Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão escolhe banca de concurso

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

  Sílvia Mendonça – Do CorreioWeb   O Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão (TRE/MA) assinou contrato com o Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul (Ieses) para organização de novo concurso público. O órgão não confirmou quais serão os cargos, quantidade de vagas e remunerações da seleção, mas adiantou que mais informações devem ser divulgadas em breve.   O último certame do tribunal foi lançado em 2009 e ofereceu 47 oportunidades efetivas, além de cadastro reserva. Candidatos de nível médio concorreram ao cargo de técnico judiciário, nas áreas administrativa e de apoio especializado (programação de sistemas e operação de computadores); e de nível superior ao cargo de analista judiciário, nas áreas administrativas (geral e contabilidade), judiciária e de apoio especializado (engenharia civil).

Na época, a seleção foi organizada pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB) e contou com provas objetivas para todos os cargos e provas discursivas para quem possui graduação. A remuneração prevista no edital de abertura variava de R$ 4.052,96 a R$ 6.611,39.

Conselho Federal de Administração deve abrir concurso na semana que vem

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

(Foto: Reprodução/CFA)

Sílvia Mendonça – Do CorreioWeb   Apesar de atraso nas primeiras previsões de lançamento do edital, o Conselho Federal de Administração (CFA) confirmou ao CorreioWeb que deve, finalmente, abrir o novo concurso na primeira quinzena de março. De acordo com informações do setor de recursos humanos do órgão, há possibilidade, inclusive, do documento de abertura ser publicado na semana que vem. O Instituto Quadrix de Tecnologia e Responsabilidade Social é a banca organizadora da seleção.   Serão oferecidas duas vagas efetivas no cargo de agente de portaria e serviços gerais, que exige nível fundamental, e uma de administrador, para candidatos com nível superior. Além dessas três oportunidades, será formado cadastro reserva nos demais cargos: em nível médio, para assistente administrativo, programador e técnico em suporte de redes; e, em nível superior, para analista arquivista, analista estatístico, analista jurídico, controlador de finanças e informática nas áreas de análise de sistemas, banco de dados, designer e web designer.   Segundo dados atualizados, os salários serão de R$ 1.094,55 (nível fundamental), R$ 2.022,50 (nível médio) e R$ 5.168,20 (nível superior). Funcionários ainda receberão benefícios. O concurso terá validade de dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Ministério Público do Amazonas oferecerá 75 vagas no próximo concurso

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

  Do CorreioWeb   O próximo processo seletivo para o Ministério Público do Amazonas (MP/AM) está previsto para este ano. De acordo com o órgão, serão oferecidas 75 oportunidades para oficial de promotoria, cargo que necessita apenas de nível médio. Os aprovados serão lotados no interior do estado com vencimentos que podem chegar a R$ 4 mil. A organizadora ainda não foi escolhida.   O último concurso realizado pelo MPAM teve a Fundação Carlos chagas (FCC) como banca. Na ocasião, foram oferecidas 56 vagas para os cargos de agente técnico e de apoio, de nível superior e médio, respectivamente. As remunerações foram de R$4.428,50 para médio e R$6.377,14 para superior, em uma carga de trabalho de 30 horas semanais. Os candidatos passaram por prova de conhecimentos básicos e específicos, com 60 questões. Para agente técnico houve também a aplicação de redação.

Alckmin autoriza concurso com 3.741 vagas para soldado da PMSP

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

Viaturas da PMSP (Foto: Eduardo Nicolau/AE)

Sílvia Mendonça – Do CorreioWeb   O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, autorizou a Polícia Militar do estado (PMSP) a abrir novo concurso público com 3.741 vagas de soldado de 2ª classe do quadro de praças. De acordo com a publicação feita no Diário Oficial de SP, aprovados devem atuar no ano que vem.   O último concurso da corporação pro mesmo cargo foi organizado pela Fundação Vunesp e ofereceu 2 mil vagas. Na época, o salário oferecido foi de R$ 2.901,03. Para concorrer, candidatos deviam ter concluído o nível médio, ter idade entre 18 e 30 anos, carteira de habilitação em qualquer categoria de ‘B’ a ‘E’ e altura mínima de 1,65m, se homens, e 1,60m, se mulheres.   O certame contou com avaliação escrita, prova de condicionamento físico, exames de saúde, investigação social e análise de documentos e títulos.

Defensoria Pública do Pará deve abrir concurso nesta sexta-feira

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

(Foto: Divulgação/DPE/PA)

Sílvia Mendonça – Do CorreioWeb   A Defensoria Pública do Pará (DPE/PA) deve lançar edital com 18 vagas, além de cadastro reserva, nesta sexta-feira (27/2). A informação foi confirmada pela organizadora da seleção, a FMP Concursos. De acordo com a banca, o cargo oferecido será de defensor público substituto, com remuneração inicial de R$ 15.663,55.   Para participar, candidatos devem ser formados em direito, com pelo menos três anos de prática jurídica. As inscrições serão abertas em 4 de março e seguem até 2 de abril, pela site da FMP.

Justiça impede candidato sem mestrado de permanecer em cargo de professor

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

(Foto: Cristiano Gomes/CB/D.A Press)

Do CorreioWeb   Candidato aprovado em concurso da Universidade Federal do Amapá (Unifap) foi impedido pela Justiça de ser restabelecido ao cargo de professor assistente da instituição por não possuir título de mestrado. Uma das exigências do edital era possuir tal grau acadêmico, desta forma, ele não teria qualificação para exercer a função.   O reclamante buscava a anulação do processo administrativo disciplinar e a condenação da universidade ao pagamento das remunerações que deixou de receber durante o período em que ficou afastado. Ele alegou que recebeu em 2009 o título de mestre pelo Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais da Universidade Federal do Pará (UFPA).   Entretanto, a Procuradoria Federal do Amapá (PF/AP) e a Procuradoria Federal junto à Universidade esclareceram que a tese defendida pelo autor na UFPA não foi aprovada pela banca examinadora. Os avaliadores exigiram que ele fizesse as alterações sugeridas para uma nova apresentação no prazo de 60 dias, porém, ele não apresentou a versão final da dissertação em tempo hábil.   De acordo com decisão proferida pela Justiça, a demissão do professor foi legítima, pois ele não tinha a qualificação especificada no certame. Os advogados públicos ressaltaram que o autor da ação sabia que não tinha mestrado e agiu de má-fé, prejudicando a instituição de ensino.   As procuradorias informaram que a pretensão em permanecer atuando como professor assistente, sem possuir o título de mestre, afronta os princípios da legalidade, da isonomia e da vinculação do edital, além de ferir a autonomia da Universidade.

Aprovados do Banco Central fazem nova manifestação exigindo posse

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

(Divulgação)

Lorena Pacheco – Do CorreioWeb   Mais um protesto foi promovido pela comissão de aprovados no concurso do Banco Central, em frente ao prédio do Ministério do Planejamento, nesta terça-feira (24/2). Segundo os manifestantes, já faz um ano desde o encerramento do curso de formação e somente 300 classificados foram nomeados, de um total de 1.035 candidatos formados.   Mas, de acordo com o ministério, ainda não há previsão para novas contratações. O próprio ministro do Planejamento, Nelson Barbosa, afirmou, após outra manifestação dos aprovados em janeiro deste ano, que “uma vez o Congresso aprovando a Lei Orçamentária, vamos fazer a programação fiscal, que inclui várias coisas, como gastos discricionários, que incluem concursos já existentes e outros que devem ser feitos. Não só no BC, mas em todo o governo federal”, explicou.   No último 21 de janeiro, na última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), um grupo de cerca de 50 aprovados fez uma manifestação em frente à sede do banco para pressionar o governo a nomeá-los. O concurso, que ofereceu 500 chances imediatas, sendo 400 para analistas e 100 para técnicos, tem validade até setembro deste ano.

Corpo de Bombeiros do Rio de Janeiro oferecerá 300 vagas

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

  Do CorreioWeb   Quem pretende seguir carreira de guarda-vidas no Rio de Janeiro deve ficar atento às próximas notícias da corporação. Está previsto um novo processo seletivo para o preenchimento de 300 vagas para o cargo. De acordo com a assessoria do órgão, a banca organizadora será definida nos próximos dias.   De acordo com anúncio feito pela instituição, a previsão é de que o processo seletivo aconteça em breve, para que os novos profissionais comecem o treinamento em julho deste ano.   Na fase preparatória, o salário recebido pelo militar é de R$ 1.652,81, além de R$ 100 de auxílio transporte. Com a conclusão do curso, a remuneração passa a ser de R$ 2.607,51, mais o auxílio transporte. O plano remuneratório prevê um acréscimo salarial de 10% após três anos de ingresso e, após seis anos, o soldado é promovido a cabo. Durante o verão, os guarda-vidas têm a escala de trabalho reforçada e recebem um adicional de R$ 1.000.

GDF reduz cargos comissionados e economiza quase R$ 11 milhões neste mês

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

  Gabriela Vinhal – Do Correio Braziliense   A atual gestão do governo do Distrito Federal (GDF) cortou quase pela metade o número de cargos comissionados de servidores sem vínculo com o Estado. Segundo dados do Sistema Integrado de Gestão de Recursos Humanos (SIGRH), o total de vagas ocupadas caiu de 8.635, em setembro do ano passado, para 4.410, em fevereiro de 2015.   O corte de 4.225 vagas – 48,93% – já se converteu em economia de R$ 10.936.877,12 na folha de pagamento mensal. Em setembro de 2014, o governo gastava com servidores de cargos comissionados sem vínculo R$ 28.167.792,36. No entanto, em fevereiro, o gasto já foi de R$ 17.230.915,24.

Os números foram mostrados nesta segunda-feira (23/2) pelo governador Rodrigo Rollemberg. “Mas ainda temos muito trabalho a fazer”, diz o governador. Uma das metas estabelecidas no plano de governo de Rollemberg era a reforma de Estado, que visa a reorganização de funções dos servidores para priorizar os funcionários de carreira e as prioridades dos órgãos públicos do DF.  

Fiocruz, do Ministério da Saúde, prevê abrir 600 vagas em novo concurso

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

 

(Foto: Fiocruz/Divulgação)

Do CorreioWeb   A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), vinculada ao Ministério da Saúde, aguarda autorização do Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão para seguir adiante com novo concurso público. A intenção é contratar mais 600 profissionais, para atuarem em carreiras que exigem nível médio, superior, além de doutorado.   De acordo com a assessoria de comunicação, a fundação planeja preencher essas 600 vagas da seguinte maneira: 30 oportunidades para assistente técnico de gestão, 70 oportunidades para técnico em saúde pública, ambos os cargos para nível médio. Já para quem tem nível superior, haverá 300 ofertas de tecnologista, 50 de analista e 150 para pesquisador. As 20 vagas restantes serão destinadas a quem tiver doutorado e experiência mínima de seis anos na área.   Em 2014 houve concurso público e a autarquia nomeou 400 servidores. Na ocasião foram oferecidas vagas para tecnologistas, técnicos, especialistas e analistas. Além das avaliações objetivas, o certame contou com as etapas de prova discursiva; prática; análise de título e currículo; e apresentação do projeto de atuação profissional e defesa de memorial, dependendo do cargo escolhido. Os salários chegam a R$ R$ 4.685,18.