, agente e técnico socioeducativo. As funções são de níveis médio e superior. A remuneração dos cargos vai de R$4.936,06 a R$11.238,21.

Agepen

Foi autorizado pela Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal (SEEDF), em fevereiro de 2020, um novo concurso público para Agepen DF. A previsão é de que sejam 1.179 vagas de agentes de execução penal, sendo 400 para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva. Saiba mais!

 

Suspensos

Defensoria Pública do Distrito Federal

Suspenso devido à pandemia de covid-19, o edital de abertura do concurso público da Defensoria Pública do Distrito Federal (DPDF) oferece 60 vagas de nível superior, além de formação de cadastro reserva, para analistas de apoio à assistência judiciária. As chances foram distribuídas em 13 áreas distintas de atuação e a remuneração inicial é de R$ 5,2 mil para os aprovados. O Cebraspe é a banca organizadora do certame, que deve ter retorno no próximo ano. Saiba mais!

Procuradoria-Geral do Distrito Federal

O concurso da Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) para analistas e técnicos está suspenso desde março de 2020 devido à pandemia. São, ao todo, 100 vagas imediatas, além de formação de cadastro de reserva, para os cargos de analista jurídico (nível superior) e técnico jurídico da carreira de apoio às atividades jurídicas (nível técnico). Os salários são de R$ 4.720,00 para técnicos e R$ 7.320 para analistas, para 40 horas de trabalho semanal. O certame é organizado pelo Cebraspe. Veja!

Também foi autorizado, em maio do ano passado, um concurso público da PGDF com 130 oportunidades, sendo 65 vagas imediatas para o cargo de procurador do DF, além de 65 vagas para formação de cadastro reserva. A autorização foi publicada no Diário Oficial (DODF), em uma portaria assinada pelo secretário de Estado de Economia do Distrito Federal, André Clemente de Oliveira. Saiba mais! 

Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal

O concurso da Adasa DF foi outro certame adiado devido à insegurança na saúde pública durante a pandemia. O edital, que tem o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) como organizador, disponibiliza 75 vagas, 25 para provimento imediato e 50 para formação de cadastro reserva. As chances são para pessoas com nível médio e/ou superior. São dois cargos oferecidos: regulador de serviços públicos, de nível superior, com salário inicial de R$ 10 mil e 40 horas de trabalho semanal e técnico de regulação de serviços públicos, de nível médio, com salário inicial de R$ 4.300, também para 40 horas de trabalho semanal. Saiba mais!

Polícia Civil do Distrito Federal

Suspensos pela segunda vez em decorrência do aumento de casos de coronavírus, os dois concursos públicos da PCDF oferecem 2.100 vagas: um para preenchimento de 1.800 vagas de nível superior no cargo de agente — sendo, deste número, 600 de provimento imediato e 1.200 para formação de cadastro reserva. E outro que oferece 300 vagas para escrivão, cargo de nível superior. O salário de ambas as profissões é de R$ 8.698,78 para 40 horas de trabalho semanal. Confira os editais aqui!

Tribunal de Contas do DF

O Tribunal de Contas do Distrito Federal (TCDF) suspendeu, em março do último ano, a continuação do concurso para auditores de controle externo. Tão logo seja retomado, o certame ofertará novamente 10 vagas de provimento imediato além de formação de cadastro de reserva. A remuneração é de de R$ 16.673,35. Saiba mais! 

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

 

Rio Grande do Sul: comissão formada para concurso da Educação com 1.500 vagas

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, educação

Karolini Bandeira*- Oba! Foi publicada, no Diário Oficial do Rio Grande do Sul desta terça-feira (23/3), a Portaria nº 47/2021, que oficializa os membros que deverão compor a comissão organizadora do próximo concurso da Secretaria da Educação (Seduc/RS), autorizado pelo governador Eduardo Leite para 1.500 vagas para professores.

