Especialista comenta sobre expectativa para novo concurso da PCDF! Confira as dicas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Governo federal, segurança, Sem categoria

Coordenador de carreiras policiais e professor de Direito Penal, Érico Palazzo, fala das expectativas e dá sugestões para os interessados no concurso, recém autorizado, para a PCDF

Por Raphaela Peixoto* — Os concurseiros atentos já sabem que a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), nesta semana, teve o concurso público autorizado pelo Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal, José Feitosa. Ele é para o cargo de agente policial de custódia. O  coordenador de carreiras policiais e professor de Direito Penal do Gran Curso Online, Érico Palazzo, comenta e dá dicas para os interessados no concurso.

Foto: MARCELO FERREIRA/CB/DA.PRESS

A PCDF também tem autorização para a realizar novo concurso público para delegados. “Existe sim uma chance desses dois concursos andarem juntos, [mas] eles vão vir em editais distintos, até por serem autorizações diferentes. Mas é bem possível que eles aconteçam em datas próximas um do outro” afirma Palazzo. Ele ainda relembra que em 2014 houve dois concursos de maneira análoga.

É válido salientar que o órgão está com concurso em andamento para agente da Polícia após ter sido suspenso. A retomada foi em abril, no qual a corporação e o Cebraspe anunciaram a convocação para a avaliação biopsicossocial dos candidatos que se declararam pessoas com deficiência, exames biométricos e avaliação médica. O resultado provisório de todas essas próximas fases está previsto para ser  divulgado provavelmente em 2 de junho.

Quais as expectativas para o concurso recém autorizado de agente de custódia e delegado para PCDF?

Minha expectativa, levando em consideração a legislação do DF, porque determina que haja pelo menos noventa dias entre a publicação do edital e a data da realização das provas, é que lá pro final deste ano, no último trimestre, a gente já tenha a publicação desses dois editais com provas para 2023, então há tempo mais do que suficiente pros candidatos se prepararem para esses dois concursos.

A própria autorização já prevê 50 vagas [de contrato imediato] e 100 para cadastro de reserva para cada um dos cargos. Lembrando que a PCDF sempre nomeia todo o cadastro de reserva.

Em relação aos conteúdos das provas destinadas a esses certames, quais considera serem os mais recorrentes?

O último concurso de agente policial de custódia foi em 2004, ou seja, há dezoito anos. Esse cargo era um cargo em extinção, uma vez que a PCDF perdeu a atribuição de custódia de presos com a criação da polícia penal e agora eles viram que realmente há necessidade por essa carreira dentro da PCDF, por este motivo não dá para levar em consideração o conteúdo programático que foi cobrado em 2004, pois ele está obsoleto, ou seja, muito ultrapassado perto das atuais necessidades e atribuições do cargo. 

São disciplinas que com certeza serão cobradas no próximo concurso:  língua portuguesa, sempre vai ser cobrado em qualquer concurso aí de carreiras policiais, exceto delegado de polícia por se tratar de um cargo jurídico, direito (constitucional, administrativo, penal, processual penal), legislação extravagante (a nova lei de abuso de autoridade n°3869; a de tortura, que é a n°9455; dos crimes hediondos, n°8072); além da disciplina específica de execução penal com a lei n°7210, que é uma lei importantíssima para a custódia de presos. Podemos citar também aquelas disciplinas obrigatórias previstas em lei distrital que devem estar em todos os concursos distritais, ou seja, com certeza terá a cobrança da lei orgânica do DF e da RIDE (Região Integrada de Desenvolvimento do Distrito Federal e Entorno) — disciplina de atualidades, história e geografia do Distrito Federal e do entorno).

Diante ao atual cenário das polícias e dos concursos policiais que a gente vê, direitos humanos, disciplina que não foi cobrado no último certame, com certeza será cobrada neste próximo concurso de agente policial de custódia. Podemos citar também como possíveis disciplinas:  criminologia, raciocínio lógico e matemático e inglês 

Quais as dicas para já começar os estudos (em relação a se embasar em concursos para PCDF que já estão em andamento)? E quais são as dicas que o senhor acha relevante serem dadas para os interessados em concorrer nesses certames ?

  • Iniciar o quanto antes os estudos, não postergar seu início ;
  • Adquirir um bom material preparatório,  seja um videoaulas ou PDFs, muito importante que ao longo dos estudos, ele produza resumos ou materiais de revisão;
  • Que ele produza um material próprio durante os estudos;
  • Também é de extrema relevância que ele realize questões todos os dias [abrangendo diversas bancas, pois não tem uma banca definida].  São possíveis bancas: ICESP, FGV, Instituto AOCP, IADES, são [organizações] muito fortes aqui no Distrito Federal e que vale a pena o candidato fazer questões de todas essas bancas;
  • A prova para o cargo de agente policial de custódia vai ter prova discursiva então os alunos podem se preparar para redação;
  • Preparar também para o teste de aptidão física basta pegar o último edital de agente da PCDF que os testes devem ser basicamente os mesmos.

Leia mais dicas sobre o concurso da PCDF

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Concurso PCRJ: proposta prevê que todos os aprovados na prova façam o TAF

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, segurança

A comissão de candidatos aprovados no concurso da Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ) pede, em uma nova proposta, para que o governo retire a cláusula de barreira que limita o número de convocados para o teste de aptidão física (TAF) na seleção da corporação. Desta forma, o concurso teria mais aprovados para a formação e cadastro reserva.

Devido à medida de restrição, no cargo de inspetor, com oferta de 100 vagas imediatas, apenas os 500 mais bem pontuados na prova objetiva serão convocados para o TAF. Para a comissão de candidatos, o limite reduz o número de aprovados no resultado final do concurso e afeta na formação de cadastro reserva. A ideia da proposta é derrubar a restrição para que todo os candidatos com a pontuação mínima para aprovação nas provas sejam chamados para o teste físico.

A comissão foi recebida pelo assessor especial do Governo do Rio de Janeiro, comissário Marcio Garcia, no Palácio Guanabara na última quarta-feira (10/2). No encontro, foi protocolado um documento pleiteando a retirada da cláusula. O objetivo é que a proposta seja analisada pelo secretário de Polícia Civil do Rio de Janeiro, Allan Turnowski.

“O pleito é justo e aparentemente viável, iremos levar essa necessidade de maior número de vagas junto ao governador e secretário, uma vez que a chamada dos convocados está bem restrita para uma carência histórica de policiais civis. Assim haverá essa oportunidade de aproveitar o máximo possível de aprovados nesse concurso que está se mostrando um dos mais difíceis do Brasil”, disse Marcio Garcia.

350 vagas

Os editais foram publicados em 2021. Ao todo,  são 350 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade, com salários que chegam até R$ 10 mil. Confira a distribuição:

  • 10 vagas para Auxiliar de necropsia (nível fundamental), com salários de R$4.506,27;
  • 10 vagas para Técnico de necropsia (nível médio), com salários de R$5.277,59;
  • 200 vagas para Investigador (nível médio), com salários de R$5.740,38;
  • 100 vagas para Inspetor (nível superior em qualquer área), com salários de R$6.280,31;
  • 5 vagas para Perito criminal (nível superior em Engenharia Civil, Engenharia Mecânica e Química), com salários de R$10.149,55;
  • 25 vagas para Perito legista (nível superior em Medicina), com salários de R$10.149,55.

Saiba mais sobre o concurso aqui!

PCAL forma comissão para concurso com 40 vagas para delegado

Publicado em Deixe um comentárioConcursos Públicos, segurança

Edital previsto para março

O concurso previsto para delegados da Polícia Civil de Alagoas (PCAL) teve comissão organizadora formada e publicada nesta quarta-feira (9/2). O grupo foi divulgado no Diário Oficial do Estado e agora deve acompanhar e auxiliar no planejamento para a publicação do edital de abertura, previsto para março.

São previstas 40 vagas para a função de delegado. Para a carreira, é necessário nível superior em direito. A remuneração de delegados da PCAL é de R$ 20.944,97. Segundo o Conselho Superior da PCAL, o concurso contará com as fases de provas objetivas e discursivas, Teste de Aptidão Física (TAF), exames laboratoriais e médicos, avaliações psicológica e de títulos, investigação social e curso de formação policial.

Em entrevista, Marques afirmou que a intenção do Governo de Alagoas é convocar todos os candidatos aprovados no Ciclo de Concursos ainda dentro deste mandato. Com os certames, o Estado deve receber mais de 6 mil novos servidores até o início de 2022.

“Nossa missão é chamá-los imediatamente. Esperamos finalizar toda a seleção até o final do ano para que possamos convocar todos os candidatos até o início do ano que vem. Estamos correndo contra o tempo para selecionar os melhores quadros, que vão nos ajudar a estruturar as políticas públicas para essa década. Com trabalho sério, proximidade e dedicação, é possível mudar a realidade e melhorar as condições de vida do povo alagoano”, pontuou o titular da Seplag.

Polícia Civil de Rondônia anuncia banca de concurso com 270 vagas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- Autorizado pelo governo em 2020, o concurso público da Polícia Civil de Rondônia (PCRO) teve o Cebraspe anunciado como banca organizadora nesta terça-feira (25/1), por meio das redes sociais. Segundo a publicação, a banca também será a responsável pelos próximos concursos da Polícia Militar e Técnico-Cientifica do Estado (PMRO e Politec-RO).

Agora, segundo a corporação,  “o próximo passo será a elaboração e divulgação dos editais”. Inicialmente, o edital da PCRO teria 379 vagas, entretanto, em anúncio recente, o secretário de Segurança, Defesa e Cidadania de Rondônia, José Hélio Pachá, o número foi ajustado em 270 para redistribuir as vagas entre as corporações da Segurança. Ainda segundo Pachá, os editais devem sair nos próximos dias.

As oportunidades serão divididas entre os cargos de delegado, médico legista, agente de polícia, escrivão de polícia, papiloscopista e técnico em necropsia.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Governador de Alagoas autoriza concurso para delegados

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Polícia civil, segurança

Karolini Bandeira*- O concurso para delegados da Polícia Civil de Alagoas (PCAL) está finalmente autorizado pelo governador, Renan Filho! O aval foi publicado no Diário Oficial do Estado na última sexta-feira (21/1). Em janeiro, o secretário do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques,  anunciou que o edital de abertura sairia ainda este mês.

São previstas 40 vagas para a função de delegado. Para a carreira, é necessário nível superior em direito. A remuneração de delegados da PCAL é de R$ 20.944,97. Segundo o Conselho Superior da PCAL, o concurso contará com as fases de provas objetivas e discursivas, Teste de Aptidão Física (TAF), exames laboratoriais e médicos, avaliações psicológica e de títulos, investigação social e curso de formação policial.

Em entrevista, Marques afirmou que a intenção do Governo de Alagoas é convocar todos os candidatos aprovados no Ciclo de Concursos ainda dentro deste mandato. Com os certames, o Estado deve receber mais de 6 mil novos servidores até o início de 2022.

“Nossa missão é chamá-los imediatamente. Esperamos finalizar toda a seleção até o final do ano para que possamos convocar todos os candidatos até o início do ano que vem. Estamos correndo contra o tempo para selecionar os melhores quadros, que vão nos ajudar a estruturar as políticas públicas para essa década. Com trabalho sério, proximidade e dedicação, é possível mudar a realidade e melhorar as condições de vida do povo alagoano”, pontuou o titular da Seplag.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Aditivo que impedia retomada dos concursos da PCAL e PMAL é assinado

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- O aditivo de contrato entre a Secretaria de Planejamento e Gestão de Alagoas (Seplag) e a banca organizadora Cebraspe, que estava atrasando a retomada e divulgação de um novo cronograma dos certames da Polícia Civil e Militar (PCAL e PMAL), foi assinado nesta quarta-feira (17/1). Agora, os cronogramas com o restante das etapas dos concursos já podem ser publicados.

O comunicado foi dado pelo secretário da Seplag, Fabrício Marques, nas redes. Segundo o representante, os novos editais de retomada deverão ser publicados até 21 de janeiro.

“Nós fomos comunicados ontem a noite sobre a decisão judicial do juiz, doutor Manoel Cavalcante, em relação ao nosso concurso da Polícia Militar para o cargo de oficial. Hoje pela manhã nós analisamos o teor completo da decisão e em cumprimento nós iremos retomar e publicar o edital de retomada até o dia 21 de janeiro, já com a data provável da próxima etapa do concurso que é o TAF”, informou Marques.

São 1.560 vagas

O concurso da PMAL oferece 1.060 vagas de nível médio, sendo 1.000 para soldados e 60 para oficiais. Os contratados receberão remuneração de R$4.250,06 (soldado) e R$2.768,17 (oficial). As inscrições foram aceitas até 28 de junho de 2021. Os inscritos passarão por prova de conhecimentos, teste de aptidão física, avaliação médica das condições de saúde física e mental, avaliação psicológica, comprovação documental, investigação social e exame toxicológico.

Para a PCAL, são 500 vagas para as carreiras de escrivão e agente. Do quantitativo total de vagas, 368 são para agentes de polícia e 132 para escrivães. Os contratados receberão ganhos mensais de R$ 3.971,76.

Ambos os certames foram suspensos após a Operação Loki. A investigação constatou a atuação de um esquema nacional criminoso de fraude.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Aditivo de contrato com a banca atrasa retomada do concurso da PCAL

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- Segundo informado pelo secretário do Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas, Fabrício Marques Santos, um aditivo no contrato com o Cebraspe atrasou a retomada do concurso público da Polícia Civil do Estado (PCAL). Devido a isso, os que aguardam a continuidade do certame terão que aguardar um pouco mais.

A divulgação do novo cronograma estava previsto para a última sexta-feira (14/1), mas foi adiado para data que ainda não foi confirmada.

Operação constatou esquema de fraude

A decisão de suspensão do concurso e cancelamento das provas aplicadas ocorreu após o resultado da primeira fase da Operação Loki, deflagrada pela Polícia Civil. De acordo com a nota, a investigação constatou a atuação de um esquema nacional criminoso que estaria agindo contra a lisura das provas da PCAL, PMAL e CBMAL. Os três certames foram organizados pelo Cebraspe.

500 vagas

O certame da PCAL conta com 500 vagas para as carreiras de escrivão e agente. Do quantitativo total de vagas, 368 são para agentes de polícia e 132 para escrivães. As vagas são imediatas e exigem nível superior em qualquer área de formação. Os contratados receberão ganhos mensais de R$ 3.971,76 e serão lotados em unidades da corporação em qualquer município, com jornada de trabalho de 40 horas semanais.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

‘Queremos um atrás do outro’, afirma secretário sobre concursos da PCRJ

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos Públicos, Polícia civil, Rio de Janeiro, segurança

Karolini Bandeira*- Ao que tudo indica, 2022 será um bom ano para os que se preparam para a Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ). Na noite desta quarta-feira (12/1), o secretário da corporação, delegado Allan Turnowski, afirmou, em transmissão ao vivo nas redes, que a intenção da instituição é publicar vários editais de concurso a partir deste ano. “Queremos um atrás do outro.”

Ao ser questionado sobre os excedentes dos últimos certames na live, o delegado informou que quem não conseguiu ser nomeado até o final do prazo de validade agora terá novas oportunidades para ingressar na PCRJ:

“A gente sabe que a necessidade da Polícia Civil é muito maior do que as vagas abertas. Existe hoje um Regime de Recuperação Fiscal que, para você aumentar o número de vagas, você tem que cumprir uma série de exigências. E é óbvio que, no momento certo, a gente vai ver a necessidade das polícias para tentar colocar o máximo de pessoas possíveis na nossa polícia por uma questão de necessidade. Mas independentemente dessa questão de buscar mais vagas neste concurso, uma coisa é certa: vai ser um concurso atrás do outro. Então quem perdeu esse, continua estudando porque a gente vai abrir outro.”

O representante também comentou sobre o chamamento dos futuros aprovados do atual concurso vigente: “Vou querer o mais rápido possível. No dia que forem aprovados, quanto tempo demora para todo mundo assinar a ficha? É isso que vai demorar. Nem um dia a mais.”

Onda de covid e provas presenciais

Turnowski tirou a dúvida dos candidatos sobre a aplicação das etapas presenciais em meio ao aumento dos casos de covid-19 e gripe. Segundo ele, não existe a possibilidade de adiamento das fases. “O cronograma está mantido e vamos cumpri-lo”, informou.

O cronograma de provas previsto é o seguinte:

  • Auxiliar de necropsia: 23 de janeiro de 2022
  • Inspetor: 30 de janeiro de 2022
  • Técnico de necropsia: 6 de fevereiro de 2022
  • Investigador: 13 de fevereiro de 2022
  • Delegado: 13 de março de 2022

400 vagas

A PCRJ realiza dois concursos públicos com, ao todo, 400 vagas. Um dos editais oferece 350 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade, com salários que chegam até R$ 10 mil; o outro, 50 vagas para a função de delegado, com iniciais de R$ 18.747,95. As inscrições de ambos os certames já foram encerradas.

As etapas avaliativas serão iniciadas em dezembro e o curso de formação está previsto para o primeiro semestre de 2022.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

PCAL: edital para delegado terá data anunciada até dia 14

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos Públicos, segurança

Serão 40 vagas

Karolini Bandeira*- De acordo com o secretário do Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas, Fabrício Marques Santos, a data de publicação do edital de abertura do concurso público para delegados da Polícia Civil do Estado (PCAL) será anunciado entre os dias 10 e 14 de janeiro. Ainda segundo o secretário, no início deste ano serão publicados os editais para delegados e para a perícia do Estado.

“Nós iremos publicar agora no início do ano alguns concursos, em especial o da carreira de delegado e da perícia oficial. Nós estamos trabalhando todos os dias para organizar as datas […] até o dia 10 e 14 será feito o pronunciamento com as datas previstas dos lançamentos dos editais”, afirmou Marques em vídeo publicado nas redes.

São previstas 40 vagas para a função de delegado. Para a carreira, é necessário nível superior em direito. A remuneração de delegados da PCAL é de R$ 20.944,97. Segundo o Conselho Superior da PCAL, o concurso contará com as fases de provas objetivas e discursivas, Teste de Aptidão Física (TAF), exames laboratoriais e médicos, avaliações psicológica e de títulos, investigação social e curso de formação policial.

Em entrevista, o secretário Fabrício Marques afirmou que a intenção do Governo de Alagoas é convocar todos os candidatos aprovados no Ciclo de Concursos ainda dentro deste mandato. Com os certames, o Estado deve receber mais de 6 mil novos servidores até o início de 2022.

“Nossa missão é chamá-los imediatamente. Esperamos finalizar toda a seleção até o final do ano para que possamos convocar todos os candidatos até o início do ano que vem. Estamos correndo contra o tempo para selecionar os melhores quadros, que vão nos ajudar a estruturar as políticas públicas para essa década. Com trabalho sério, proximidade e dedicação, é possível mudar a realidade e melhorar as condições de vida do povo alagoano”, pontuou o titular da Seplag.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concursos 2022: novo ano começa com 16,1 mil vagas confirmadas para carreira policial

Publicado em Deixe um comentárioautorização, cadastro reserva, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, PCDF, PMDF, Polícia civil, segurança

Karolini Bandeira*- 2021 está acabando, mas as oportunidades previstas para a área da Segurança Pública em 2022 só crescem! Só para a carreira policial, são 14 concursos para efetivos com previsão de lançamento confirmada para o próximo ano. Já em janeiro, os concurseiros podem se inscrever em quatro concursos com editais já publicados. São 16.132 vagas autorizadas para policiais civis, militares e penais. Os ganhos chegam a R$ 20,4 mil. Olha só:

Previstos

Polícia Militar do DF

O governador Ibaneis Rocha (MDB) confirmou a realização de um novo concurso para a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). A expectativa, segundo o Ibaneis, é de que o certame seja lançado após todas as convocações do último concurso, em 2022. O concurso para a PMDF também está previsto no projeto de Lei Orçamentária Anual para 2022. Conforme o texto, fica reservada à instituição a oferta de 736 vagas.

Polícia Penal do DF

Para a Polícia Penal do DF, estão autorizadas 1.179 vagas para a carreira de policial penal. Do quantitativo, 400 são para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva. O cargo exige formação em nível superior em qualquer área e o concurso deve oferecer salários iniciais de R$ 4.745. A previsão é de edital em 2022.

Polícia Civil do DF

A PCDF também confirmou a realização de um novo certame. Estão previstas 300 vagas para os cargos de Delegado de Polícia e Agente de Custódia. A divisão é de 50 vagas de provimento imediato para cada cargo, além de 100 vagas para formação do cadastro reserva.

Polícia Militar de SP

Um novo concurso da PMSP para soldados foi autorizado em setembro. O governo deu aval para 5.400 chances distribuídas em dois editais de 2.700 vagas para a carreira de soldado de 2ª classe. Conforme já publicado no Diário Oficial, um dos editais será para ingresso na corporação em junho de 2022 e o outro para janeiro de 2023.

Polícia Militar do RN

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN) irá realizar um novo concurso público para o quadro de oficiais e a comissão já foi formada! O certame foi anunciado em fevereiro pela governadora do Estado, Fátima Bezerra (PT), em suas redes sociais. A governadora confirmou que a previsão é que sejam ofertadas 211 vagas, sendo 132 para oficiais combatentes e as outras 79 para o quadro médico da PM.

A governadora também anunciou, em setembro, que a corporação terá um concurso para soldados em 2022. A oferta de vagas ainda não foi divulgada. Para se inscrever no concurso, é preciso possuir o nível superior, em qualquer área. No último concurso, realizado em 2018, a remuneração inicial era de R$ 2.904,00. Contudo,  segundo uma atualização de 2019 na legislação, os valores atuais são de R$ 3.571,82.

Polícia Civil de SP

A PCSP irá abrir novo certame em 2022 e a banca organizadora já foi contratada. O edital irá abrir 2.939 vagas para provimento efetivo na PCSP e na Polícia Técnico-Científica (Politec-SP). As oportunidades serão distribuídas entre as carreiras de delegado (250), escrivão (1600), investigador (900) e médico legista (189). Os ganhos iniciais serão de R$ 3.931,18 a R$ 10.382,48.

Polícia Militar de TO

Em janeiro deste ano, foi autorizado pelo governador de Tocantins, Mauro Carlesse, o início dos trabalhos para realização de um novo concurso público para o provimento de 30 vagas para o curso de formação de oficiais da Polícia Militar do Estado (PMTO).

Polícia Militar de GO

A PM de Goiás também tem concurso autorizado e confirmado para 2022. Segundo o Governo do Estado, serão ofertadas 720 para soldado e 150 para oficiais. As nomeações serão realizadas em maio, conforme informado pelo secretário da Economia do Estado, Francisco Sérvulo Freire Nogueira.

Polícia Civil de GO

Para a Polícia Civil, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas), autorizou o provimento de 470 vagas imediatas. Serão 350 agentes, 100 escrivães e 20 papiloscopistas com nomeação prevista para outubro de 2022.

Polícia Civil da BA

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), já confirmou que a Polícia Civil do Estado (PCBA) terá edital de abertura publicado em janeiro de 2022. O concurso irá abrir 1.000 vagas, sendo 800 para agentes, 100 para delegados e 100 para escrivães. Os profissionais deverão possuir nível médio ou nível superior. Já os ganhos iniciais das carreiras variam de R$ 1.074 a R$ 4.374. A comissão organizadora da seleção foi definida em novembro.

Polícia Civil de RR

A Polícia Civil de Roraima (PCRR), que tinha concurso previsto para 2021, deve lançar o edital somente em 2022. O governador do Estado, Antonio Denarium (PP), informou que o processo está sendo trabalhado para que o edital seja publicado em breve.

Polícia Civil do ES

O próximo concurso da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), que tinha expectativa para 2021, também ficará para 2022, conforme informado pelo deputado estadual Bruno Lamas (PSB). Serão 40 vagas destinadas ao cargo de delegado, que exige nível superior em direito. A comissão organizadora do certame, inclusive, já foi definida.

Polícia Militar do ES

A Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) irá abrir um concurso para contratação de novos profissionais no início de 2022, conforme informou o governador Renato Casagrande (PSB) em 9 de dezembro. De acordo com Casagrande, a corporação já está escolhendo qual será a banca organizadora do certame, que deverá ofertar 1.111 vagas.

Polícia Militar do AP

O concurso público da Polícia Militar do Amapá (PMAP) está previsto para 2022 e terá 600 vagas para soldados combatentes, com edital em fevereiro. O número foi confirmado pelo governador do Estado, Waldez Goés (PDT), no último dia 20 de dezembro. O concurso foi autorizado pelo governo em junho.

Lançados

Polícia Civil do AM

A Polícia Civil do Amazonas (PCAM) oferece 362 vagas distribuídas entre as carreiras de delegado de polícia, investigador, escrivão, perito criminal, médico legista e odontolegista. Para participar, será necessário possuir ensino superior completo nas áreas desejadas. Aos profissionais contratados, são oferecidos ganhos de R$ 11.281,26 a R$ 20.449,05. As inscrições ficarão abertas no site da FGV de 3 de janeiro a 1º de fevereiro. Confira aqui!

Polícia Militar do AM

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) abriu concurso com 1.350 vagas efetivas para a corporação. Do total de vagas, 320 serão para a carreira de oficial PM iniciando no cargo de aluno-oficial, 30 para oficial de saúde iniciando como aluno-oficial e 1000 para praça (iniciando como aluno-soldado). A remuneração inicial pode chegar a R$ 7.180,34. O certame está sob a responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e as inscrições vão até 4 de janeiro.

Polícia Civil do CE

Abertas vagas para a saúde no novo concurso da Polícia Militar do Ceará (PMCE). Estão em jogo 50 vagas no cargo de 2° tenente. As oportunidades são todas de nível superior e os ganhos iniciais dos contratados são de R$ 6.787. As inscrições ficam abertas no portal da Vunesp de 3 de janeiro de 3 de fevereiro.

Polícia Militar de SP

Também saiu o edital de abertura do concurso público com 220 vagas da Polícia Militar de São Paulo (PMSP)! As chances são para a carreira de aluno-oficial, que exige nível médio. Os profissionais terão remuneração inicial no valor de R$ 3.310,13. As inscrições ficam disponíveis de 15 de dezembro a 20 de janeiro no site da banca organizadora, Fundação Vunesp. Os candidatos passarão por sete etapas de avaliação, saiba quais.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes