FGV é a banca escolhida para o concurso do CBME-RJ

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, CBM, Concursos Públicos, Sem categoria

Concurseiros agora estão na expectativa para o lançamento do edital. A decisão foi divulgada no Diário Oficial do Rio nesta quinta (28/4)

Por Raphaela Peixoto* — A Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a banca reguladora do certame do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBME RJ). A decisão foi divulgada no Diário Oficial do estado nesta quinta-feira (28/4) em um extrato de instrumento contratual, cuja a duração é de 12 meses a partir da data de publicação.

O certame tem intuito de disponibilizar 40 vagas para o cargo de oficiais combatentes do CBME-RJ. Ainda não saiu o edital, porém as expectativas são de o concurso ser composto por seis fases, sendo só uma delas de responsabilidade da FGV o restante ficará por conta da CBME-RJ. São elas:

  • prova objetiva (FGV que organizará)
  • exame físico (corrida de meio fundo – 2.400 m em 12 minutos; natação – 100 m em dois minutos e meio; flexão e extensão de MMSS – barra fixa; abdominal – 35 repetições em um minuto);
  • exame de saúde; e
  • pesquisas documental e social.

É válido ressaltar que no dia 16 de março, já tinha sido publicado no Diário Oficial do Estado uma dispensa de licitação em que confirma a escolhida. De acordo com a matéria publicada pelo Papo de Concurseiro o órgão, na época, afirmou que “a escolha pela FGV ocorreu devido à alta procura pela seleção no último ano.  O número de inscritos, que ficava entre 1.900 e 3.900, saltou para 20.234 em 2021. Desta forma, o CBME-RJ espera receber, pelo menos, 18 mil candidatos para o CFO 2022”.

Na última seleção para a carreira de Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro, que foi realizada em 2020, quem regulamentou foi a Uerj. Foram disponibilizadas 25 vagas e não houve divisão por sexo. De maneira análoga este certame irá exigir apenas o nível médio completo e não haverá idade máxima, como consta no processo interno do CBME-RJ.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Empresa de Pesquisa Energética define nova banca para concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Governo federal

Karolini Bandeira*- Conforme extrato de dispensa de licitação, o próximo concurso público da Empresa de Pesquisa Energética (EPE) será organizado pela Fundação Getúlio Vargas. A publicação foi feita no Diário Oficial da União nesta terça-feira (7/12)  e o próximo passo será a oficialização da contratação.

O concurso foi autorizado em 2020, mas teve abertura impedida até dezembro deste ano pela Lei Complementar 173/2020. Na época, o Cebraspe havia sido divulgado como o organizador da seleção. A expectativa, agora, é de edital no início de 2022, com oportunidades para cargos de níveis médio e superior.

Último concurso

No último concurso da EPE, realizado em 2014, a Fundação Cesgranrio foi a responsável. O edital destinou 343 vagas para formação de cadastro de reserva em funções de médio e superior. As oportunidades foram para Brasília e Rio de Janeiro, nas carreiras de assistente e analista. Na época, a remuneração inicial oferecida variou de R$ 2.345,15 a R$ 8.445,75 para jornada semanal de 40 horas.

*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader

IBGE contrata mais uma banca para realizar concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Foi publicado, nesta segunda-feira (6/11), o extrato de dispensa de licitação do IBGE com a banca IBFC. É a segunda organizadora que irá trabalhar com o órgão na realização do Censo 2022. A IBFC será responsável pela organização e coordenação do processo seletivo simplificado para as funções de coordenador censitário de área e agente censitário de administração e informática. 

Vale lembrar que, na seleção com mais de 200 mil vagas, a responsável será a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Serão selecionados 206.891 servidores temporários para as funções de recenseador (183.021 vagas), agente censitário supervisor (18.420 vagas) e agente censitário municipal (5.450 vagas). Haverá vagas em todos os municípios do país.

O IBGE já divulgou informações relacionadas à devolução das taxas do PSS cancelado e outros serviços. 

Seleção

O processo seletivo simplificado tem o objetivo de contratação temporária de pessoal. Quando o edital, agora cancelado, foi lançado, já havia a informação de que os cargos exigem ensino médio completo.Para o cargo de agente municipal, a remuneração é de R$ 2.100, para 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Já para agentes supervisores, o salário é de R$ 1.700, para a mesma carga horária.

O contratado também terá auxílio-alimentação, auxílio-transporte e auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

Vale lembrar que, em outubro, o IBGE informou o cancelamento do certame. De acordo com o instituto, o contrato com o Cebraspe, banca anterior, havia sido encerrado e não seria prorrogado. 

Relembre aqui como foram as exigência do edital cancelado.

Secretaria da Fazenda da Bahia publica resumo do contrato com a FGV

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Com mais uma etapa concluída, edital deve estar próximo

Foi publicado nesta segunda-feira (6/12) o resumo do contrato da Secretaria da Fazenda da Bahia com a Fundação Getúlio Vargas (FGV). A banca será responsável por organizar o próximo concurso do órgão. De acordo com o resumo, a FGV foi contratada para prestação de serviços técnicos especializados visando a organização e realização de concurso público para provimento de 49 vagas para o cargo de agente de tributos. O contrato tem duração de 240 dias. A banca foi escolhida por dispensa de licitação.

Em abril, o Sindicato dos Servidores da Fazenda da Bahia (Sindsefaz) ressaltou a importância de um novo concurso público para agentes de tributos estaduais e expôs que a pasta sofre de déficit de 1.182 cargos em vacância.

Em outubro, a própria secretaria informou que o edital deveria ser lançado até a primeira quinzena de dezembro, ofertando 49 vagas imediatas. Para concorrer, será necessário possuir ensino superior completo.  

Leia também: Sefaz/BA: sindicato expõe déficit de mais de 1.000 agentes

 

 

 

 

Portaria autoriza concurso do IBGE e mostra como será a distribuição das 200 mil vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Cresce expectativa para o edital do concurso, que vai ofertar vagas para todos os municípios do país

Mais um passo foi dado para a realização do concurso do IBGE. Nesta sexta-feira (3/12), foi publicada uma portaria autorizando a contratação, por tempo determinado, do quantitativo máximo de 207.020 profissionais para atender necessidade temporária de excepcional interesse público.  Os profissionais serão contratados para desenvolver atividades relacionadas ao Censo Demográfico 2022.

O prazo de duração dos contratos será de até um ano, podendo ser prorrogado conforme dispõe a legislação, desde que justificado com base nas necessidades de conclusão das atividades. O prazo para publicação do edital de abertura de inscrições será de até seis meses, contado a partir da publicação da portaria desta sexta-feira (3/12).

Veja a seguir a distribuição das vagas:

  • Agente Censitário Municipal (ACM): 5.500
  • Agente Censitário Supervisor (ACS): 18.420
  • Recenseador: 183.100
  • Total: 207.020

O concurso

Vale lembrar que a Fundação Getúlio Vargas (FGV) é a empresa responsável por organizar o Processo Seletivo Simplificado (PSS) do Censo Demográfico de 2022. O processo seletivo simplificado tem o objetivo de contratação temporária de pessoal. Quando o edital anterior, que agora está cancelado, foi lançado, já havia a informação de que os cargos exigiriam ensino médio completo.Para o cargo de agente municipal, a remuneração é de R$ 2.100, para 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Já para agentes supervisores, o salário é de R$ 1.700, para a mesma carga horária.

O contratado também terá auxílio-alimentação, auxílio-transporte e auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

Vale lembrar que, em outubro, o IBGE informou o cancelamento do certame. De acordo com o instituto, o contrato com o Cebraspe, banca anterior, havia sido encerrado e não seria prorrogado. 

Outra seleção

Foi publicada, também nesta sexta-feira (3/12), uma segunda portaria autorizando o IBGE a contratar, por tempo determinado, o quantitativo máximo de 2.004 profissionais para atender necessidade temporária de excepcional interesse público.  Os profissionais também serão contratados para desenvolver atividades relacionadas ao Censo Demográfico 2022.

O prazo de duração dos contratos será de até um ano, podendo ser prorrogado conforme previsão em legislação, desde que devidamente justificado com base nas necessidades de conclusão das atividades.

Em novembro, foi especulado que a banca Idecan seria a realizadora dessa outra seleção. https://blogs.correiobraziliense.com.br/papodeconcurseiro/ibge-idecan-deve-ser-banca-de-proxima-selecao/  O prazo para publicação do edital de abertura de inscrições para o processo seletivo simplificado será de até seis meses, contado a partir da publicação da portaria desta sexta-feira (3/12).

Veja a seguir a distribuição das vagas:

  • Coordenador Censitário de Área (CCA) – 31
  • Agente Censitário de Administração e Informática (ACAI) – 1.781
  • Agente Censitário de Pesquisa por Telefone (ACT) – 180
  • Supervisor Censitário de Pesquisas e Codificação – 12
  • Total – 2.004

Leia também: IBGE cancela edital de 2021 e está ‘adotando as providências para nova seleção’

 

Candidato morre após realizar teste físico da Polícia Civil do Rio Grande do Norte

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, TAF

Etapa física é uma das exigências nas seleções da área de segurança pública

Um candidato do concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte passou mal enquanto realizava a corrida do Teste de Aptidão Física (TAF) na última quarta-feira (1/12).  Em nota, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), banca organizadora do certame, informou que o candidato foi imediatamente socorrido e, posteriormente, deslocado  por UTI móvel à UPA – Cidade da Esperança.

De acordo com a FGV, os documentos do candidato atestavam a capacidade para as provas. A banca também informou que havia no local um aparato integrado por UTI móvel, socorrista, médico e enfermeira. 

A FGV e a Polícia Civil do Rio Grande Norte lamentaram a morte do candidato e informaram que toda assistência está sendo prestada aos familiares.

Confira a nota divulgada pela FGV:

“É com profundo pesar que a Fundação Getulio Vargas e a Polícia Civil do Estado do Rio Grande do Norte comunicam o falecimento, hoje, de um candidato ao teste de aptidão física – TAF, etapa integrante do processo de seleção aos quadros da polícia civil do Rio Grande do Norte. O candidato foi imediatamente socorrido por equipe médica que assiste as provas, sendo posteriormente deslocado por UTI móvel à UPA – Cidade da Esperança. Seus documentos de identificação, bem como laudo médico, atestavam a capacidade para as provas. 

Nem o aparato existente, integrado por UTI móvel, socorrista, médico e enfermeira, mantido pelos organizadores do processo seletivo, e o pronto atendimento puderam impedir a ocorrência dessa fatalidade. A FGV e a PCRN lamentam imensamente e informam que toda a assistência está sendo prestada aos familiares. Natal-RN, 02 de dezembro de 2021

A FGV  e a Polícia Civil do Rio Grande do Norte lamentaram a morte do candidato.”

 

TAF da PCRN

O Teste de Aptidão Física é uma das exigências em concursos da área de segurança pública. No concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte, foram cobrados os seguintes exercícios:

– barra (flexão, para candidatos do sexo masculino; estática, para candidatas do sexo feminino)

– impulsão horizontal

– flexão abdominal

– corrida de 12 minutos 

Outro caso em 2021

 Um candidato ao  concurso da Polícia Militar do Estado (PMPA) morreu durante a aplicação da da etapa de Teste de Aptidão Física (TAF).  O candidato chegou a ser encaminhado para o Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti ainda consciente, mas não resistiu e morreu após dar entrada na unidade de saúde. A causa da morte ainda não foi informada.

 

FGV é a nova banca do concurso do IBGE com mais de 200 mil vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, temporário

Todos os municípios do país terão vagas

A Fundação Getúlio Vargas é a nova empresa responsável por organizar o Processo Seletivo Simplificado (PSS) do Censo Demográfico de 2022. O anúncio foi feito nas redes sociais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) nesta quarta-feira (24/11).

Serão selecionados 206.891 servidores temporários para as funções de recenseador (183.021 vagas), agente censitário supervisor (18.420 vagas) e agente censitário municipal (5.450 vagas). Haverá vagas em todos os municípios do país.

De acordo com o comunicado feito pelo IBGE, o órgão divulgará, por meio de seus canais oficiais, novos informes relacionados ao cronograma de inscrição, a devolução das taxas do PSS cancelado e outros serviços.

Seleção

O processo seletivo simplificado tem o objetivo de contratação temporária de pessoal. Quando o edital, agora cancelado, foi lançado, já havia a informação de que os cargos exigem ensino médio completo.Para o cargo de agente municipal, a remuneração é de R$ 2.100, para 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Já para agentes supervisores, o salário é de R$ 1.700, para a mesma carga horária.

O contratado também terá auxílio-alimentação, auxílio-transporte e auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

Vale lembrar que, em outubro, o IBGE informou o cancelamento do certame. De acordo com o instituto, o contrato com o Cebraspe, banca anterior, havia sido encerrado e não seria prorrogado. 

Relembre aqui como foram as exigência do edital cancelado.

 

CGU assina contrato com FGV e edital pode sair a qualquer momento

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

A expectativa é que o edital saia nas próximas semanas

O extrato de contrato entre a Controladoria Geral da União e a Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi publicado nesta sexta-feira (19/11) no Diário Oficial da União. Agora, com mais esse passo concluído no processo do concurso, o edital pode sair a qualquer momento. Conforme informado ao Papo de Concurseiro nesta semana, a CGU trabalha para ter a publicação do edital “o mais breve possível”.

O concurso da CGU é um dos mais aguardados do ano. O certame vai oferecer 375 vagas para auditores e técnicos. Desse total, 300 são para o cargo de nível superior de auditor federal de finanças e controle. As outras 75 são para técnico federal de finanças e controle (nível médio).

As provas serão aplicadas nas capitais da região norte, no Distrito Federal, em São Paulo (SP), Porto Alegre (RS) e em Recife (PE). Os candidatos poderão concorrer a qualquer localidade com vaga — sem a necessidade de fazer a prova na respectiva região de lotação. “Ex: Posso fazer prova para o Acre em Brasília e vice-versa”, explicou Rosário nas redes sociais

Desde o início dos trâmites para o concurso, o ministro Wagner Rosário interagiu com os concurseiros no twitter e deixou claro que o edital não demoraria para sair.

Governo do Espírito Santo libera crédito suplementar para concurso

Publicado em Deixe um comentárioCBM, Concursos, Concursos Públicos

Com comissão formada, concurso fica cada mais próximo 

O concurso da Polícia Militar do Espírito deu mais um passo para a publicação do edital. Na manhã desta segunda-feira (8/11), o governo do estado tornou pública a liberação de crédito suplementar para realizar o certame. Vale lembrar que o órgão já conta com uma comissão formada para trabalhar com assuntos do concurso.

Em agosto, o governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou 671 vagas para a PMES.  As chance são para praças combatentes (560), oficiais médicos (20), oficiais dentistas (20), oficiais farmacêuticos/bioquímicos (5),  oficiais médicos veterinários (2), oficiais enfermeiros (10), praças especialistas de saúde (30), oficiais músicos (2) e praças músicos (22).

Outros concursos no Espírito Santo

O estado tem outros dois concursos já com planejamento avançado. A Sefaz e o CBM estão com banca definida.  A Fundação Getúlio Vargas (FGV) vai organizar o concurso da Sefaz. com previsão de 14 vagas para o cargo de consultor do tesouro nacional; a banca Idecan será a responsável pelo concurso do CBM, com previsão de 80 vagas para soldados.

Leia também: PMES vai abrir concurso público com 671 vagas; comissão já está formada

CGU define banca para concurso com 375 vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

De acordo com ministro, as provas devem ser realizadas em novembro

A Controladoria-Geral da União escolheu a Fundação Getúlio Vargas (FGV) como banca organizadora do certame que vai oferecer 375 vagas. O extrato de dispensa de licitação com a FGV foi publicado nesta sexta-feira (5/11) no Diário Oficial da União.
As provas serão realizadas em Brasília, São Paulo, Porto Alegre, Recife e nas capitais da região Norte. O ministro Wagner Rosário costuma interagir com os concurseiros no twitter e já deixou claro que o edital não deve demorar para sair.

Os candidatos poderão concorrer a qualquer localidade com vaga — sem a necessidade de fazer a prova na respectiva região de lotação. “Ex: Posso fazer prova para o Acre em Brasília e vice-versa”, explicou Rosário.

Edital em novembro

De acordo com o ministro, a intenção do órgão é publicar o edital de abertura na segunda quinzena de novembro. Já as provas, segundo ele, serão aplicadas em fevereiro. A autorização é para 375 vagas de auditores e técnicos. Do quantitativo aprovado, 300 vagas são para o cargo de nível superior de auditor federal de finanças e controle. As outras 75 são para técnico federal de finanças e controle, de nível médio.