“Não será um concurso fácil”, afirma especialista sobre seleção autorizada do CBMDF

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, CBM, Concursos, Concursos Públicos, Dicas de estudo

Com edital autorizado, interessados no concurso público do Corpo de Bombeiros do DF já devem começar a estudar. Confira as dicas!

O Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, está com concurso público autorizado. O aval é para 356 vagas, que serão divididas para oficiais e praças abrangendo diversos quadros e qualificações. Para o professor de informática do Gran Cursos Online e policial militar, Jefferson Bogo, os estudos já devem começar.

Bogo também ressalta a dificuldade deste certame. “Ele é um concurso que tem matérias atípicas em relação a outros certames, física por exemplo. Então não é um concurso para esperar uma prova muito tranquila, exigindo um maior preparo do candidato”.

Dicas de estudo do especialista:

O professor destaca a necessidade de embasar os estudos em editais anteriores, sobretudo neste momento em que não há edital lançado. Dentre as matérias mais recorrentes estão língua portuguesa, matemática, química, física e noções de informática, podendo variar de acordo com o cargo. Além dessas ele destaca:

  • “Defina qual cargo que tem a pretensão (lendo o edital, dá para ter uma noção do que é esperado naquele cargo,  entre outras);
  •  Sugiro como parâmetro olhar as provas anteriores;
  • Resolver questões antes mesmo da definição da banca;
  • Fazer uma avaliação médica e começar o quanto antes a preparação física, porque há um índice de reprovação muito alto nesta parte do processo seletivo;
  • Montar um planejamento de estudo a longo prazo; 
  • Ter metas metas, meia hora por dia, por exemplo;
  • Resolver exercícios em todas as matérias”.

O último concurso ofertado pelo CBM DF foi há 6 anos. Foram ofertadas 779 vagas (448 para soldados; 115 oficiais combatentes; 112 para soldados condutores e operadores de viaturas; 55 soldados de manutenção de equipamentos e veículos; 20 oficiais complementares; 24 oficiais médicos; cinco soldados para manutenção de equipamentos e aeronaves e quatro oficiais cirurgiões-dentistas).

 

FGV é a banca escolhida para o concurso do CBME-RJ

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, CBM, Concursos Públicos, Sem categoria

Concurseiros agora estão na expectativa para o lançamento do edital. A decisão foi divulgada no Diário Oficial do Rio nesta quinta (28/4)

Por Raphaela Peixoto* — A Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a banca reguladora do certame do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBME RJ). A decisão foi divulgada no Diário Oficial do estado nesta quinta-feira (28/4) em um extrato de instrumento contratual, cuja a duração é de 12 meses a partir da data de publicação.

O certame tem intuito de disponibilizar 40 vagas para o cargo de oficiais combatentes do CBME-RJ. Ainda não saiu o edital, porém as expectativas são de o concurso ser composto por seis fases, sendo só uma delas de responsabilidade da FGV o restante ficará por conta da CBME-RJ. São elas:

  • prova objetiva (FGV que organizará)
  • exame físico (corrida de meio fundo – 2.400 m em 12 minutos; natação – 100 m em dois minutos e meio; flexão e extensão de MMSS – barra fixa; abdominal – 35 repetições em um minuto);
  • exame de saúde; e
  • pesquisas documental e social.

É válido ressaltar que no dia 16 de março, já tinha sido publicado no Diário Oficial do Estado uma dispensa de licitação em que confirma a escolhida. De acordo com a matéria publicada pelo Papo de Concurseiro o órgão, na época, afirmou que “a escolha pela FGV ocorreu devido à alta procura pela seleção no último ano.  O número de inscritos, que ficava entre 1.900 e 3.900, saltou para 20.234 em 2021. Desta forma, o CBME-RJ espera receber, pelo menos, 18 mil candidatos para o CFO 2022”.

Na última seleção para a carreira de Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro, que foi realizada em 2020, quem regulamentou foi a Uerj. Foram disponibilizadas 25 vagas e não houve divisão por sexo. De maneira análoga este certame irá exigir apenas o nível médio completo e não haverá idade máxima, como consta no processo interno do CBME-RJ.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Concurso Bombeiros RN: comissão organizadora é alterada

Publicado em Deixe um comentárioCBM

A nova comissão vai substituir a equipe formada no início de janeiro

Jéssica Andrade – Uma nova comissão organizadora foi formada para o concurso do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte (concurso Bombeiros RN). A notícia foi divulgada pouco mais de um mês após a formação da banca anunciada em janeiro, que será substituída. A mudança ocorre porque, segundo a lei, os membros devem ser militares estaduais. A informação foi publicada no Diário Oficial do estado, na edição desta terça-feira (15/02).

Desta forma, o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Norte formou uma nova comissão, constituída pelos seguintes membros:

  • Coronel Franklin Araújo de Souza – Presidente; 
  • Tenente Marcos Antônio da Silva Miranda – Membro;
  • Major Hiparco Nicholas Xavier de Aquino – Membro;
  • Major Eduardo Oliveira dos Santos – Membro;
  • Major Renato Paulo da Silva – Membro

Agora, caberá à equipe elaborar os estudos e cuidar das etapas de seleção.

O próximo concurso contará com vagas para oficiais da saúde e praças. No primeiro caso, os interessados deverão apresentar o nível superior na área de interesse.

Já o soldado precisará ter o nível médio completo, até 30 anos de idade, altura mínima de 1,65 (homens) ou 1,60 (mulheres) e carteira de habilitação, no mínimo, na categoria B.

Conforme reajuste em 2019, a remuneração inicial do cargo de soldado é de R$3.571,82, podendo chegar a R$8.929,56 (posto de subtenente).

 

Último concurso CBM RN ofereceu 70 vagas

Publicado em 2017, o edital do Corpo de Bombeiros RN trouxe 70 vagas para o cargo de soldado. Na época, as oportunidades foram distribuídas entre homens e mulheres. 

A seleção exigiu dos candidatos o nível médio, idade entre 19 e 30 anos (completos até 31 de dezembro de 2017), altura mínima de 1,65 (homens) ou 1,60 (mulheres) e CNH tipo B.

Com a organização do Idecan, os candidatos foram avaliados em diversas etapas, sendo elas:

  • prova objetiva;
  • avaliação médica e odontológica;
  • exame físico;
  • análise psicológica;
  • investigação social; e
  • curso de formação de praças.

As primeiras etapas ocorreram nas cidades de Natal, Mossoró e Caicó. Na prova objetiva foram cobradas 100 questões, sendo elas de: Língua Portuguesa (20), Matemática (20), Biologia (20), Conhecimentos Regionais e Atualidades (20) e Normas do CBM RN (

 

Concurso com 4 mil vagas para a Brigada Militar do RS tem banca contratada

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Carreira policial, CBM, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- O concurso público da Brigada Militar do Rio Grande do Sul, com a previsão de 4.000 vagas para soldados, teve banca organizadora contratada e tem edital próximo. A Fundação Universidade Empresa de Tecnologia e Ciências (Fundatec) foi confirmada em documento de contratação publicado nesta terça-feira (16/11).

A expectativa é que o edital seja aberto entre o final de 2021 e o início de 2022. O cargo exige nível médio, idade máxima de 25 anos e altura mínima de 1.65 para homens e 1.60 para mulheres. Os ganhos iniciais do cargo são de R$ 3.760,54.

A previsão é de que o certame possua quatro fases avaliativas. Exame intelectual, exame de saúde, exame de capacitação física e exame psicológico.

O último edital para a Brigada Militar do RS  foi publicado em 2017 e ofereceu 4.550 vagas. Do total, 450 foram direcionadas ao Corpo de Bombeiros e 4.100 foram para a Polícia Ostensiva. O certame contabilizou 42.520 inscrições. Na prova objetiva, os candidatos responderam questões sobre Língua Portuguesa, Legislação Específica, Informática, Matemática, Direitos Humanos e Cidadania e Conhecimentos Gerais.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Governo do Espírito Santo libera crédito suplementar para concurso

Publicado em Deixe um comentárioCBM, Concursos, Concursos Públicos

Com comissão formada, concurso fica cada mais próximo 

O concurso da Polícia Militar do Espírito deu mais um passo para a publicação do edital. Na manhã desta segunda-feira (8/11), o governo do estado tornou pública a liberação de crédito suplementar para realizar o certame. Vale lembrar que o órgão já conta com uma comissão formada para trabalhar com assuntos do concurso.

Em agosto, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou 671 vagas para a PMES.  As chance são para praças combatentes (560), oficiais médicos (20), oficiais dentistas (20), oficiais farmacêuticos/bioquímicos (5),  oficiais médicos veterinários (2), oficiais enfermeiros (10), praças especialistas de saúde (30), oficiais músicos (2) e praças músicos (22).

Outros concursos no Espírito Santo

O estado tem outros dois concursos já com planejamento avançado. A Sefaz e o CBM estão com banca definida.  A Fundação Getúlio Vargas (FGV) vai organizar o concurso da Sefaz. com previsão de 14 vagas para o cargo de consultor do tesouro nacional; a banca Idecan será a responsável pelo concurso do CBM, com previsão de 80 vagas para soldados.

Leia também: PMES vai abrir concurso público com 671 vagas; comissão já está formada

Após constatar extensa fraude, governo de Alagoas cancela fases de três concursos no estado

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, CBM, Concursos, Concursos Públicos, Operação, Polícia civil

A decisão do governo foi tomada após o resultado da primeira fase da Operação Loki, deflagrada pela Polícia Civil

A Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas (Seplag) informou, por meio de nota, que decidiu cancelar as fases já realizadas de três concursos da área de segurança pública. A decisão ocorreu após o resultado da primeira fase da Operação Loki, deflagrada pela Polícia Civil. De acordo com a nota, a investigação constatou a atuação de um esquema nacional criminoso, que estaria agindo contra a lisura não só das provas da PMAL, mas também nos certames da Polícia Civil e do Corpo de Bombeiros Militar.

Conforme divulgado pela Seplag,  os resultados preliminares da investigação em andamento deixam clara a impossibilidade da plena identificação de todos os que se beneficiaram com o crime, impedindo  a exclusão apenas dos envolvidos no esquema. A secretaria também informou que a decisão já foi informada à Justiça. 

Os três certames foram organizados pelo Cebraspe. Em nota, o Cebraspe informou que a decisão adotada pela Seplag está oficializada na página dos certames da PM/AL, da PC/AL e  do CBM/AL.

Confira a nota do Cebraspe a seguir: 

“O Cebraspe informa que a decisão adotada pela Seplag/AL está oficializada nas páginas oficiais dos certames da PM/AL, PC/AL e CBM/AL.

Conforme informações das Polícias envolvidas na investigação e fornecidas por meio de coletiva de imprensa no dia 21/10/2021, a tentativa de fraude se deu por meio de grupo que utilizava pontos eletrônicos e não guarda qualquer relação com o Cebraspe, sendo esta Instituição e os candidatos dos certames vítimas de criminosos que trabalham para macular a integridade de concursos públicos.

Por fim, o Centro destaca que trabalha continuamente para aperfeiçoar seus processos de segurança em todas as fases dos certames.”

 

Confira a nota completa da Seplag a seguir:

“A Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas (Seplag) decidiu cancelar as fases já realizadas de três concursos da Segurança Pública, após o resultado da primeira fase da Operação Loki, deflagrada pela Polícia Civil. A investigação constatou a atuação de um esquema nacional criminoso, que estaria agindo contra a lisura não só das provas da PMAL, mas também de outros dois certames: o da Polícia Civil e o do Corpo de Bombeiros Militar do Estado.

Dada a extensão da fraude, os resultados preliminares da investigação em andamento deixam clara a impossibilidade da plena identificação de todos os que se beneficiaram com o crime, de forma que impede a exclusão apenas dos envolvidos no esquema, conforme preveem os itens 15.27 e 15.28 do edital:

15.27 Se, a qualquer tempo, for constatado, por meio eletrônico, estatístico, visual, grafológico ou por investigação policial, que o candidato se utilizou de processo ilícito, suas provas serão anuladas e ele será automaticamente eliminado do concurso público.

15.28 O descumprimento de quaisquer das instruções supracitadas constituirá tentativa de fraude e implicará a eliminação do candidato do concurso.

A decisão, já informada à Justiça, busca assegurar que apenas os candidatos que, de fato, possuam as qualificações necessárias ao ingresso no serviço público sejam os verdadeiros aprovados. A Seplag lamenta a medida, que se faz necessária para que seja mantida a integridade e a transparência de um processo seletivo tão significativo para a população alagoana, e repudia a ação dos envolvidos no crime.

A Secretaria entende que a decisão tomada é a única que está alinhada aos princípios que regem a realização de um concurso público e, mais ainda, que pode honrar cada momento de estudo dedicado pelos candidatos ao ingresso no quadro de servidores públicos de Alagoas.”

 

Leia também: Secretário da Fazenda de Alagoas comenta escândalo de fraude no concurso da PM

Cinco bancas disputam a realização do concurso do Corpo de Bombeiros do Pará

Publicado em Deixe um comentárioCBM, Concursos, Concursos Públicos

O Corpo de Bombeiros Militar do Pará segue os preparativos para realização de concurso público. Na edição do Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (29/10), foi tornado público o resultado da primeira fase da concorrência entre as bancas. Nessa etapa, cinco bancas foram habilitadas para continuar no processo.

As cinco organizadoras que segue disputando a realização do certame são:

– Instituto AOCP

– Consultoria e Planejamento em Administração Pública – CONSULPLAN

– Centro de Extensão, Treinamento e Aperfeiçoamento LTDA – CETAP

– Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES

– Objetiva Concursos Ltda

Os interessados podem interpor recurso da decisão da Comissão Especial de Licitação no prazo de até 5 dias úteis. A íntegra do resultado da fase de habilitação estará disponível aos interessados neste endereço eletrônico, por meio do campo deste link.

A banca vencedora irá organizar o concurso para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva de praças do quadro permanente do Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA).

Leia também: Concurso para Corpo de Bombeiros do Pará terá mais de 400 vagas

 

Mais de 19 mil farão o concurso dos Bombeiros em Alagoas neste domingo (8)

Publicado em Deixe um comentárioCBM, Concursos, Concursos Públicos

O Corpo de Bombeiros de Alagoas registrou 19.057 inscrições para o processo seletivo que será realizado no próximo domingo (8/8). No total, 170 vagas serão disputadas, dessas, 150 são para soldado combatente e 20 para aspirante a oficial.

Ainda segundo informações da Seplag e do Cebraspe, banca examinadora do concurso, 4.200 candidatos optaram por concorrer ao cargo de aspirante a oficial, que terá uma concorrência de 210 candidatos por vaga. Já para o cargo de soldado combatente foram registradas 14.857 inscrições e, nesse caso, serão 99,05 concorrentes disputando uma das vagas ofertadas.

Para o secretário do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques Santos, a expectativa para dar início à aplicação das provas dos processos seletivos do maior Ciclo de Concursos Públicos da história de Alagoas é alta e, tanto a secretaria quanto a banca estão preparadas para oferecer um processo transparente e seguro quanto aos protocolos contra o coronavírus.

“Esse tem sido um processo desafiador e importante, baseado, sobretudo, na transparência, na lisura e na segurança dos candidatos. O Governo de Alagoas, mais uma vez, se sobressai ao promover um certame desse nível e que tem papel significativo para o desenvolvimento de toda a região. O quantitativo de inscritos ultrapassou o esperado pela equipe e reforça também a confiança que as pessoas têm no estado, que hoje, contrariando o histórico de anos passados, realiza concursos e convoca todos os aprovados de forma praticamente imediata”, pontua o secretário titular da Seplag.

O concurso

De acordo com o edital, os salários, após o Curso de Formação de Praças, variam entre R$ 4.250,06, para soldado, e R$ 8.099,94 para oficial. As provas objetivas e discursivas serão realizadas, em turnos diferentes, neste domingo (8), na capital alagoana e no município de Arapiraca.

Para o cargo de aspirante a oficial, a aplicação será pelo turno da manhã e terá duração de 4h e 30 minutos. Para soldado, no turno da tarde, com duração de 3h e 30 minutos. Essa medida foi adotada pelo Governo para garantir mais oportunidades a quem vai concorrer nos dois cargos.

O certame para o CBMAL faz parte do Ciclo de Concursos de Alagoas, somente neste ano, já foram lançados editais para 8 áreas e, desses, três certames seguem com inscrições abertas: o da Procuradoria Geral do Estado, o da Educação e o da Sefaz.

Mais de mil servidores serão contratados ainda este ano para as forças de segurança do DF

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Carreira policial, CBM, Distrito Federal, DOU, GDF, Governo federal, Lei Orçamentária, PCDF, PMDF, Poder Executivo, Polícia civil

Serão admitidos mais 1.428 servidores em 2021, segundo a Lei Orçamentária

O Diário Oficial da União (DOU), desta terça-feira (29/6), trouxe alguns ajustes na Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2021. O documento, que estima as despesas e receitas da União para o próximo ano, autorizou a contratação de novos efetivos para atuar nas forças de segurança do Distrito Federal.

O Orçamento da União prevê a contratação de mais 1.428 novos servidores, sendo 750 para a Polícia Militar (PMDF); 378 para o Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) e 300 para a Polícia Civil (PCDF).

Com a sanção da lei, a estimativa é a de que a despesa anualizada seja de R$ 38 milhões para o CMBDF, R$ 45 milhões para a PMDF e a R$ 24 milhões para a PCDF, o que totalizaria R$ 107 milhões de impacto anual nas contas públicas.

Em abril, o governo federal vetou o provimento de cargos na carreira militar e justificou dizendo que seria por “motivos fiscais”. Segundo a Secretaria-Geral da Presidência, as admissões não estavam autorizadas pela Lei de Diretrizes Orçamentárias e também não possuíam espaço na receita.

Leia também

Orçamento prevê R$ 350 mil para concurso do Tribunal de Contas de TO em 2021

São Paulo: PLOA 2021 prevê novo concurso para a Procuradoria Geral

Lei Orçamentária tem 16.337 vagas a mais do que o previsto pelo Congresso

Governo de Minas anuncia retorno do concurso do Corpo de Bombeiros Militar

Publicado em Deixe um comentárioCBM, Concursos, Concursos Públicos

Estado de Minas – O governador Romeu Zema anunciou na tarde desta segunda-feira (28/6) a autorização do concurso para ingresso nas fileiras do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG).

Os candidatos precisam ter o ensino médio completo como escolaridade mínima, entre 18 e 30 anos e possuir altura igual ou superior a 1,60m.

Serão ofertadas 145 vagas para o Curso de Formação de Soldados (CFSd) e 21 vagas para o Curso de Formação de Oficiais (CFO).

A remuneração inicial vai de R$ 4 mil para CFSd a mais de R$ 9 mil para CFO, após a graduação.

O edital está previsto para ser publicado em agosto deste ano, e as provas devem ocorrer ainda em 2021.