A equipe é formada por 12 servidores, sendo sete titulares e cinco suplentes. São eles:

Titulares

  • Cleusa Maria Pereira da Silva Flesch
  • Alexandre Zanatta Batista
  • Itanajara Risther da Silveira Silva
  • Mireila Brasil Boulanger
  • Rodrigo Allegretti Venzon
  • Renata Hoher de Oliveira
  • Rejane Maria Holz

Suplentes

  • Lisane Gayger Klein
  • Mario Daniel de Souza Pinto
  • Mirian Bulsing
  • Wellington Cardoso Moraes
  • Adriana Zacharias Mangan

Atualmente, a Seduc/RS tem elevado número de aposentadorias, com 3.463 publicadas em 2019 e 559 publicadas em 2020. Outras 2 mil aguardam análise e publicação, sendo necessária a substituição do quadro para o atendimento às 2.384 unidades escolares. O último concurso para professores foi em 2013, tendo sido nomeados até 2017 um total de 9.469. Na Educação, o governador ainda informou que há cerca de 19.980 professores em contrato temporário.

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Secretaria de Educação de Juiz de Fora: concurso com 630 vagas é projetado para setembro

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, educação

Karolini Bandeira*- Um novo concurso público com 630 vagas para a Secretaria de Educação está em estudo pela Prefeitura de Juiz de Fora, em Minas Gerais, e tem edital de abertura previsto para setembro! O mês de publicação foi anunciado no projeto básico do certame. Ainda segundo o documento, as oportunidades serão para as carreiras de  professores regentes A e B, coordenador pedagógico e secretário escolar. Poderão se inscrever profissionais de nível médio e nível superior.

Segundo o cronograma prévio, o edital será publicado em setembro, o período de inscrições será de dezembro a janeiro e a realização das provas será em em fevereiro de 2022 (provas objetivas) e abril de 2022 (redação). Alguns cargos ainda contarão com prova prática, prevista para junho de 2022. O cronograma ainda poderá sofrer alterações pela prefeitura e pela banca contratada.

Ao todo, a seleção contará com provas objetiva, discursiva, prática e de títulos. Os contratados receberão salários que variam de R$1.443,12 a R$1.936,03, de acordo com o cargo escolhido. Ainda segundo o documento, a banca deverá ser contratada em maio.

 

 

 

 

 

*Estagiária soba  supervisão de Mariana Niederauer 

Secretaria de Economia do DF autoriza concurso para 10 órgãos

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, educação, GDF, Saúde

Karolini Bandeira*- O secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, autorizou a realização de concursos públicos para 14 carreiras diferentes! O aval foi publicado no Diário Oficial do DF (DODF) nesta segunda-feira (8/2) e abre oportunidade para dez órgãos diferentes. São eles:

  • Apoio às Atividades Policiais Civis – Polícia Civil do DF (PCDF)
  • Assistência Pública à Saúde – Secretaria Estadual de Saúde do DF (SES DF)
  • Atividades de Defesa do Consumidor – Procon DF
  • Atividades de Trânsito – Detran DF
  • Auditoria de Atividades Urbanas – Secretaria de Estado de Proteção da Ordem Urbanística
  • Cirurgião dentista – SES DF
  • Desenvolvimento e Fiscalização Agropecuária –  Secretaria de Estado da Agricultura, Abastecimento e Desenvolvimento Rural (Seagri DF)
  • Enfermeiro – SES DF
  • Gestão de Resíduos Sólidos – Serviço de Limpeza Urbana do DF (SLU DF)
  • Médico – SES DF
  • Planejamento Urbano e infraestrutura⠀
  • Auditoria de Controle Interno – Controladoria-Geral do DF (CGDF)
  • Assistência à Educação – Secretaria de Educação do DF (SEDF)
  • Magistério – SEDF

Segundo a Portaria, a realização das seleções ainda deverá depender de uma novo autorização prévia da pasta: “A realização dos concursos a que se refere o art. 1° depende de manifestação favorável das áreas técnicas de pessoal, orçamento e finanças, subordinadas às Secretarias Executivas desta Pasta.”

O número de vagas e a abertura de cada concurso deverão respeitar a existência de vagas no cargo no qual se dará o provimento; a ocorrência de vacâncias que justifiquem suas correspondentes reposições, até o término do período de restrição imposto pelo art. 8º da Lei Complementar nº 173/2020; e a adequação orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias.

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Concurso da Sesau AL com 1.200 vagas é autorizado; edital em abril!

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, educação, Saúde, segurança

Karolini Bandeira*- Mais uma novidade para os alagoanos! Foi publicado no Diário Oficial de Alagoas, na semana passada, o aval para a realização do próximo concurso público da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau/AL). Nas redes sociais, o governador Renan Filho não apenas confirmou o certame, mas também informou que o edital de abertura deverá ser publicado em abril!

Segundo o secretário do Planejamento de Gestão e Patrimônio (Seplag), Fabrício Marques Santos, o concurso contará, ao todo, com 1.200 vagas de nível técnico e nível superior. Veja abaixo os cargos contemplados:

Nível técnico

  • Técnico de enfermagem
  • Técnico de enfermagem socorrista
  • Técnico de laboratório
  • Técnico de radiologia

Nível superior

  • Assistente social
  • Biomédico
  • Bioquímico
  • Enfermeiro
  • Enfermeiro socorrista
  • Farmacêutico
  • Fisioterapeuta
  • Fonoaudiólogo
  • Nutricionista
  • Psicólogo
  • Médico de várias especialidades

 

Outros 7 concursos no estado

Outros sete concursos já foram autorizados e vão ofertar mais de 6 mil vagas para diversas áreas do Estado em 2021. São eles: Polícia Civil (PC), Polícia Militar (PM), Perícia Oficial (POAL), Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas (CBMAL), Secretaria de Estado da Educação (Seduc), Procuradoria Geral do Estado (PGE) e Secretaria de Estado da Ressocialização (Seris). O concurso da PMAL com 1060 vagas, inclusive, já tem banca organizadora definida! Saiba qual!

 

Leia mais sobre todas as oportunidades: 

Sete concursos em Alagoas! Provas serão realizadas em dias diferentes, afirma Seplag

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco

Escolhida banca organizadora do novo concurso da PMAL, com 1.060 vagas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, educação, segurança

Karolini Bandeira*- O Cebraspe foi escolhido como banca organizadora do próximo concurso público da Polícia Militar de Alagoas (PMAL). De acordo com documento da Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio do Estado (Seplag/AL), a proposta apresentada pela examinadora em 22 de fevereiro foi “aprovada em todas as condições”. Agora, para o contrato ser formalizado, falta apenas a aprovação da Procuradoria Geral do Estado (PGE/AL).

 

 

O documento, encaminhado ao Cebraspe nesta terça-feira (24/2), foi assinado pelo secretário de Estado Fabrício Marques Santos.

 

Edital em abril

Em resposta a seguidores no Instagram, o governador de Alagoas, Renan Filho, informou que o lançamento do edital do concurso da PMAL será feito em abril! O concurso irá oferece 1.060 vagas efetivas. Do número, serão 1.000 para soldado combatente e 60 para oficial combatente. O último concurso para a corporação foi realizado em 2018 e ofertou 500 vagas para atuação no cargo de soldado combatente, com remuneração de R$ 3.744,47. Os candidatos deviam possuir idade entre 18 e 30 anos, nível médio completo, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) no mínimo de categoria B, entre outros requisitos. O exame contou com avaliação médica de saúde física e mental, comprovação documental e investigação social, provas objetivas e teste de aptidão física. Saiba mais!

 

Outros quatro editais foram autorizados pelo governo de Alagoas

Ao todo, o governo do Estado de Alagoas autorizou a realização de cinco concursos públicos nas áreas de educação, segurança e direito. No total, serão oferecidas 4.745 vagas. A previsão para o lançamento dos editais é entre abril e junho deste ano.

De acordo com a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag) e também com a postagem do governador, serão 1.060 vagas para a PM, sendo 1.000 para soldado combatente e 60 para oficial combatente; e 170 para o CBMAL, sendo 150 para soldado combatente e 20 para oficial combatente. Para as duas corporações, o grau de escolaridade exigido será o ensino médio completo, tanto para soldado quanto para oficial.

A Seduc ofertará 3.000 vagas para o cargo de professor. Já o concurso para a PC destinará 500 vagas, sendo 368 para o cargo de agente e 132 para escrivão. Por fim, a PGE oferecerá 15 vagas destinadas ao cargo de Procurador do Estado. Nestes três certames, o nível de escolaridade exigido será o superior completo. “O Governo de Alagoas enfrenta o desafio de realizar concursos públicos em todas as áreas para melhorar as políticas públicas prestadas pelo Estado e oferecer oportunidades às pessoas”, disse o governador, durante a transmissão nas redes sociais. Saiba mais!

