Mais de 750 aprovados no concurso da Sedes DF vão receber ajuda financeira

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Coronavírus, Curso de formação, DODF, GDF

A Sedes DF também informou sobre a previsão de aplicação das provas do curso de formação

 

A Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes) convocou 757 aprovados no concurso público para receber ajuda financeira referente ao período do Curso de Formação Profissional. O valor da bolsa é de 50% da remuneração prevista no edital normativo para o cargo. O candidato deve se apresentar até esta sexta-feira (10/7).

Foram contemplados candidatos que já concluíram curso de formação aprovados para os cargos de técnico em assistência social – agente social e cuidador social – e especialista em assistência social – educador social.

O candidato deve preencher e enviar o formulário no endereço eletrônico https://forms.gle/Z9LjeCxxNL5BhePeA. Também deve preencher e digitalizar uma declaração informando se possui ou não cargo público e enviar para o e-mail: sedes.selecao.2018@sedes.df.gov.br. A declaração foi enviada no e-mail de convocação. Lembrando que quem fornecer dados falsos será responsabilizado civil e penalmente.

Os demais candidatos aprovados no concurso que ainda estão com curso de formação em andamento devem aguardar novo chamamento para receber ajuda financeira.

 

Prova de Avaliação de Aprendizagem (PAV)

A Sedes informa ainda que há uma previsão de aplicação nos dias 19 e 26 de julho de 2020, domingo, no período vespertino, da Prova de Avaliação de Aprendizagem (PVA) – que é a prova final do Curso de Formação Profissional – para as especialidades Educador Social (nível superior), Agente Social e Cuidador Social (nível médio), tendo em vista que os candidatos concluíram o curso e estão aptos a participarem da exame, de caráter classificatório e eliminatório.

Devido à pandemia da Covid-19, o Curso de Formação Profissional do concurso da Sedes foi executado pelo Instituto Brasil de Educação (IBRAE), na modalidade à distância, com acesso dos candidatos às videoaulas, questões objetivas e material didático-pedagógico disponibilizados na Plataforma de Ensino do IBRAE.

A prova deverá ser realizada presencialmente em ambiente adequado à sua execução para 651 candidatos ao cargo de Agente Social e Cuidador Social (nível médio) e pelos 106 candidatos ao cargo de Educador Social (nível superior).

Com base nas determinações do Decreto nº 40.817, de 22 de maio de 2020, referente ao isolamento e distanciamento social determinado pelo Governo do Distrito Federal, entende-se que a aplicação da prova final pelo IBRAE poderá ocorrer, desde que respeitadas as seguintes medidas:

1) uso de máscara facial de proteção,
2) de álcool gel antisséptico (70º INPM),
3) de luvas descartáveis transparentes,
4) de medidor de temperatura corporal na entrada das salas de prova
5) salas com apenas metade do número de candidatos (em média 25 por sala)
6) sala individual para grávidas
7) escalonamento do horário de entrada dos candidatos no local de prova, que, em fila, deverão manter o distanciamento social de 2 metros.

 

O candidato que entender necessário, ainda poderá usar protetor facial transparente, vestimentas descartáveis (macacão impermeável), óculos de proteção transparente e equipamento de proteção individual – EPI, conforme sugerido pelo IBRAE no Ofício nº 86/2020-IBRAE (42706544).

A realização da Prova de Verificação de Aprendizagem estava prevista para mês passado. Mas foi inviabilizada em razão do art. 2º do Decreto nº 40.817, de 22 de maio de 2020, que dispõe sobre as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública no Distrito Federal, “estão suspensas todas as atividades educacionais presenciais em todas as escolas, universidades e faculdades, das redes de ensino pública e privada, no âmbito do Distrito Federal”.

Os candidatos para outros cargos que ainda não concluíram o Curso de Formação Profissional devem aguardar divulgação de nova data para realização da prova final.

 

 

*Informações da Sedes DF 

Secretaria de Educação do DF abre 1.280 vagas para cursos de formação

Publicado em Deixe um comentárioCurso de formação, Dicas de estudo, Distrito Federal

Muitos dos cursos oferecidos são requisitos para inscrição em concursos públicos

 

Estudantes com idade de 16 anos e comunidade em geral podem se inscrever para cursos de Formação Inicial e Continuada (FIC) na modalidade Educação a Distância (EaD).

São 1.280 vagas para formação em agente comunitário de saúde, agente de combate às endemias, programador de sistemas, recepcionista em serviços de saúde, entre outros. No total, são 13 cursos com carga horária variando entre 160 e 400 horas. Para realizar a pré-inscrição, basta preencher corretamente o formulário.

Neste quadro é possível conferir todos os cursos, local em que são oferecidos e pré-requisitos para ingresso – como escolaridade e idade mínima. Veja também número de vagas e carga horária. É importante conhecer o perfil do curso desejado antes de realizar a pré-inscrição.

Para o cadastro, é preciso ter em mãos todos os documentos pessoais, como RG, CPF, número do NIS e declaração escolar. A pré-inscrição não garante a vaga e passará por seleção prévia, de acordo com os critérios do programa e a legislação vigente.

O início das aulas está previsto para o dia 11 de maio. Os cursos serão totalmente on-line e oferecidos pelo Centro de Ensino Médio Integrado do Gama (Cemi-Gama), pelo Centro de Educação Profissional Escola Técnica de Planaltina (CEP-ETP) e pelo Centro de Educação Profissional Escola Técnica de Brasília (CEP-ETB), em Taguatinga.

A formação faz parte do programa Novos Caminhos/Pronatec, desenvolvido pela Secretaria de Educação do Distrito Federal.

 

Fonte: Agência Brasília