Concurso PCDF: diretor quer reduzir o prazo entre as etapas da seleção

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal

O diretor-geral da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), Robson Cândido, falou nas redes sociais sobre a inteção de reduzir o período entre uma etapa e outra do concurso para agentes da corporação. O prazo entre os exames sempre foi um incômodo entre os concurseiros.

Em resposta a um seguidor , ele respondeu que pretende encurtar os prazos entre as etapas.

“Isso será minha próxima demanda junto à CLDF e ao Governo do Distrito Federal. Reduzir esses prazos é questão de sobrevivência da Instituição!!!!”

O concurso público da PCDF ainda está em andamento e oferece 2.100 vagas para agentes e escrivães. As provas objetivas e a prova discursiva para o cargo de escrivão foram aplicadas em 21 de agosto, no turno da tarde. Para o cargo de agente de polícia, o exame foi realizado em 22 de agosto.

A seleção para agente de polícia reserva 600 vagas imediatas, além de formação de cadastro de reserva. Para estas vagas, foram contabilizadas 88.894 inscrições no total, resultando em uma demanda de 148.16 candidatos por vaga. Além disso, foram registradas 864 inscrições para vaga de candidatos com deficiência 15.528 na condição de cotista.

O subsídio é de R$ 8.698,78, para 40 horas de trabalho semanal (o regime de trabalho é de dedicação integral e exclusiva, incompatível com o exercício de qualquer outra atividade pública ou privada).

Os aprovados nas provas objetivas ainda passarão por:

  • Prova capacidade físicas (TAF)
  • Exames biométricos e avaliação médica;
  • Prova prática de digitação;
  • Avaliação psicológica;
  • Sindicância de vida pregressa e investigação social;
  • Prova de títulos; e
  • Curso de formação

PLOA 2022 prevê 500 vagas

O projeto de Lei Orçamentária Anual de 2022, encaminhado para o Congresso Nacional estabeleceu o preenchimento de 500 vagas para a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

O quantitativo previsto no PLOA 2022 foi superior ao indicado no documento de 2021, quando foram fixados 300 cargos para a corporação.

Além disso, há previsão de 355 vagas para preenchimento no Corpo de Bombeiros Militar do DF e 736 para a Polícia Militar do DF.

PCDF autoriza novos concursos

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) autorizou recentemente novos concurso públicos com 300 vagas! A informação foi dada pelo diretor-geral da corporação, por meio das redes sociais, na terça-feira (24/8). O  aval foi dado pela Secretaria de Economia para carreiras de delegado e agente de custódia. Serão 150 chances para cada carreira.

“Boa notícia para a PCDF e para a segurança pública da nossa Capital! A Secretaria de Economia do DF autorizou a realização de concursos públicos para os cargos de Delegado de Polícia e de Agente Policial de Custódia. Estão previstas 50 vagas para provimento imediato e 100 para cadastro de reserva para cada cargo. A Polícia Civil do Distrito Federal agradece ao governador Ibaneis Rocha, ao secretário de economia André Clemente e ao secretário de segurança pública Júlio Danilo pelo apoio a esse importante pleito para a recomposição do nosso quadro de pessoal. #pcdfagora“, disse.

Leia também:  Secretário da Economia afirma que aval deve ser oficializado nos próximos dias

 

Especialista explica como aproveitar a preparação do concurso da PCDF para próxima seleção do TJDFT

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Redirecionar o conteúdo estudado de um concurso para outro não é uma tarefa simples. Requer organização e conhecimento. Mas, você sabia que se você estudou o certame da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), é possível aproveitar esse conhecimento para se dedicar à próxima seleção do Tribunal de Justiça do DF (TJDFT)?

De acordo com o especialista do IMP Concursos Thiago Medeiros, professor das disciplinas de Direitos Humanos, Direito Penal, Processo Penal e Legislação Extravagante, apesar de muitas pessoas não fazerem essa relação, existe muito em comum entre concursos do judiciário e os de carreiras policiais. Confira as dicas completas!

Como aproveitar a preparação da PCDF para o TJDFT?

Para começar, ele explica que o primeiro passo é identificar se os concursos que você está interessado têm conteúdos que podem ser aproveitados. Para isso, a dica é: “O candidato pode comparar os conteúdos programáticos entre os dois editais e fazer uma análise da distribuição das questões com base nas provas anteriores”, relata.

“Independente do seu resultado na PCDF, não desista! Devido a pandemia você passou no mínimo um ano estudando para o concurso e acumulou muito conhecimento. Cabe a você decidir nesse momento o que irá fazer com todo esse conteúdo e só enxergo duas opções. A primeira é aproveitá-lo para novo certame que pode acontecer em poucos meses e a segunda é deixar “de lado”, abandonar e talvez se algum dia decidir retomar, seja tarde demais”, aconselha.

Muitos candidatos optaram em estudar para a PCDF porque era o concurso mais atrativo durante o período da pandemia, porém muitos não eram verdadeiramente vocacionados para exercer a função policial. Surge no final de 2021, a possibilidade de um grande concurso do Tribunal de Justiça do Distrito Federal.

É possível aproveitar a preparação da PCDF para o TJDFT?

Claro que sim. Cerca de 70% do conteúdo estudado para a PCDF poderá ser aproveitado no concurso do TJDFT. São conteúdos semelhantes: Língua Portuguesa, Constitucional, Administrativo, Direito Penal e Processual Penal.

Mesmo que a abordagem dos temas em comum seja um pouco diferente, o acumulado de conteúdo dos alunos da PCDF o gabaritam para percorrer com facilidade sobre a linguagem e a abordagem da carreira de tribunal.

As novidades em relação ao conteúdo programático para o TJDFT são:

Direito Civil;
Processo Civil;
E por fim, as legislações específicas do Tribunal.

Agora, tirando o que ele já estudou para PCDF e vai aproveitar, quais matérias seriam importantes o candidato focar?

Para largar na frente de seus concorrentes a melhor estratégia é focar na legislação específica do TJDFT (Regimento Interno, etc) conjugando sempre com revisões aos temas já estudados para a PCDF.

Expectativa para o edital do TJDFT

O Conselho do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios já aprovou a realização de concurso público para cargos de analistas e técnicos. A decisão foi tomada em agosto, durante a 9ª Sessão Ordinária do Conselho Especial, por videoconferência.

Considerando a condição e a necessidade de provimento de cargos, submete a este Conselho a proposta que seja iniciado o processo de realização de concurso público para os cargos das carreiras Judiciárias, de Técnico e Analista“, disse o presidente da sessão, Desembargador Romeu Gonzaga Neiva.

A tendência, segundo os desembargadores, é que o edital possa ser publicado ainda em 2021. O número de vagas será definido após estudo das áreas com maior necessidade de pessoal.

Com a aprovação, projeto será submetido à vice-presidência e a comissão de concursos públicos do TJDFT para tomar as iniciativas necessárias.

TJDFT acumula 405 cargos vagos

Com o último concurso público realizado em 2015, o Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) sofre com déficit de 405 cargos vagos, sendo 219 na função de técnico judiciário e 186 de analista judiciário. Os números são confirmados pelo Portal da Transparência do órgão, com dados referentes a abril de 2021.

Apesar da vacância no quadro de servidores e de já ter confirmado a intenção de viabilizar um novo concurso para efetivos com levantamento de cargos vagos, a pasta adiantou ao Papo de Concurseiro em maio que não haverá tempo hábil para realização desse concurso ainda em 2021, tendo em vista que o processo não chegou sequer à fase de contratação de banca examinadora. “Estamos apenas no levantamento de necessidades”, frisou o TJDFT.

Presidente fala sobre necessidade de concurso

Em reunião com representantes do 7ª vara Cível, realizada em 7 de julho, o presidente do TJDFT, Romeu Gonzaga Neiva, reforçou a necessidade de seleção para novas contratações no órgão. “Vamos fechar o projeto para fazer um concurso público para servidores. Estamos defasados e outros tribunais não querem ceder servidores. Temos inúmeras aposentadorias e os tribunais que têm concursos abertos não querem ceder servidores para nós e estamos ficando em situação difícil. Então hoje nós vamos trabalhar para que, a partir da semana que vem, preparemos, possivelmente, a minuta de um edital. O problema de falta de servidor está na raiz de tudo. Vamos tentar resolver”, disse.

Último concurso

O último concurso, realizado em 2015, contou com 71.831 candidatos disputando 80 vagas abertas. Houve cargos em que a disputa contou com mais de mil participantes por oportunidade. Foi o caso do posto de técnico judiciário de área administrativa, cargo de maior disputa, com 46.692 inscritos para 36 vagas, ou seja, 1.334 pessoas por chance.

O órgão convocou 920 aprovados durante a validade do edital. Outros 127 foram convocados por outros órgãos de peso do Poder Judiciário, como Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1), Superior Tribunal Militar (STM) e Superior Tribunal de Justiça (STJ), entre outros.

Leia também:  Concurso TJDFT: Especialista explica como se preparar antes mesmo do edital

Pensa em fazer concurso do TJDFT? Confira dicas de preparação para as provas

Fez o concurso da PCDF? Especialista explica como aproveitar a preparação para seleção da Policial Penal

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Os concurseiros que se dedicaram ao concurso público da Polícia Civil do Distrito Federal, que teve as provas aplicadas recentemente e oferta 2.100 vagas, podem aproveitar o conteúdo estudado também para certame da Polícia Penal. De acordo com o especialista do IMP Concursos Thiago Medeiros, que é professor de Direitos Humanos, Direito Penal, Processo Penal e Legislação Extravagante, cerca de 75% do conteúdo estudado pode ser redirecionados para o novo certame. Confira as dicas completas:

Quem se preparou para PCDF pode aproveitar o conhecimento adquirido para fazer concurso de Policial Penal?

A resposta é sim. Se você bateu na trave na PCDF, não desista! Vários concursos te esperam em 2021/2022. Teremos a qualquer momento o lançamento do edital da Polícia Penal e de Agente de Custódia, recentemente anunciado pelo Diretor da Polícia Civil do Distrito Federal.

São dois concursos que reacenderam a “chama” de esperança e motivação do concurseiro de Carreiras Policiais. Tendo como base as funções dos dois cargos poderemos ter editais muito parecidos.

Quais os conteúdos da preparação da PCDF o candidato pode aproveitar para a Polícia Penal?

Cerca de 75% do conteúdo estudado para a PCDF poderá ser aproveitado no concurso da PPDF. São conteúdos semelhantes: Língua Portuguesa, Informática, Constitucional, Administrativo, Direito Penal, Processual Penal e Direitos Humanos.

A abordagem dos temas também é muito parecida e o conteúdo acumulado dos alunos da PCDF, o gabaritam para entender com facilidade o conteúdo de execução penal.

Com relação a esse conteúdo que pode ser aproveitado, como o candidato deve se organizar para revisar esse conteúdo?

Para largar na frente de seus concorrentes, a melhor estratégia é focar nos tópicos sobre execução penal e, sempre, intercalar com revisões dos temas já estudados para a PCDF.

Além do que ele estudou para a PCDF, quais as outras matérias seriam importantes para o candidato focar?

As novidades em relação ao conteúdo programático é a parte específica sobre execução penal.

Vale a pena se basear no edital anterior para estudar para o Concurso da Polícia Penal DF?

Sim, porém com ressalvas, já que o edital anterior já tem mais de 5 anos, e não será a mesma banca que realizará o concurso. Por isso o candidato precisa ficar atento aos conteúdos de editais na área de execução penal mais recentes, como por exemplo, o edital do DEPEN.

Expectativa de edital em breve

O edital do concurso Polícia Penal DF será publicado até novembro, segundo o deputado distrital, Reginaldo Sardinha. A informação foi publicada em vídeo nas redes sociais. Estão autorizadas 1.179 vagas para o cargo. Do quantitativo, 400 são para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva.

“Durante a reunião com o secretário de economia do Distrito Federal, André Clemente, tive a confirmação de que vai sair o CONCURSO para a Polícia Penal do DF. O compromisso do chefe da pasta, é de que até novembro deste ano seja liberado o EDITAL como passo inicial para o certame. Então, você CONCURSEIRO, fique ligado e se prepare!”, disse.

Em julho, o presidente do Sindicato de Polícia Penal do DF, Paulo Rogério da Silva, também afirmou que o novo concurso com 1.179 vagas para a Polícia Penal deve sair no último trimestre deste ano.

Na ocasião, a Secretaria de Economia do DF reforçou ao Papo de Concurseiro que o certame já foi autorizado e que agora está na fase de cumprimento das exigências legais. “As próximas etapas do certame serão publicados no Diário Oficial”, disse.

O cargo exige formação em nível superior em qualquer área e deve oferecer salários iniciais de R$ 4.745. E, o certame será composto de prova objetiva, teste de aptidão física, avaliação psicológica, investigação social e vida pregressa e curso de formação.

Segundo o sindicato, a seleção é urgente e visa preencher a carência de efetivos no sistema penitenciário. “O número total de vagas na carreira são 3 mil. Hoje, temos preenchidos um pouco acima de 50%. A luta do sindicato é que chamem, com urgência, os 1.179 o mais rápido possível, dada a carência de efetivo no sistema penitenciário do DF”, alegou o sindicato. Segundo a entidade, o Governo do DF espera convocar os servidores de vagas imediatas até junho de 2022. Saiba mais aqui!

 

Deputado cobra esclarecimentos da PCDF sobre denúncia de irregularidades em concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

O deputado Reginaldo Veras (PDT), na sessão ordinária da Câmara Legislativa realizada na última quarta-feira (8/9), cobrou posicionamento da Polícia Civil do Distrito Federal sobre denúncias de irregularidades no concurso da instituição, realizado em agosto.

De acordo com ele, entre as “potenciais irregularidades” destaca-se o vazamento de questões logo após o início da prova. “O que me causa mais estranheza é que até agora a Polícia Civil do DF não liberou uma nota oficial se manifestando a respeito de tudo isso”, afirmou. Para ele, é importante que o órgão esclareça quais procedimentos estão sendo adotados para se averiguar os possíveis problemas do certame.

O distrital também relatou que só havia um chefe de mesa nas salas, sem acompanhamento de fiscais, e que os celulares dos concorrentes não foram recolhidos. “O Cebraspe, infelizmente, ofertou um péssimo serviço, o que não é comum, porque a banca é uma das melhores do Brasil”, afirmou.

Reginaldo Veras ainda frisou que a Defensoria Pública deu prazo de dez dias para o Cebraspe se manifestar, o que ainda não ocorreu. “Vários estudantes entraram com Ação Civil Pública com provas substanciais”, relatou. As denúncias, ainda segundo ele, “colocam o concurso em suspeição”.

Ao Papo de Concurseiro, a PCDF informo que há um investigação em curso a respeito destes fatos, por isso, a corporação não irá se manifestar até a conclusão da apuração.

O concurso

O concurso público da PCDF oferece 2.100 vagas para agentes e escrivães. As provas objetivas e a prova discursiva para o cargo de escrivão foram aplicadas em 21 de agosto, no turno da tarde. Para o cargo de agente de polícia, o exame foi realizado em 22 de agosto.

Agente

O concurso para agente de polícia reserva 600 vagas imediatas, além de formação de cadastro de reserva. Para estas vagas, foram contabilizadas 88.894 inscrições no total, resultando em uma demanda de 148.16 candidatos por vaga. Além disso, foram registradas 864 inscrições para vaga de candidatos com deficiência 15.528 na condição de cotista.

Podem participar candidatos com diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); e que tenham carteira de habilitação de categoria B, no mínimo, entre outros requisitos.

O subsídio é de R$ 8.698,78, para 40 horas de trabalho semanal (o regime de trabalho é de dedicação integral e exclusiva, incompatível com o exercício de qualquer outra atividade pública ou privada).

Escrivães

O concurso para agente de polícia reserva 300 vagas imediatas. Foram 52.636 candidatos inscritos na seleção. Ou seja, uma concorrência de mais de 175 candidatos por vaga. Do total de chances, 225 são de ampla concorrência, 60 para negros e 15 para pessoas com deficiência. O salário inicial é de R$ 8.698,78, para 40 horas semanais de trabalho.

Concurso PCDF: PLOA 2022 prevê preenchimento de 500 cargos

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos

O projeto de Lei Orçamentária Anual de 2022, encaminhado para o Congresso Nacional na última terça-feira(31/9) estabeleceu o preenchimento de 500 vagas para a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).

O quantitativo previsto no PLOA 2022 foi superior ao indicado no documento de 2021, quando foram fixados 300 cargos para a corporação.

Além disso, há previsão de 355 vagas para preenchimento no Corpo de Bombeiros Militar do DF e 736 para a Polícia Militar do DF.

PLOA 2022

Em coletiva da imprensa realizada na última terça-feira (31/8),  a equipe econômica do governo informou que a previsão era de ingresso de 41.700 servidores por meio de concursos. Entretanto, o anexo V do PLOA, traz a estimativa de mais de 70 mil vagas.

O texto prevê 73.640 vagas em concursos públicos para 2022, nos Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. Desse total, 4.097 são para criação e 69.543 para provimento

Veja a distribuição de vagas para criação e provimento previstas na PLOA 2022:

  • Poder Executivo  – 67.783 vagas (66.654 para provimento e 1.129 para criação)
  • Poder Judiciário  – 4.231 vagas (2.274 para provimento e 1.957 para criação)
  • Poder Legislativo  – 149 vagas (todas para provimento)
  • Defensoria Pública da União  – 1.248 vagas (237 para provimento e 1.011 para criação)
  • Ministério Público da União   – 229 vagas (todas para provimento)

PCDF autoriza novos concursos

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) autorizou recentemente novos concurso públicos com 300 vagas! A informação foi dada pelo diretor-geral da corporação, por meio das redes sociais, na terça-feira (24/8). O  aval foi dado pela Secretaria de Economia para carreiras de delegado e agente de custódia. Serão 150 chances para cada carreira.

“Boa notícia para a PCDF e para a segurança pública da nossa Capital! A Secretaria de Economia do DF autorizou a realização de concursos públicos para os cargos de Delegado de Polícia e de Agente Policial de Custódia. Estão previstas 50 vagas para provimento imediato e 100 para cadastro de reserva para cada cargo. A Polícia Civil do Distrito Federal agradece ao governador Ibaneis Rocha, ao secretário de economia André Clemente e ao secretário de segurança pública Júlio Danilo pelo apoio a esse importante pleito para a recomposição do nosso quadro de pessoal. #pcdfagora“, disse.

Leia também:  Secretário da Economia afirma que aval deve ser oficializado nos próximos dias

Concursos em andamento

Um concurso com 2.100 vagas para a PCDF está em andamento. As provas da primeira etapa foram realizadas no último sábado (21) e domingo (22) para mais de 140 mil candidatos inscritos. As chances são para agentes e escrivães e os salários são de R$ 8.698,78.

Agentes

O concurso para agente de polícia reserva 600 vagas imediatas, além de formação de cadastro de reserva. Para estas vagas, foram contabilizadas 88.894 inscrições no total, resultando em uma demanda de 148.16 candidatos por vaga. Além disso, foram registradas 864 inscrições para vaga de candidatos com deficiência 15.528 na condição de cotista.

Podem participar candidatos com diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); e que tenham carteira de habilitação de categoria B, no mínimo, entre outros requisitos.

O subsídio é de R$ 8.698,78, para 40 horas de trabalho semanal (o regime de trabalho é de dedicação integral e exclusiva, incompatível com o exercício de qualquer outra atividade pública ou privada). Saiba tudo sobre o concurso aqui!

Escrivães

O concurso para agente de polícia reserva 300 vagas imediatas. Foram 52.636 candidatos inscritos na seleção. Ou seja, uma concorrência de mais de 175 candidatos por vaga. Do total de chances, 225 são de ampla concorrência, 60 para negros e 15 para pessoas com deficiência. O salário inicial é de R$ 8.698,78, para 40 horas semanais de trabalho. Saiba tudo sobre o concurso aqui!

 

Governador Ibaneis confirma novos concursos para a Polícia Civil do DF

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos

O governador Ibaneis Rocha confirmou, por meio das redes sociais, a autorização para os próximos concursos da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).  Os certames vão oferecer 300 vagas para os cargos de agente de custódia e delegados.

 “Concurso público autorizado! Não meço esforços para atender as necessidades da nossa @secsegurancadf e já autorizamos a realização de concurso público para os cargos de delegado de polícia e de agente policial de custódia.”

Em entrevista recente ao CB.Poder, o secretário da Economia do DF, André Clemente, falou sobre a autorização.  Segundo ele, a portaria com a autorização deve ser publicada nos próximos 15 dias no Diário Oficial do DF e a partir daí já se inicia o processo para a contratação da banca organizadora.

“Aí o pessoal já pode começar a estudar e se dedicar. É mais uma oportunidade de emprego, de participar de uma importante carreira. Ser servidor público, da Segurança Pública do Distrito Federal, é um prerrogativa muito boa para quem puder participar”, disse.

Ele pontua também que, com essa autorização, a corporação vai melhorar o quadro de efetivos. Já que atualmente são 4.000 agentes e delegados e servidores da Polícia Civil, e 4.000 aposentados. “Percebe-se que é um número idêntico. Então temos que recompor as forças”, disse.

Clemente aproveitou para dizer que outras forças de segurança necessitam de recomposição de profissionais no DF. ” Não só a Polícia Civil, mas a Militar, o Corpo de Bombeiros. O governador Ibaneis é preocupado com a reestruturação das forças porque sabe a importância e dessa prestação de serviço na coletividade. Principalmente na criação do ambiente de segurança”.

O aval para o concurso público foi informado nesta terça-feira (24/8) pelo diretor-geral da corporação, por meio das redes sociais. Serão 150 chances para cada uma das carreiras.

“Boa notícia para a PCDF e para a segurança pública da nossa Capital! A Secretaria de Economia do DF autorizou a realização de concursos públicos para os cargos de Delegado de Polícia e de Agente Policial de Custódia. Estão previstas 50 vagas para provimento imediato e 100 para cadastro de reserva para cada cargo. A Polícia Civil do Distrito Federal agradece ao governador Ibaneis Rocha, ao secretário de economia André Clemente e ao secretário de segurança pública Júlio Danilo pelo apoio a esse importante pleito para a recomposição do nosso quadro de pessoal. #pcdfagora“, disse.

Novo concurso PCDF: Secretário da Economia afirma que aval deve ser oficializado nos próximos dias

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Segundo André Clemente, autorização deve ser divulgada no DODF em breve e a partir disso, inicia-se o processo de escolha da banca organizadora do concurso

Em entrevista ao CB.Poder, o secretário da Economia do DF, André Clemente, falou sobre a autorização do novo concurso público da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) , que contará com 300 vagas de agentes de custódia e delegados. Segundo ele, a portaria com a autorização deve ser publicada nos próximos 15 dias no Diário Oficial do DF e a partir daí já se inicia o processo para a contratação da banca organizadora.

“Aí o pessoal já pode começar a estudar e se dedicar. É mais uma oportunidade de emprego, de participar de uma importante carreira. Ser servidor público, da Segurança Pública do Distrito Federal, é um prerrogativa muito boa para quem puder participar”, disse.

Ele pontua também que, com essa autorização, a corporação vai melhorar o quadro de efetivos. Já que atualmente são 4.000 agentes e delegados e servidores da Polícia Civil, e 4.000 aposentados. “Percebe-se que é um número idêntico. Então temos que recompor as forças”, disse.

Clemente aproveitou para dizer que outras forças de segurança necessitam de recomposição de profissionais no DF. ” Não só a Polícia Civil, mas a Militar, o Corpo de Bombeiros. O governador Ibaneis é preocupado com a reestruturação das forças porque sabe a importância e dessa prestação de serviço na coletividade. Principalmente na criação do ambiente de segurança”.

Confira a entrevista completa:

O aval para o concurso público foi informado nesta terça-feira (24/8) pelo diretor-geral da corporação, por meio das redes sociais. Serão 150 chances para cada uma das carreiras.

“Boa notícia para a PCDF e para a segurança pública da nossa Capital! A Secretaria de Economia do DF autorizou a realização de concursos públicos para os cargos de Delegado de Polícia e de Agente Policial de Custódia. Estão previstas 50 vagas para provimento imediato e 100 para cadastro de reserva para cada cargo. A Polícia Civil do Distrito Federal agradece ao governador Ibaneis Rocha, ao secretário de economia André Clemente e ao secretário de segurança pública Júlio Danilo pelo apoio a esse importante pleito para a recomposição do nosso quadro de pessoal. #pcdfagora“, disse.

PCDF autoriza novos concursos com 300 vagas para delegados e agentes

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Atenção, concurseiros! A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) autorizou novos concurso públicos com 300 vagas! A informação foi dada pelo diretor-geral da corporação, por meio das redes sociais, nesta terça-feira (24/8). O  aval foi dado pela Secretaria de Economia para carreiras de delegado e agente de custódia. Serão 150 chances para cada carreira.

“Boa notícia para a PCDF e para a segurança pública da nossa Capital! A Secretaria de Economia do DF autorizou a realização de concursos públicos para os cargos de Delegado de Polícia e de Agente Policial de Custódia. Estão previstas 50 vagas para provimento imediato e 100 para cadastro de reserva para cada cargo. A Polícia Civil do Distrito Federal agradece ao governador Ibaneis Rocha, ao secretário de economia André Clemente e ao secretário de segurança pública Júlio Danilo pelo apoio a esse importante pleito para a recomposição do nosso quadro de pessoal. #pcdfagora“, disse.

Leia também:  Secretário da Economia afirma que aval deve ser oficializado nos próximos dias

Expectativa também para concurso na área de apoio

Há também uma expectativa de realização de novo concurso público para o quadro de apoio da Polícia Civil do Distrito Federal. Isso porque, a previsão consta no projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2022, que foi aprovada na Câmara Legislativa em junho.

O concurso consta na LDO com a oferta de 260 vagas, distribuídas entre os cargos de gestor de apoio às atividades policiais civis, com 60 vagas; e analista de apoio às atividades policiais civis, com 200 vagas. A LDO 2022 ainda precisa passar pela sanção do governador Ibaneis Rocha (MDB).

Ao todo, a LDO 2022 prevê 11.644 vagas para provimento em concursos no Distrito Federal, e outras 4.023 para criação. Do quantitativo de provimento, 11.532 são para o Poder Legislativo e 112 para o Legislativo. Saiba mais aqui!

Concursos em andamento

Um concurso com 2.100 vagas para a PCDF está em andamento. As provas da primeira etapa foram realizadas no último sábado (21) e domingo (22) para mais de 140 mil candidatos inscritos. As chances são para agentes e escrivães e os salários são de R$ 8.698,78.

Agentes

O concurso para agente de polícia reserva 600 vagas imediatas, além de formação de cadastro de reserva. Para estas vagas, foram contabilizadas 88.894 inscrições no total, resultando em uma demanda de 148.16 candidatos por vaga. Além disso, foram registradas 864 inscrições para vaga de candidatos com deficiência 15.528 na condição de cotista.

Podem participar candidatos com diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); e que tenham carteira de habilitação de categoria B, no mínimo, entre outros requisitos.

O subsídio é de R$ 8.698,78, para 40 horas de trabalho semanal (o regime de trabalho é de dedicação integral e exclusiva, incompatível com o exercício de qualquer outra atividade pública ou privada). Saiba tudo sobre o concurso aqui!

Escrivães

O concurso para agente de polícia reserva 300 vagas imediatas. Foram 52.636 candidatos inscritos na seleção. Ou seja, uma concorrência de mais de 175 candidatos por vaga. Do total de chances, 225 são de ampla concorrência, 60 para negros e 15 para pessoas com deficiência. O salário inicial é de R$ 8.698,78, para 40 horas semanais de trabalho. Saiba tudo sobre o concurso aqui!

 

Concurso PCDF: psicóloga dá dicas para manter bom preparo físico e mental

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

O concurso público da Polícia Civil do Distrito Federal será realizado no próximo final de semana. Estão na disputa 2.100 vagas para cargos de escrivães e agentes e mais de 130 mil candidatos farão as provas. Como a reta final costuma ser um momento de muita ansiedade e estresse entre os estudantes, o Papo de Concurseiro conversou com alguns especialistas para garantir boas dicas de preparo físico e mental nesta etapa.

Para Gabriel Granjeiro, presidente do Gran Cursos online e especialista em concursos públicos, a última semana antes da prova deve ser de tranquilidade e foco. “O aluno deve manter o ritmo de estudos que já está acostumado e não fazer algo que extrapole a sua rotina, como virar a noite estudando, por exemplo. Outra dica é também manter a saúde em dia, porque é uma prova extensa que exige muito do aluno. Essa última semana é hora de ser consistente nas ações.”, explica.

A psicóloga especialista em concursos públicos, Juliana Gebrin, também preparou algumas dicas para os concurseiros. Confira:

Durma bem

Para uma boa preparação para o concurso, é essencial que você esteja sempre descansado, seja para o próximo dia de estudos ou mesmo antes das provas. Nada de deixar para descontar nas madrugadas ou em um dia específico. A hora do sono, para o concurseiro, é tão sagrada quanto o próprio estudo. Privar a si mesmo de um bom sono pode ser a causa de vários problemas, entre eles depressão, estresse e paranoia.

Pratique meditação, yoga ou mindfulness

Na verdade, a meditação e o yoga andam de mãos dadas em sua filosofia, mas a execução de ambas pode ser bem diferente. São muitos os benefícios que as técnicas do mindfulness podem trazer para os concurseiros que estão na preparação para o exame. Aliviar as tensões da prova que está por vir é só o começo, a prática também contribui para: diminuir o estresse e ansiedade, melhorar a qualidade do sono, reduzir o risco de desenvolver depressão, aumentar a capacidade de concentração e desenvolver a inteligência emocional e autoconhecimento.

Alimente-se bem

Seja nos momentos antes da prova ou nos dias de preparação para o concurso, cuidar da alimentação faz parte de qualquer rotina saudável que se preze.

Controle suas emoções e medos

Bata de frente contra isso! A verdade é que todos os estudantes têm seus medos e eles costumam dar as caras na hora de responder as questões para valer. O segredo é tentar canalizar esses medos, enfrentá-los de maneira racional e revertê-los.

Proteja-se do coronavírus

Os candidatos devem ficar atentos ao grupo de entrada previsto na consulta de local e horário e, assim, evitar aglomerações no dia de realização das provas. Informações adicionais sobre as medidas de prevenção à Covid-19 adotadas pela organizadora do concurso, que neste caso é o Cebraspe, também devem ser observadas pelos candidatos.

O concurso

O concurso público da PCDF, com 2.100 vagas para agentes e escrivães, foi retomado após ser suspenso devido à pandemia. As provas objetivas e a prova discursiva para o cargo de escrivão terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas em 21 de agosto, no turno da tarde. Para o cargo de agente de polícia, o exame será realizado em 22 de agosto, também com duração de 4 horas e 30 minutos.

Leita também: Última semana! Especialista indica como se preparar na reta final do concurso da PCDF

Agente

O concurso para agente de polícia reserva 600 vagas imediatas, além de formação de cadastro de reserva. Para estas vagas, foram contabilizadas 88.894 inscrições no total, resultando em uma demanda de 148.16 candidatos por vaga. Além disso, foram registradas 864 inscrições para vaga de candidatos com deficiência 15.528 na condição de cotista.

Podem participar candidatos com diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); e que tenham carteira de habilitação de categoria B, no mínimo, entre outros requisitos.

O subsídio é de R$ 8.698,78, para 40 horas de trabalho semanal (o regime de trabalho é de dedicação integral e exclusiva, incompatível com o exercício de qualquer outra atividade pública ou privada).

Escrivães

O concurso para agente de polícia reserva 300 vagas imediatas. Foram 52.636 candidatos inscritos na seleção. Ou seja, uma concorrência de mais de 175 candidatos por vaga. Do total de chances, 225 são de ampla concorrência, 60 para negros e 15 para pessoas com deficiência. O salário inicial é de R$ 8.698,78, para 40 horas semanais de trabalho.

Leia também: Redação para a PCDF: veja quais são os erros mais comuns nesta etapa do concurso

Concurso PCDF: especialista aponta 10 dicas de como escrever uma boa redação

Estatística para PCDF: veja como estudar o conteúdo e alavancar a preparação na reta final

Última semana! Especialista indica como se preparar na reta final do concurso da PCDF

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

O concurso com 2.100 vagas para Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) será realizado no próximo final de semana. Os locais de prova estão sendo divulgados por meio do site do Cebraspe, organizador da seleção. São 300 chances para escrivães e 1.800 para agentes. Os aprovados vão receber remuneração inicial de R$ 8.698,78.

De acordo com Suzele Veloso, que é especialista em Direito Administrativo e professora no preparatório IMP Concursos, nesta reta final é importante resolver simulados e questões para a revisão de conteúdo. “Dedique-se a resolver o máximo de questões possíveis nessa última semana. Além de servir para identificar algum assunto ainda deficiente, serve também para avaliar o tempo gasto na análise das questões, o que já serve de treino para mensurar o tempo no dia da prova”, aconselhou.

As provas objetivas e discursivas para o cargo de escrivão terão realizadas no sábado, com 4h30 de duração. Já para os agentes, os exames serão aplicados no domingo. Os gabaritos preliminares serão divulgados a partir de 23 de agosto.

Confira as dicas da especialista:

  • Dedique alguns minutos ou se possível algumas horas do dia para fazer a leitura da lei seca. Grande parte das questões ainda cobra a literalidade da lei.
  • Utilize os resumos, mapas mentais, mnemônicos, flashcards e demais materiais mais sucintos que servem para uma revisão geral do conteúdo. Não é o momento, nessa reta final, de retomar a leitura de materiais extensos, pois além de não ter tempo hábil para isso ainda poderá ocasionar pânico e ansiedade.
  • Também é de extrema relevância nessa última semana uma atenção especial para o preparo do corpo para a exaustão do dia da prova: ter uma alimentação adequada, praticar de atividade física leve, tentar horas de sono.
  • Não se preocupe com a concorrência, com o colega que afirma ter visto e revisto todo o edital duas, três, cinco vezes ou que gabarita simulados em poucos minutos. Concentre-se em você e se for o caso afaste-se das redes sociais e grupos. Sem saúde e tranquilidade mental nem o mais preparado candidato consegue se sair bem. Esse é o momento de focar em tudo que já estudou, naquilo que ainda pode ser revisto e ir em paz para a sua prova.

Concorrência

Ao todo, mais de 130 candidatos se inscreveram para as duas seleções. Para o cargo de escrivão, foram registradas 52.634 inscrições no total, sendo 550 inscritos deficientes e 8.668 cadastros para concorrer às cotas. Confira aqui! E, para agentes, mais de 88 mil candidatos realizaram a inscrição.

O concurso

O concurso público da PCDF, com 2.100 vagas para agentes e escrivães, foi retomado após ser suspenso devido à pandemia. As provas objetivas e a prova discursiva para o cargo de escrivão terão a duração de 4 horas e 30 minutos e serão aplicadas em 21 de agosto, no turno da tarde. Para o cargo de agente de polícia, o exame será realizado em 22 de agosto, também com duração de 4 horas e 30 minutos.

Agente

O concurso para agente de polícia reserva 600 vagas imediatas, além de formação de cadastro de reserva. Para estas vagas, foram contabilizadas 88.894 inscrições no total, resultando em uma demanda de 148.16 candidatos por vaga. Além disso, foram registradas 864 inscrições para vaga de candidatos com deficiência 15.528 na condição de cotista.

Podem participar candidatos com diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação (MEC); e que tenham carteira de habilitação de categoria B, no mínimo, entre outros requisitos.

O subsídio é de R$ 8.698,78, para 40 horas de trabalho semanal (o regime de trabalho é de dedicação integral e exclusiva, incompatível com o exercício de qualquer outra atividade pública ou privada).

Escrivães

O concurso para agente de polícia reserva 300 vagas imediatas. Foram 52.636 candidatos inscritos na seleção. Ou seja, uma concorrência de mais de 175 candidatos por vaga. Do total de chances, 225 são de ampla concorrência, 60 para negros e 15 para pessoas com deficiência. O salário inicial é de R$ 8.698,78, para 40 horas semanais de trabalho.

Leia também: Redação para a PCDF: veja quais são os erros mais comuns nesta etapa do concurso

Concurso PCDF: especialista aponta 10 dicas de como escrever uma boa redação

Estatística para PCDF: veja como estudar o conteúdo e alavancar a preparação na reta final