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco

Secretaria de Educação de Minas realizará processo remoto para quadro administrativo e magistério

Publicado em Deixe um comentárioCoronavírus, educação, Magistério

Karolini Bandeira*- Em decorrência da pandemia de covid-19, a Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE/MG) irá realizar o processo de contratação temporária e convocação para atuar na rede pública estadual de ensino em formato integralmente on-line. De acordo com documento publicado no Diário Oficial de Minas semana passada, as vagas para contratação temporária deverão contemplar o quadro administrativo, já a convocação será para o quadro do magistério.

Serão contratados temporariamente profissionais dos cargos de analista de educação básica (fonoaudiólogo, assistente social, psicólogo, fisioterapeuta ou terapeuta ocupacional), assistente técnico de educação básica e auxiliar de serviço de educação básica. Serão convocados professores de educação básica, regente de aulas, professor para o ensino do uso da biblioteca, especialista em educação básica e inspetor escolar.

Ainda de acordo com a Resolução SEE Nº 4.498, os candidatos serão contratados e convocados por ordem de prioridade, que segue os seguintes critérios:

I – candidato inscrito e concursado para o município ou SRE e ainda não nomeado, obedecida a ordem de classificação no concurso vigente, desde que comprove os requisitos de habilitação definidos no Edital do Concurso;

II – candidato inscrito e concursado para outro município ou outra SRE e ainda não nomeado, obedecido ao número de pontos obtido no concurso vigente, promovendo-se o desempate pela idade maior, desde que comprove os requisitos de habilitação definidos no Edital do Concurso;
III – candidato inscrito habilitado, obedecida a ordem de classificação na listagem geral do município de candidatos inscritos;

IV – candidato habilitado não inscrito na listagem geral do município de candidatos inscritos;

V – candidato inscrito não habilitado, obedecida a ordem de classificação na listagem geral do município de candidatos inscritos.

 

A seleção será feita por avaliação de títulos. Os profissionais contratados nos cargos de analista e assistente técnico terão horário de trabalho determinado pela direção da unidade de ensino. As funções do trabalho por estes profissionais poderão ser cumpridas em regime presencial ou em regime de teletrabalho. De acordo com a Secretaria, uma instrução complementar com orientações e cronograma será divulgada nos próximos dias neste link.

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco

Espírito Santo: decreto de suspensão de gastos não afeta sete concursos previstos para 2021

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Coronavírus, educação, Saúde, segurança

Karolini Bandeira*- Ufa! Publicado no Diário Oficial do Espírito Santo na última quinta-feira (11/2), o Decreto nº 4.818-R, que suspende seleções no Estado até o final de 2021 para racionalizar os gastos, não irá atingir os sete concursos públicos previstos pelo governo para o ano!

A informação é da assessoria da Secretaria de Economia e Planejamento do Estado (SEP). Os certames não serão impactados porque os sete órgãos têm direito de enviar solicitação de exceção ao decreto à Comissão de Melhoria da Eficiência e Racionalização dos Gastos Públicos (CMERGP).

Os concursos públicos estão previstos na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2021 desde o mês de dezembro. São eles:

  • Secretaria da Educação (Sedu)
  • Secretaria de Justiça (Sejus)
  • Secretaria de Fazenda (Sefaz)
  • Polícia Civil
  • Polícia Militar
  • Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases)
  • Instituto Jones dos Santos Neves (IJSN)

Ainda segundo a assessoria da SEP, as definições de prazos e quantitativo de vagas são de competência de cada Secretaria e Órgão.

 

Secretaria de Saúde define banca de próxima seleção

A Secretaria de Estado da Saúde do Espírito Santo (Sesa/ES) também realizará um novo concurso que, inclusive, já tem banca definida! O extrato de contrato publicado no Diário Oficial em 21 de janeiro define a Objetiva Concursos como a empresa responsável pelo certame. O contrato é válido por um ano.

Três processos seletivos simplificados foram realizados pela Sesa/ES em 2020. As seleções formaram cadastro reserva para contratação em diversos centros médicos do Estado por seis meses. Os editais foram divididos entre cargos de níveis fundamental e médio/técnico, cargos de nível superior e médicos. Aos profissionais selecionados, foi ofertada uma jornada de trabalho de 20 a 40 horas por semana para remuneração entre R$ 1.148 e R$ 10.039,17. Saiba mais!

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco