RRF não irá impactar concursos e contratações em Goiás, garante governador

Ronaldo Caiado/Foto: Governo de Goiás
Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Goiás

Karolini Bandeira*- A adesão do Estado de Goiás ao Regime de Recuperação Fiscal (RRF), que negocia o refinanciamento de débitos com a Secretaria do Tesouro Nacional (STN) não impede a realização de concursos públicos e as novas contratações no Estado. A abertura e andamento dos concursos previstos foi garantida pelo governador de Goiás, Ronaldo Caiado (DEM), nesta segunda-feira (14/6).

“Sobre nossas dívidas, pagamos o que nós podemos e temos a convicção de que não podemos gastar mais do que Goiás tem. Quero tranquilizar a todos: nenhuma promoção, progressão, reajuste ou concurso deixará de ser feito dentro do parâmetro que existe de gasto do ano anterior, reajustado pela inflação. Este é o parâmetro chamado de teto de gastos”, informou o governador.

Dois concursos lançados

Dois concursos públicos tiveram edital publicado em Goiás! As oportunidades foram abertas na Defensoria Pública-Geral do Estado (DPE/GO) e no Tribunal de Justiça (TJGO). Confira:

TJGO: As inscrições do concurso já foram abertas para a carreira de juiz substituto! São 52 vagas imediatas para o cargo, além de cadastro de reserva. Para concorrer é necessário ter bacharel em direito e, pelo menos, três anos de prática jurídica. Inscrições no site da banca FCC até 12 de julho. Saiba mais! 

DPE/GO: O edital de abertura do concurso foi publicado este mês. O certame visa preencher 47 vagas em cargos da terceira categoria da carreira de defensor. As inscrições ficarão abertas no período das 10h de 5 de julho às 14h de 6 de agosto, unicamente pelo site da banca FCC.  Saiba mais!

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Centro-oeste: saiba quais são os concursos abertos e previstos na região

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Conselho Federal, Conselho Regional, Defensoria Pública, Distrito Federal, educação, Entorno, GDF, Goiás, Magistério, Saúde, segurança

Karolini Bandeira*- Você está atualizado sobre todos os concursos públicos abertos e previstos para 2021 no centro-oeste? Não? Então esta lista é para você! Atualmente, a região conta com diversos concursos abertos, além de previsões com chance para todos os níveis de escolaridade. Não perca tempo, saiba abaixo todos os detalhes e informações oficiais já confirmadas sobre os certames!

Distrito Federal

BRB

O Banco de Brasília (BRB) abriu as inscrições de concurso público com 100 vagas para o cargo de analista de tecnologia da informação. O certame disponibiliza 50 vagas para contratação imediata, além de mais 50 para formação de cadastro reserva. As inscrições vão até 15 de julho e devem ser feitas pelo site da banca Iades. O salário é de R$ 8.142. Saiba mais!

Ibram

O Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Distrito Federal (Ibram) foi autorizado, pela Secretaria de Economia do DF, a realizar um novo processo seletivo para contratação imediata de 150 brigadistas temporários. Para ser brigadista florestal no DF, é necessário ser alfabetizado e ter curso completo de Brigada de Combate a Incêndios Florestal. Para as funções de chefe de brigada e supervisor de brigada, basta possuir ensino médio completo. Os ganhos mensais variam de R$2.090 a R$3.444, além do seguro acidente. Saiba mais!

CRT-1

Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 1ª Região, com sede em Brasília, abrirá um novo concurso público em breve!  O Instituto Quadrix é a banca da seleção. A banca inclusive já criou a página oficial do concurso. Serão ofertadas 31 vagas mais cadastro de reserva para cargos que possuem formação em nível médio e médio técnico. As vagas serão para os cargos de agente de fiscalização, assistente administrativo, assistente de manutenção, assistente de TI e assistente técnico. Saiba mais!

Tribunal de Contas da União

Um novo edital para a carreira de auditor federal de controle externo do Tribunal de Contas da União (TCU) foi autorizado no final de maio! Segundo o aval, publicado no Diário Oficial da União, o certame poderá ofertar 20 vagas imediata e formação de cadastro de reserva para o cargo. Os profissionais serão lotados em Brasília, com ganhos mensais de R$17.371,38. Saiba mais!

Secretaria de Educação

A Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) vai abrir concurso público para cargos efetivos ainda este ano! O edital foi confirmado pelo subsecretário de Gestão de Pessoas, Idalmo Santos, durante audiência pública remota realizada em maio. Ainda segundo o subsecretário, os selecionados serão nomeados em 2022. Um professor do GDF tem jornada de trabalho de 40 horas por semana e recebe remuneração inicial no valor de R$5.237,13. Saiba mais!

Procon

Segundo o Instituto de Defesa do Consumidor do Distrito Federal (Procon DF), provimento dos cargos está previsto para setembro de 2021, condicionado à disponibilidade orçamentária e financeira no exercício. “A previsão é de que seja lançado edital ainda esse ano”, informou a instituição ao Papo de Concurseiro. A comissão organizadora do concurso está definida desde 2019. O concurso terá 174 vagas efetivas para nível médio e nível superior. Saiba mais!

Agepen

Foi autorizado pela Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal (SEEDF), em fevereiro de 2020, um novo concurso público para Agepen DF. A previsão é de que sejam 1.179 vagas de agentes de execução penal, sendo 400 para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva. Saiba mais!

Goiás

Defensoria Pública

O edital de abertura do concurso da Defensoria Pública-Geral do Estado de Goiás (DPE-GO) foi publicado. O certame visa preencher 47 vagas em cargos da terceira categoria da carreira de defensor. As inscrições ficarão abertas no período das 10h de 5 de julho1 às 14h de 6 de agosto, unicamente pelo site da banca FCC.  Saiba mais!

Tribunal de Justiça – Juízes

As inscrições do concurso do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) para juízes substitutos já foram abertas! São 52 vagas imediatas para o cargo, além de cadastro de reserva. Para concorrer é necessário ter bacharel em direito e, pelo menos, três anos de prática jurídica. Inscrições no site da banca FCC até 12 de julho. Saiba mais! 

Tribunal de Justiça – Apoio

Com concurso lançado para juízes, o TJGO agora irá abrir um certame para o quadro de apoio! O regulamento da seleção, inclusive, já foi aprovado e divulgado. De acordo com o documento, serão aplicadas provas objetiva de múltipla escolha e discursiva/estudo de caso. Uma novidade que o edital para o apoio traz é que não haverá separação de vagas por regiões do estado. Saiba mais! 

CRO

O próximo concurso público do Conselho Regional de Odontologia de Goiás (CRO-GO) está próximo e já tem banca organizadora definida! O escolhido foi o Instituto Quadrix. As chances serão para a carreira de advogado, em Goiânia. Os aprovados terão ganhos iniciais de R$7.716, além dos benefícios. Saiba mais!

Mato Grosso do Sul

CRQ-20

O Conselho Regional de Química da 20ª Região (CRQ-20), no Mato Grosso do Sul, oferece 60 vagas temporárias para profissionais de nível médio e nível técnico. Os contratados irão atuar em Campo Grande e receber remuneração mensal no valor de R$2.112, para jornada semanal de 40 horas. As inscrições são aceitas pelo site do organizador, Instituto Quadrix, até às 23h59 de 12 de julho. Saiba mais!

Polícia Civil

Em abril, foi definida a comissão organizadora responsável pelos trâmites iniciais do próximo concurso público da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul (PCMS), com 250 vagas previstas para perito papiloscopista, agente de polícia científica, perito criminal e perito médico-legista. O certame foi autorizado em março. As oportunidades serão distribuídas entre as carreiras de perito papiloscopista (38 vagas), agente de polícia científica (100 vagas), perito criminal (67 vagas) e perito médico-legista (45 vagas).

Um concurso para delegados também foi autorizado pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja. Saiba mais!

Defensoria Pública

O regulamento do próximo concurso público da Defensoria Pública do Estado do Mato Grosso do Sul (DPE/MS), que define as etapas e outros detalhes do certame, foi aprovado pelo Conselho Superior do órgão! A aprovação foi oficializada em publicação feita no Diário Oficial Eletrônico. A oferta do concurso será para carreira de apoio administrativo e a seleção será organizada pela FGV. Saiba mais!

Procuradoria-Geral

O novo concurso público da Procuradoria-Geral do Estado de Mato Grosso do Sul (PGE/MS) para procuradores, autorizado pelo governador do Estado, Reinaldo Azambuja, em agosto de 2020, teve regulamento publicado no final de abril. A realização do certame está prevista na LOA 2021 do Estado e no Plano Plurianual 2020-2023 (PPA). Saiba mais!

Tribunal de Contas

O Tribunal de Contas do Mato Grosso do Sul (TCE-MS) publicou uma portaria autorizando a realização de quatro concursos públicos na área de Controle. As oportunidades serão para Procurador de Contas Substituto, Auditor, substituto de Conselheiro, Auditor Estadual de Controle Externo, Analista de Gestão Institucional e Técnico de Gestão Institucional. Saiba mais!

Mato Grosso

Câmara de Cuiabá

O período de inscrições do concurso público da Câmara de Cuiabá, com 13 vagas imediatas, ficará aberto até 30 de junho, pelo site da banca Selecon. As provas serão aplicadas em 29 de agosto. As oportunidades são para analistas, técnicos e contadores e os profissionais receberão remuneração de até R$ 7.986,12. Saiba mais!

CRTR-12

O próximo concurso do Conselho Regional de Técnicos em Radiologia da 12ª Região (CRTR 12), localizado no Mato Grosso e no Mato Grosso do Sul, será organizado pelo Instituto Quadrix. Os profissionais deverão atuar nas cidades de Campo Grande (MS) e Cuiabá (MT), com salário inicial no valor de R$ 2.256, 28. De acordo com a banca, os cargos serão de nível médio. Saiba mais!

Limpurb

A Empresa Cuiabana de Zeladoria e Serviços Urbanos (Limpurb) deverá realizar seu primeiro concurso público para o quadro de servidores em 2021 e já tem número de vagas previsto! A expectativa é de que a seleção pública conte com mais de 300 chances para diversas funções. Segundo o órgão, o trâmite do concurso já se encontra em fase de escolha de banca organizadora. Saiba mais!

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

 

Edital próximo! CRO-GO oficializa banca organizadora

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Conselho Regional, Goiás

Karolini Bandeira*-Conselho Regional de Odontologia de Goiás (CRO-GO) deu mais um passo para a publicação do edital! Nesta terça-feira (8/6), a instituição divulgou o extrato de contrato com a banca organizadora do certame, Instituto Quadrix. De acordo com publicação no Diário Oficial da União, a contratação ficará válida até 2 de maio de 2022.

As chances serão para a carreira de advogado. E, para participar será necessário ter nível superior, com formação em Direito. Os aprovados terão ganhos iniciais de R$7.716, além dos benefícios. De acordo com a banca organizadora, os contratados serão alocados na unidade de Goiânia.

Agora, o próximo passo é o lançamento do edital!

Último concurso

O último concurso do Conselho foi em 2019 e ofereceu 195 vagas para contrato imediato e formação de cadastro reserva para cargos de nível médio e superior. O Instituto Quadrix também foi a banca organizadora responsável pelo certame.

Para nível médio foram 120 vagas para os cargos de assistente administrativo, fiscal regional e técnico de fiscalização. Os aprovados receberam remunerações variando entre R$ 1.549 e R$ 2.260. Já para nível superior foram 75 vagas nos cargos de auditor de controle interno, contador e fiscal. As remunerações variam de R$ 3.114 a R$ 5.828.Para todos os cargos foram acrescidos benefícios de vale alimentação de R$ 1.050, plano de saúde (médico, hospitalar e odontológico), plano de cargos e salários, licença maternidade, vale transporte e auxílio creche e pré-escola.

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Novo projeto em tramitação na Alego altera normais gerais de concurso em Goiás

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Goiás

Karolini Bandeira*- Segue em tramitação na Assembleia Legislativa do Estado de Goiás (Alego) o projeto de lei nº 5554/21, de autoria do deputado Bruno Peixoto (MDB), que visa alterar a lei que estabelece normas gerais para a realização de concursos públicos da Administração Pública estadual.

Na proposta, o parlamentar propõe a inclusão do art. 78-A. “Fica autorizado, caso o Estado realize adesão ao Regime de Recuperação Fiscal, que o Plano de Recuperação Fiscal deverá conter previsão expressa de nomeação, dentro do prazo de validade do concurso, dos candidatos aprovados em certames homologados, ficando a cargo da Secretaria de Administração o cronograma de chamamento, de acordo com a necessidade e viabilidade financeira do Estado”, recomenda o projeto de lei.

O deputado justificou a alteração: “A presente propositura visa reconhecer o direito à nomeação dos candidatos aprovados em concurso público dentro do prazo de validade máximo de até dois anos, prorrogável uma vez, por igual período, consagrado no art. 37 da Constituição Federal de 1988-CF/88, Art. 37, 111- o prazo de validade do concurso público será de até dois anos, prorrogável uma vez, por igual período.”

A proposta foi encaminhada, no final de maio, à Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), para discussão e eventual aprovação.

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Para todos os níveis! Confira os 11 concursos públicos que podem sair em junho

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Conselho Regional, Distrito Federal, educação, Goiás, Saúde, segurança

Saiba todas as oportunidades com possibilidade de serem abertas nos próximos dias!

Polícia Civil do Rio de Janeiro

O novo concurso público para a Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ) deverá sair no primeiro semestre de 2021, conforme anunciado pelo governador do Estado, Cláudio Castro, na noite deste domingo (30/05). Em publicação nas redes, o governador anunciou que o certame terá 400 vagas imediatas para as carreiras de delegado, perito criminal, perito legista e inspetor. Também já foi confirmado que haverá oportunidades para investigador, técnico de necropsia e auxiliar de necropsia. Saiba mais!

Secretaria da Fazenda de Alagoas

Conforme autorizado, o concurso da Secretaria da Fazenda de Alagoas (Sefaz AL) contará com 35 vagas. De acordo com o governador Renan Filho, serão 25 vagas para auditores fiscais e 10 vagas para auditor de finanças e arrecadação. O secretário da Fazenda, George Santoro, informou, também, que os auditores serão lotados prioritariamente na capital do Estado e o edital será o mesmo do último concurso — sem nenhuma regra alterada. As matérias e conteúdos cobrados também serão as mesmas, apenas com algumas alterações pontuais de legislação atualizada. A previsão é que o documento seja publicado no primeiro semestre. Saiba mais!

Defensoria Pública de Roraima

O concurso público com 80 vagas para carreira de defensor da Defensoria Pública do Estado de Roraima (DPE/RR) terá edital de abertura publicado na última semana de junho! A informação foi confirmada pelo defensor público-geral do Estado, Stélio Dener, em transmissão ao vivo feita em maio. Ainda segundo o defensor público-geral, as 80 vagas serão para formação de cadastro reserva. Saiba mais!

Secretaria da Fazenda de Roraima

O edital de abertura do próximo concurso público da Sefaz/RR será publicado em breve! De acordo com informações do próprio órgão, o edital está previsto para o primeiro semestre de 2021. O concurso ofertará 30 vagas para o cargo de auditor fiscal, de nível superior, sendo 20 imediatas e 10 para formação de cadastro reserva. A comissão organizadora já foi oficializada. Saiba mais!

Polícia Militar do Ceará

O concurso público da Polícia Militar do Ceará (PMCE), confirmado para 2.200 vagas, teve comissão organizadora definida e oficializada em abril. Conforme confirmado pelo governador do Estado, Camilo Santana, o certame contará com 2.000 vagas para o cargo de soldado e 200 para oficiais. Ainda de acordo com ele, haverá oportunidades para profissionais da saúde no edital, que deverá sair em breve. Saiba mais!

Polícia Civil do Sergipe

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) foi escolhido como banca organizadora responsável pelo próximo concurso público da Polícia Civil do Estado do Sergipe (PCSE), que sairá em breve. O edital disponibilizará 50 vagas para o cargo de agente de polícia judiciária e 10 vagas para escrivães de polícia. As funções tem como pré-requisito nível superior completo. De acordo com o Portal da Transparência da PCSE, ambas as profissões contam com salário no valor de R$4.500. Saiba mais!

Secretaria de Saúde de Alagoas

O concurso da Secretaria de Estado de Saúde (Sesau/AL) será organizado pela Cebraspe. O edital, previsto para junho, contará, ao todo, com 1.200 vagas de nível técnico e nível superior. Já foi divulgado que as provas objetivas serão aplicadas em setembro. O nível técnico contará com oportunidades para quatro ocupações, enquanto o nível superior terá vagas para 11 carreiras distintas. Saiba mais!

Secretaria de Educação de Alagoas

De acordo com postagem do governador de Alagoas, Renan Filho, a Secretaria de Educação de Alagoas (Seduc AL) ofertará 3.000 vagas para o cargo de professor e terá edital liberado no primeiro semestre de 2021. Para se inscrever, será necessário possuir licenciatura na área desejada. Segundo o secretário da Seplag, Fabrício Marques Santos, o governo alagoense está trabalhando para que as provas sejam aplicadas 90 dias após a abertura da seleção.

Defensoria Pública da Bahia

O concurso público para defensores da Defensoria Pública do Estado da Bahia (DPE/BA) teve edital de abertura encaminhado e apresentado ao Conselho Superior da Defensoria em 17 de maio! Com isso, o documento pode ser divulgado a qualquer momento. A Fundação Carlos Chagas (FCC) será a banca organizadora responsável pelo próximo certame para a carreira de defensor do órgão. Saiba mais!

CRT 1ª Região

Conselho Regional dos Técnicos Industriais da 1ª Região, com sede em Brasília, abrirá um novo concurso público em breve!  O Instituto Quadrix é a banca da seleção. A banca inclusive já criou a página oficial do concurso. Serão ofertadas 31 vagas mais cadastro de reserva para cargos que possuem formação em nível médio e médio técnico. As vagas serão para os cargos de agente de fiscalização, assistente administrativo, assistente de manutenção, assistente de TI e assistente técnico. Saiba mais! 

Tribunal de Justiça de Goiás

Com concurso lançado para juízes, o Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) agora irá abrir um certame para o quadro de apoio! O regulamento da seleção, inclusive, já foi aprovado e divulgado. De acordo com o documento, serão aplicadas provas objetiva de múltipla escolha e discursiva/estudo de caso. Uma novidade que o edital para o apoio traz é que não haverá separação de vagas por regiões do estado. Saiba mais! 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

DPE/GO contrata banca de concurso público para defensores

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Defensoria Pública, Goiás

Karolini Bandeira*- O próximo concurso público para defensores da Defensoria Pública do Estado de Goiás (DPE/GO) teve banca organizadora definida! Conforme extrato de contrato publicado nesta terça-feira (18/05) no Diário Oficial do Estado, a Fundação Carlos Chagas (FCC) será a empresa responsável pelo certame.

Reprodução/Diário Oficial

Último concurso

O último concurso da DPE/GO para o cargo de defensor púbico ocorreu em 2014 e ofertou 53 vagas, sendo 13 para contrato imediato e 40 para formação de cadastro reserva. Os aprovados exerceram jornadas de trabalho de 40 horas semanais, para receberem remuneração de R$ 7.906,28. Para assumir o cargo é necessário ser bacharel em direito e registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

A seleção foi realizada por prova objetiva, discursiva e de títulos. A prova objetiva contou com disciplinas de língua portuguesa, história de Goiás, direito – constitucional, administrativo, civil, processual civil, penal, processual penal, do consumidor, da criança e do adolescente, do idoso e humanos e princípios e atribuições institucionais da DPE/GO.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Projeto visa proteger servidoras vítimas de agressão em Goiás

Publicado em Deixe um comentárioGoiás

Karolini Bandeira*- Foi proposto, na Assembleia Legislativa de Goiás (Alego), projeto que visa garantir a remoção de servidoras públicas do Estado nos casos de violência doméstica e familiar, independentemente do interesse da administração. O projeto nº 5285/21 foi proposto pelo deputado Delegado Eduardo Prado (DC).

A proposta altera a Lei n° 20.756, de 28 de janeiro de 2020, que dispõe sobre o regime jurídico dos servidores públicos das autarquias e fundações públicas estaduais de Goiás. O projeto já foi apresentado à Alego e encaminhado à Secretaria de Apoio Parlamentar. O texto propõe a garantia do sigilo dos dados da servidora pública nos atos de publicidade oficial resultantes da remoção. Em caso de remoção, fica assegurado o afastamento remunerado por até 15 dias para tratamento psicossocial ou de saúde da servidora.

‘‘Há uma lacuna legal, tendo em vista que, o rol das hipóteses que autorizam a remoção do servidor, independentemente do interesse da administração, não consta a situação de violência doméstica ou familiar contra a mulher. Vale ressaltar que o direito à remoção é uma das garantias da Lei Maria da Penha, como forma de assegurar a integridade física e psicológica às vítimas de violência doméstica’’, enfatizou o autor do projeto, Eduardo Prado.

Confira o texto da proposição!

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Publicado regulamento com detalhes sobre concurso para área de apoio do TJGO

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Goiás, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) divulgou nesta segunda-feira (17/05), o regulamento do próximo concurso público para o quadro de apoio do órgão. O documento revela as etapas, requisitos, lotação e carreiras que o edital de abertura deve ofertar. Confira os detalhes!

Vagas

Com novas exonerações e aposentadorias, a quantidade de vagas a ser oferecida no concurso aumentou de 99 para 101. As oportunidades serão para os seguintes cargos:

  • Analista judiciário – Área de Apoio Judiciário e Administrativo: nível superior em qualquer área
  • Analista judiciário – Área Especializada: nível superior em atividade profissional específica
  • Analista judiciário – Área Judiciária e Oficial de Justiça Avaliador: nível superior em Direito

Ainda segundo o regulamento, haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência e candidatos negros. Saiba a divisão:

  • Será assegurada vaga para pessoas com deficiência no concurso para provimento de cargos que constar 20 (vinte) ou mais vagas no edital, no percentual de 5% das vagas previstas, bem como das que surgirem durante o período de validade do certame
  • Nos termos da Resolução nº 203, de 23 de junho de 2015, do Conselho Nacional de Justiça, será assegurado o percentual de 20% das vagas aos candidatos negros, sempre que o número de vagas oferecidas no concurso público for igual ou superior a três

Requisitos

  • O candidato aprovado no concurso será nomeado no cargo, se atendidas as seguintes exigências:
  • Ter nacionalidade brasileira
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais e em gozo dos direitos políticos, mediante apresentação da respectiva certidão comprobatória
  • Estar em dia com o serviço militar
  • Ter idade mínima de 18 anos
  • Estar apto física e mentalmente para o exercício das atribuições inerentes ao cargo
  • Não estar incompatibilizado para a investidura no cargo público, nos termos dispostos no artigo 199 da Lei nº 20.756, de 28 de janeiro de 2020
  • Apresentar os documentos comprobatórios de escolaridade exigidos para a investidura
  • Possuir o requisito de escolaridade do cargo designado

Etapas

De acordo com o documento, serão aplicadas provas objetiva de múltipla escolha e discursiva/estudo de caso, que serão eliminatórias e classificatórias, subdivididas em grupos de conhecimentos básicos e específicos, conforme as atribuições do cargo.

  • Às provas de múltipla escolha e discursiva/estudo de caso serão atribuídas notas de zero a dez
  • Será eliminado o candidato que obtiver nota inferior a seis, numa escala de zero a dez, em cada uma das provas
  • Não haverá arredondamento de nota ou da média final e serão desprezadas as frações inferiores ao centésimo

Concurso não terá separação de vagas por região

Uma novidade que o edital para o quadro de apoio traz é que não haverá separação de vagas por regiões do estado. De acordo com o TJGO, o intuito da nova regra é “criar um cadastro unificado de servidores, que serão lotados conforme necessidade do Poder Judiciário”.

“A realidade do teletrabalho alterou bastante a questão, uma vez que a atuação antes dependia da presença física dos servidores na comarca. Além disso, sem a separação regional, é possível lotar servidores conforme forem apuradas demandas nas comarcas”, argumentou o presidente do Tribunal, desembargador Carlos Alberto França.

Concurso aberto para juízes substitutos

O Tribunal de Justiça de Goiás divulgou novo edital de concurso público com 52 vagas para o cargo de Juiz Substituto. Além das vagas imediatas, haverá formação de cadastro de reserva. A remuneração inicial é de R$28.884,25.

Para concorrer é necessário ter bacharel em direito e, pelo menos, três anos de prática jurídica. Além disso, os convocados precisam ter menos de 65 anos na data da posse e possuir idoneidade moral e não registrar antecedentes criminais. Os interessados em participar da seleção devem realizar as inscrições entre 7 de junho e 12 de julho de 2021, no site Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora do certame, ao custo de R$ 288,84.

Os candidatos serão avaliados por prova objetiva; duas provas escritas; sindicância da vida pregressa e investigação social, exame de sanidade física e mental e exame psicotécnico; prova oral e avaliação de títulos. Saiba mais!

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Concurso para analistas judiciários do TJGO não terá separação de vagas por região

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Goiás, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO), por meio da Resolução nº 148, de 12 de maio de 2021, instituiu novas regras para a realização de concursos públicos para provimento de cargos no quadro de servidores do Poder Judiciário do Estado. A resolução prevê que, no próximo edital de concurso para contratação de analistas judiciários, não haverá separação de vagas por regiões do estado.

A minuta de resolução, aprovada pelo colegiado, foi apresentada pelo presidente do Tribunal, desembargador Carlos Alberto França, em sessão do Órgão Especial desta quarta-feira (12/05). De acordo com o TJGO, o intuito da nova regra é “criar um cadastro unificado de servidores, que serão lotados conforme necessidade do Poder Judiciário”.

Durante a sessão, França destacou que a unificação das vagas será melhor para os trabalhos da Justiça Estadual. “A realidade do teletrabalho alterou bastante a questão, uma vez que a atuação antes dependia da presença física dos servidores na comarca. Além disso, sem a separação regional, é possível lotar servidores conforme forem apuradas demandas nas comarcas”, argumentou.

Confira a resolução na íntegra!

Concurso para analistas previsto

No último dia 3 de maio, o presidente do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), desembargador Carlos França, autorizou a realização de novo concurso público com 99 vagas para o cargo de analista judiciário, que exige formação em nível superior.

“Dando sequência às providências visando acelerar a prestação jurisdicional, a presidência do TJGO determinou a realização de concurso público para o provimento de cargos vagos de analista judiciário no 1º grau de jurisdição. Os cargos vagos decorreram de exonerações e de aposentadorias nos últimos tempos”, informou o TJGO.

Segundo o comunicado do Tribunal, o presidente Carlos França, levando em consideração a premente necessidade da contratação de servidores para a reposição da força de trabalho, propiciando ao Poder Judiciário prestar um bom serviço à sociedade goiana, autorizou, em caráter de urgência, a deflagração do processo de abertura de concurso.

Além das 99 chances, a seleção deverá preencher também vagas que surgirem durante o prazo de validade do certame. “Foi determinada a remessa dos autos do procedimento administrativo à Comissão de Seleção e Treinamento do Tribunal, para adoção das providências necessárias à realização do concurso”, informou o órgão.

Concurso aberto para juízes substitutos

O Tribunal de Justiça de Goiás divulgou novo edital de concurso público com 52 vagas para o cargo de Juiz Substituto. Além das vagas imediatas, haverá formação de cadastro de reserva. A remuneração inicial é de R$28.884,25.
Para concorrer é necessário ter bacharel em direito e, pelo menos, três anos de prática jurídica. Além disso, os convocados precisam ter menos de 65 anos na data da posse e possuir idoneidade moral e não registrar antecedentes criminais.
Os interessados em participar da seleção devem realizar as inscrições entre 7 de junho e 12 de julho de 2021, no site Fundação Carlos Chagas (FCC), banca organizadora do certame, ao custo de R$ 288,84.
Os candidatos serão avaliados por prova objetiva; duas provas escritas; sindicância da vida pregressa e investigação social, exame de sanidade física e mental e exame psicotécnico; prova oral e avaliação de títulos.

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Lorena Pacheco

Tribunal de Justiça de Goiás define comissão responsável por próximo concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Goiás, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- Foi divulgada, no portal do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) nesta terça-feira, a comissão organizadora que será responsável pelo próximo concurso público para juízes substitutos. Sob presidência do desembargador Luiz Cláudio Veiga Braga, a equipe, de 13 membros, foi distribuída em três blocos distintos.

Bloco I: Direito Civil, Direito Processual Civil, Direito do Consumidor e Direito da Criança e do Adolescente

  • Desembargadora Elizabeth Maria da Silva
  • Juíza Nunziata Stefania Valenza Paiva
  • Juíza Aline Vieira Tomás
  • Juíza Vivian Martins Melo Dutra (substituta)
  • Juíza Maria Cristina Costa Morgado (substituta)
  • Juiz Eduardo Perez Oliveira (substituto)

Bloco II: Direito Penal, Processual Penal, Constitucional e Eleitoral

  • Luiz Cláudio Veiga Braga (presidente)
  • Juíza Geovana Mendes Baía Moisés
  • Juiz substituto em segundo grau Jeronymo Pedro Villas Boas (substituto)
  • Juiz André Reis Lacerda (substituto)

Bloco III: Direito Empresarial, Direito Tributário, Direito Ambiental, Direito Administrativo e Direito Agrário

  • Juíza Marianna de Queiroz Gomes
  • Marcos César Gonçalves de Oliveira
  • Juiz Hamilton Gomes Carneiro (suplente)
  • Advogado Roberto Serra da Silva Maia (suplente)

Segundo o presidente do TJGO, desembargador Carlos Alberto França, pelo menos 100 vagas serão oferecidas. O edital deve ser publicado em breve, já que o presidente espera dar posse aos aprovados ainda em 2021.

Banca organizadora definida

A Fundação Carlos Chagas (FCC) foi definida como banca organizadora do certame em 2019. Para participar, o interessado deve possuir bachareladoem direito com, no mínimo, três anos de atividade jurídica, possuir registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ser brasileiro nato ou naturalizado e não ter antecedentes criminais.

Último concurso

último concurso para juiz substituto foi feito em 2014 e ofereceu 57 vagas. Ao todo, foram sete etapas de avaliação: prova objetiva seletiva, provas escritas, sindicância da vida pregressa e investigação social, exame de sanidade física e mental, exame psicotécnico, prova oral e avaliação de títulos. A remuneração foi de R$ 21.657,46.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer