Para sindicato, seleção para temporários do TJTO ‘não resolve os problemas’

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- O Sindicato dos Oficiais de Justiça do Tocantins (Sindojus TO) se demonstrou insatisfeito com a recente abertura de processo seletivo para temporários do Tribunal de Justiça do Estado (TJTO). Em nota, o sindicato alegou que a contratação temporária de servidores “não resolve os problemas atuais e nem os futuros”, já que o trabalho não será efetivo.

Para o Sindojus, o “fato é considerado gravíssimo e inaceitável, por violar regras constitucionais que é a realização de concurso público para ingresso no serviço”.

60 vagas abertas

O processo seletivo simplificado do TJTO visa a contratação temporária de profissionais em cargos de níveis médio e superior. Serão ofertadas 60 oportunidades. As remunerações variam entre 5.625,38 para os cargos de Técnico Judiciário e 9.417,98 para os cargos de Analista Judiciário.

Para se inscrever, os interessados devem possuir curso superior completo e reconhecido no Ministério da Educação (MEC) na área da computação ou das ciências contábeis. Inscritos para analista judiciário devem ter apenas ensino médio completo. A inscrição é gratuita e pode ser realizada no portal Esmat.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Concursos abertos ou previstos: mês de setembro reserva mais de 4.000 vagas e salários de até R$ 28,8 mil

Publicado em Deixe um comentárioautorização, cadastro reserva, carreira bancária, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Governo federal, Saúde, segurança, Tribunal de Justiça

Saiba quais são os concursos previstos, autorizados e abertos neste mês

Karolini Bandeira*- Setembro promete ser um mês com várias oportunidades para os concurseiros! Além dos certames já abertos, grandes instituições prometem abrir novas seleções nas próximas semanas. Os ganhos oferecidos chegam a R$ 28,8 mil! Confira, com a gente, o panorama geral do mundo dos concursos neste mês.

Autorizados

PCDF

O governador Ibaneis Rocha confirmou, por meio das redes sociais, a autorização para os próximos concursos da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).  Os certames vão oferecer 300 vagas para os cargos de agente de custódia e delegados. A Portaria com a autorização deve ser publicada nos próximos dias no Diário Oficial do DF e a partir daí já se inicia o processo para a contratação da banca organizadora. Confira.

SEDF

A seleção para professores substitutos da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) foi autorizado e teve banca organizadora contratada. O certame, organizado pelo Instituto Quadrix, irá contratar os professores por formação de cadastro de reserva. Saiba mais!

Polícia Penal do DF

Além de autorizado, o concurso da Polícia Penal do DF teve edital confirmado até novembro! Estão autorizadas 1.179 vagas para o cargo. Do quantitativo, 400 são para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva. O cargo exige formação em nível superior em qualquer área e deve oferecer salários iniciais de R$ 4.745.

TCERJ

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) tem concurso autorizado para procuradores e já formou a comissão organizadora responsável pelo certame. Mais informações sobre o concurso ainda não foram divulgadas.

PMES

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou, no último dia 11, a abertura de um concurso com 671 vagas para a Polícia Militar, nas funções de praça e oficial. A comissão organizadora do certame já foi definida. Confira aqui a distribuição das vagas!

PGEAM

A Procuradoria-Geral do Amazonas (PGEAM) teve dois novos concursos confirmados em resolução publicada no Diário Oficial do Estado. Um dos certames é para procuradores e outro para servidores do quadro de apoio. A comissão organizadora também já foi definida.

DPE-ES

O concurso da Defensoria Pública do Estado do Espírito Santo (DPE-ES) para defensores foi autorizado e a comissão organizadora foi escolhida. Até o momento, sabe-se que a seleção será dividida em cinco etapas — saiba quais! 

 

Previstos

PCRJ

Em resposta nas redes sociais, o secretário da Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ), delegado Allan Turnowski, informou que o concurso público para delegado terá edital divulgado em setembro. O documento irá ofertar 50 vagas para a carreira, que requer nível superior. Os ganhos serão de R$ 18.747,95.

Caixa

A Caixa Econômica Federal irá abrir concurso com 1.000 vagas para pessoas com deficiência. A banca organizadora já foi contratada e o edital está previsto para setembro, com todas as vagas destinadas ao cargo de técnico bancário novo. Os ganhos iniciais são de R$ 3.000, chegando a até R$ 4.486,03 com benefícios. Saiba mais!

DPE-SC

A banca organizadora do próximo concurso público para defensores da Defensoria Pública de Santa Catarina (DPE/SC) foi escolhida e o edital está iminente! O regulamento básico do certame, que define as etapas, também já foi publicado. Veja.

PGE-RS

O edital da Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul (PGE/RS) também está iminente. A última etapa precedente à publicação do edital, o processo de escolha de banca organizadora, foi finalizada no último dia 27. Serão abertas 109 vagas de nível médio e superior para os cargos de procurador (19), analista (59) e técnico administrativo em informática (31).

 

Abertos

PGE-GO

A Procuradoria-Geral do Estado de Goiás abriu concurso com 30 vagas para contratação imediata no cargo de procurador substituto, além da formação de cadastro reserva. O vencimento inicial é de R$ 32.037,13. Inscrições no site da Fundação Carlos Chagas (FCC), de 2 de setembro a 1º de outubro. Saiba mais!

PMSC

A Polícia Militar do Estado de Santa Catarina (PMSC) visa preencher 723 vagas de nível médio na nova seleção. Os profissionais irão atuar por tempo determinado no serviço de Auxiliar Temporário, com remuneração inicial de R$ 1.017. As inscrições são aceitas pelo site da corporação até 12 de setembro. Veja.

TJSP

O Tribunal de Justiça de São Paulo oferece 266 vagas imediatas para juízes substitutos. As remunerações iniciais da carreira são de R$28.883,97. As inscrições seguem até 17 de setembro, por meio do site da Fundação Vunesp. Saiba mais!

TJGO

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) abriu as inscrições do novo edital de concurso público com 292 vagas para cartórios, no cargo de analista judiciário. Para concorrer, é necessário possuir graduação em direito. As inscrições serão aceitas pelo site da Fundação Vunesp até 7 de setembro. Saiba!

TCE-RO

As oportunidades do concurso do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) são para o cargo de analista de Tecnologia da Informação. Os profissionais serão selecionados por cadastro de reserva. Os profissionais receberão ganhos iniciais de R$ 9.834,51. Inscrições até 29 de setembro pela FGV. Confira.

TJRO

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) oferta 43 vagas imediatas e cadastro de reserva para analistas e técnicos. Os ganhos dos contratados serão de R$ 5.397,24 a R$ 9.834,51. As inscrições poderão ser feitas de 6 a 29 de setembro, pelo site da FGV. Saiba as etapas.

DPE-MS

A Defensoria Pública do Mato Grosso do Sul (DPE-MS) abre sete vagas para provimento imediato na carreira, com ganhos iniciais no valor de R$ 28.884,20. As inscrições devem ser efetuadas pelo site da FGV de 13 de setembro a 18 de novembro.

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

TJGO define banca de concurso público para analistas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Goiás, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) confirmou, em publicação nas redes sociais, que o próximo concurso público para analistas do órgão será organizado pela banca da Universidade Federal do Estado (UFG). Com a contratação autorizada, falta pouco para o edital, que pode ter publicação próxima.

Vagas

Com novas exonerações e aposentadorias, a quantidade de vagas a ser oferecida no concurso aumentou de 99 para 101. As oportunidades serão para os seguintes cargos:

  • Analista judiciário – Área de Apoio Judiciário e Administrativo: nível superior em qualquer área
  • Analista judiciário – Área Especializada: nível superior em atividade profissional específica
  • Analista judiciário – Área Judiciária e Oficial de Justiça Avaliador: nível superior em Direito

Segundo o regulamento básico, haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência e candidatos negros. Saiba a divisão:

  • Será assegurada vaga para pessoas com deficiência no concurso para provimento de cargos que constar 20 (vinte) ou mais vagas no edital, no percentual de 5% das vagas previstas, bem como das que surgirem durante o período de validade do certame
  • Nos termos da Resolução nº 203, de 23 de junho de 2015, do Conselho Nacional de Justiça, será assegurado o percentual de 20% das vagas aos candidatos negros, sempre que o número de vagas oferecidas no concurso público for igual ou superior a três

Regulamento revelou requisitos e etapas

Publicado em maio, o regulamento básico do certame confirmou alguns detalhes da seleção, como requisitos e vagas. Veja abaixo:

Requisitos

  • O candidato aprovado no concurso será nomeado no cargo, se atendidas as seguintes exigências:
  • Ter nacionalidade brasileira
  • Estar em dia com as obrigações eleitorais e em gozo dos direitos políticos, mediante apresentação da respectiva certidão comprobatória
  • Estar em dia com o serviço militar
  • Ter idade mínima de 18 anos
  • Estar apto física e mentalmente para o exercício das atribuições inerentes ao cargo
  • Não estar incompatibilizado para a investidura no cargo público, nos termos dispostos no artigo 199 da Lei nº 20.756, de 28 de janeiro de 2020
  • Apresentar os documentos comprobatórios de escolaridade exigidos para a investidura
  • Possuir o requisito de escolaridade do cargo designado

Etapas

De acordo com o documento, serão aplicadas provas objetiva de múltipla escolha e discursiva/estudo de caso, que serão eliminatórias e classificatórias, subdivididas em grupos de conhecimentos básicos e específicos, conforme as atribuições do cargo.

  • Às provas de múltipla escolha e discursiva/estudo de caso serão atribuídas notas de zero a dez
  • Será eliminado o candidato que obtiver nota inferior a seis, numa escala de zero a dez, em cada uma das provas
  • Não haverá arredondamento de nota ou da média final e serão desprezadas as frações inferiores ao centésimo

Concurso não terá separação de vagas por região

Uma novidade que o edital para o quadro de apoio traz é que não haverá separação de vagas por regiões do estado. De acordo com o TJGO, o intuito da nova regra é “criar um cadastro unificado de servidores, que serão lotados conforme necessidade do Poder Judiciário”.

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Justiça suspende concurso do Itep-RN para perito criminal

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, suspensão, Tribunal de Justiça

O concurso teve provas aplicadas no último domingo (25)

Karolini Bandeira*- A Justiça do Rio Grande do Norte suspendeu, nesta quarta-feira (28/7), o concurso do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Estado (Itep-RN) para o cargo de perito criminal. A decisão foi publicada pelo Tribunal de Justiça e, conforme determinado pela 6ª Vara da Fazenda Pública da Comarca de Natal, o certame terá continuidade para os outros cinco cargos concorridos.

Indícios de ilegalidade

O juiz Francisco Seráphico da Nóbrega alegou que existem indícios de ilegalidade nos pré-requisitos da carreira, já que tanto a legislação nacional quanto a estadual requerem nível de escolaridade superior em áreas específicas para executar o cargo de perito criminal — especificações, essas, que não foram requisitadas no edital de abertura do Instituto. Para o magistrado, a ausência de exigência de especialidade vai contra a natureza do cargo, que exige dos profissionais um conhecimento na área.

Provas já foram aplicadas

A etapa de aplicação de provas da seleção foi realizada no último domingo (26/7) nas cidades de Natal, Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros. Mais de 7,6 mil pessoas estavam concorrendo ao cargo de perito criminal, que oferecia 48 vagas imediatas.

A instituição visa contratar 276 profissionais de nível médio e nível superior em seis cargos distintos. As oportunidades são para as carreiras de agente de necropsia, agente técnico forense, assistente técnico forense, perito criminal, perito médico legista e perito odontolegista. Os profissionais contratados serão lotados nas cidades de Natal, Mossoró, Caicó e Pau dos Ferros e receberão remuneração de R$2.807,36 a R$7.440. Dentre o número total de vagas, 16 são reservadas às pessoas com deficiência.

As inscrições foram aceitas pelo site da banca Instituto AOCP até maio. O certame conta com cinco etapas de avaliação. São elas: provas objetiva e discursiva, avaliação psicológica, investigação social, avaliação de títulos e curso de formação. Saiba tudo sobre o concurso aqui!

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

‘Necessidade de que os novos juízes tomem posse logo’, diz desembargadora sobre concurso TJRJ

Publicado em Deixe um comentárioCarreira judiciária, Concursos, Concursos Públicos, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) necessita da rápida nomeação dos candidatos do concurso público para juízes substitutos vigente. A carência foi confirmada pela presidente da comissão organizadora do certame, desembargadora Leila Maria Pinto de Carvalho e Albuquerque, após a realização das provas discursivas no último domingo (11/7).

“Ainda não temos um cronograma definido com as datas para as próximas etapas. Dependemos do prazo da correção das provas e dos recursos. Há necessidade de que os novos juízes tomem posse logo e que o número de aprovados não seja pequeno” disse a presidente da comissão.

O concurso, aberto em 2019, foi retomado nesta semana após uma longa suspensão. O TJRJ oferta 50 vagas imediatas para juízes substitutos, que exige bacharel em direito, experiência de ao menos três anos em atividades jurídicas e idade máxima de 65 anos. Os aprovados irão receber ganhos iniciais de R$ 30.404,42

Além das provas objetivas e discursivas, já aplicadas, os inscritos passarão por exames médicos e psicológicos, sindicância da vida pregressa e investigação social, prova oral e avaliação de títulos. As fases ainda não têm data prevista para aplicação. Confira a página de acompanhamento do certame!

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

TJMG assina contrato com banca para abrir novo concurso

Publicado em Deixe um comentárioCarreira judiciária, Concursos, Concursos Públicos, Tribunal de Justiça

Ainda não foi confirmada a quantidade de vagas a serem ofertadas

O Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) assinou contrato com a Fundação Getúlio Vargas (FGV) para organização do novo concurso para juiz. Ainda não há confirmação, porém, sobre a quantidade de vagas a serem oferecidas.

Os candidatos devem ser brasileiros, possuir idade mínima de 18 anos, ter inscrição definitiva e ativa no quadro de advogados da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e possuir mais de dois anos de experiência jurídica.

Segundo o documento, publicado nesta segunda-feira (12/7), no Diário do Judiciário Eletrônico, o contrato terá vigência de dois anos. O valor fixado foi de R$ 877.000,00 e R$ 70,16 (por candidato inscrito, para o número excedente a 10.000 candidatos).

O último concurso para o cargo de juiz no TJMG foi aberto em setembro de 2019.

Novo concurso público do TJM/MG tem banca contratada

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- O Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais (TJM/MG) irá realizar um novo concurso público e a banca organizadora já foi definida! De acordo com extrato de contrato publicado no Diário Oficial do Estado da última sexta-feira (2/6), o Instituto Consulplan será o organizador do certame. Ainda conforme o documento, a assinatura entre a empresa e o Tribunal ocorreu em junho.

Concurso suspenso em 2020

Em 2020, o Presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJM/MG), juiz James Ferreira Santos, suspendeu a abertura das inscrições do concurso público vigente para oficiais e técnicos judiciários do Tribunal devido à pandemia. Na ocasião, eram ofertadas  24 vagas imediatas e formação de cadastro reserva para oficial judiciário nas especialidades de oficial judiciário (19) e assistente técnico de sistemas (1), técnico judiciário nas especialidades de técnico judiciário (CR), contador (1), analista de sistemas (1), administrador de rede (1) e estatístico (1).

Os candidatos seriam avaliados por provas objetivas de múltipla escolha e prova de redação, ambas de caráter eliminatório e classificatório. Veja os detalhes!

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

TJMG começará a avaliar banca organizadora do concurso no final do mês

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- O processo licitatório para escolha da banca organizadora do próximo concurso público para juízes substitutos do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) será iniciado em 29 de junho, a partir das 10h. As informações são conforme publicado no Diário da Justiça desta quinta-feira (17/6),

A previsão é que, após a contratação da empresa responsável, o edital comece a ser produzido e o concurso seja publicado ainda em 2021. A comissão organizadora do certame foi formada em abril e conta com seis membros titulares e cinco suplentes. Outras informações ainda não foram divulgadas.

Último concurso

Realizado em 2019, o último concurso público do TJMG foi organizado pelo Instituto AOCP e ofertou formação de cadastro reserva para o cargo de nível superior de juiz leigo, com remuneração de até R$ 10.000. Os candidatos foram avaliados por prova objetiva, prova discursiva, avaliação de títulos e curso de capacitação. A prova contou com disciplinas de língua portuguesa e conhecimentos específicos do cargo.

Os aprovados foram lotados nas comarcas de Belo Horizonte, Barbacena, Betim, Caratinga, Contagem, Governador Valadares, Ibirité, Ipatinga, Itabira, Juiz de Fora, Montes Claros, Patos de Minas, Ribeirão das Neves, Santa Luzia, São João Del Rei, Sete Lagoas, Teófilo Otoni, Ubá, Uberaba, Uberlândia, Varginha, Vespasiano, Araxá e Formiga. Também houve lotação para as comarcas de Frutal, Guaxupé, Itabujá, Itaúna, Ituiutaba, Muriaé, Nova Lima, Pará de Minas, Pedro Leopoldo, Ponte Nova, São Lourenço, São Sebastião do Paraíso, Viçosa, Campo Belo, Poços de Caldas, Manhuaçu, Unaí, Paracatu, Curvelo, Diamantina e Três Corações.

Para o cargo de juiz leigo, é necessário ser brasileiro, possuir idade mínima de 18 anos, possuir inscrição definitiva e ativa no quadro de advogados da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e possuir mais de dois anos de experiência jurídica. Saiba mais!

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer 

Liminar que impedia concurso público do TJSP é cassada

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- Atenção: a liminar do agravo interno que poderia ser um problema para a publicação do próximo edital de abertura de concurso público do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) foi cassada! Portanto, não há mais nenhuma objeção que impeça a publicação do documento de abertura.

No mandado de segurança, candidatos aprovados no último concurso do TJSP expuseram que, após o prazo de validade para a capital ter sido encerrado, o tribunal estaria se organizando para abrir mais um concurso sem chamar os excedentes. A liminar foi derrubada em julgamento realizado nesta quarta-feira (9/6).

O concurso

O próximo concurso público do TJSP para escreventes continua em tramitação. Em extrato de aditivo de contrato, firmado entre a Fundação Vunesp e o tribunal, foi divulgado que a taxa de inscrições agora será de R$79.

O contrato com a banca Vunesp segue válido.  A banca foi a responsável pelo último certame da instituição, realizado em 2017. Na ocasião, os candidatos tiveram que pagar R$ 72.

A Corregedoria-Geral da Justiça do Estado de São Paulo divulgou, em janeiro deste ano, uma lista com serventias extrajudiciais que se encontram em vacância. De acordo com o documento,  atualmente existem 195 cargos vagos, que podem ser preenchidos a partir de um novo concurso do Tribunal.

Último concurso

ambém sob responsabilidade da Fundação Vunesp, o último concurso público para cartórios do TJSP foi realizado em 2017. A seleção contou com 165 vagas disputadas por meio de prova objetiva, prova escrita, prova prática, avaliação oral, e análise de títulos. A prova objetiva foi constituída por 100 questões distribuídas entre registros públicos e notariais; direito civil, processual civil, penal, processual penal, tributário, comercial, administrativo, constitucional; e conhecimentos gerais. Para concorrer aos cargos de notário ou registrador, é necessário possuir ensino superior completo em direito ou ter exercido atividades notariais ou de registro por, no mínimo, dez anos. Saiba mais!

Concurso para juízes começa a ser planejado

Um próximo concurso público para juízes também começou a ser estudado pelo TJSP! A comissão organizadora responsável pelo certame foi definida em maio.

O último concurso para o cargo de juiz substituto do TJSP foi realizado em 2018, com a oferta de 310 vagas. Entretanto, apenas 86 candidatos foram selecionados — sendo 78 na ampla concorrência e oito em vagas reservadas a cotas. Ainda segundo dados divulgados no Portal da Transparência do órgão no segundo semestre de 2020, há 329 cargos de juiz substituto em vacância.

Para concorrer à carreira, é necessário ser bacharel em direito há, pelo menos, três anos, além de três anos de atividades jurídicas, no mínimo, adquiridas após a obtenção do diploma de graduação, entre outras requisitos. O salário inicial para profissionais da área é de R$ 24.818,71. Saiba mais!

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Edital de concurso da TJGO sairá a qualquer momento, anuncia Asmego

Publicado em Deixe um comentárioCarreira judiciária, Concursos, Concursos Públicos, Goiás, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- Oba! O edital de abertura do próximo concurso público do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) “será publicado a qualquer momento”, conforme informado pela presidente da Associação de Magistrados do Estado (Asmego), Patrícia Carrijo. A informação foi publicada pela profissional nas redes sociais nesta quarta-feira (28/4).

Veja!

Reprodução/Redes

Banca organizadora definida

A Fundação Carlos Chagas (FCC) foi definida como banca organizadora do certame em 2019. Para participar, o interessado deve possuir bachareladoem direito com, no mínimo, três anos de atividade jurídica, possuir registro na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), ser brasileiro nato ou naturalizado e não ter antecedentes criminais.

Último concurso

último concurso para juiz substituto foi feito em 2014 e ofereceu 57 vagas. Ao todo, foram sete etapas de avaliação: prova objetiva seletiva, provas escritas, sindicância da vida pregressa e investigação social, exame de sanidade física e mental, exame psicotécnico, prova oral e avaliação de títulos. A remuneração foi de R$ 21.657,46.

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer