Deputado cobra realização de novo concurso para a Polícia Civil de Goiás

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Goiás

Deputado Humberto Teófilo exige edital. A cobrança foi feita em reunião com o Delegado Geral Dr. Alexandre Pinto Lourenço. O anúncio foi publicado nas redes sociais.

Proposta do deputado e delegado Humberto Teófilo (PP DF), apresentada em reunião com o Delegado Geral Dr. Alexandre Pinto Lourenço, na segunda-feira (18/4), reivindica o lançamento do edital para a Polícia Civil de Goiás

Teófilo usou de suas redes sociais para anunciar o pedido. De acordo com o deputado, a solicitação para a realização do certame tem urgência e é embasada na “ luta em favor de uma Segurança Pública cada vez mais forte”. 

Em dezembro do ano passado, o governador do estado, Ronaldo Caiado (Democratas), autorizou o provimento de 470 vagas imediatas (350 agentes, 100 escrivães e 20 papiloscopistas). Na época foi afirmado que a previsão para a nomeação dos aprovados é para outubro de 2022.

Recentemente a PM GO teve dois editais lançados no qual é ofertado quase 1600 vagas.  As inscrições para a carreira de soldados ainda estão abertas e se encerram no dia 30 de maio. Já as inscrições para oficiais e cadetes serão abertas no dia 4 de maio e ficarão disponíveis até o dia 6 de junho, em ambos os casos as mesmas são feitas por meio do  site da banca

Em relação ao último concurso da Polícia Civil de Goiás, foi em 2018, na época a banca organizadora foi o Núcleo de Seleção da Universidade Estadual de Goiás (UEG). O processo seletivo foi realizado em duas etapas: prova objetiva, prova discursiva.

Concursos PF e PRF: Ministro da Justiça encaminha proposta para mais aprovados

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Governo federal, Ministério da Justiça, Nomeação, Polícia Federal, PRF, segurança

Karolini Bandeira*- Nas redes sociais, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Anderson Torres, informou que encaminhou à Presidência uma proposta que afasta os limites impostos pelo decreto n. 9.739, e, portanto, pode favorecer os excedentes nos concursos da Polícia Federal e Polícia Rodoviária Federal (PF e PRF) e nomear mais aprovados.

“Atenção, #AprovadosPRF2021 e #AprovadosPF2021, encaminhei hoje à Presidência, a proposta de decreto q afasta excepcionalmente os limites do decreto 9739/19, fortalecendo ainda mais as @policiafederal e @PRFBrasil. Aos policiais penais, estou atento à situação de vcs também!”

O decreto n. 9.739, também conhecido como cláusula de barreira, causa indignação entre aprovados da PF e PRF desde 2021. A medida impede o chamamento de novos excedentes e, de acordo com a comissão de aprovados da PF, durante o concurso, causou a eliminação 875 candidatos aptos em outras etapas do certame.

O decreto limita a quantidade máxima de candidatos aprovados ao dobro da quantidade de vagas. Se a proposta de Torres for aprovada pelo presidente Jair Bolsonaro, o limite deve ser invalidado e mais convocações poderão ser permitidas.

Os concursos

O concurso da Polícia Federal teve edital lançado no dia 15 de janeiro de 2021. Após ser suspenso em razão da pandemia, as provas foram realizadas no dia 23 de maio. A seleção ofereceu, ao todo, 123 vagas para delegado, 893 para agente, 400 para escrivão e 84 papiloscopista. A remuneração é de R$ 23.692,74 para o cargo de delegado e  R$ 12.522,50 para os cargos de agente, escrivão e papiloscopista.

Já o concurso da PRF abriu 1.500 vagas para o cargo de policial, de nível superior. O salário inicial de profissionais da PRF é de R$ 9.899,88, para jornada de trabalho de 40 horas por semana. Foi registrado um total de 303 mil inscritos — desta forma, a seleção contou com uma concorrência de 202 candidatos por vaga. O certame foi composto por prova objetiva, prova dissertativa, Teste de Aptidão Física (TAF) e exames complementares.

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concurso PMAC: projeto pretende aumentar idade para ingresso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

A medida vale para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do estado do Acre

Jéssica Andrade – Nesta quarta-feira (2/2) o governador do Acre, Gladson Cameli, encaminhou para a Assembleia Legislativa do estado (Aleac) um projeto de lei para aumento da idade máxima para ingresso na Polícia Militar de 30 para 32 anos.

O texto ainda retira a exigência do bacharelado em direito para os candidatos a oficiais militares. A proposta é que o requisito passe para formação superior em qualquer área.

O deputado estadual Pedro Longo, líder no governo na Assembleia, pediu apoio dos demais parlamentares para aprovação do projeto no curto prazo.

Pedro Longo também anunciou a convocação de mais de 180 aprovados nos cadastros de reserva dos concursos para PM e Polícia Civil.

A medida também é válida para o Corpo de Bombeiros do estado, que teve edital publicado em janeiro de 2022. Mas ainda não se sabe se, com a aprovação do PL, os requisitos do concurso serão modificados e pessoas com 32 anos poderão se inscrever.

A informação foi passada após um parecer jurídico da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) em resposta a um pedido do Executivo sobre as vacâncias.

“Um quantitativo que vai atender o conjunto daquele cadastro de reserva. A PGE entende que é possível a convocação desde as vacâncias de 2014. Uma luta travada por todos nós e pelo governo que resultou nessa conquista importante para esses jovens que terão seus sonhos realizados”, disse o parlamentar.

Último concurso PMAC foi realizado há 4 anos

O último concurso PMAC teve seu edital publicado em março de 2018 e ofertou 1.250 vagas para soldados. As oportunidades foram distribuídas em diversas áreas, e puderam participar candidatos com ensino médio ou médio/técnico completo.
Para os cargos de nível médio foram 240 vagas. Dessas, 230 foram para soldado combatente, sendo 184 destinadas a homens e 46 a mulheres. As outras dez foram para músico.
Já para os cargos de nível médio/técnico a oferta foi de dez vagas de soldado de saúde. Foram cinco oportunidades para técnicos de enfermagem e cinco para auxiliar de saúde bucal. Na época, a remuneração inicial era de R$3.319,12, além de outos benefícios, tais como:
– adicional para soldado de R$ 537,60;
– complemento de salário-mínimo de R$ 399,40;
– risco de vida de R$ 914,95;
– atividade integral de R$ 707,91;
– gratificação operacional de R$ 187,83;
– e alimentação de R$ 571,43.

A jornada de trabalho para os servidores é de dedicação exclusiva.

Concurso PCBA terá edital ‘nos próximos dias’, diz Rui Costa

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O certame já está autorizado e tem comissão formada. Ao todo, são oferecidas 1000 vagas, com remuneração inicial de até R$ 4.374

Jéssica Andrade – Durante a cerimônia de abertura do ano Legislativo, o governador da Bahia, Rui Costa,  afirmou que o edital do concurso da Polícia Civil do estado deve ser divulgado ‘nos próximos dias’. 

O chefe do executivo baiano esteve presente na cerimônia, na última terça-feira (1º/2) e falou sobre novas contratações: “Só no meu governo, foram admitidos mais de 10.177 policiais via concurso, nas três carreiras. Mais 3 mil policiais militares ingressarão este ano. Realizaremos, ainda, mais um concurso com vagas para a Polícia Civil”, disse Rui.

Esta não é a primeira vez que o governador divulga um prazo para o certame. No entanto, para que o edital saia nos próximos dias, a Polícia Civil da Bahia ainda precisa anunciar a banca organizadora.

PCBA vai oferecer 1000 vagas

O concurso da Polícia Civil baiana foi autorizado no segundo semestre de 2021. A oferta anunciada foi de 1.000 vagas em cargos de nível superior, com remuneração inicial de até R$4.374:

  • 800 para agentes;
  • 100 vagas de delegado; e
  • 100 vagas para escrivão; 

Rui informou que já concedeu aval para a Secretaria da Administração do Governo do Estado da Bahia (Saeb) dar início aos preparativos. “Autorizei ontem a Saeb, junto com a Secretaria de Segurança Pública, para iniciar os preparativos de fazer o concurso neste segundo semestre de cerca de mil vagas para a Polícia Civil”, disse Rui Costa.

Último concurso

O último concurso da PCBA foi realizado em 2018 e também ofertou 1.000 vagas, sendo 880 para o cargo de investigador, 82 para delegado e 38 para escrivão. As remunerações iniciais na ocasião foram de R$ 1.074 a R$ 4.374, a depender da ocupação. Os inscritos passaram por provas objetivas e discursivas, exames biomédicos, teste de aptidão física, exame psicotécnico, provas de títulos e investigação social e de conduta pessoal. A seleção foi organizada pela banca Vunesp, confira!

Concurso PMDF de soldado é autorizado com 2.100 vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

As vagas são para Praças Policiais Militares Combatentes. Agora, a corporação deve formar a banca organizadora para elaborar o cronograma e, por fim, publicar o edital

Jéssica Andrade – Atenção, concurseiros que pleiteiam a carreira policial! A Secretaria de Economia do Distrito Federal autorizou um novo concurso público para o provimento de 1200 vagas de soldado da Polícia Militar do Distrito Federal (PM DF).

A portaria que autoriza a seleção foi publicada no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira (3/2). Com isso, o edital pode estar iminente.

O documento, assinado pelo secretário da Economia, José Itamar Feitosa, confirma a seleção de 2.100 vagas de Praças Policiais Militares Combatentes – QPPMC, com a previsão de ingresso a partir do mês de setembro de 2023.

Agora, a corporação deve formar uma comissão interna para dar início à escolha da banca organizadora. Com a banca contratada, ela deve, junto à corporação, elaborar o cronograma das etapas e, por fim, o edital deve ser publicado.

A portaria ainda delega à PMDF as competências necessárias para que o concurso seja viabilizado e, dessa forma, não dependerá mais de trâmites da pasta ou de outros setores.

Dessa forma, a corporação tem autonomia para agilizar os preparativos da seleção. Sem a necessidade de autorização de secretarias, a PMDF pode publicar o edital em tempo ágil. O que é interessante para o órgão, já que há muito tempo há vacâncias no quadro de soldados da corporação.

Requisitos

Para se tornar um Policial Militar do Distrito Federal é necessário nível superior, idade entre 18 e 30 anos e carteira de habilitação na categoria B. Além disso, no último edital foi exigida altura mínima de 1,65m (homens) e 1,60m (mulheres).

Oficiais da Saúde

Recentemente a PMDF também recebeu autorização para o concurso de oficiais da área da saúde. Segundo o documento, estão autorizadas 46 vagas para oficiais do quadro de saúde. Além disso, já foi delegada à PMDF a competência necessária para a realização do concurso.
A corporação não confirmou um prazo para a publicação do edital. Mas especialistas estimam que o documento seja publicado no segundo semestre de 2022. Assim como para o cargo de soldado, a portaria que autoriza o concurso na área da saúde prevê o provimento dos cargos a partir de janeiro de 2023.

O certame já era bastante aguardado pelos concurseiros, pois o último concurso da Polícia Militar do Distrito Federal na área da saúde ocorreu há 10 anos, em 2012. Para saber mais sobre quais expectativas rondam este novo certame, o Papo de Concurseiro conversou com a  coordenadora da área de concursos de Saúde do Gran Cursos Online, Fernanda Barboza, que deu dicas de como se preparar para a seleção. Confira aqui!

Último concurso PMDF

A Polícia Militar do Distrito Federal abriu um concurso para soldados em 2018, com 2 mil vagas. Mais de 50 mil pessoas se inscreveram na seleção.
Também foram contempladas oportunidades para músicos, com 18 vagas para especialista em corneta e seis para clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone tenor/baixo.
A remuneração inicial foi de R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos, incluindo o auxílio-alimentação de R$ 850.
Os candidatos passaram por sete etapas: prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação.

Polícia Penal do Ceará não deve ter concurso em 2022

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- A Segurança do Ceará não deve ter concurso público para policiais penais por agora. Em entrevista à Rádio CBN, o secretário de Administração Penitenciária, Mauro Albuquerque, informou que estudos estão em andamento e o certame deverá ser solicitado apenas em 2023.

“Nós estamos fazendo alguns estudos e estamos pretendendo solicitar para o governador por volta do ano de 2023”, esclareceu Albuquerque.

No último concurso, realizado em 2017, a Polícia Penal do Ceará ofertou 1.000 vagas, sendo 850 vagas para homens e 150 para mulheres. As oportunidades eram todas de nível médio e, na época, a remuneração inicial era de R$ 3.747,29.

O último concurso teve seis fases avaliativas: provas objetivas, inspeção de saúde, avaliação de capacidade física, avaliação psicológica, investigação social e funcional e, por último, curso de formação profissional. O certame foi organizado pelo Instituto AOCP.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

LOA 2022 prevê mais de 1.500 vagas para provimento na PMDF, PCDF e CBMDF

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Distrito Federal, GDF, Governo federal, PCDF, PMDF, Polícia civil, segurança

Karolini Bandeira*- O texto da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2022 prevê mais de 1.500 vagas para a Polícia Militar e Civil do Distrito Federal (PMDF e PCDF) e para o Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF). O orçamento foi sancionado pelo presidente Jair Bolsonaro na segunda-feira (24/1).  Segundo o documento, para a PMDF serão 736 vagas, para a PCDF são 500 vagas e para os Bombeiros, 355. Todas as vagas mencionadas são para provimento.

Os cargos em provimento são aqueles que já tiveram concursos realizados, esperando a nomeação, ou que já estão com seus editais autorizados para realização de provas.

Apesar disso, há expectativas para novos concursos nas áreas. Recentemente, a Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal autorizou a realização de um novo concurso público para a Polícia Militar. A nova seleção vai oferecer 46 vagas para cargos de oficiais do quadro da Saúde da corporação.  De acordo com a portaria, os aprovados no certame tem  previsão de ingresso a partir do mês de janeiro de 2023. O provimento dos cargos fica condicionado à disponibilidade orçamentária e financeira no exercício em que se der o ingresso.

A PCDF também confirmou, em 2021, a realização de um novo certame. Segundo o secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, serão 300 vagas para os cargos de Delegado de Polícia e Agente de Custódia. A divisão é de 50 vagas de provimento imediato para cada cargo, além de 100 vagas para formação do cadastro reserva.

Orçamento 2022

O presidente Jair Bolsonaro sancionou nesta segunda-feira (24/1), com vetos, o Orçamento de 2022. No texto estão previstas 43.192 vagas para concursos públicos. Desse total, 4.263 são para criação e 38.929 para provimento. Apesar do expressivo número, vale lembrar que é somente uma previsão para criação ou provimento de vagas este ano, e não uma autorização.

Do total de vagas criação, são 2.117 para o Poder Judiciário e 1.129 para o Poder Executivo. As demais 1.011 vagas estão vinculadas à área de apoio da Defensoria Pública da União (DPU). Já para provimentos, a maioria das vagas previstas está destinada ao Poder Executivo, com 37.090 chances.

Confira a distribuição:

Poder Executivo: 38.219 vagas (37.090 para provimento e 1.129 para criação)

Poder Judiciário: 3.607 vagas (1.490 para provimento e 2.117 para criação)

Poder Legislativo: 63 vagas (todas para provimento)

Defensoria Pública da União: 1.106 vagas (95 para provimento e 1.011 para criação)

Ministério Público da União: 197 vagas (191 para provimento e 6 para criação)

No Poder Legislativo, são 63 vagas para provimento. Dentre elas, 28 são para a Câmara dos Deputados, 19 para o Senado Federal e 16 para o Tribunal de Contas da União.

No Poder Judiciário, das 2.117 vagas de criação, 775 são para a Justiça Federal, 740 para a Justiça Militar da União, 530 para a Justiça Eleitoral, 52 para a Justiça do Trabalho e 20 para o Conselho Nacional de Justiça.

Já no Poder Executivo, as 1.129 chances de criação estão descritas em cargos comissionados de militares. E as mais de 37 mil vagas em provimento estão distribuídas entre 11.126 cargos e funções vagos, 19.272 do banco de professor-equivalente e cargos de técnico-administrativos em educação, 452 cargos comissionados de militares, 4.649 militares e 1.591 do fundo constitucional do Distrito Federal.

A distribuição detalhadas adas vagas está presente no Anexo V da Lei Orçamentária Anual (LOA).

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Governador de Alagoas autoriza concurso para delegados

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Polícia civil, segurança

Karolini Bandeira*- O concurso para delegados da Polícia Civil de Alagoas (PCAL) está finalmente autorizado pelo governador, Renan Filho! O aval foi publicado no Diário Oficial do Estado na última sexta-feira (21/1). Em janeiro, o secretário do Planejamento, Gestão e Patrimônio, Fabrício Marques,  anunciou que o edital de abertura sairia ainda este mês.

São previstas 40 vagas para a função de delegado. Para a carreira, é necessário nível superior em direito. A remuneração de delegados da PCAL é de R$ 20.944,97. Segundo o Conselho Superior da PCAL, o concurso contará com as fases de provas objetivas e discursivas, Teste de Aptidão Física (TAF), exames laboratoriais e médicos, avaliações psicológica e de títulos, investigação social e curso de formação policial.

Em entrevista, Marques afirmou que a intenção do Governo de Alagoas é convocar todos os candidatos aprovados no Ciclo de Concursos ainda dentro deste mandato. Com os certames, o Estado deve receber mais de 6 mil novos servidores até o início de 2022.

“Nossa missão é chamá-los imediatamente. Esperamos finalizar toda a seleção até o final do ano para que possamos convocar todos os candidatos até o início do ano que vem. Estamos correndo contra o tempo para selecionar os melhores quadros, que vão nos ajudar a estruturar as políticas públicas para essa década. Com trabalho sério, proximidade e dedicação, é possível mudar a realidade e melhorar as condições de vida do povo alagoano”, pontuou o titular da Seplag.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concursos 2022: novo ano começa com 16,1 mil vagas confirmadas para carreira policial

Publicado em Deixe um comentárioautorização, cadastro reserva, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, PCDF, PMDF, Polícia civil, segurança

Karolini Bandeira*- 2021 está acabando, mas as oportunidades previstas para a área da Segurança Pública em 2022 só crescem! Só para a carreira policial, são 14 concursos para efetivos com previsão de lançamento confirmada para o próximo ano. Já em janeiro, os concurseiros podem se inscrever em quatro concursos com editais já publicados. São 16.132 vagas autorizadas para policiais civis, militares e penais. Os ganhos chegam a R$ 20,4 mil. Olha só:

Previstos

Polícia Militar do DF

O governador Ibaneis Rocha (MDB) confirmou a realização de um novo concurso para a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). A expectativa, segundo o Ibaneis, é de que o certame seja lançado após todas as convocações do último concurso, em 2022. O concurso para a PMDF também está previsto no projeto de Lei Orçamentária Anual para 2022. Conforme o texto, fica reservada à instituição a oferta de 736 vagas.

Polícia Penal do DF

Para a Polícia Penal do DF, estão autorizadas 1.179 vagas para a carreira de policial penal. Do quantitativo, 400 são para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva. O cargo exige formação em nível superior em qualquer área e o concurso deve oferecer salários iniciais de R$ 4.745. A previsão é de edital em 2022.

Polícia Civil do DF

A PCDF também confirmou a realização de um novo certame. Estão previstas 300 vagas para os cargos de Delegado de Polícia e Agente de Custódia. A divisão é de 50 vagas de provimento imediato para cada cargo, além de 100 vagas para formação do cadastro reserva.

Polícia Militar de SP

Um novo concurso da PMSP para soldados foi autorizado em setembro. O governo deu aval para 5.400 chances distribuídas em dois editais de 2.700 vagas para a carreira de soldado de 2ª classe. Conforme já publicado no Diário Oficial, um dos editais será para ingresso na corporação em junho de 2022 e o outro para janeiro de 2023.

Polícia Militar do RN

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN) irá realizar um novo concurso público para o quadro de oficiais e a comissão já foi formada! O certame foi anunciado em fevereiro pela governadora do Estado, Fátima Bezerra (PT), em suas redes sociais. A governadora confirmou que a previsão é que sejam ofertadas 211 vagas, sendo 132 para oficiais combatentes e as outras 79 para o quadro médico da PM.

A governadora também anunciou, em setembro, que a corporação terá um concurso para soldados em 2022. A oferta de vagas ainda não foi divulgada. Para se inscrever no concurso, é preciso possuir o nível superior, em qualquer área. No último concurso, realizado em 2018, a remuneração inicial era de R$ 2.904,00. Contudo,  segundo uma atualização de 2019 na legislação, os valores atuais são de R$ 3.571,82.

Polícia Civil de SP

A PCSP irá abrir novo certame em 2022 e a banca organizadora já foi contratada. O edital irá abrir 2.939 vagas para provimento efetivo na PCSP e na Polícia Técnico-Científica (Politec-SP). As oportunidades serão distribuídas entre as carreiras de delegado (250), escrivão (1600), investigador (900) e médico legista (189). Os ganhos iniciais serão de R$ 3.931,18 a R$ 10.382,48.

Polícia Militar de TO

Em janeiro deste ano, foi autorizado pelo governador de Tocantins, Mauro Carlesse, o início dos trabalhos para realização de um novo concurso público para o provimento de 30 vagas para o curso de formação de oficiais da Polícia Militar do Estado (PMTO).

Polícia Militar de GO

A PM de Goiás também tem concurso autorizado e confirmado para 2022. Segundo o Governo do Estado, serão ofertadas 720 para soldado e 150 para oficiais. As nomeações serão realizadas em maio, conforme informado pelo secretário da Economia do Estado, Francisco Sérvulo Freire Nogueira.

Polícia Civil de GO

Para a Polícia Civil, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas), autorizou o provimento de 470 vagas imediatas. Serão 350 agentes, 100 escrivães e 20 papiloscopistas com nomeação prevista para outubro de 2022.

Polícia Civil da BA

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), já confirmou que a Polícia Civil do Estado (PCBA) terá edital de abertura publicado em janeiro de 2022. O concurso irá abrir 1.000 vagas, sendo 800 para agentes, 100 para delegados e 100 para escrivães. Os profissionais deverão possuir nível médio ou nível superior. Já os ganhos iniciais das carreiras variam de R$ 1.074 a R$ 4.374. A comissão organizadora da seleção foi definida em novembro.

Polícia Civil de RR

A Polícia Civil de Roraima (PCRR), que tinha concurso previsto para 2021, deve lançar o edital somente em 2022. O governador do Estado, Antonio Denarium (PP), informou que o processo está sendo trabalhado para que o edital seja publicado em breve.

Polícia Civil do ES

O próximo concurso da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), que tinha expectativa para 2021, também ficará para 2022, conforme informado pelo deputado estadual Bruno Lamas (PSB). Serão 40 vagas destinadas ao cargo de delegado, que exige nível superior em direito. A comissão organizadora do certame, inclusive, já foi definida.

Polícia Militar do ES

A Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) irá abrir um concurso para contratação de novos profissionais no início de 2022, conforme informou o governador Renato Casagrande (PSB) em 9 de dezembro. De acordo com Casagrande, a corporação já está escolhendo qual será a banca organizadora do certame, que deverá ofertar 1.111 vagas.

Polícia Militar do AP

O concurso público da Polícia Militar do Amapá (PMAP) está previsto para 2022 e terá 600 vagas para soldados combatentes, com edital em fevereiro. O número foi confirmado pelo governador do Estado, Waldez Goés (PDT), no último dia 20 de dezembro. O concurso foi autorizado pelo governo em junho.

Lançados

Polícia Civil do AM

A Polícia Civil do Amazonas (PCAM) oferece 362 vagas distribuídas entre as carreiras de delegado de polícia, investigador, escrivão, perito criminal, médico legista e odontolegista. Para participar, será necessário possuir ensino superior completo nas áreas desejadas. Aos profissionais contratados, são oferecidos ganhos de R$ 11.281,26 a R$ 20.449,05. As inscrições ficarão abertas no site da FGV de 3 de janeiro a 1º de fevereiro. Confira aqui!

Polícia Militar do AM

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) abriu concurso com 1.350 vagas efetivas para a corporação. Do total de vagas, 320 serão para a carreira de oficial PM iniciando no cargo de aluno-oficial, 30 para oficial de saúde iniciando como aluno-oficial e 1000 para praça (iniciando como aluno-soldado). A remuneração inicial pode chegar a R$ 7.180,34. O certame está sob a responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e as inscrições vão até 4 de janeiro.

Polícia Civil do CE

Abertas vagas para a saúde no novo concurso da Polícia Militar do Ceará (PMCE). Estão em jogo 50 vagas no cargo de 2° tenente. As oportunidades são todas de nível superior e os ganhos iniciais dos contratados são de R$ 6.787. As inscrições ficam abertas no portal da Vunesp de 3 de janeiro de 3 de fevereiro.

Polícia Militar de SP

Também saiu o edital de abertura do concurso público com 220 vagas da Polícia Militar de São Paulo (PMSP)! As chances são para a carreira de aluno-oficial, que exige nível médio. Os profissionais terão remuneração inicial no valor de R$ 3.310,13. As inscrições ficam disponíveis de 15 de dezembro a 20 de janeiro no site da banca organizadora, Fundação Vunesp. Os candidatos passarão por sete etapas de avaliação, saiba quais.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Aprovado reajuste salarial para policiais em 2022

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos Públicos, Governo federal, Lei Orçamentária, Polícia Federal, PRF, Salário servidor público

Karolini Bandeira*- Com a aprovação da proposta de orçamento da União para 2022, fica confirmado o reajuste salarial para servidores da Polícia Federal (PF), da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e do Departamento Penitenciário Nacional (Depen). O projeto foi autorizado pela Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso Nacional nesta terça-feira (21/12). O texto prevê uma reserva de R$1,7 bilhão para reestruturação das carreiras policiais a partir do próximo ano. Agora, a proposta vai à sanção presidencial.

Em publicação nas redes sociais, o ministro Anderson Torres, que apresentou a proposta do reajuste salarial à Economia no último dia 13, destacou que o objetivo da proposta de reestruturação de carreiras é dar “ainda mais valorização das forças de segurança”.

Atualmente, um profissional da PRF tem salário inicial de R$ 9.899,88. Servidores da área policial da PF variam de R$ 12.522,50 a R$ 23.692,74. Já para profissionais da Depen, o salário fica entre R$ 6.242,41 e R$ 8.293,82.

O orçamento aprovado também reserva R$ 800 milhões para reajuste do piso salarial para agentes comunitários de saúde e agentes de combate às endemias; e R$ 2,29 bilhões para a realização do Censo Demográfico 2022 e a realização das seleções para temporários.

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes