Pernambuco: secretário quer editais para a Segurança ‘o mais breve’

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, segurança

Após pressão da Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) para a abertura de novos concursos para a Segurança Pública, o secretário de Defesa Social do Estado, Humberto Freire, informou que estudos para a abertura de novos certames no setor já foram autorizados. O aval foi dado pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB).

“Esse movimento de recompletamento continua, tanto que o governador Paulo Câmara já autorizou os estudos necessários para novos concursos para todos os cargos — tanto da Polícia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Polícia Científica. A SDS já está fazendo esses estudos para apresentar e poder, realmente desencadear esses novos concursos o mais breve possível”, informou Freire nas redes da secretaria.

Alepe pede concursos com urgência

No início de fevereiro, a Alepe solicitou ao governo, com urgência, a realização de novas seleções para a Segurança. De acordo com o pedido, a preferência é que os novos concursos sejam abertos no primeiro semestre de 2022. O intuito da solicitação é preencher vagas em vacância na Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Científica e Corpo de Bombeiros do Estado. Confira a solicitação na íntegra.

Das corporações citadas, a Polícia Civil é a com quadro de servidores em estado mais crítico. A última seleção para a PCPE foi aberta em 2016 e ofertou vagas para s carreiras de delegado, escrivão e agente. Foram 650 vagas efetivas distribuídas por todo o estado. Na época, os ganhos iniciais da carreira chegavam a R$ 9.069,81.

2.100 vagas autorizadas! Especialista dá dicas para próximo concurso da PMDF

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, PMDF, segurança

Não espere o lançamento do edital para começar a estudar! Um bom preparo deve ser feito com antecedência e iremos te ajudar nisso:

A Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal autorizou, na última quinta-feira (3/2), a realização de um novo concurso público para a Polícia Militar (PMDF). O edital deve trazer a oferta de 2.100 vagas para o cargo de soldado. Se o seu sonho é seguir a carreira policial, você não pode ficar para trás e, por isso, conversamos com um especialista que irá te ajudar a se preparar para o edital e, quem sabe, alcançar o objetivo de trabalhar na Segurança Pública.

Para o professor de direito penal do Gran Cursos Online e delegado Érico Palazzo, é possível sim começar a se preparar agora. Até porque, conforme relembra o especialista, o edital foi autorizado mas não está iminente. “A prova não vai acontecer daqui a um, dois meses. O concurso acaba de ser autorizado, depois disso será feita a escolha da banca, isso vai passar por um processo licitatório que leva algum tempo e depois é que teremos a publicação do edital. Isso sem falar que, no Distrito Federal, tem que ter pelo menos noventa dias entre o edital e a data da realização da prova. Na pior das hipóteses, a prova que irá acontecer daqui a seis meses”, enfatiza. “Dá tempo daquela pessoa que quer começar a estudar agora ser aprovada? Sim, dá tempo, desde que ela estude da maneira correta e se dedique muito.”

O detalhe conta

Com base no concurso de 2018, Palazzo aposta em um equilíbrio de quantidade de questões na próxima prova. Por isso, não dá para ignorar uma ou outra questão, já que, segundo o especialista, o detalhe pode ser um fator decisivo para a aprovação. “No último concurso, língua portuguesa teve oito questões, língua inglesa teve quatro, matemática e raciocínio lógico teve cinco, atualidades teve quatro, legislação aplicável à PMDF foram seis questões e criminologia teve três — todas essas vão totalizar trinta questões que estavam nos conhecimentos básicos. Nos conhecimentos específicos, que também são trinta questões, é a parte do direito. E foram exatamente cinco itens pra cada disciplina de direito”, cita.

“O que que eu quero dizer com tudo isso? Que a distribuição das questões é muito uniforme. O concurso da PMDF não costuma ser um concurso, como a gente vê em outros lugares, que tem trinta questões de português e duas questões de atualidades. Não dá pra menosprezar qualquer disciplina, porque todas elas serão relevantes para aquele aluno que quer ser aprovado.”

Outro ponto importante de se atentar é que a concorrência em concursos públicos só crescem. É aguardada uma alta disputa no próximo concurso da PMDF e Palazzo explica o porquê: “Cada vez mais as pessoas se interessam pelas carreiras policiais. Antigamente tinha um perfil e estereótipo policial que hoje em dia é cada vez menos é notado. Ainda mais em um concurso da Polícia Militar do DF, que é reconhecida nacionalmente como a melhor Polícia Militar do Brasil em termos de estrutura e em termos salariais. Essa informação acaba atraindo muitas pessoas para a seleção.”

Planejamento

O único jeito de conquistar a aprovação é estudando com um bom material. Um material que, segundo o especialista, deve ser confiável e atualizado. “Hoje em dia não se estuda mais com aquela apostila que era comprada em banca de jornal. São necessários materiais detalhados, porque as bancas têm cobrado questões cada vez mais difíceis e aprofundadas”, indica Palazzo.

Já tem o material de estudo ideal? Ótimo, agora é colocar tudo em prática! Uma dica do professor é realizar questões dos últimos concursos (principalmente do mais atual, de 2018) e, sempre que possível, revisar as matérias estudadas para maior fixação. “Como o último edital não foi publicado há tanto tempo assim, a tendência é que as disciplinas que serão cobradas agora venham bem parecidas aquelas que foram cobradas nele”, sugere.

Uma das mudanças esperadas pelo especialista deve ser nos itens sobre o Distrito Federal. “Dentro de atualidades, deve se atentar agora a uma disciplina específica chamada RIDE, região integrada de desenvolvimento do DF do entorno — que é como se fosse assim, atualidades do DF. Ela está de acordo com a lei de concursos do DF, então com certeza é uma disciplina que vai ser cobrada no próximo certame.”

Como método de estudo, o professor indica o planejamento de um ‘ciclo de estudos’, que é definir um cronograma de preparação para cada disciplina de acordo com a relevância de cada uma delas. “A gente sugere que o estudo por disciplina seja de uma a duas horas. Mais do que isso, você acaba perdendo o foco naquela disciplina e fica cansado. O ideal é que o aluno estude de uma a duas horas, no máximo e depois passe para outra. Ele faria esse ciclo entre todas as disciplinas do concurso. Esse ciclo deve ter uma sequência.”

A quantidade de disciplinas por dia vai depender da experiência de estudo do candidato, conforme explica o profissional: “É muito conteúdo, é muita coisa que tem que absorver. Para aquele aluno iniciante, é melhor estudar menos disciplinas e, a medida que vai finalizando cada uma delas, devem ser incluídas outras no ciclo. Alunos mais experientes que estudam há mais tempo podem fazer um ciclo com todas as disciplinas que venham a cair no concurso.”

Teste físico

“O TAF da Polícia Militar do DF é um dos TAFs mais difíceis que tem nas policias militares espalhadas pelo Brasil”, atenta Érico Palazzo. Mas, calma! O Teste de Aptidão Física (TAF) também não é um bicho de sete cabeças. Com o preparo correto, é possível ser aprovado no TAF com uma boa pontuação e sem roteiro de filme de terror.

São quatro testes, explica o professor: barra fixa, abdominal remador, corrida de doze minutos e natação. Academia é o suficiente? Para o professor, fazer academia e crossfit é bom para tornar a pessoa ativa nas atividades físicas e dar um melhor condicionamento físico e aeróbico. “Entretanto, eu sugiro que cada candidato faça um simulado desses quatro testes pra ver se está pelo menos próximo de atingir os índices pedidos. Se estiver muito distante, é fundamental que comece o quanto antes a a treinar especificamente pro TAF”, pontua.

A dica é simular ao máximo o ambiente do exame. “A sua a corrida no TAF não vai ser na esteira. Você vai correr numa pista de atletismo, então é ideal que você treine correndo na rua, em um lugar plano ao invés de correr na esteira. Por isso, é sempre recomendado que você faça um um treinamento bem específico para o teste de aptidão física.”

Conciliando os estudos

O concurso da PMDF possui diversas etapas de avaliação. Isto pode assustar quem está chegando por agora, mas Palazzo assegura que não tem com o que se preocupar. “Entre as fases, temos o psicotécnico, a investigação da vida social e os exames médicos. São fases que não exigem uma preparação prévia, pelo menos por agora. A única fase além da objetiva e da discursiva que exige uma preparação é o teste de aptidão física”, comenta. O TAF, sim, deve ter um preparo com antecedência, conforme continua o especialista: “Não dá tempo de iniciar a preparação depois que passa a prova objetiva ou discursiva. Faz parte, desde já, o estudo pra prova objetiva, o estudo de redação e uma preparação para o teste de aptidão física.”

Para o profissional, o ideal é separar um tempo específico para o TAF de duas a três vezes na semana. “É suficiente pra você ver um progresso e chegar mais tranquilo no teste.”

Ainda não comecei a me preparar. Dá tempo?

Segundo Palazzo, não há tempo de estudo ideal. “É óbvio que aquelas pessoas que desde o último concurso já vem estudando largam na frente”, afirma. “Mas aquele candidato que comece agora a estudar com seriedade e com dedicação tem total capacidade de ser aprovado.”

“Eu tenho certeza absoluta que na formatura da Polícia Militar e no curso de formação a gente vai encontrar diversos candidatos que começaram a estudar pra este concurso e começaram a estudar pra concursos públicos, no geral, em 2022. Então, só depende do candidato. Só depende da dedicação dele e do esforço dele.”

Assembleia Legislativa de Pernambuco pressiona por concursos para a Segurança

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*– A Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe) solicitou ao governo, com urgência, a realização de novas seleções para a Segurança Pública do Estado.  De acordo com o pedido, a preferência é que os novos concursos sejam abertos preferencialmente no primeiro semestre de 2022.

O intuito da solicitação é preencher vagas em vacância na Polícia Civil, Polícia Militar, Polícia Científica e Corpo de Bombeiros do Estado. Confira o texto na íntegra:

“Ante o exposto, faço apelo ao Exmo. Governador do Estado de Pernambuco, Sr. Paulo Câmara; ao Exmo. Secretário de Defesa Social do Estado de Pernambuco, Sr. Humberto Freire; à Secretária de Administração do Estado de Pernambuco, Sr.ª Marília Lins; ao Exmo. Secretário de Planejamento e Gestão do Estado de Pernambuco, Sr. Alexandre Rabêlo; ao Exmo. Secretário da Casa Civil do Estado de Pernambuco, Sr. José Neto; no sentido de que sejam realizados, com a máxima urgência e preferencialmente no primeiro semestre de 2022, novos concursos públicos para recompletamento do efetivo da Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil e Polícia Científica do Estado de Pernambuco.”

PCPE não tem concurso há mais de cinco anos

Das corporações citadas, a Polícia Civil é a com quadro de servidores em estado mais crítico. A última seleção para a PCPE foi aberta em 2016 e ofertou vagas para s carreiras de delegado, escrivão e agente. Foram 650 vagas efetivas distribuídas por todo o estado. Na época, os ganhos iniciais da carreira chegavam a R$ 9.069,81.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

‘Queremos um atrás do outro’, afirma secretário sobre concursos da PCRJ

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos Públicos, Polícia civil, Rio de Janeiro, segurança

Karolini Bandeira*- Ao que tudo indica, 2022 será um bom ano para os que se preparam para a Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ). Na noite desta quarta-feira (12/1), o secretário da corporação, delegado Allan Turnowski, afirmou, em transmissão ao vivo nas redes, que a intenção da instituição é publicar vários editais de concurso a partir deste ano. “Queremos um atrás do outro.”

Ao ser questionado sobre os excedentes dos últimos certames na live, o delegado informou que quem não conseguiu ser nomeado até o final do prazo de validade agora terá novas oportunidades para ingressar na PCRJ:

“A gente sabe que a necessidade da Polícia Civil é muito maior do que as vagas abertas. Existe hoje um Regime de Recuperação Fiscal que, para você aumentar o número de vagas, você tem que cumprir uma série de exigências. E é óbvio que, no momento certo, a gente vai ver a necessidade das polícias para tentar colocar o máximo de pessoas possíveis na nossa polícia por uma questão de necessidade. Mas independentemente dessa questão de buscar mais vagas neste concurso, uma coisa é certa: vai ser um concurso atrás do outro. Então quem perdeu esse, continua estudando porque a gente vai abrir outro.”

O representante também comentou sobre o chamamento dos futuros aprovados do atual concurso vigente: “Vou querer o mais rápido possível. No dia que forem aprovados, quanto tempo demora para todo mundo assinar a ficha? É isso que vai demorar. Nem um dia a mais.”

Onda de covid e provas presenciais

Turnowski tirou a dúvida dos candidatos sobre a aplicação das etapas presenciais em meio ao aumento dos casos de covid-19 e gripe. Segundo ele, não existe a possibilidade de adiamento das fases. “O cronograma está mantido e vamos cumpri-lo”, informou.

O cronograma de provas previsto é o seguinte:

  • Auxiliar de necropsia: 23 de janeiro de 2022
  • Inspetor: 30 de janeiro de 2022
  • Técnico de necropsia: 6 de fevereiro de 2022
  • Investigador: 13 de fevereiro de 2022
  • Delegado: 13 de março de 2022

400 vagas

A PCRJ realiza dois concursos públicos com, ao todo, 400 vagas. Um dos editais oferece 350 vagas para profissionais de todos os níveis de escolaridade, com salários que chegam até R$ 10 mil; o outro, 50 vagas para a função de delegado, com iniciais de R$ 18.747,95. As inscrições de ambos os certames já foram encerradas.

As etapas avaliativas serão iniciadas em dezembro e o curso de formação está previsto para o primeiro semestre de 2022.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concursos 2022: novo ano começa com 16,1 mil vagas confirmadas para carreira policial

Publicado em Deixe um comentárioautorização, cadastro reserva, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, PCDF, PMDF, Polícia civil, segurança

Karolini Bandeira*- 2021 está acabando, mas as oportunidades previstas para a área da Segurança Pública em 2022 só crescem! Só para a carreira policial, são 14 concursos para efetivos com previsão de lançamento confirmada para o próximo ano. Já em janeiro, os concurseiros podem se inscrever em quatro concursos com editais já publicados. São 16.132 vagas autorizadas para policiais civis, militares e penais. Os ganhos chegam a R$ 20,4 mil. Olha só:

Previstos

Polícia Militar do DF

O governador Ibaneis Rocha (MDB) confirmou a realização de um novo concurso para a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). A expectativa, segundo o Ibaneis, é de que o certame seja lançado após todas as convocações do último concurso, em 2022. O concurso para a PMDF também está previsto no projeto de Lei Orçamentária Anual para 2022. Conforme o texto, fica reservada à instituição a oferta de 736 vagas.

Polícia Penal do DF

Para a Polícia Penal do DF, estão autorizadas 1.179 vagas para a carreira de policial penal. Do quantitativo, 400 são para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva. O cargo exige formação em nível superior em qualquer área e o concurso deve oferecer salários iniciais de R$ 4.745. A previsão é de edital em 2022.

Polícia Civil do DF

A PCDF também confirmou a realização de um novo certame. Estão previstas 300 vagas para os cargos de Delegado de Polícia e Agente de Custódia. A divisão é de 50 vagas de provimento imediato para cada cargo, além de 100 vagas para formação do cadastro reserva.

Polícia Militar de SP

Um novo concurso da PMSP para soldados foi autorizado em setembro. O governo deu aval para 5.400 chances distribuídas em dois editais de 2.700 vagas para a carreira de soldado de 2ª classe. Conforme já publicado no Diário Oficial, um dos editais será para ingresso na corporação em junho de 2022 e o outro para janeiro de 2023.

Polícia Militar do RN

A Polícia Militar do Rio Grande do Norte (PMRN) irá realizar um novo concurso público para o quadro de oficiais e a comissão já foi formada! O certame foi anunciado em fevereiro pela governadora do Estado, Fátima Bezerra (PT), em suas redes sociais. A governadora confirmou que a previsão é que sejam ofertadas 211 vagas, sendo 132 para oficiais combatentes e as outras 79 para o quadro médico da PM.

A governadora também anunciou, em setembro, que a corporação terá um concurso para soldados em 2022. A oferta de vagas ainda não foi divulgada. Para se inscrever no concurso, é preciso possuir o nível superior, em qualquer área. No último concurso, realizado em 2018, a remuneração inicial era de R$ 2.904,00. Contudo,  segundo uma atualização de 2019 na legislação, os valores atuais são de R$ 3.571,82.

Polícia Civil de SP

A PCSP irá abrir novo certame em 2022 e a banca organizadora já foi contratada. O edital irá abrir 2.939 vagas para provimento efetivo na PCSP e na Polícia Técnico-Científica (Politec-SP). As oportunidades serão distribuídas entre as carreiras de delegado (250), escrivão (1600), investigador (900) e médico legista (189). Os ganhos iniciais serão de R$ 3.931,18 a R$ 10.382,48.

Polícia Militar de TO

Em janeiro deste ano, foi autorizado pelo governador de Tocantins, Mauro Carlesse, o início dos trabalhos para realização de um novo concurso público para o provimento de 30 vagas para o curso de formação de oficiais da Polícia Militar do Estado (PMTO).

Polícia Militar de GO

A PM de Goiás também tem concurso autorizado e confirmado para 2022. Segundo o Governo do Estado, serão ofertadas 720 para soldado e 150 para oficiais. As nomeações serão realizadas em maio, conforme informado pelo secretário da Economia do Estado, Francisco Sérvulo Freire Nogueira.

Polícia Civil de GO

Para a Polícia Civil, o governador de Goiás, Ronaldo Caiado (Democratas), autorizou o provimento de 470 vagas imediatas. Serão 350 agentes, 100 escrivães e 20 papiloscopistas com nomeação prevista para outubro de 2022.

Polícia Civil da BA

O governador da Bahia, Rui Costa (PT), já confirmou que a Polícia Civil do Estado (PCBA) terá edital de abertura publicado em janeiro de 2022. O concurso irá abrir 1.000 vagas, sendo 800 para agentes, 100 para delegados e 100 para escrivães. Os profissionais deverão possuir nível médio ou nível superior. Já os ganhos iniciais das carreiras variam de R$ 1.074 a R$ 4.374. A comissão organizadora da seleção foi definida em novembro.

Polícia Civil de RR

A Polícia Civil de Roraima (PCRR), que tinha concurso previsto para 2021, deve lançar o edital somente em 2022. O governador do Estado, Antonio Denarium (PP), informou que o processo está sendo trabalhado para que o edital seja publicado em breve.

Polícia Civil do ES

O próximo concurso da Polícia Civil do Espírito Santo (PCES), que tinha expectativa para 2021, também ficará para 2022, conforme informado pelo deputado estadual Bruno Lamas (PSB). Serão 40 vagas destinadas ao cargo de delegado, que exige nível superior em direito. A comissão organizadora do certame, inclusive, já foi definida.

Polícia Militar do ES

A Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) irá abrir um concurso para contratação de novos profissionais no início de 2022, conforme informou o governador Renato Casagrande (PSB) em 9 de dezembro. De acordo com Casagrande, a corporação já está escolhendo qual será a banca organizadora do certame, que deverá ofertar 1.111 vagas.

Polícia Militar do AP

O concurso público da Polícia Militar do Amapá (PMAP) está previsto para 2022 e terá 600 vagas para soldados combatentes, com edital em fevereiro. O número foi confirmado pelo governador do Estado, Waldez Goés (PDT), no último dia 20 de dezembro. O concurso foi autorizado pelo governo em junho.

Lançados

Polícia Civil do AM

A Polícia Civil do Amazonas (PCAM) oferece 362 vagas distribuídas entre as carreiras de delegado de polícia, investigador, escrivão, perito criminal, médico legista e odontolegista. Para participar, será necessário possuir ensino superior completo nas áreas desejadas. Aos profissionais contratados, são oferecidos ganhos de R$ 11.281,26 a R$ 20.449,05. As inscrições ficarão abertas no site da FGV de 3 de janeiro a 1º de fevereiro. Confira aqui!

Polícia Militar do AM

A Polícia Militar do Amazonas (PMAM) abriu concurso com 1.350 vagas efetivas para a corporação. Do total de vagas, 320 serão para a carreira de oficial PM iniciando no cargo de aluno-oficial, 30 para oficial de saúde iniciando como aluno-oficial e 1000 para praça (iniciando como aluno-soldado). A remuneração inicial pode chegar a R$ 7.180,34. O certame está sob a responsabilidade da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e as inscrições vão até 4 de janeiro.

Polícia Civil do CE

Abertas vagas para a saúde no novo concurso da Polícia Militar do Ceará (PMCE). Estão em jogo 50 vagas no cargo de 2° tenente. As oportunidades são todas de nível superior e os ganhos iniciais dos contratados são de R$ 6.787. As inscrições ficam abertas no portal da Vunesp de 3 de janeiro de 3 de fevereiro.

Polícia Militar de SP

Também saiu o edital de abertura do concurso público com 220 vagas da Polícia Militar de São Paulo (PMSP)! As chances são para a carreira de aluno-oficial, que exige nível médio. Os profissionais terão remuneração inicial no valor de R$ 3.310,13. As inscrições ficam disponíveis de 15 de dezembro a 20 de janeiro no site da banca organizadora, Fundação Vunesp. Os candidatos passarão por sete etapas de avaliação, saiba quais.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Governador do Amapá anuncia concursos com mais de 3 mil vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, educação, segurança

Karolini Bandeira*- O governador do Amapá, Waldez Góes (PDT), anunciou a realização de novos seis concursos públicos para a Segurança e Educação em 2022. A oferta prevista é de 3.110 vagas e, de acordo com o governador, os editais serão publicados a partir de fevereiro. “Se você tem interesse em se tornar servidor público e ajudar o Amapá a continuar se desenvolvendo, prepare-se e estude porque as vagas vão surgir”, disse o representante.

Segurança

Para a Polícia Militar do Estado (PMAP), foram garantidas 600 vagas para soldados combatentes, com edital em fevereiro. O edital do Corpo de Bombeiros (CBMAP), também com lançamento previsto para fevereiro, terá a oferta de 225 vagas. A Polícia Técnico-Científica (Politec) deve ofertar, em março, 76 vagas imediatas para os cargos de perito criminal, perito odontologista, papiloscopista, técnico pericial e auxiliar técnico pericial. Por fim, o Departamento de Trânsito (Detran) deve ter 127 vagas também em março para as carreiras de assistente administrativo de trânsito, analista jurídico de trânsito, analista de contabilidade e controle, analista de gestão em trânsito, analista de Tecnologia da Informação e educador de trânsito.

Educação

Goés garantiu 2.022 vagas para atuação na Secretaria da Educação,chances para professor classe C (1.589), pedagogo (150), tradutor e intérprete de libras (40), cuidador (167) e especialista em educação (76) e edital em março. A Universidade Estadual do Amapá (UEAP) também vai abrir inscrições para professor, com 60 vagas na especialidade de ensino superior, em edital previsto para fevereiro.

O governo também anunciou concursos em 2022 para a SVS, Amprev e órgãos do setor econômico: Amapá Terras, Instituto de Desenvolvimento Rural (Rurap), Instituto Estadual de Pesquisa (Iepa), Secretaria de Desenvolvimento Rural e Secretaria do Meio Ambiente. Os detalhes dos certames serão divulgados em breve.

 

 

(Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Governador Ibaneis confirma novo concurso para a Polícia Militar do DF

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Ibaneis Rocha, PMDF, segurança

O edital deve ser publicado após as últimas convocações do concurso de 2018

Karolini Bandeira*- A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) tem novo concurso previsto! O certame foi anunciado pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) durante cerimônia de lançamento da Pedra Fundamental do 14º Batalhão da Polícia Militar nesta quinta-feira (16/12). “Faremos novos concursos para restabelecermos o quadro das forças de segurança. A partir do momento que chamarmos a última turma, o concurso será aberto imediatamente.”

O governador destacou que um alto número de servidores da Segurança se aposentaram ao longo dos últimos três anos devido à Reforma da Previdência, aprovada pelo Congresso Nacional. “Nós temos que tomar um cuidado muito grande e temos que continuar colocando profissionais dentro dos cursos de formação. Assim que uma turma termina, temos que abrir novos concursos para restabelecer (os quadros) das forças de segurança”, enfatizou.

Concurso anunciado para 2022

Em outubro, o comandante da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Márcio Vasconcelos, informou que a corporação deverá abrir novo concurso público em 2022. Na ocasião, o representante informou que a PMDF enviaria, ainda este ano, pedido para autorização do edital à Secretaria de Economia. “A previsão é que a gente autorize no ano que vem, mandando agora, para fazer o concurso no ano que vem e para que a gente inicie o Curso de Formação em 2023”, disse Vasconcelos em uma entrevista nas redes sociais.

O concurso para a PMDF também está previsto no projeto de Lei Orçamentária Anual para 2022. Conforme o texto, fica reservada à instituição a oferta de 736 vagas.

Último concurso

Em 2018, a PMDF realizou seu último concurso público, com 2 mil vagas para soldados, de nível superior. Além da escolaridade, foi exigida idade máxima de 30 anos e Carteira Nacional de Habilitação na categoria B. O certame também abriu 18 vagas na função de músico, com especialidade em corneta, clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone.

Os candidatos passaram por prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação. Durante o curso de formação, os ganhos foram de  R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos.

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Editais para a Segurança de Goiás estão autorizados, afirma secretário

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos Públicos, Goiás, segurança

Karolini Bandeira*- Em entrevista nesta terça-feira (14/12), o secretário de Administração de Goiás, Bruno DÁbadia, informou que o Governo do Estado autorizou a abertura de concursos para a Segurança ao longo de 2022. De acordo com o secretário, os editais devem contemplar vagas na Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Técnico-Científica e Corpo de Bombeiros Militar.

“Temos autorização para concursos públicos ao longo de 2022 para a Polícia Militar, Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Civil e Polícia Técnico-Científica, além de mais de 300 vagas de analistas administrativos em diversas áreas, como estações de contratos, gerenciamento de recursos humanos e folha, para trabalhar na área de engenharia e tecnologia da informação”, disse DÁbadia.

Os concursos vêm sendo comentados pelo governador Ronaldo Caiado (Democratas) desde outubro. Estão previstas 1.580 vagas para quatro corporações de Segurança do Estado. Confira a distribuição, conforme informado pelo governo:

  • Polícia Militar: 720 para soldado e 150 para oficiais
  • Corpo de Bombeiros: 140 para soldados e 20 para oficiais
  • Polícia Civil: 350 para agentes, 100 para escrivães e 20 para papiloscopistas
  • Polícia Técnico-Cientifica: dez vagas para peritos, 35 para legistas e 35 para auxiliares de autópsia

Nomeações

As nomeações serão feitas até outubro de 2022, conforme prevê o LOA. A informação foi confirmada pelo secretário da Economia do Estado, Francisco Sérvulo Freire Nogueira, em resposta a parlamentares na Assembleia Legislativa (Alego) em novembro. As nomeações, segundo Nogueira, serão realizadas a partir de maio. Confira:

PMGO: maio de 2022

PCGO: outubro de 2022

CBMGO: julho de 2022

Mais de 2 mil vagas

Além dos três editais para a Segurança, Caiado confirmou a realização de outros cinco concursos. Juntas, as seleções anunciadas somam 2.033 vagas distribuídas em oito editais.

A Secretaria de Estado da Administração (Sead) tem previsão para contratar 329 analistas para o Poder Executivo. A Procuradoria Geral do Estado (PGE-GO) vai selecionar 32 procuradores. Já a Secretaria de Economia de Goiás vai empossar os 28 auditores fiscais aprovados em concurso público no final da gestão passada. E, também em 2022, a UEG vai selecionar 94 docentes para aulas de Medicina; enquanto a Agência Goiana de Infraestrutura e Transportes deve abrir concurso para 10 gestores de engenharia.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

 

Governador autoriza mais de 550 nomeações na PMRJ

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Nomeação

Karolini Bandeira*- O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), autorizou, nesta terça-feira (7/12), a convocação de mais 568 aprovados no cargo de soldado no último concurso da Polícia Militar do Estado (PMRJ). Conforme aval, publicado no Diário Oficial, os candidatos serão chamados para o Curso de Formação de Soldados Policiais Militares (CFSD), que deverá ocorrer em 2022.

“Tínhamos a promessa de acabar com a espera. O concurso ocorreu em 2014 e muitos esperaram anos para servir ao Estado. Ainda faltam 700. No próximo ano, chamaremos todos. A PMERJ precisa estar cada dia mais capacitada e preparada. Contem conosco”, anunciou o governador no final de 2020.

Concurso ofereceu 6.000 vagas

Foram abertas, em 2014, 6.000 vagas para soldados da PMERJ. Do total de oportunidades, 5,4 mil foram para homens e 600 para mulheres. Para participar foi requisitado ter entre 18 e 30 anos de idade, carteira nacional de habilitação, e possuir ensino médio de formação. A altura mínima exigida para candidatos do sexo masculino foi de 1,65m, e de 1,60m para candidatas do sexo feminino.

O concurso foi composto por exame intelectual (prova objetiva e de redação), avaliação psicológica, exame antropométrico, exame de aptidão física, exames médicos e toxicológicos, investigação social e documental, além do curso de formação.

*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader

Governador da Bahia confirma edital da Polícia Civil em janeiro de 2022

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, segurança

Serão abertas 1.000 vagas para médio e superior

Karolini Bandeira*- O concurso público previsto com 1.000 vagas para a Polícia Civil da Bahia (PCBA) terá edital de abertura em janeiro, conforme anunciado pelo governador Rui Costa (PT) nesta quarta-feira (17/11). “Autorizei um novo concurso para a Polícia Civil. São mais de mil policiais civis, entre eles delegados. Em janeiro de 2022 sai o edital do concurso”, afirmou o governador durante evento realizado na cidade de Ilhéus.

Ainda no evento, Costa informou que todos os concursados aprovados no último certame da corporação já foram convocados. O próximo concurso irá abrir 1.000 vagas, sendo 800 para agentes, 100 para delegados e 100 para escrivães. Os profissionais deverão possuir nível médio ou nível superior. Já os ganhos iniciais das carreiras variam de R$ 1.074 a R$ 4.374.

A comissão organizadora da seleção foi definida no último dia 4. A equipe é responsável pelo planejamento do concurso, incluindo a contratação da banca organizadora.

Último concurso

O último concurso da PCBA foi realizado em 2018 e também ofertou 1.000 vagas, sendo 880 para o cargo de investigador, 82 para delegado e 38 para escrivão. As remunerações iniciais na ocasião foram de R$1.074 a R$4.374, a depender da ocupação. Os inscritos passaram por provas objetivas e discursivas, exames biomédicos, teste de aptidão física, exame psicotécnico, provas de títulos e investigação social e de conduta pessoal. A seleção foi organizada pela banca Vunesp, confira!

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes