Doria autoriza concurso com 220 vagas para a Polícia Militar de SP

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), autorizou um novo concurso para provimento de 220 vagas na Polícia Militar do Estado (PMSP). As oportunidades serão abertas no cargo de aluno-oficial, que exige escolaridade de nível médio. O despacho com aval foi publicado no Diário Oficial do Estado desta sexta-feira (12/11).

Segundo o despacho, os selecionados farão o curso de formação em 2022. Além da escolaridade, o cargo tem como requisito idade de 17 a 30 anos e altura mínima de 1,55 para mulheres e 1,60 para homens. A remuneração inicial de um aluno-oficial é de R$ 3.268,33. Com as progressões na carreira, o valor pode chegar a até R$ 6.705,51 mensais.

5.400 vagas autorizadas

Um novo concurso da PMSP para soldados foi autorizado em setembro. O governo deu aval para 5.400 chances distribuídas em dois editais de 2.700 vagas para a carreira de soldado de 2ª classe. Conforme já publicado no Diário Oficial, um dos editais será para ingresso na corporação em junho de 2022 e o outro para janeiro de 2023.

A expectativa é que o edital seja publicado ainda em 2021. A Fundação Vunesp já foi definida e divulgada como a banca organizadora do concurso. A empresa foi definida em dispensa de licitação publicada em agosto deste ano.

O cargo exige ensino médio completo, idade de até 30 anos, carteira nacional de habilitação da categoria B para cima e altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres. Um soldado da PMSP tem como remuneração inicial R$ 3.164,58.

Concurso para soldados em andamento

A PMSP conta, atualmente, com um concurso público com 2.700 vagas para soldado de 2ª classe em andamento. Os candidatos são avaliados em sete etapas: prova objetiva e redação, exame de aptidão física, exames psicológicos, exame de saúde, avaliação de conduta social, análise de documentos e curso de formação profissional. A prova objetiva contou com questões sobre português, matemática, história geral, história do Brasil, geografia geral, geografia do Brasil, atualidades, informática básica, Constituição Federal e constituição do Estado de São Paulo.

As contratações seguirão o regime estatutário. De acordo com o edital, caberá ao profissional contratado exercer o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, envolvendo a repressão imediata às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, nas diversas modalidades de policiamento, sempre primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana, em conformidade com os princípios doutrinários de polícia comunitária, de direitos humanos e de gestão pela qualidade. Saiba os detalhes!

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

 

Candidato morre durante teste físico para a PMPA

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, TAF

Karolini Bandeira*- Um candidato ao  concurso da Polícia Militar do Estado (PMPA) morreu durante a aplicação da da etapa de Teste de Aptidão Física (TAF). Ao Correio, a Secretaria de Estado de Planejamento e Administração do Pará (Seplad) informou que Aelton Guimarães Braga Silva, de 20 anos, passou mal após concluir os exercícios da etapa e recebeu os primeiros socorros ainda no local do TAF. O candidato chegou a ser encaminhado para o Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti ainda consciente, mas não resistiu e morreu após dar entrada na unidade de saúde. A causa da morte ainda não foi informada.

A Seplad reiterou que  a execução do TAF é de responsabilidade da banca do concurso público, o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). “A secretaria se solidariza neste delicado momento com os familiares e amigos do candidato”, lamentou.

Teste era composto por quatro exercícios

Os candidatos executaram quatro exercícios físicos, sendo uma corrida de 12 minutos e três atividades de flexão:

a. Flexão/sustentação de braço na barra fixa horizontal: 2 (duas) repetições para o sexo masculino e 12 (doze) segundos de sustentação para o sexo feminino;

b. Flexão abdominal sobre o solo com duração de 1 (um) minuto: 30 (trinta) repetições para o sexo masculino e 27 (vinte e sete) repetições para o sexo feminino;

c. Flexão de braço no solo: 23 (vinte e três) repetições para ambos os sexos, sendo a execução para os homens em 4 (quatro) apoios (mãos e pés) e para as mulheres em 6 (seis) apoios (mãos, joelhos e pés); e

d. Corrida com duração de 12 (doze) minutos: 2.000 (dois mil) metros para o sexo masculino e 1.600 (mil e seiscentos) metros para o sexo feminino.

