Educação do DF é autorizada a abrir seleção para professores temporários

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, educação, GDF, temporário

Karolini Bandeira*- A Secretaria de Economia do Distrito Federal autorizou, nesta segunda-feira (28/6), a contratação temporária de professores substitutos para atuação no ano letivo de 2022! Conforme informado em Portaria no Diário Oficial do DF, a Secretaria de Educação (SEEDF) irá selecionar os profissionais mediante processo seletivo simplificado, que não teve oferta de vagas especificada.

Segundo o documento,  as  contratações poderão ser prorrogadas para o ano letivo de 2023, com a anuência prévia desta Secretaria de Estado, limitado a 340.000 horas semanais e ao montante anual autorizado para o presente exercício.

A contratação ainda estará condicionada à disponibilidade orçamentária e financeira no exercício e deverá seguir as adequações orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Seleção para a Saúde é autorizada

A economia do DF também tornou pública a autorização de uma nova seleção para contratação temporária de profissionais de saúde no combate à covid-19. Por meio de processo seletivo simplificado, serão contratados até 435 profissionais. Os aprovados serão contratados temporariamente, pelo período inicial de 12 meses. Confira a distribuição de vagas!

Último concurso SEEDF – professor efetivo

O último concurso público para profissionais de educação efetivos do DF foi aberto em 2016. Foram disponibilizadas, ao todo, 1.770 vagas de nível médio e superior, com salários que variam de R$ 2.068,43 a R$ 5.237,13. Para a ampla concorrência foram disponibilizadas 946 vagas e 225 vagas para candidatos portadores de deficiência. Além disso, foram disponibilizadas ainda 1.726 vagas para formação de cadastro reserva.

Do total de vagas, 800 foram para o cargo de professor de educação básica, para as disciplinas de: artes, biologia, ciências naturais, filosofia, física, geografia, história, letras – espanhol, francês, inglês, japonês e língua portuguesa -, matemática, química e sociologia.

Também foram abertas 40 vagas para analista de gestão educacional, destinada a graduados em tecnologia da informação (TI) ou diploma de qualquer área com especialização em TI, psicologia, economia, direito, contabilidade, comunicação social, biblioteconomia, arquivologia e administração. Os postos de técnico de gestão educacional (230) e monitor de gestão educacional (100) puderam ser preenchidos por candidatos com nível médio.

 

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Sancionada lei que autoriza contratação no TJPR por seleção simplificada

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, temporário

Karolini Bandeira*- Foi sancionada pelo governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Júnior, a Lei Complementar Estadual nº 234/2021, que regulamenta a contratação temporária de profissionais para atender à necessidade de excepcional interesse público no Tribunal de Justiça do Paraná (TJPR). As contratações são feitas por meio de Processo Seletivo Simplificado (PSS).

A contratação por tempo determinado deverá ser feita apenas em situações específicas, como em caso de déficit de servidores, de estatização ou implantação de unidades judiciárias, e de afastamento de servidor por motivo alheio ao interesse do Poder Judiciário. Ainda de acordo com o TJPR, o processo seletivo pode ser feito, também, quando o órgão necessitar de pessoal técnico especializado para a elaboração e execução de projetos de convênios ou similares. Os contratos deverão ser de no máximo um ano, com possibilidade de prorrogação por igual período.

O Consultor Jurídico da Corte paranaense Marcelo Oliveira dos Santos explicou que a nova lei segue critérios rigorosos de transparência: “A Lei obedece estritamente a Constituição Federal, que, ao mesmo tempo em que prevê a criação de concurso público, autoriza a contratação por processo seletivo em caráter excepcional. As contratações previstas pelo TJPR são para suprir demandas temporárias, sem invasão de competências. Além disso, desde a criação do anteprojeto o texto já prevê a vedação do nepotismo.”

O TJPR ressaltou que a norma não afeta o andamento de concursos públicos, já que “a contratação por tempo determinado decorrente de vacância ou insuficiência de cargos apenas será efetivada pelo prazo suficiente para a criação ou ampliação de cargos, realização do respectivo concurso público e desde que inexista concurso público homologado vigente para a aquele cargo”.

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Secretaria de Economia do DF autoriza seleção para 150 brigadistas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, temporário

Karolini Bandeira*- O Instituto de Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Distrito Federal (Ibram) foi autorizado, pela Secretaria de Economia do DF, a realizar um novo processo seletivo para contratação imediata de 150 brigadistas temporários. O provimento foi divulgado no Diário Oficial desta terça-feira (9/6).

Do quantitativo autorizado, 120 vagas serão para contratação de brigadistas florestais combatentes, 24 chefes de brigada e seis para supervisores de brigada. Além das 150 vagas imediatas, a publicação confirma formação de cadastro de reserva de 75 vagas, totalizando 225 oportunidades.

Para ser brigadista florestal no DF, é necessário ser alfabetizado e ter curso completo de Brigada de Combate a Incêndios Florestal. Para as funções de chefe de brigada e supervisor de brigada, basta possuir ensino médio completo. Os ganhos mensais variam de R$2.090 a R$3.444, além do seguro acidente.

Os brigadistas serão contratados por seis meses e atuarão em 72 unidades de conservação espalhadas na capital.

A contratação desses profissionais, por meio do Plano de Prevenção de Combate aos Incêndios Florestais (Ppcif) da Secretaria do Meio Ambiente (Sema), é uma das ações do governo para evitar e combater incêndios nas unidades de conservação espalhadas pelo DF, entre elas os parques ecológicos. Em parceria com o Corpo de Bombeiros, os brigadistas também vão atuar na prevenção e combate a incêndios em outras áreas.

Na última seleção para temporários, realizada em 2020, o Ibram cobrou apenas avaliação curricular e documental.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Ibama recebe autorização para contratar 1.659 profissionais temporários

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Ministério da Economia, temporário

O Ministério da Economia autorizou nesta terça-feira (4/5) que  o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) contrate por tempo determinado o quantitativo máximo de 1.659 profissionais.

Segundo o documento, as vagas visam atender a necessidade temporária de excepcional interesse público e os profissionais poderão ser contratados a partir de maio de 2021 para o atendimento de emergências ambientais. Veja a distribuição das chances:

O prazo de validade dos contratos será de até seis meses.

O Ibama ainda definirá a remuneração dos profissionais a serem contratados em conformidade com a Lei nº 8.745, de 1993.

Ainda segundo o documento, as despesas com as contratações correrão à conta de dotações orçamentárias do Instituto, consignadas no Grupo de Natureza de Despesa – GND “3 – outras despesas correntes”, ficando a presente autorização condicionada à declaração do ordenador de despesas responsável quanto à adequação orçamentária e financeira da nova despesa com a Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com o Plano Plurianual e com a Lei de Diretrizes Orçamentárias.

Escolhida banca organizadora de próximo concurso do TJRO para quadro de apoio

Publicado em Deixe um comentárioCarreira judiciária, Concursos, Concursos Públicos, temporário, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- A Fundação Getúlio Vargas (FGV) foi definida, como banca organizadora responsável pelo próximo concurso público do Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO), com 175 vagas temporárias para área de apoio. A empresa foi oficializada por meio de publicação feita no Diário da Justiça nesta quarta-feira (31/3).

A expectativa é de que o edital seja publicado ainda no primeiro semestre, com oferta total de 175 vagas para temporários, sendo 150 para apoio técnico da Central de Processos Eletrônicos, cargo de nível técnico, e 25  para analistas judiciários, de nível superior.

O último concurso para o quadro de apoio do TJRO foi realizado em 2015 e organizado pela FGV. A seleção disponibilizou 153 oportunidades para analistas e técnicos. Os candidatos passaram por provas objetivas e escritas, realizadas em várias cidades do estado. O exame objetivo foi composto por 70 questões distribuídas entre língua portuguesa (20) e conhecimentos específicos (50). Confira os detalhes! 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco

 

Receita Federal anuncia novo edital de seleção pública

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, temporário

Karolini Bandeira*- A Inspetoria da Receita Federal do Porto de São Luís (MA) anunciou a abertura de um novo processo seletivo para credenciamento de 20 profissionais peritos, a título precário e sem vínculo empregatício com a Receita. A seleção foi divulgada nesta segunda-feira (29/3), em publicação no Diário Oficial da União (DOU). Segundo a portaria, o edital de abertura será publicado nos próximos cinco dias.

Os profissionais contratados ficarão responsáveis pela prestação de assistência técnica nas áreas de identificação de mercadorias diversas e de quantificação de mercadorias a granel, importadas ou a exportar, transportadas ou a transportar e embarcadas, armazenadas ou a armazenar, conforme designação da Inspetoria. As vagas serão distribuídas da seguinte forma:

  • Oito vagas para a área de quantificação de mercadorias a granel;
  • Quatro vagas para identificação de mercadoria na área de engenharia mecânica;
  • Quatro vagas para identificação de mercadoria na área de engenharia química; e
  • Quatro vagas para identificação de mercadoria na área de engenharia eletrônica.

A contratação dos peritos terá duração de dois anos, prorrogável uma única vez, por igual período, por decisão da autoridade credenciadora. Confira a portaria! 

 

Pedido de concurso público da Receita Federal tem novas movimentações

Na última semana, a solicitação de concurso público da Receita Federal, enviado ao Ministério da Economia, teve novas movimentações. De acordo com o Sistema Eletrônico de Informações (SEI) da Economia, em apenas dois dias, dez movimentações foram feitas.

O pedido foi para 3.360 vagas distribuídas entre os cargos de auditor fiscal (nível superior), analista tributário (superior), analista técnico administrativo (superior), arquiteto (superior), contador (superior), engenheiro (superior) e assistente técnico-administrativo (nível médio). Os salários iniciais variam de R$ 4.137,97 a R$ 21.487,09, já com auxílio-alimentação de R$ 458. Saiba mais!

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco

Bolsonaro autoriza contratação de temporários para a AGU e Ministério da Cidadania em medida provisória

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Bolsonaro, ministério, temporário

Medida provisória que autoriza novas parcelas do auxílio emergencial, em meio à pandemia, também dá aval para a contratação de pessoal por tempo determinado para atuar na AGU e no Ministério da Cidadania.

Karolini Bandeira*- Enviada pelo presidente Jair Bolsonaro ao Congresso Nacional na última quinta-feira (18/3), a Medida Provisória nº 1.039, além de autorizar novas parcelas do auxílio emergencial, autoriza a contratação de pessoal por tempo determinado para atuar na Advocacia-Geral da União (AGU) e no Ministério da Cidadania.

Ainda segundo o documento, as vagas da AGU podem ser para cargos responsáveis pela triagem e tratamento de processos judiciais. Para o Ministério da Cidadania, a MP prevê disponibilidade em atividades atribuídas ao processamento, à análise, ao pagamento e à prestação de contas. Os profissionais serão contratados mediante as seguintes condições:

  • por meio de análise curricular;
  • pelo prazo máximo de um ano, admitida a prorrogação, desde que o prazo total não exceda a dois anos; e
  • condicionada à disponibilidade orçamentária e financeira.

As contratações terão duração de seis meses, com possibilidade de prorrogação, enquanto perdurar a necessidade de pagamento do auxílio emergencial 2021.

Veja o que diz a medida:

Ficam autorizados a contratar pessoal por tempo determinado, nos termos do disposto na Lei nº 8.745, de 9 de dezembro de 1993, para atuar em questões relacionadas ao Auxílio Emergencial 2021:

I – o Ministério da Cidadania, para as atividades relativas ao processamento, à análise, ao pagamento e à prestação de contas; e

II – a Advocacia-Geral da União, para as atividades relativas a apoio para triagem e tratamento de processos judiciais.

 A contratação de pessoal:

I – poderá ser efetivada por meio de análise de currículo;

II – será realizada pelo prazo máximo de um ano, admitida a prorrogação, desde que o prazo total não exceda a dois anos; e

III – ficará condicionada à disponibilidade orçamentária e financeira.

Na contratação dos serviços necessários à operacionalização do Auxílio Emergencial 2021, de que trata esta Medida Provisória, serão dispensados os estudos técnicos preliminares e será adotado projeto básico simplificado.

O projeto básico simplificado de que trata ocaput, conterá:

I – declaração do objeto;

II – fundamentação simplificada da contratação;

III – descrição resumida da solução apresentada;

IV – requisitos da contratação;

V – justificativa de preço; e

VI – adequação orçamentária.

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Depen define banca organizadora para próxima seleção de temporários

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, temporário

Karolini Bandeira*- A banca organizadora responsável pela próxima seleção do Departamento Penitenciário Nacional (Depen), com 107 vagas temporárias para nível superior, foi definida! De acordo com dispensa de licitação publicada no Diário Oficial nesta quarta-feira (17), o Instituto de Desenvolvimento Institucional Brasileiro (Idib) organizará o certame.

Veja!

A seleção visa contratar profissionais para trabalhar, por período determinado, em obras e serviços de construção e reforma nos estabelecimentos penais. O edital ofertará 61 vagas para analista técnico de obras (engenharia), 37 vagas para especialista técnico de obras (engenharia) e nove para analista técnico de obras (arquitetura). Os profissionais contratados deverão trabalhar em jornada de trabalho de 40 horas semanais para remuneração de R$6.242 (analista) e R$8.293 (especialista).

Concurso para efetivos segue suspenso

Aberto em 2020, o concurso público para contratação de especialistas federais em assistência à execução penal e agentes federais, segue suspenso devido à pandemia de covid-19. O concurso conta com 309 vagas e remuneração de até R$ 6.030,23. As vagas de especialista são destinadas a profissionais de enfermagem, médico clínico, médico psiquiatra, odontologia, psicologia, serviço social e terapia ocupacional. Já o cargo de agente é destinada ao nível médio. Saiba mais!

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Serpro define banca organizadora de nova seleção pública

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, temporário

Órgão não realiza concurso há mais de sete anos

 

Karolini Bandeira*- Foi divulgado, em extrato de contrato no Diário Oficial da União de hoje (12/3), que a próxima seleção do Serviço Federal de Processamento de Dados (Serpro) para servidores temporários, ficará sob a responsabilidade da banca Cebraspe. O contrato valerá até 10 de março de 2023.

O Serpro não abre concurso público para efetivos há mais de sete anos. O último concurso público, realizado em 2013, contratou 360 profissionais de forma imediata, além de mais contratações por formação de cadastro reserva. Na ocasião, as chances foram para diversas capitais, incluindo Brasília. Ao todo, foram 70.980 candidatos inscritos no certame, o que equivale a uma concorrência média de 197 pessoas por vaga. Os candidatos tiveram que passar por prova objetiva e prova de títulos.

No certame, as oportunidades foram para os níveis médio e superior nos cargos de técnico de enfermagem do trabalho, técnico de suporte administrativo, técnico de segurança do trabalho, médico, engenheiro, advogado, programador visual,  assistente social, entre outros. Aos contratados, foram oferecidos salários de R$ 2.339,11 a R$ 5.203,90, para uma jornada de trabalho de 40 horas. Saiba mais sobre a seleção!

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

Formada comissão que organizará seleção Emater/PA

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, temporário

Karolini Bandeira*- A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater/PA) irá realizar um novo processo seletivo! A comissão organizadora responsável pela seleção foi oficializada em Portaria publicada nesta terça-feira (9/), no Diário Oficial do Tribunal de Contas do Estado (TCE PA). A equipe, composta por três integrantes, será presidida pela servidora Ana Francisca da Cunha Lima. O documento não divulgou informações como quantidade de vagas, salários e cargos ofertados.

A instituição realizou dois processos seletivos temporários em 2020. Juntas, as seleções contrataram 13 profissionais nos cargos de extensionista rural, assistente administrativo e sociólogo. A empresa está há 16 anos contratando servidores temporários aprovados em processos seletivos simplificados.

O último concurso público para servidores efetivos foi realizado há 16 anos, em 2005. Na ocasião, foram abertas 120 vagas para o nível médio e nível superior. As oportunidades eram para extensionista rural e técnico agrícola, em agropecuária, planejamento, recursos humanos, informática, estatística, informação, administração e finanças e comunicação social.

Os candidatos foram avaliados em uma prova objetiva composta por língua portuguesa, informática e conhecimentos específicos; e uma prova de títulos.

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Fernandes