Polícia Civil do Pará deve publicar novo concurso ainda este ano

Foto: PCPA/Divulgação
Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

Do CorreioWeb – Mais um concurso será aberto em breve pela Polícia Civil do Pará (PCPA). Na última sexta-feira (27/7), foi definido que a Assessoria em Organização em Concursos Públicos (AOCP) será a empresa responsável pela seleção de 11 profissionais para cargos de nível médio/técnico e superior em diversas áreas. A publicação foi realizada no Diário Oficial do Estado, pela Secretaria de Estado da Administração (Sead), em conjunto com a PCPA.

Com remuneração inicial de R$ 2.809,37, haverá 10 oportunidades para o cargo de técnico em gestão pública, sendo nove para assistente social e uma para ciências contábeis. A última vaga será para o cargo de técnico em gestão de informática, para concorrer é necessário ter graduação em engenharia de sistemas.

A Sead informou que edital está em fase de elaboração e deve ser publicado ainda neste segundo semestre. A prova desse concurso está prevista para ser realizada em Belém.

Último concurso

Há 12 anos atrás, em outubro de 2006, a PCPA promoveu o último concurso para cargos administrativos. O certame ofereceu 302 para os seguintes profissionais: enfermeiro, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, médico, dentista, psicólogo, técnico em gestão de informática, técnico em gestão de infraestrutura, técnico em gestão pública (Administração, Ciências Contábeis, Ciência Econômicas, Ciências Sociais, estatística, serviço social), assistente administrativo e assistente de informática.

Para os cargos de nível médio houve a aplicação de prova objetiva com questões sobre língua portuguesa, matemática, noções de informática e conhecimentos específicos para cada função. Já para nível superior, também tiveram questões de administração pública e conhecimentos específicos, além de avaliação de títulos.

Em 2016, foram abertas 150 vagas para delegados, cargo de nível superior (bacharelado em direito). A remuneração inicial do cargo de delegado é de R$ 12.250.

PRF recebe autorização

Na última sexta-feira (27/7), foi publicada a autorização para que a Polícia Rodoviária Federal (PRF) realize um novo concurso com 500 vagas para o cargo de policial rodoviário federal. Saiba mais aqui!

IMP Concursos promove palestra beneficente para a PCDF

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

Com foco no concurso para a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), o IMP Concursos promove nova palestra beneficente, é a Operação PCDF. O foco é informar um pouco mais sobre os desafios, perspectivas e vantagens da profissão, além disso, no final da palestra será sorteada uma bolsa integral para consultoria online da PCDF.

Vale destacar que haverá também a resolução de questões inéditas sobre as matérias que serão cobradas no concurso. O evento será realizado neste sábado (14 de julho), a partir das 8h30, na unidade da Asa Sul (603).

Para participar, é preciso realizar a inscrição no site www.impconcursos.com.br e levar 1kg de alimento não perecível. Mais informações pelo telefone 3029-9700.

 

Saiba mais: Polícia Civil do DF aguarda autorização de 2,1 mil vagas para novo concurso

Polícia Civil de SE vai abrir novo concurso para delegados após 13 anos

Foto: Agência/SE/Divulgação
Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

Do CorreioWeb – Um novo concurso para delegados da Polícia Civil de Sergipe (PCSE) deverá ser aberto em breve! O governador do estado, Belivaldo Chagas, assinou o edital do concurso, na última quinta-feira (5/7). Nesta terça-feira (10/7), a Secretaria de Planejamento, Orçamento e Gestão do estado informou ao CorreioWeb que o edital de abertura deve ser divulgado nos próximos dias, já que está em fase de finalização.

Serão oferecidas 10 vagas imediatas para o cargo de delegado, com remuneração inicial de R$ 11 mil, podendo chegar a R$ 25 mil de acordo com a progressão salarial da carreira. Para participar, os interessados devem ter graduação em direito. A empresa responsável por organizar e realizar o concurso é o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

O concurso era uma reivindicação antiga da Secretária de Segurança Pública, afirmou o secretário de Estado de Planejamento e Gestão, Rosman Pereira. ”Pretendemos preenchê-las (vagas) o mais rápido possível para que possamos melhorar a segurança no nosso estado. São dez vagas para delegado, tivemos a convocação de mais 25 policiais civis recentemente e estaremos fazendo mais algumas convocações através de concurso da Cogerp (Coordenadoria Geral de Perícias),” informou o secretário.

A fala de Rosman se deve ao fato do último concurso para delegado ter sido em 2005, ou seja, há 13 anos atrás. Na época, foram abertas 61 vagas e os candidatos foram selecionados pelo desempenho alcançado nas provas objetiva, discursiva, exame psicológico, prova oral, avaliação de títulos, e curso de formação.

*Com informações da Agência Sergipe

Jungmann assina edital de concurso para a Polícia Federal

Foto: Antonio Cunha/CB/D.A Press. Brasil
Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Governo federal

O ministro Raul Jungmann anunciou que assinou, nesta quarta-feira (13/6), o edital para a abertura de concurso público com 500 vagas para a Polícia Federal. Serão 150 vagas para delegado, 60 para peritos criminais, 180 para agentes, 80 para escrivães e 30 para papiloscopistas. “Estamos cumprindo uma promessa feita no dia de nossa posse de reforçar com recursos humanos que são escassos e que precisam ser renovados na nossa Polícia Federal, que cumpre um papel essencial em defesa da lei, da vida e dos direitos dos brasileiros”, disse Jungmann.

 

No mesmo dia, o Plenário na Câmara Deputados aprovou a Medida Provisória que cria, de forma definitiva, o Ministério da Segurança Pública. O ministro disse entender que quem for o futuro presidente do país não vai “passar a borracha” nesse ministério. Segundo Jungmann, é uma “exigência” que os brasileiros fazem em termos de segurança pública. “Portanto, daqui para frente ministério regular, ordinário e sem data para ser encerrado”, disse.

 

Sobre a polêmica da retirada de milhões de reais do Esporte e da Cultura para investimento na segurança pública, Jungmann afirmou que é “compreensível a reclamação”, feita pelos respectivos ministérios, mas que alternativas já estão sendo analisadas para que não ocorra à retirada de recursos, seja parcial ou total, como estão previstos.

 

Na segunda-feira (11/6), o presidente Michel Temer sancionou o projeto que cria o Sistema Único de Segurança Pública (Susp) e assinou a medida provisória que direciona parte da arrecadação com as loterias federais para a segurança pública. Para este ano, serão R$ 800 milhões apenas dessa fonte e a estimativa é que, em 2022, os recursos cheguem a R$ 4,3 bilhões.

 

Edital iminente

Com autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão, o edital da PF será lançado até outubro, mas a expectativa é de que o regulamento saia já neste mês, segundo os especialistas! A banca organizadora já foi escolhida. No último 8 de junho foi divulgado que o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) vai aplicar as etapas da seleção. O valor global do contrato é de R$ 18.454.460,28. Serão abertas 500 vagas para nível superior para cargos de delegado de polícia federal (150), perito criminal federal (60), escrivão de polícia federal (80), papiloscopista de polícia federal (30) e agente de polícia federal (180).

 

Leia também: Planejamento autoriza concurso com 100 vagas de nível superior para a AGU

 

* Com informações da Agência Brasil e Agência Estado

Candidato ganha R$ 1.000 de indenização por não receber taxa após concurso suspenso

Foto: Divulgação/TJES
Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

Depois de quase seis anos de espera, após a suspensão do concurso para agente da Polícia Civil do Espírito Santo, um candidato conseguiu na Justiça o direito de reaver a taxa de inscrição investida na seleção, no valor de R$ 90, e ganhou uma indenização de R$ 1.000, por danos morais, em razão da demora injustificada para a restituição do valor.

 

Após a suspensão, em 2012, o candidato procurou o Procon. Mas, de acordo com o Juizado Especial Criminal e da Fazenda Pública de Viana, que julgou o caso, houve uma audiência e a banca organizadora do concurso, a Fundação de Apoio ao Cefet – RJ (Funcefet), não apareceu.

 

Por sua vez, o Estado alegou que o processo não foi cancelado, apenas suspenso, por uma ação popular que tramita até hoje (nº 0029200-64.2012.8.08.002), e que não caberia a devolução do valor da inscrição. No entanto, por já ter se passado quase seis anos da suspensão do concurso, o juiz responsável pelo caso presumiu o desinteresse do autor na realização de nova prova ou de manutenção de sua inscrição.

Candidato entra na Justiça para mudar data de prova da PCGO

Um candidato ao concurso público para delegado da Polícia Civil de Goiás (PCGO) entrou na Justiça para que o estado de Goiás e a Universidade Estadual do estado mudem a data de aplicação das provas, marcadas para 12 de agosto. Segundo o autor da ação, trata-se do mesmo dia em que a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) vai aplicar avaliação discursiva, também para o posto de delegado. Saiba mais aqui!

 

* Com informações do TJES.

Candidato entra na Justiça para mudar data de prova da PCGO

Foto: PCGO/Divulgação
Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

Um candidato ao concurso público para delegado da Polícia Civil de Goiás (PCGO) entrou na Justiça para que o estado de Goiás e a Universidade Estadual do estado mudem a data de aplicação das provas, marcadas para 12 de agosto. Segundo o autor da ação, trata-se do mesmo dia em que a Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) vai aplicar avaliação discursiva, também para o posto de delegado.

 

De acordo com o candidato, a realização do concurso para o mesmo cargo, no mesmo dia, viola nitidamente o caráter competitivo das seleções públicas e o princípio constitucional da razoabilidade, já que quem pretende concorrer aos dois certames, mesmo se aprovado na prova objetiva em Minas Gerais, terá de escolher entre fazer a segunda fase ou a primeira etapa em Goiás.

 

O candidato alegou ainda que a coincidência de datas prejudica a Administração Pública, uma vez que os concursos terão menos inscritos, e que isso poderá eliminar a participação de bons candidatos que não poderão realizar ambos os processos seletivos.

 

Mas, o juiz Élcio Vicente da Silva, da 3ª Vara da Fazenda Pública Estadual, não concordou com o argumento. Para Silva, o Judiciário não pode modificar ou substituir o ato discricionário do Estado de Goiás, de decidir aplicar a prova para o cargo em questão no dia estipulado em edital. “Não há violação da competitividade, pois cabe aos candidatos escolherem qual concurso mais lhes interessa e não adequar toda a estrutura do Estado para atender a interesses particulares de candidatos”, determinou.

 

  • Com informações do TJGO.

 

O concurso

São 100 vagas para delegados da PCGO, sendo cinco reservadas a pessoas com deficiência. A remuneração para o cargo é de R$ 19.242,52, com jornada de trabalho de 40 horas semanais. As chances são de nível superior para formados em direito e as inscrições terão inicio em 12 de junho.

 

Leia também: “Para delgado da PCGO, é preciso mais do que o decoreba,” diz especialista

Polícia Civil de Goiás vai abrir concurso com mais de 100 vagas em maio

Foto: Divulgação/PCGO
Publicado em 2 ComentáriosCarreira policial

A Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan/GO) informou ao site de Concursos que deve lançar o edital do novo concurso público para delegados substitutos dentro da primeira quinzena de maio. A banca organizadora já havia sido informada, pelo governador Marconi Perillo (PSDB) em novembro passado, será a Universidade Estadual de Goiás (UEG), por meio do seu Núcleo de Seleção. Segundo a pasta, trata-se de “banca com muita experiência em realizar concursos para a administração do Estado de Goiás”.

 

Serão abertas 110 oportunidades de provimento imediato para formados em direito. O último concurso público finalizado para o cargo, foi realizado pela própria UEG e ocorreu em 2012, com 109 vagas. De acordo com a Segplan/GO, todos os aprovados foram nomeados. Segundo a assessoria de imprensa da PCGO, o salário atual para delegado gira em torno de R$ 17 mil.

 

Primeiro anúncio

O concurso foi primeiramente sinalizado em novembro do ano passado, com anúncio feito pelo governador Marconi Perillo (PSDB). Na ocasião, Perillo informou que, além das chances para delegados substitutos, há ainda expectativa para 550 chances para escrivães e agentes substitutos. Todas as chances são para candidatos com nível superior em diversas áreas de atuação, e para o de delegado, é necessário ser formado em direito.

Concurso suspenso

O último concurso para delegado da PCGO foi lançado em novembro de 2016, mas ainda está suspenso, de acordo com a página de acompanhamento disponível pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe), que é empresa organizadora da seleção.

 

De acordo com a promotoria do estado, o resultado das provas objetivas causou estranheza nos candidatos em razão da quantidade de aprovados que alcançaram notas superiores a 90 pontos, sendo que o exame teve alta complexidade e cada questão errada acarretava a perda de 0,25 pontos em relação à nota final. Cinco pessoas foram presas suspeitas de fraude.

Governador autoriza concurso público para agentes e peritos da PCMS

Foto: Governo MS/Divulgação
Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

Mais 170 agentes e peritos serão selecionados pelo próximo concurso público da Polícia Civil do Mato Grosso do Sul (PCMS). A seleção foi autorizada semana passada pelo governador Reinaldo Azambuja, que afirmou que as chances serão distribuídas para capital e interior do estado. Segundo o sindicato da categoria, o Sindicato da Polícia Civil de MS (Sinpol-MS), esse concursos é esperado há 13 anos.

O edital deve finalmente ser divulgado em maio deste ano. Serão abertas 50 vagas para agente de policia científica, 40 vagas para perito criminal, 40 para perito médico legista e 40 para perito papiloscopista.

De acordo com o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, os novos profissionais irão suprir, principalmente, demandas do interior de Mato Grosso do Sul. “O concurso vai contemplar importantes cidades do interior e atender um anseio de toda a Polícia Civil”, afirmou.

CBM e PM de Mato Grosso do Sul abrem 650 vagas

Com salários que chegam a R$ 7.089,13, foram publicados nesta segunda-feira (9/4) os editais dos novos concursos públicos do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul. Para o quadro da PM foram abertas 450 vagas, sendo 388 para soldados, 50 para oficiais combatentes e 12 para oficiais médicos. Já para os bombeiros, são oferecidas 200 vagas, 23 para oficiais combatentes, 153 para soldados, 12 para oficiais de saúde e 12 vagas para oficiais especialistas. Saiba mais aqui!
* Com informações do Governo do Mato Grosso do Sul