Banco Central estuda enviar novo pedido para abertura de concurso

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Banco Central, Concursos, Concursos Públicos, Governo federal, Sem categoria

Banco ainda aguarda respostas sobre solicitação realizada em 2021

O Banco Central afirmou ao Papo de Concurseiro que ainda aguarda respostas sobre uma solicitação de concurso público enviada em 2021. Ela pede a autorização do Ministério da Economia para a realização de um novo certame ofertando 245 vagas. “Caso o pedido em aberto não seja atendido, existe a possibilidade de novo pedido em 2022”, ressalta o Bacen.

Tabela das distribuições dos cargos solicitados

As vagas seriam para os cargos de analista, técnico e procurador, no qual o preenchimento de pessoal é previsto até 2024. Atualmente o salário inicial varia entre R$ 7.283 a R$ 21.014,49. Na tabela a seguir a distribuição dos cargos por ano.

A Lei nº 9.650, de 27 de maio de 1998 prevê que o quadro de pessoal do órgão seja de 6.470. De acordo com o último levantamento do Bacen, estão vagos 3.031 cargos, sendo o de analista o que possui mais cargos desocupados, 2.446. Comparando com o déficit apresentado na época da solicitação, houve um crescimento de quase 3%.

Sobre os cargos

Confira as atribuições consoante ao Banco Central:

Analistas

“Os analistas do BC são profissionais de nível superior. São algumas das atribuições: “formulação, execução, acompanhamento e controle de planos, programas e projetos relativos à gestão das reservas internacionais; políticas monetária, cambial e creditícia; emissão de moeda e papel moeda; gestão de instituições financeiras sob regime especiais; desenvolvimento organizacional; e gestão da informação e do conhecimento”.

Técnicos

“Os técnicos do BC são profissionais de nível médio. Entre as atribuições de um técnico do Banco Central, estão o desenvolvimento de atividades técnicas e administrativas complementares às atribuições dos analistas e procuradores do BC; apoio técnico-administrativo aos analistas e procuradores do órgão; supervisão da execução de atividades de suporte e apoio técnico terceirizadas, entre outras”.

Procuradores

“O cargo é destinado a profissionais bacharéis em direito. Para concorrer ao posto, é preciso comprovar o exercício de dois anos de prática forense. Veja a lista de antiguidade dos procuradores.

Entre as atribuições de um procurador do Banco Central, estão a representação judicial e extrajudicial da autarquia; atividades de consultoria e assessoramento jurídicos ao BC; apuração da liquidez e certeza dos créditos, de qualquer natureza, inerentes às suas atividades, inscrevendo-os em dívida ativa, para fins de cobrança amigável ou judicial; e assistência aos administradores da autarquia no controle interno da legalidade dos atos a serem praticados por eles ou já efetivados. Veja as atribuições completas do cargo de procurador”.

Bacen está 9 anos sem realizar concurso

O Banco Central realizou o concurso pela última vez em 2013, no qual o edital assegurou a oferta de 500 vagas para os cargos de técnico e analista, de nível médio e nível superior. Ele foi regulamentado pelo Cebraspe.

Na época, o certame registrou 88.589 inscritos, aproximadamente 117 pessoas disputando por cada vaga.

A seleção foi composta por provas objetivas abrangendo os conhecimentos gerais e específicos, além de uma avaliação de títulos e programa de capacitação.

Especialista dá dicas de direito penal militar para o próximo concurso da PMDF

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

A Polícia Militar do Distrito Federal está autorizada a abrir novos concursos públicos que visam preencher 2.146 vagas. O próximo passo é a contratação da banca que vai executar as etapas da seleção. Para dar uma força aos que desejam ser aprovados, o especialista do IMP Concursos, Ricardo Ziegler, professor das disciplinas de Direito Penal Militar, Criminologia e Legislação Específica para Polícia Militar, dá dicas importantes para quem quer se preparar antes mesmo da publicação do edital.

De acordo com o especialista, alguns fatos levam a considerar que o edital deve ser muito semelhante ao último, publicado em 2018. Para Ricardo, os principais erros que os candidatos cometem ao iniciar os estudos antes do edital são falta de organização e planejamento de estudos.

“Como a autorização do concurso já foi publicada, e nos últimos editais não houve qualquer mudança significativa no conteúdo exigido para Direito Penal Militar, o aluno pode basear sua preparação no edital anterior”, explica.

Em relação à banca responsável pelo certame, o professor diz ser um aspecto irrelevante, tendo em vista que o candidato deve estar preparado para qualquer banca, contudo, pode ser verificado que o Instituto AOCP (Associação em Organização de Concursos Públicos) e a FGV ( Fundação Getúlio Vargas) têm organizado muitos concursos de carreiras policiais recentemente.

E para finalizar, ele explica um pouco sobre a disciplina de Direito Penal Militar para a PMDF.

A disciplina consiste no estudo das normas que definem as condutas que caracterizam crime militar e suas hipóteses de aplicação. Tem a finalidade de tutelar os bens jurídicos que também são protegidos pelo Direito Penal Comum e àqueles relevantes para as Instituições Militares (Hierarquia, Disciplina, Serviço e Dever Militar, por exemplo).

Vale ressaltar que a ordem constitucional incumbiu os militares como responsáveis pela preservação da ordem pública, à defesa da Pátria e à garantia dos poderes constitucionais, dessa forma a tutela dos pilares de suas Instituições, garantem a própria existência do Estado Democrático de Direito”, conclui o professor.

Do total de vagas previstas, 2.100 serão destinadas ao cargo de soldado e 46 para o cargo de oficiais da área da saúde.

Além disso, os concursos PMDF deverão ser compostos por diversas etapas. Por isso, para serem concluídos dentro do prazo de provimento, o edital precisa sair o quanto antes para que as fases aconteçam em tempo hábil.

Saiba como se preparar

Logo após a autorização do certame, o Papo de Concurseiro conversou com especialistas que deram dicas de como ser aprovado para os dois cargos:

Confira aqui as dicas para ser aprovado no cargo de soldado.

Confira aqui as dicas para ser aprovado no cargo de oficial da área da saúde.

Último concurso PM DF para soldados

A Polícia Militar do Distrito Federal abriu um concurso para soldados em 2018, com 2 mil vagas. Mais de 50 mil pessoas se inscreveram na seleção.

Também foram contempladas oportunidades para músicos, com 18 vagas para especialista em corneta e seis para clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone tenor/baixo.

A remuneração inicial foi de R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos, incluindo o auxílio-alimentação de R$ 850.

Os candidatos passaram por sete etapas: prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação.

Último concurso PM DF para oficiais

O último concurso PM DF para o cargo de oficial foi realizado em 2016/2017, sob  organização do Iades  . No entanto, para a área da Saúde a seleção mais recente é de 2012, porém pela mesma banca organizadora.

Na época, o Iades trouxe um edital com oferta de 41 vagas, porém com 249 cadastro de reserva. A seleção anterior contou com salário inicial de R$ 7.947,50.

Foram ofertadas diversas especialidades, por exemplo:

  • Anestesia;
  • Cardiologia;
  • Cirurgia Geral;
  • Cirurgia Pediátrica;
  • Clínica Médica;
  • Dermatologia;
  • Endocrinologia;
  • Gastroenterologia;
  • Medicina do Trabalho;
  • Oftalmologia;
  • Ortopedia;
  • Otorrinolaringologia;
  • Pediatria;
  • Pneumologia;
  • Psiquiatria;
  • Radiologia;
  • Dentística;
  • Veterinária de pequeno porte (cães);
  • Entre outras.

Concurso Senado: portaria atualiza a comissão do certame

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Foi publicada no Diário Oficial da União, desta quarta-feira (4/5), uma atualização da comissão de servidores do concurso autorizado do Senado Federal. De acordo com a portaria, o servidor José Roberto Leite de Matos foi designado para compor a comissão examinadora como representante da Secretaria-Geral da Mesa.  Ao todo, o Senado Federal tem sete servidores para a comissão examinadora do concurso público, que vai oferecer 19 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva.

A próxima etapa para a realização do concurso é o processo de definição da banca organizadora e posterior publicação do edital.

O concurso

Um novo concurso do Senado Federal foi autorizado na última sexta-feira (8/4) e ofertará 19 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva para os cargos de Advogado, Consultor Legislativo, Analista Legislativo e Técnico Legislativo, distribuídos da seguinte forma:

Advogado (01);
Consultor Legislativo – áreas de Assessoramento em Orçamentos (01), Assessoramento Legislativo (01);
Analista Legislativo – áreas de Administração (01), Arquivologia (01), Assistência Social (01), Contabilidade (01), Enfermagem (01), Informática Legislativa (01), Processo Legislativo (01), Registro e Redação Parlamentar (01), Engenharia do Trabalho (01), Engenharia Eletrônica e Telecomunicações (01); e
Técnico Legislativo – especialidade Policial Legislativo (06).

Os salários atuais que variam de R$ 18 a R$ 32 mil.

Uma das novidades sobre o aval do certame, é a exigência do nível superior para o cargo de Polícia Legislativa. Nos certames anteriores, a carreira exigia nível médio. Na seleção autorizada, no entanto, o cargo vai exigir o nível superior.

Apesar da oferta de vagas abaixo do esperado, o último balanço do Senado Federal indica que existem 1513 cargos vagos na Casa. São 856 técnicos legislativos, 5 advogados, 596 de analistas legislativos e 56 consultores legislativos. O quantitativo de desocupados representa mais de 40% do quadro de pessoal da Casa, que é composto por 3437 servidores.

Confira aqui a lista completa do quadro de efetivos do Senado.

Leia também: Concurso Senado 2022: página oficial é criada pelo órgão

Concurso Senado: todos os cargos da seleção vão exigir nível superior

Concurso Senado 2022: veja o que é preciso para se candidatar

Concurso aguardado desde 2019

Em 2019 o concurso para o Senado Federal chegou a ser autorizado para o preenchimento de 40 vagas. Na época, uma comissão chegou a ser formada para tocar os preparativos do edital. O grupo, inclusive, elaborou o projeto básico e recebeu propostas de bancas organizadoras. O Cebraspe era cotado como favorito a ser contratado para aplicação das provas.

Porém, a comissão foi suspensa em agosto de 2020, no auge da pandemia. A justificativa foi a contenção de gastos diante da situação epidemiológica.

Agora, com a nova autorização para o concurso, a comissão será retomada. Com isso, o grupo poderá formalizar a contratação da banca organizadora.

Último concurso

O último certame ocorreu em 2012 e ofereceu chances para técnico, consultor e analista. Foram 246 oportunidades de níveis médio e superior. A concorrência geral foi de 642 candidatos por vaga. O posto que registrou o maior número de cadastros foi o de analista legislativo, com mais de 63 mil concorrentes.

Leia mais: Conflito entre Rússia e Ucrânia deve cair na prova do Senado, diz professor

Concurso Senado: todos os cargos da seleção vão exigir nível superior

À espera de concurso, Senado Federal tem mais de 1.513 cargos vagos

Especialista dá dicas sobre a disciplina Biossegurança e covid-19 para os concursos da saúde

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O ano de 2022 traz ótimas perspectivas para concursos na área da saúde. As vagas oferecidas estão espalhadas em todo o Brasil e para os mais diversos órgãos. Para quem é formado na área e deseja ser aprovado em concurso público. Por isso, o Papo de Concurseiro reuniu dicas com o especialista do IMP Concursos,  Igor Ximenes sobre o tema atual e essencial para os certames: Biossegurança e covid-19.

De acordo com o Ximenes, por ser um assunto novo, com muita informação disponível, o grande desafio do candidato é entender o que estudar e conseguir um material de preparação confiável.  O melhor caminho para quem está organizando o planejamento é utilizar os manuais disponibilizados pelo Ministério da Saúde.

“Por ser um assunto de muita relevância, onde diversos canais de mídia passam informações errôneas, ou de “boatos”, deve-se ter muito cuidado com a base de dados de onde será retirada a informação de estudo. Diversos materiais estão disponíveis pelo mundo, porém, para meios pedagógicos e voltados especificamente para concursos, devemos utilizar os manuais disponibilizados pelo Ministério da Saúde, onde encontraremos todas as informações necessárias para uma base sólida de conhecimento técnico”, ressalta.

Para o professor, o primeiro passo é compreender o que a disciplina aborda. Ele explica que a Biossegurança no contexto da Covid-19 vai tratar, de uma forma cronológica e didática, todas as principais informações sobre a covid-19, biossegurança e as temáticas em comum, diferenciando formas de transmissão, diagnóstico e os mecanismos que as normas de biossegurança nos fornecem como medidas de prevenção e proteção coletiva e individual.

Para finalizar, a dica do especialista é resolver questões de concursos anteriores e  realizar uma pesquisa profunda nas dúvidas mais comuns nas plataformas digitais de Ongs, Secretarias de Saúde e Ministério da Saúde, para ajudar a montar uma boa base sobre os assuntos mais comentados sobre a temática.

“No caso de Biossegurança e covid-19 as questões são extremamente escassas, pois tivemos pouquíssimas provas durante o período pandêmico. Sendo assim, o candidato vai precisar desenvolver pessoalmente questões que o ajudem a estudar, imaginando todos os assuntos que possam ser envolvidos”, completa.

Veja lista de concursos abertos e autorizados para área da Saúde

Fundação Saúde RJ

Regulamentado pelo Instituto IDCAP, o certame da Fundação Saúde do Rio de Janeiro oferta 6 594 vagas.  O período para se inscrever já está aberto e se estende até o dia 10 de maio. Durante a realização das inscrições os candidatos poderão selecionar até três unidades de sua preferência, não sendo garantido a sua lotação nas unidades selecionadas. A moda salarial é R$ 3730,65.

Este processo seletivo simplificado será composto somente pela prova de títulos e experiência profissional. O período para o envio das documentações exigidas nesta etapa vai de 11/04/2022 a 11/05/2022.

SES MS

O concurso público da Secretaria de Estado de Saúde (SES), lançado na última semana, oferta 201 vagas para os cargos da carreira de Gestão do Sistema Único de Saúde, abrangendo os níveis superiores e especialidades, técnico e médio, e fundamental. A remuneração varia entre R$ 1.431,59 a R$ 5.511,51. Veja mais informações

As inscrições serão encerradas às 23 horas e 59 minutos do dia 11 de maio, e podem ser feitas pelo site da instituição reguladora do concurso, a Fundação de Apoio a Pesquisa, ao Ensino e a Cultura (Fapec). O valor da taxa é diferente conforme o cargo e grau de escolaridade, sendo: R$ 181,32 (cargos de nível superior), R$ 113,32 (cargos de nível médio)  e R$ 67,99 (cargos de nível fundamental).

Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde está com certame autorizado. A autorização saiu no dia 8 de abril e poderá ofertar 1.786  profissionais temporários, sendo a maioria deles para a carreira de técnico de enfermagem, 816. O restante, 53% , abrangerá vagas de médicos e enfermeiros, 316 cada uma, e atividades de gestão e manutenção hospitalar , apoio técnico e diagnóstico, 318 vagas.

Em relação à duração do contrato, a autorização especifica que será pelo período de seis meses, com possibilidade de prorrogação pelo prazo necessário à superação da situação de emergência em saúde pública, desde que o prazo total não exceda dois anos.

Secretaria de Saúde do Distrito Federal 

Em síntese, as inscrições para este certame já estão abertas até 23 de maio. A prova objetiva está prevista  para 26 de junho e o resultado final será divulgado em 1º de setembro deste ano. É válido ressaltar que os selecionados serão contratados somente em 2023, devido ao fato de 2022 ser ano eleitoral.

O edital foi publicado no dia 25 de março na edição extra do Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), com a oferta de 381 vagas (230 para médicos de diversas especialidades, 101 enfermeiros e 50 cirurgiões-dentistas.)

 

FGV é a banca escolhida para o concurso do CBME-RJ

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, CBM, Concursos Públicos, Sem categoria

Concurseiros agora estão na expectativa para o lançamento do edital. A decisão foi divulgada no Diário Oficial do Rio nesta quinta (28/4)

Por Raphaela Peixoto* — A Fundação Getúlio Vargas (FGV) será a banca reguladora do certame do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro (CBME RJ). A decisão foi divulgada no Diário Oficial do estado nesta quinta-feira (28/4) em um extrato de instrumento contratual, cuja a duração é de 12 meses a partir da data de publicação.

O certame tem intuito de disponibilizar 40 vagas para o cargo de oficiais combatentes do CBME-RJ. Ainda não saiu o edital, porém as expectativas são de o concurso ser composto por seis fases, sendo só uma delas de responsabilidade da FGV o restante ficará por conta da CBME-RJ. São elas:

  • prova objetiva (FGV que organizará)
  • exame físico (corrida de meio fundo – 2.400 m em 12 minutos; natação – 100 m em dois minutos e meio; flexão e extensão de MMSS – barra fixa; abdominal – 35 repetições em um minuto);
  • exame de saúde; e
  • pesquisas documental e social.

É válido ressaltar que no dia 16 de março, já tinha sido publicado no Diário Oficial do Estado uma dispensa de licitação em que confirma a escolhida. De acordo com a matéria publicada pelo Papo de Concurseiro o órgão, na época, afirmou que “a escolha pela FGV ocorreu devido à alta procura pela seleção no último ano.  O número de inscritos, que ficava entre 1.900 e 3.900, saltou para 20.234 em 2021. Desta forma, o CBME-RJ espera receber, pelo menos, 18 mil candidatos para o CFO 2022”.

Na última seleção para a carreira de Oficiais do Corpo de Bombeiros Militar do Rio de Janeiro, que foi realizada em 2020, quem regulamentou foi a Uerj. Foram disponibilizadas 25 vagas e não houve divisão por sexo. De maneira análoga este certame irá exigir apenas o nível médio completo e não haverá idade máxima, como consta no processo interno do CBME-RJ.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

Dicas de concurso! Segundo especialista, já é hora de começar a estudar para seleção do Iprev-DF

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Dicas de estudo, Distrito Federal, GDF, Sem categoria

“Ainda não há uma data definida para o lançamento do edital, mas a expectativa é que seja o quanto antes, porque há uma demanda muito grande de estruturar o Iprev-DF em relação aos servidores”, afirma Fernando Maciel

Raphaela Peixoto* — Em anúncio feito na quarta-feira (20/4), o Instituto de Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev-DF) deixou claro os planos para um novo certame.  Ao todo, serão oferecidas  85 vagas para o cargo de analista previdenciário (65 serão imediatas e 20 para a formação de um cadastro de reserva). Com isso, os preparativos por parte do candidatos já deve ser iniciado “especialmente na temática previdenciária, porque o direito previdenciário é o ramo que mais sofre alteração normativa e jurisprudencial”, ressalta o professor de Direito Previdenciário do Gran Cursos Online, Fernando Maciel, ao Papo de Concurseiro.

Fernando destaca que o concurso será bastante concorrido devido à remuneração. “Começa de R$ 6.700 podendo chegar até a R$ 9 mil, vai depender da evolução das classes, no qual começa num padrão número um, podendo chegar até o padrão número cinco”, declara. O especialista ainda afirma que há um acréscimo de acordo com os títulos: “13% se for uma segunda graduação, pós-graduação, 20%. Mestrado ou doutorado, pode ter um acréscimo de 30%”.

Breve panorama:

Segundo o especialista “Existe uma demanda muito grande de estruturar o Iprev-DF em relação aos seus servidores”. É válido ressaltar que desde o surgimento em 2008, nunca houve um processo seletivo. O quadro de pessoal é formado por comissionados e servidores cedidos por outros órgãos.  Desde 2019, o instituto tenta realizar um certame. A Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) do Distrito Federal, publicada em outubro de 2018, o Iprev DF poderia suprir, em 2019, 20 vagas nos cargos de analista de atividades previdenciárias e técnico de atividades previdenciárias, sendo 10 em cada.

Dica de Estudo:

“A dica que eu poderia passar para esses alunos que estão se preparando para o concurso é focar no estudo das novidades normativas. Especialmente da previdência, Emenda nº 103/2019. Nesse mesmo ano, nós tivemos também uma minirreforma da previdência, que é a Lei nº 13846/2019. Também tivemos em 2020, uma grande atualização do regulamento da Previdência Social; é importante priorizar o estudo dessas novidades porque a grande probabilidade de a banca querer saber se os candidatos estão atualizados acerca tanto da legislação, bem como da jurisprudência previdenciária”, sugeri Fernando.

*Estagiária sob supervisão de Roberto Fonseca

Novo concurso PCDF: autorizada seleção para agente de custódia

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal divulgou, no Diário Oficial desta quarta-feira (20/4), autorização para realização de novo concurso público para o provimento de vagas para o cargo de Agente Policial de Custódia da Polícia Civil do Distrito Federal. O quantitativo autorizado será distribuído da seguinte forma:  50 vagas imediatas e 100 vagas para cadastro reserva.

A corporação também tem autorização para a realização de um novo concurso público para delegados. Também serão 50 vagas para o cargo, além de 100 vagas para formação do cadastro reserva. Ainda não há mais detalhes sobre previsão de lançamento do edital.

A informação dos novos certames também foi divulgada pelo delegado-geral da instituição, Robson Cândido, em post no Instagram.

“A Secretaria de Economia do DF autorizou a realização de concursos públicos para os cargos de Delegado de Polícia e de Agente Policial de Custódia. Estão previstas 50 vagas para provimento imediato e 100 para cadastro de reserva para cada cargo. A Polícia Civil do Distrito Federal agradece pelo apoio a esse importante pleito para a recomposição do nosso quadro de pessoal”, anunciou.

Além dessas autorizações, a PCDF também já anunciou que vai oferecer uma nova seleção para a área administrativa.  Ao todo, serão oferecidas 740 vagas, sendo 260 imediatas e 480 para a formação de cadastro de reserva. As chances serão para gestores de apoio e analistas de apoio.

As oportunidades serão distribuídas entre nível médio e superior, sendo 60 vagas para gestor e 200 para analista. Já as demais 480 vagas serão em cadastro de reserva. Confira aqui as dicas com especialista.

Outros concursos em andamento

A PCDF está com concurso em andamento para agente da Polícia. A seleção foi retomado no início de abril deste, após ter sido suspenso. Com a retomada, a corporação e o Cebraspe anunciaram a convocação para a avaliação biopsicossocial dos candidatos que se declararam pessoas com deficiência, exames biométricos e avaliação médica.

O resultado provisório de todas essas próximas fases está previso para ser  divulgado na data provável de 2 de junho.

edital para a seleção de agentes em junho de 2020.  Ao todo, o edital oferta 1.800 vagas para agente da Polícia Civil, sendo 600 vagas imediatas, mais 1.200 para formação de cadastro de reserva. Os ganhos da carreira são de R$ 8.698,78 para 40 horas de trabalho semanal.

A seleção teve, inicialmente, o cronograma atrasado devido à pandemia da covid-19. As provas, previstas para serem aplicadas em outubro de 2020, só ocorreram em 22 de agosto de 2021. Saiba mais sobre o concurso aqui.

O concurso foi, novamente, suspenso em dezembro de 2021. A decisão partiu da 2ª Vara da Fazenda Pública do DF e teve como base um pedido de oito candidatos que concorrem ao cargo de agente nas vagas reservadas para negros e pardos. Eles alegam que, segundo o edital, deveriam ter as provas discursivas corrigidas — o que não ocorreu. “Acontece que o edital prevê que os cotistas aprovados dentro do número de vagas oferecidas para ampla concorrência não devem ser computados para preenchimento das vagas reservadas exclusivamente a negros/pardos”, disseram os requerentes.

Para que suas provas sejam corrigidas, os candidatos argumentaram que o Cebraspe deve considerar, para fins de correção das avaliações discursivas, apenas os cotistas que não foram classificados na lista de ampla concorrência.

Vagas para escrivães

Além da seleção para agentes, a PCDF está realizando também o concurso com 300 vagas para escrivães. As provas foram aplicadas em agosto. Saiba mais aqui! 

Ambos os cargos tiveram aplicação de provas objetivas e discursivas como método de seleção. Os inscritos aprovados nas etapas ainda serão avaliados por meio de teste de aptidão física, exames biométricos e avaliação médica, prova prática de digitação, avaliação psicológica, sindicância de vida pregressa e investigação social, prova de títulos e curso de formação.

Outras autorizações para o DF

Bombeiros

Também nesta quarta-feira (20/4), foi publicada portaria que autoriza novo concurso público para o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. De acordo com o documento, as vagas serão para militares de diversos quadros e qualificações, relativos a oficiais e praças.

O quantitativo autorizado será distribuído da seguinte forma:

  • 23 oficiais combatentes,
  • 10 oficiais médicos
  • 3 oficiais cirurgiões dentistas
  • 10 oficiais complementares
  • 310 praças dos quadros do CBMDF.

Iprev-DF

O Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal também divulgou autorização para instituir grupo de trabalho com a finalidade de realizar estudos técnicos, objetivando a contratação de banca organizadora, para o concurso público da  Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev). O certame prevê oferta de 85 vagas para o cargo de analista previdenciário.

O grupo será responsável pelo planejamento, organização e execução do concurso público para o cargo que é  da Carreira de Atividades Previdenciárias e será composto por servidores
devidamente designados pelo Secretário de Economia.

Do total de vagas, 65 serão imediatas e 20 para a formação de um cadastro de reserva. A carreira conta com três especialidades, sendo elas especialista previdenciário; especialista em investimentos; e especialista em atuária. Agora, com a autorização para formação da comissão, os próximo passos são a escolha da banca e a publicação do edital.

Para concorrer ao cargo de especialista previdenciário será preciso ter nível superior completo em qualquer área de formação mais o seu respectivo registro, quando exigido.

Já para o especialista em investimentos serão aceitos diplomas em administração, ciências econômicas, ciências contábeis, comércio exterior ou matemática, além da certificação profissional e do respectivo registro na área, quando exigido. Por fim, o especialista em atuária deverá ter concluído a graduação em ciências atuariais e apresentar o registro no respectivo órgão de classe.

Saiba mais: Secretaria de Saúde do DF retifica edital de seleção emergencial 

IBGE retifica edital de concurso para agentes e recenseadores

Concurso para o Corpo de Bombeiros do DF é autorizado com 356 vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal divulgou, no Diário Oficial desta quarta-feira (20/4), portaria que autoriza novo concurso público para o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. De acordo com o documento, as vagas serão para militares de diversos quadros e qualificações, relativos a oficiais e praças.

O quantitativo autorizado será distribuído da seguinte forma:

  • 23 oficiais combatentes,
  • 10 oficiais médicos
  • 3 oficiais cirurgiões dentistas
  • 10 oficiais complementares
  • 310 praças dos quadros do CBMDF.

O provimento dos cargos indicados fica condicionado à disponibilidade orçamentária e financeira no exercício em que se der o ingresso. Todos os procedimentos, informações e atos relativos à gestão do concurso passam a ser de responsabilidade do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, inclusive após a homologação do resultado final do certame.

O último concurso dos Bombeiros do DF foi realizado em 2016 e foram ofertadas 779 vagas, sendo 448 serão para soldados, 115 para oficiais combatentes, 112 para soldados condutores e operadores de viaturas, 55 soldados de manutenção de equipamentos e veículos, 20 oficiais complementares, 24 oficiais médicos, cinco soldados para manutenção de equipamentos e aeronaves e quatro oficiais cirurgiões-dentistas.
As remunerações variaram de R$ 5.108,08 a R$ 11.654,95 e o certame foi organizado pelo Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistência Social (Idecan).

Outras autorizações para o DF

Iprev-DF

O Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal também divulgou autorização para instituir grupo de trabalho com a finalidade de realizar estudos técnicos, objetivando a contratação de banca organizadora, para o concurso público da  Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev). O certame prevê oferta de 85 vagas para o cargo de analista previdenciário.

O grupo será responsável pelo planejamento, organização e execução do concurso público para o cargo que é  da Carreira de Atividades Previdenciárias e será composto por servidores
devidamente designados pelo Secretário de Economia.

Do total de vagas, 65 serão imediatas e 20 para a formação de um cadastro de reserva. A carreira conta com três especialidades, sendo elas especialista previdenciário; especialista em investimentos; e especialista em atuária. Agora, com a autorização para formação da comissão, os próximo passos são a escolha da banca e a publicação do edital.

Para concorrer ao cargo de especialista previdenciário será preciso ter nível superior completo em qualquer área de formação mais o seu respectivo registro, quando exigido.

Já para o especialista em investimentos serão aceitos diplomas em administração, ciências econômicas, ciências contábeis, comércio exterior ou matemática, além da certificação profissional e do respectivo registro na área, quando exigido. Por fim, o especialista em atuária deverá ter concluído a graduação em ciências atuariais e apresentar o registro no respectivo órgão de classe.

PCDF

O Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal divulgou, no Diário Oficial desta quarta-feira (20/4), autorização para realização de novo concurso público para o provimento de vagas para o cargo de Agente Policial de Custódia da Polícia Civil do Distrito Federal. O quantitativo autorizado será distribuído da seguinte forma:  50 vagas imediatas e 100 vagas para cadastro reserva.

A corporação também tem autorização para a realização de um novo concurso público para delegados. Também serão 50 vagas para o cargo, além de 100 vagas para formação do cadastro reserva. Ainda não há mais detalhes sobre previsão de lançamento do edital.

Além dessas autorizações, a PCDF também já anunciou que vai oferecer uma nova seleção para a área administrativa.  Ao todo, serão oferecidas 740 vagas, sendo 260 imediatas e 480 para a formação de cadastro de reserva. As chances serão para gestores de apoio e analistas de apoio.

As oportunidades serão distribuídas entre nível médio e superior, sendo 60 vagas para gestor e 200 para analista. Já as demais 480 vagas serão em cadastro de reserva. Confira aqui as dicas com especialista.

Leia também: Concurso Iprev-DF: Economia autoriza formação de grupo de trabalho

Concurso Iprev-DF: Economia autoriza formação de grupo de trabalho

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Concurso autorizado vai oferecer 85 vagas para o cargo de analista previdenciário.

O Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal divulgou, no Diário Oficial desta quarta-feira (20/4), autorização para instituir grupo de trabalho com a finalidade de realizar estudos técnicos, objetivando a contratação de banca organizadora, para o concurso público da  Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev). O certame prevê oferta de 85 vagas para o cargo de analista previdenciário.

O grupo será responsável pelo planejamento, organização e execução do concurso público para o cargo que é  da Carreira de Atividades Previdenciárias e será composto por servidores
devidamente designados pelo Secretário de Economia.

Do total de vagas, 65 serão imediatas e 20 para a formação de um cadastro de reserva. A carreira conta com três especialidades, sendo elas especialista previdenciário; especialista em investimentos; e especialista em atuária. Agora, com a autorização para formação da comissão, os próximo passos são a escolha da banca e a publicação do edital.

Para concorrer ao cargo de especialista previdenciário será preciso ter nível superior completo em qualquer área de formação mais o seu respectivo registro, quando exigido.

Já para o especialista em investimentos serão aceitos diplomas em administração, ciências econômicas, ciências contábeis, comércio exterior ou matemática, além da certificação profissional e do respectivo registro na área, quando exigido. Por fim, o especialista em atuária deverá ter concluído a graduação em ciências atuariais e apresentar o registro no respectivo órgão de classe.

O Iprev DF formalizou a carreira de especialista previdenciário em 2020, quando ela foi oficialmente criada. Esse era um dos obstáculos para a realização do concurso. Na época, o Instituto informou que a seleção ocorreria somente após a conclusão deste processo.

O Instituto foi criado em 2008, e, deste então, nunca teve um concurso público para compor o quadro de pessoal, que possui comissionados e servidores cedidos por outros órgãos. O Iprev-D tem um regime especial com autonomia administrativa, financeira e patrimonial.

Outras autorizações

PCDF

O Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal divulgou, no Diário Oficial desta quarta-feira (20/4), autorização para realização de novo concurso público para o provimento de vagas para o cargo de Agente Policial de Custódia da Polícia Civil do Distrito Federal. O quantitativo autorizado será distribuído da seguinte forma:  50 vagas imediatas e 100 vagas para cadastro reserva.

A corporação também tem autorização para a realização de um novo concurso público para delegados. Também serão 50 vagas para o cargo, além de 100 vagas para formação do cadastro reserva. Ainda não há mais detalhes sobre previsão de lançamento do edital.

Além dessas autorizações, a PCDF também já anunciou que vai oferecer uma nova seleção para a área administrativa.  Ao todo, serão oferecidas 740 vagas, sendo 260 imediatas e 480 para a formação de cadastro de reserva. As chances serão para gestores de apoio e analistas de apoio.

As oportunidades serão distribuídas entre nível médio e superior, sendo 60 vagas para gestor e 200 para analista. Já as demais 480 vagas serão em cadastro de reserva. Confira aqui as dicas com especialista.

Bombeiros

Também nesta quarta-feira (20/4), foi publicada portaria que autoriza novo concurso público para o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. De acordo com o documento, as vagas serão para militares de diversos quadros e qualificações, relativos a oficiais e praças.

O quantitativo autorizado será distribuído da seguinte forma:

  • 23 oficiais combatentes,
  • 10 oficiais médicos
  • 3 oficiais cirurgiões dentistas
  • 10 oficiais complementares
  • 310 praças dos quadros do CBMDF.

Deputado cobra realização de novo concurso para a Polícia Civil de Goiás

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Goiás

Deputado Humberto Teófilo exige edital. A cobrança foi feita em reunião com o Delegado Geral Dr. Alexandre Pinto Lourenço. O anúncio foi publicado nas redes sociais.

Proposta do deputado e delegado Humberto Teófilo (PP DF), apresentada em reunião com o Delegado Geral Dr. Alexandre Pinto Lourenço, na segunda-feira (18/4), reivindica o lançamento do edital para a Polícia Civil de Goiás

Teófilo usou de suas redes sociais para anunciar o pedido. De acordo com o deputado, a solicitação para a realização do certame tem urgência e é embasada na “ luta em favor de uma Segurança Pública cada vez mais forte”. 

Em dezembro do ano passado, o governador do estado, Ronaldo Caiado (Democratas), autorizou o provimento de 470 vagas imediatas (350 agentes, 100 escrivães e 20 papiloscopistas). Na época foi afirmado que a previsão para a nomeação dos aprovados é para outubro de 2022.

Recentemente a PM GO teve dois editais lançados no qual é ofertado quase 1600 vagas.  As inscrições para a carreira de soldados ainda estão abertas e se encerram no dia 30 de maio. Já as inscrições para oficiais e cadetes serão abertas no dia 4 de maio e ficarão disponíveis até o dia 6 de junho, em ambos os casos as mesmas são feitas por meio do  site da banca

Em relação ao último concurso da Polícia Civil de Goiás, foi em 2018, na época a banca organizadora foi o Núcleo de Seleção da Universidade Estadual de Goiás (UEG). O processo seletivo foi realizado em duas etapas: prova objetiva, prova discursiva.