*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader

PMAP pode ter 600 vagas em próximo concurso

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- Segundo o governador do Amapá, Waldez Goés (PDT), o edital do concurso público da Polícia Militar do Amapá (PMAP), previsto para 2022, pode ter 600 vagas! Em entrevista realizada na última semana, Goés disse que o número é o almejado pela corporação e pelo governo. “As equipes já estão trabalhando em alguns concursos públicos. A gente sempre abriu na Polícia Militar 300 vagas, considerando a primeira turma. Mas já conversamos para readequar isso”, informou o governador.

“A minha vontade é que a gente forme na primeira turma do próximo concurso da Polícia Militar 600 homens e mulheres, que aí eu acho que a gente chega mais fortemente na reposição dessa força de trabalho”, indicou.

O concurso foi autorizado pelo governo em junho. Apesar de nenhum certame público poder ser lançado este ano, o governador alegou que nada impede que os preparativos já comecem em 2021: “Estamos com uma turma de quase 300 pessoas para trabalhar o curso de formação e que já passaram por todas as outras etapas. Assim, vamos iniciar um novo planejamento que, pela legislação atual, só posso fazer em 2022. Nada me impede de tomar todas as providências.”

Último concurso PMAP

O último concurso da PMAP foi lançado em 2017 e organizado pela Fundação Carlos Chagas (FCC). O edital contou com 1.200 vagas para o cargo de soldado, sendo 300 vagas imediatas e 900 para formação de cadastro reserva. Para participar, foi preciso possuir nível superior em qualquer área. Durante o curso de formação, os admitidos receberam remuneração de R$ 2.648,68. Após a formação, esse valor aumentou para R$ 3.759,31. Saiba mais!

 

*Estagiária sob a supervisão de Vinicius Nader

Segundo sindicato, PMSP ‘bate recorde’ e tem déficit de mais de 15 mil policiais

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- A presidente do Sindicato dos Delegados de Polícia do Estado de São Paulo (Sindpesp), delegada Raquel Kobashi Gallinati, cobrou, em vídeo, maior investimento na Polícia Militar de São Paulo (PMSP), que, de acordo com ela, bateu o recorde no déficit do quadro de pessoal e carece de mais de 15 mil policiais.

“Apesar do discurso de que investe na Segurança Pública, o que temos hoje sob o comando do governador Doria é o desmonte intencional da Polícia Civil”, disse Gallinati. O sindicato ainda afirmou, em nota, que a corporação “é a mais mal paga do país e convive com delegacias deterioradas e viaturas e armamentos defasados”.

Para o Sindpesp, quem mais sofre com a falta de policiais militares é a população paulista, que é “obrigada a conviver com a insegurança no estado mais rico da federação, mas que não investe na sua polícia”.

5.400 vagas autorizadas

Um novo concurso da PMSP foi autorizado em setembro. O governo deu aval para 5.400 chances distribuídas em dois editais de 2.700 vagas para a carreira de soldado de 2ª classe. Conforme já publicado no Diário Oficial, um dos editais será para ingresso na corporação em junho de 2022 e o outro para janeiro de 2023.

A expectativa é que o edital seja publicado ainda em 2021. A Fundação Vunesp já foi definida e divulgada como a banca organizadora do concurso. A empresa foi definida em dispensa de licitação publicada em agosto deste ano.

O cargo exige ensino médio completo, idade de até 30 anos, carteira nacional de habilitação da categoria B para cima e altura mínima de 1,60m para homens e 1,55m para mulheres. Um soldado da PMSP tem como remuneração inicial R$ 3.164,58.

Concurso para soldados em andamento

A PMSP conta, atualmente, com um concurso público com 2.700 vagas para soldado de 2ª classe em andamento. Os candidatos são avaliados em sete etapas: prova objetiva e redação, exame de aptidão física, exames psicológicos, exame de saúde, avaliação de conduta social, análise de documentos e curso de formação profissional. A prova objetiva contou com questões sobre português, matemática, história geral, história do Brasil, geografia geral, geografia do Brasil, atualidades, informática básica, Constituição Federal e constituição do Estado de São Paulo.

As contratações seguirão o regime estatutário. De acordo com o edital, caberá ao profissional contratado exercer o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, envolvendo a repressão imediata às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, nas diversas modalidades de policiamento, sempre primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana, em conformidade com os princípios doutrinários de polícia comunitária, de direitos humanos e de gestão pela qualidade. Saiba os detalhes!

*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader

PMGO terá novo edital de concurso ainda em outubro, informa deputado

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Goiás

Karolini Bandeira*- O deputado e delegado Humberto Teófilo (PSL) informou, em transmissão ao vivo nas redes nesta quinta-feira (7/10), que o concurso público para a Polícia Militar de Goiás (PMGO) para soldados e oficiais está mais próximo do que nunca e o edital deverá ser publicado ainda em outubro.

De acordo com o deputado e com a LOA 2022, serão abertas 720 vagas para soldados e 150 para oficiais. O quantitativo liberado pela Lei Orçamentária é menos da metade do quantitativo solicitado na Assembleia Legislativa em fevereiro, de 2.000 vagas.

Mais de 2 mil vagas no estado

Também pelas redes sociais, Teófilo anunciou os concursos previstos na LOA 2022, divulgada nesta quinta. Ao todo, estão previstas 2.033 vagas em oito concursos diferentes. Serão contemplados sete órgãos. Confira a distribuição:

  • Polícia Militar – 720 vagas para soldado e 150 vagas para oficiais
  • Corpo de Bombeiros Militar – 140 vagas para soldados e 20 para oficiais
  • Polícia Civil – 350 vagas para agentes, 100 para escrivães e 20 para papiloscopistas
  • Politec – dez vagas para peritos, 35 para legistas e 35 vagas para auxiliares de autópsia
  • Secretaria de Fazenda – 20 vagas para auditores fiscais
  • Secretaria de Estado da Administração – 329 vagas para analistas
  • UEG – 94 vagas para docentes
  • Goinfra – 10 vagas de gestores de engenharia

A previsão ainda precisa ser confirmada pelo governador do Estado.

Último concurso PMGO

último concurso para a PMGO foi realizado em 2016, com 2.500 vagas de nível superior, divididas entre os cargos de soldado de terceira classe (2.420 vagas ) e cadete (80 vagas). Na ocasião, as remunerações iniciais foram de R$ 1.500 a R$ 5.401,43. A seleção contou com aplicação de prova objetiva e discursiva, teste de aptidão física, avaliação médica, exames psicológicos, avaliação de vida pregressa e investigação social.

Para ser soldado ou cadete, é preciso ter entre 18 e 30 anos de idade na data da inscrição. A altura mínima é de 1,65m (homens) e 1,60m (mulheres). Para ambos os cargos é necessário ter formação superior completa, sendo que o posto de cadete só pode ser ocupado por bacharel em direito.

Deputado questiona reserva para mulheres no concurso da Polícia Militar do Amazonas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- As medidas da Mensagem Governamental nº 115/2021, que altera a Lei de ingresso na Polícia Militar do Amazonas (PMAM), foi debatida por deputados em sessão na Assembleia Legislativa do Estado (Aleam) nesta terça-feira (5/1o). Além de aumentar de 28 para 35 a idade máxima de ingresso na corporação, o projeto também destina apenas 10% das vagas do concurso previsto para o sexo feminino — proposta, esta, que foi criticada pelo deputado estadual Wilker Barreto (Podemos).

“É uma afronta uma mensagem de concurso público limitar a participação das mulheres em 10%. A policial feminina treinada e equipada é tão eficiente quanto o homem, 10% de um estado que tem 55% da população feminina é um contrassenso”, expressou Wilker.

A Mensagem foi enviada pelo governador Wilson Lima (PSC) na última sexta-feira (1°), mas ainda pode sofrer alterações. Barreto afirmou que irá trabalhar na Casa Legislativa para que uma nova emenda de sua autoria, que sugere que o concurso tenha vagas destinadas à ampla concorrência para homens e mulheres, seja aceita. “Já que a Mensagem está aqui nesta Casa, cabe a nós corrigi-la e devolvê-la conforme preconiza as legislações e deixarmos que a mulher e o homem escolham a sua carreira de vida, porque polícia é vocação”, propôs o deputado.

O deputado também garantiu que, além de propor um concurso igualitário entre os gêneros, irá solicitar na emenda reserva de 20% das vagas do concurso às Pessoas com Deficiência (PCDs).

Em contrapartida, deputado Cabo Maciel (PL) ressaltou a urgência do concurso e pediu agilidade na aprovação da Mensagem Governamental: “Vale ressaltar que estamos há dez anos sem concurso e todos os anos, entre 300 e 400, policiais vão para a reserva remunerada. Temos atualmente um efetivo de menos de 8 mil, mas na lei a previsão são 15 mil.”

Editais para a Segurança em outubro?

O governador do Estado anunciou, em setembro, que os quatro editais confirmados para a área da Segurança deverão ser publicados em outubro. “As comissões já foram montadas e estamos na fase final de conclusão para o lançamento dos editais. No final desse mês [setembro], no mais tardar, no início de outubro, a gente lança os editais”, informou Lima.

Entretanto, em agosto, o chefe do Executivo local afirmou, em transmissão ao vivo em suas redes sociais, que os concursos seriam abertos em novembro, com a expectativa de que as convocações tenham início em 2022.

PM terá 1.350 vagas

A expectativa é a de que 2.500 oportunidades sejam oferecidas. Desse total, 1.350 vagas são para a Polícia Militar; 453 para o Corpo de Bombeiros; 362 para a Polícia Civil; 210 para o Detran-AM; e 150 vagas para a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM). Veja a distribuição de cargos e salários:

  • Polícia Militar: 1.000 vagas para aluno soldado e 350 vagas para aluno oficial, com remuneração que varia de R$ de 2.657,28 a R$ a 7.180, 34.
  • Corpo de Bombeiros: 400 vagas para aluno soldado e outras 53 para aluno oficial, com remunerações que vão de R$ de 2.657,28 a R$ a 7.180, 34.
  • Polícia Civil: 62 vagas para delegado, 62 vagas para escrivão, 200 vagas para investigador e 38 vagas para perito. As remunerações variam entre R$ 11.281,26 e R$ 20.449,05.
  • Detran-AM: 150 vagas para nível Superior e 60 vagas para nível Médio, com ganhos de R$ de 2.300 a R$ 5.500.
    Secretaria de Segurança Pública: 140 vagas para assistente operacional e outras 10 vagas para técnico de nível Superior. Os pagamentos vão de R$ de 1.350,19 a R$ 2.764,68.

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

PMDF deve ter novo concurso em 2022, anuncia comandante

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, PMDF, segurança

Karolini Bandeira*- O comandante da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), Márcio Vasconcelos informou que a corporação deverá abrir novo concurso público em 2022. De acordo com o representante, a PMDF irá enviar, ainda este ano, pedido para autorização do edital à Secretaria de Economia.

“A previsão é que a gente autorize no ano que vem, mandando agora, para fazer o concurso no ano que vem e para que a gente inicie o Curso de Formação em 2023”, disse Vasconcelos em uma entrevista nas redes sociais.

O policial ressaltou que a realização de um novo concurso público é um processo demorado. Entre a autorização orçamentária e a realização efetiva do concurso há uma demora de mais ou menos um ano. E entre a realização do concurso e o chamamento é quase mais um ano”, explicou.

O concurso para a PMDF também está previsto no projeto de Lei Orçamentária Anual para 2022. Conforme o texto, fica reservada à instituição a oferta de 736 vagas.

Último concurso

Em 2018, a PMDF realizou seu último concurso público, com 2 mil vagas para soldados, de nível superior. Além da escolaridade, foi exigida idade máxima de 30 anos e Carteira Nacional de Habilitação na categoria B. O certame também abriu 18 vagas na função de músico, com especialidade em corneta, clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone.

Os candidatos passaram por prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação. Durante o curso de formação, os ganhos foram de  R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concurso da PMSP é autorizado com 5.400 vagas

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- Foi oficialmente autorizado o novo concurso público da Polícia Militar de São Paulo (PMSP), com 5.400 chances distribuídas em dois editais de 2.700 vagas para a carreira de soldado de 2ª classe. Conforme aval publicado no Diário Oficial do Estado nesta terça-feira (21/9), um dos editais será para ingresso na corporação em junho de 2022 e o outro para janeiro de 2023.

A expectativa é que o edital seja publicado ainda em 2021. A Fundação Vunesp já foi definida e divulgada como a banca organizadora do concurso. A empresa foi definida em dispensa de licitação publicada em agosto deste ano.

O cargo exige ensino médio completo, idade de até 30 anos, carteira nacional de habilitação da categoria B para cima e altura mínima de 1.60 para homens e 1.55 para mulheres. Um soldado da PMSP tem como remuneração inicial R$ 3.164,58.

Concurso para soldados em andamento

A PMSP conta, atualmente, com um concurso público com 2.700 vagas para soldado de 2ª classe em andamento! Os candidatos são avaliados em sete etapas de avaliação: prova objetiva e redação, exame de aptidão física, exames psicológicos, exame de saúde, avaliação de conduta social, análise de documentos e curso de formação profissional. A prova objetiva contou com questões sobre português, matemática, história geral, história do Brasil, geografia geral, geografia do Brasil, atualidades, informática básica, Constituição Federal e constituição do Estado de São Paulo.

As contratações seguirão o regime estatutário. De acordo com o edital, caberá ao profissional contratado exercer o policiamento ostensivo e a preservação da ordem pública, envolvendo a repressão imediata às infrações penais e administrativas e a aplicação da lei, nas diversas modalidades de policiamento, sempre primando pela defesa da vida, da integridade física e da dignidade da pessoa humana, em conformidade com os princípios doutrinários de polícia comunitária, de direitos humanos e de gestão pela qualidade. Saiba os detalhes!

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concurso da PMPI terá vagas ampliadas e inscrições reabertas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Segundo o comandante da corporação, o novo calendário aguarda parecer da PGE

Karolini Bandeira*- O concurso público da Polícia Militar do Piauí (PMPI), lançado em junho, terá número de vagas ampliado e inscrições reabertas. Segundo o comandante da corporação, coronel Lindomar Castilho, o aumento será para o cargo de soldado, passando de 650 para 1.000 vagas.

“Será realizado um aditivo para o aumento no número de vagas e, em razão disso, será elaborado um novo calendário”, comunicou Castilho em entrevista realizada nesta domingo (19/9) ao portal GP1.

Ainda segundo o representante, a PMPI e a banca Nucepe aguardam parecer favorável da Procuradoria Geral do Estado (PGEPI) para produzir e publicar o novo cronograma.

Para se candidatar a soldado, é necessário apenas nível médio. Já para o cargo de oficial, é preciso comprovar bacharelado em direito. Além da escolaridade, há a possibilidade de o edital exigir altura mínima e carteira de habilitação. A remuneração inicial das carreiras varia entre R$ 3.470 a R$ 6.140.

Inscrições encerraram em agosto

Foram ofertadas no concurso da PMPI, inicialmente, 690 vagas, sendo 650 para soldados e 40 para oficiais. Do quantitativo total de vagas, 65 são destinadas a mulheres e o restante para homens. Para competir ao cargo de soldado, é pré-requisito ensino médio, já para se candidatar a oficial é necessário possuir bacharelado em direito. A altura mínima é de 1.60 para homens e 1.55 para mulheres. A corporação também exige carteira nacional de habilitação na categoria AB.

As inscrições foram encerradas pelo site da Nucepe em 26 de agosto. Os candidatos serão avaliados em cinco etapas: prova escrita objetiva, exame de saúde, teste de aptidão física, exame psicológico e investigação social.

As provas objetivas contarão com questões sobre língua portuguesa, raciocínio lógico e matemática, conhecimentos gerais, conhecimentos regionais do Piauí e conhecimentos específicos da área designada. Já o teste de aptidão física será composto por atividades com flexão, teste abdominal e teste de corrida.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

PMES vai abrir concurso público com mais 670 vagas; comissão já está formada

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- A Polícia Militar do Espírito Santo (PMES) formou a comissão organizadora do próximo concurso público com mais de 670 vagas para praças e oficiais. De acordo com a Portaria publicada no Diário Oficial do Estado, a equipe é composta por quatro membros e um presidente. São eles:

  • Adriano Franco (presidente)
  • Carlos Foresti
  • Alexandre da Silva
  • Marcelo Luiz Braga
  • Adriana Quadros Pedrozo

Ainda segundo a publicação, cabe ao grupo as seguintes atividades:

  • Elaborar o termo de referência para a contratação da banca organizadora;
  • Prestar assistência à Diretoria de Apoio Logístico da PM ES quanto a avaliação técnica das propostas apresentadas;
  • Supervisionar a banca organizadora contratada para realização do certame.

671 vagas autorizadas

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou, no último dia 11, a abertura de um concurso com 671 vagas para a Polícia Militar.

Durante a cerimônia, ele afirmou que os primeiros passos para realização do certame já foram realizados: “O que fizemos hoje foi abrir 671 vagas para policial combatente para a área de Saúde (e demais da PM). Há muito tempo não se contratam policiais, o HPM (Hospital da Polícia Militar) está desfalcado, assim como a banda de música.”

As vagas serão distribuídas em nove cargos: 560 postos para praças combatentes; 20 para oficiais médicos; 20 para oficiais dentistas; 5 para oficiais farmacêuticos/bioquímicos; 2 para oficiais médicos veterinários; 10 para oficiais enfermeiros; 30 para praças especialistas da saúde; 2 para oficiais músicos e 22 para praça músicos.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer