PMDF altera comissão organizadora de próximo concurso

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, segurança, Sem categoria

O documento foi publicado no Diário Oficial desta sexta-feira (15/7). É válido lembrar que a PMDF já iniciou o processo de escolha da banca organizadora

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) substituiu os policiais militares que compõem a comissão organizadora nomeada pela Portaria nº 216, divulgada em 8 de julho. Os novos noves foi publicado nesta sexta-feira (15/7) no Diário Oficial distrital, sendo eles:

  • Roberto Lobato Marques – TC QOPM;
  • Marlos Endrigo Baraldini Silva – MAJ QOPM; e
  • Tiago Gomes da Silva – CAP QOPM.

A equipe ficará responsável por realizar o chamamento público, análise das propostas, analise e julgamento dos recursos, publicações no Diário Oficial, bem como demais artefatos e atribuições decorrentes, até a assinatura do contrato por parte deste Chefe de Departamento de Logística e Finanças (Ordenador de Despesas).

A PMDF prevê ofertar três editais que juntos irão ofertar mais de 2 mil vagas. As oportunidades são distribuídas da seguinte maneira:

  • Soldado: 2.100 vagas (700 imediatas e 1.400 de cadastro reserva);
  • QOPMA Administrativos: 66 vagas;
  • QOPME Especialistas: 1 vaga;
  • QOPMM Músicos: 2 vagas;
  • QOPMSOficiais Médicos: 15 vagas;
  • Oficiais Dentistas: 6 vagas;
  • Oficial Veterinário: 1 vaga; e
  • QOPMC Capelão: 1 vaga.

Juntamente com o primeiro grupo responsável por organizar os certames da PMDF designados pela Portaria nº 216 foi publicado o interesse em contratação de empresa para ser a banca organizadora dos certames. O documento trouxe detalhes sobre as seleções referente aos requisitos e inscrições, cronograma e etapas.

Leia também: PMDF inicia escolha de banca e divulga detalhes do próximo concurso

Concurso PMDF: processo de escolha de banca é iniciado e documento traz detalhes sobre a seleção

PMDF: “Previsão é que concurso ocorra ainda este ano”, afirma Ibaneis

Especialista dá dicas de direito penal militar para o próximo concurso da PMDF

Concurso Polícia Penal: especialista dá dicas para reta final de estudos e analisa o edital

Último concurso

Em 2018, a PMDF realizou seu último concurso público, com 2 mil vagas para soldados, de nível superior. Além da escolaridade, foi exigida idade máxima de 30 anos e Carteira Nacional de Habilitação na categoria B. O certame também abriu 18 vagas na função de músico, com especialidade em corneta, clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone.

Os candidatos passaram por prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação. Durante o curso de formação, os ganhos foram de R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos.

Para a área de oficial da saúde, o último edital foi divulgado em 2012 e foi organizado pelo Iades. Foram 41 vagas imediatas, além de 249 cadastro de reserva. Houve vagas para diversas especialidades e o salário era de R$ 7.947,50.

Vagas no DF: veja os principais concursos abertos e autorizados

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal

O Papo de Concurseiro listou os concursos que foram abertos e autorizados no Distrito Federal. Há vagas para os cargos de professor, analista de atividades de trânsito, especialista em saúde e entre outros. Os salários variam de R$ 2.200 a R$ 9 mil. Confira:

 

Concurso SEE-DF

O novo edital do concurso público da Secretaria de Estado de Educação do Distrito Federal foi publicado em 1º de julho e oferta 4.254 vagas para nível superior, incluindo vagas para contratação imediata e formação de cadastro reserva. Do total de chances, 3.880 são para professor de educação básica; 100 para pedagogo – Orientador educacional e 274 para analista de gestão educacional da carreira assistência à educação. Remuneração varia entre R$ 4.076,99 e R$ 5.497,13, para uma carga horária entre 20 e 40 horas semanais.

Concurso UnDF

O edital foi publicado no dia 22 de junho no Diário Oficial do DF. O certame da Universidade do Distrito Federal Professor Jorge Amaury Maia Nunes (UnDF) oferta 1.400 vagas, sendo 250 vagas imediatas para professor de educação superior e 750 para a formação de um cadastro reserva para o cargo e 100 vagas imediatas cargos de tutor de educação superior e 300 para o cadastro reserva do cargo. As inscrições serão abertas em 25 de julho e encerradas em 21 de agosto de 2022.

Secretaria de Saúde do DF

Fique atento! A Secretaria de Estado de Saúde do Distrito Federal possui mais de 6 mil vagas de concursos públicos autorizadas para o provimento de vagas. Mas, vale lembrar que ainda não há previsão para o lançamento dos editais. Ao todo, a pasta tem aval para 6.383 oportunidades em diversas áreas:

  • Especialista em saúde: 2379 vagas, sendo 322 imediatas e 2.057 para a formação de um cadastro reserva;
  • Analista em gestão e assistência pública à saúde: 300 vagas imediatas e 1.952 para formação de cadastro reserva;
  • Técnico em gestão e assistência pública à saúde: 50 vagas imediatas e 1.700 cadastro reserva.

Concurso Detran-DF

O diretor-geral do Detran DF, Thiago Nascimento, anunciou que o contrato com a banca organizadora do novo concurso Detran DF já foi assinado. Com isso, o edital se torna iminente. Ao todo, serão ofertadas 366 vagas, sendo 123 imediatas e 243 em cadastro reserva, para os cargos de técnico e analista de atividades de trânsito. As oportunidades exigem nível médio (Técnico) e superior (Analista). A remuneração inicial varia entre R$ 6 mil a R$ 9 mil, respectivamente.

Concurso PMDF

A Polícia Militar do Distrito Federal iniciou o processo de escolha de banca para concurso do Departamento de Logística e Finanças (DLF). O novo certame irá ofertar 69 vagas, sendo sendo 66 vagas para Oficiais QOPMA Administrativos, 1 vaga para Oficiais QOPME-Especialistas (Manutenção em Motomecanização) e 2 (duas) vagas para Oficiais QOPMM-Músicos. Não haverá formação de cadastro reserva.Conforme o documento, o edital deve ser publicado 19 dias após o contrato com a banca organizadora. Também foi informado que o período para se cadastrar deverá ser entre 40 e 75 dias após a definição da banca.

Adasa

A Agência Reguladora de Águas, Energia e Saneamento Básico do Distrito Federal (ADASA) divulgou a retomada do concurso público para o provimento de 75 vagas e para a formação de cadastro de reserva nos cargos de regulador de serviços públicos e de técnico de regulação de serviços públicos com algumas retificações. O prazo para as inscrições é dia 17 de julho.

Novacap

A Companhia Urbanizadora da Nova Capital do Brasil (Novacap) já possui uma comissão especial conjunta formada para estudar a realização de uma nova seleção. O grupo vai verificar a viabilização de novas vagas para a carreira de advogados. O cargo exige formação superior em Direito. A remuneração inicial estimada é de R$ 12 mil. O quantitativo de vagas ainda não foi revelado.

Emater

Ao todo, o concurso vai oferecer 126 vagas de níveis médio, técnico e superior. A portaria autorizativa foi publicada no Diário Oficial do DF nesta quarta-feira (11/5). Com o aval, o órgão deve trabalhar agora para formar um grupo de trabalho para tocar os preparativos do concurso.

Iprev

O Instituto de Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev) recebeu o aval para a realização de um novo concurso público. A autorização foi confirmada em uma portaria da Secretaria de Economia, que prevê 85 vagas para o cargo de analista previdenciário. Do total de vagas, 65 serão imediatas e 20 para a formação de um cadastro de reserva.

Conselho Federal de Contabilidade

Após publicar processo licitatório para contratação de empresa para organizar o próximo concurso público, o Conselho Federal de Contabilidade , com sede em Brasília-DF, informou ao Papo de Concurseiro que pretende abrir o certame ainda neste ano. Ao todo, serão oferecidas seis vagas, todas para Brasília, sendo duas para contador, duas para técnico administrativo e duas para procurador.

Bombeiros
O novo concurso para o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal foi autorizado com 356 vagas. O quantitativo autorizado será distribuído da seguinte forma:

  • 23 oficiais combatentes,
  • 10 oficiais médicos
  • 3 oficiais cirurgiões dentistas
  • 10 oficiais complementares
  • 310 praças dos quadros do CBMDF.

Carreira de Planejamento e Infraestrutura
Foram autorizadas 723 vagas. As vagas serão distribuídas da seguinte forma:

  • 108 vagas imediatas para o cargo de Analista de Planejamento Urbano e Infraestrutura
  • 109 vagas imediatas para o cargo de Técnico de Planejamento Urbano e Infraestrutura,
  • totalizando 217 vagas imediatas para a Carreira Planejamento Urbano e Infraestrutura
  • 252 vagas de cadastro reserva para o cargo de Analista de Planejamento Urbano e Infraestrutura
  • 254 vagas de cadastro reserva para o cargo de Técnico de Planejamento Urbano e Infraestrutura

Controladoria Geral do DF

O certame está autorizado desde fevereiro de 2021, e deve oferecer chances para a carreira de auditor de controle interno. A CGDF formou comissão para tratar sobre o próximo concurso em agosto de 2021.

Polícia Civil do Distrito Federal

O certame é para o provimento de vagas para as carreiras administrativas e de delagado. Ainda não há previsão de datas. A quantidade de vagas para o cargo de delegado totaliza 150 vagas (50 vagas para provimento imediato e 100 para cadastro de reserva). Já para a carreira administrativa, a expectativa é que sejam ofertadas 740 vagas (260 imediatas e 480 para a formação de cadastro de reserva), abrangendo os cargos de gestores de apoio e analistas de apoio.

Concurso PMDF: processo de escolha de banca é iniciado e documento traz detalhes sobre a seleção

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Sem categoria

Foi publicado nesta segunda-feira (11/7) o aviso de contratação para contratar a banca organizadora do próximo concurso do Departamento de Logística e Finanças (DLF)

A Polícia Militar do Distrito Federal iniciou o processo de escolha de banca para concurso do Departamento de Logística e Finanças (DLF). O Aviso de Contratação foi publicado nesta segunda-feira (11/7) no Diário Oficial do DF (DODF), na página 69. O novo certame irá ofertar 69 vagas, sendo  sendo 66 vagas para Oficiais QOPMA Administrativos, 1 vaga para Oficiais QOPME-Especialistas (Manutenção em Motomecanização) e 2 (duas) vagas para Oficiais QOPMM-Músicos.  Não haverá formação de cadastro reserva.

Conforme o documento, o edital deve ser publicado 19 dias após o contrato com a banca organizadora. Também foi informado que o período para se cadastrar deverá ser entre 40 e 75 dias após a definição da banca. O valor da inscrição não poderá exceder o valor de R$ 571,78. A escolaridade exigida é de nível superior. São estimadas 3.800 inscrições.

De acordo com o aviso, o processo seletivo será constituído por 2 duas etapas para os candidatos à admissão ao Curso de Habilitação de Oficiais Policiais Militares Administrativos (QOPMA), Especialistas (QOPME) e Músicos (QOPMM)/CHOAEM, da seguinte forma:

  •  1ª Etapa: exame de habilidades e conhecimentos, mediante a aplicação de provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos, de caráter classificatório e eliminatório, bem como aplicação da prova discursiva (Redação em Língua Portuguesa), de caráter classificatório e eliminatório, para todos os candidatos, a ser realizada pela Contratada. A aplicação é prevista para depois 100 dias após a publicação do contrato da banca no DODF.
  •  2ª Etapa: exame prático musical, de caráter eliminatório, a ser realizada pela contratada e aplicada aos candidatos que concorrerem às vagas do Quadro de Oficiais Policiais Militares Músicos, classificados na prova objetiva e na prova discursiva.

PMDF prevê o lançamento de outros dois editais

A PMDF conjuntamente também publicou nesta sexta-feira (9/7) mais detalhes de outros editais que também estão previstos para a corporação, além do Aviso de Contratação para as demais seleções.

Um deles oferta 2.100 vagas de Praças Policiais Militares Combatentes- QPPMC. Do total de chances, 700 são para contratação imediata e 1.400 para formação de cadastro reserva. A seleção foi autorizada em fevereiro deste ano. Já o outro oferta 22 vagas no qual 15 delas são para oficiais médicos, 6 para oficiais dentistas e uma para oficial veterinário.

Leia também: PMDF inicia escolha de banca e divulga detalhes do próximo concurso

PMDF: “Previsão é que concurso ocorra ainda este ano”, afirma Ibaneis

Especialista dá dicas de direito penal militar para o próximo concurso da PMDF

Concurso PMDF: portaria revela distribuição de vagas para Oficiais

Concurso Polícia Penal: especialista dá dicas para reta final de estudos e analisa o edital

Último concurso

Em 2018, a PMDF realizou seu último concurso público, com 2 mil vagas para soldados, de nível superior. Além da escolaridade, foi exigida idade máxima de 30 anos e Carteira Nacional de Habilitação na categoria B. O certame também abriu 18 vagas na função de músico, com especialidade em corneta, clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone.

Os candidatos passaram  por prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação. Durante o curso de formação, os ganhos foram de  R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos.

Para a área de oficial da saúde, o último edital foi divulgado em 2012 e foi organizado pelo Iades. Foram 41 vagas imediatas, além de 249 cadastro de reserva. Houve vagas para diversas especialidades e o salário era de R$ 7.947,50.

*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader

PMDF inicia escolha de banca e divulga detalhes do próximo concurso

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, Sem categoria

Os novos certames já possuem comissão organizadora e serão ofertadas mais de 2 mil vagas

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) publicou no Diário Oficial do DF (DODF) desta sexta-feira (8/7), na página 71, o interesse em contratação de empresa especializada em organização do concurso público que ofertará  2.100 vagas de Praças Policiais Militares Combatentes- QPPMC. Do total de chances,  700 são para contratação imediata e 1.400 para formação de cadastro reserva. A seleção foi autorizada em fevereiro deste ano.

O documento também apresenta mais detalhes em relação ao certame que, segundo o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, será realizado ainda em 2022. De acordo com a portaria autorizativa, a nomeação dos candidatos será em setembro de 2023.

Leia também: Concurso Polícia Penal: especialista dá dicas para reta final de estudos e analisa o edital

Ademais, também foi publicado no DODF a Portaria nº 216, com os nomes dos servidores que irão compor a comissão organizadora da seleção. Consoante ao documento a equipe ficará responsável por “realizar o chamamento público, análise das propostas, analise e julgamento dos recursos, publicações no Diário Oficial, bem como demais artefatos e atribuições decorrentes, até a assinatura do contrato por parte deste Chefe de Departamento de Logística e Finanças (Ordenador de Despesas)”. Foram designados os seguintes policias:

  • Aurio Sérgio D´Anunciação – TC QOPM;
  • Luis Carlos Bedendo – MAJ QOPM; e
  • Marlos Endrigo Baraldini Silva – MAJ QOPM.

Mais detalhes sobre o concurso

Requisitos e inscrições

De acordo com a PMDF, estão previstas 50 mil inscrições neste concurso. O aviso evidencia que o  valor  das inscrições não poderá ultrapassar o montante de R$ 288,77. Também foi informado que o período para se cadastrar deverá ser entre 40 a 75 dias após a definição da banca.

Para se tornar um Policial Militar do Distrito Federal é necessário nível superior, idade entre 18 e 30 anos e carteira de habilitação na categoria B. Além disso, no último edital foi exigida altura mínima de 1,65m (homens) e 1,60m (mulheres).

Cronograma

Conforme o documento, o edital deve ser publicado 19 dias após o contrato com a banca organizadora. A prova objetiva do concurso, que é a primeira etapa de seleção, deve ser aplicada depois 100 dias.

É válido ressaltar que todos os prazos serão contados após a publicação do contrato da banca no DODF.

Leia também: PMDF: “Previsão é que concurso ocorra ainda este ano”, afirma Ibaneis

Especialista dá dicas de direito penal militar para o próximo concurso da PMDF

Concurso PMDF: portaria revela distribuição de vagas para Oficiais

Etapas

O concurso, de acordo com o que divulgado, será composto por 5 etapas, sendo elas:

  • Etapa 1: Provas objetiva e discursiva, de caráter eliminatório e classificatório;
  • Etapa 2: Teste de Aptidão Física (TAF), de caráter eliminatório;
  • Etapa 3: Avaliação dos Exames Médicos, de caráter eliminatório;
  • Etapa 4: Avaliação de Exames Psicológicos, de caráter eliminatório; e
  • Etapa 5: Sindicância de Vida Pregressa e Investigação Social, de caráter eliminatório.

PMDF prevê o lançamento de outros dois editais

A PMDF conjuntamente também publicou nesta sexta-feira (9/7) mais detalhes de outros editais que também estão previstos para a corporação, além do Aviso de Contratação para as demais seleções.

Os novos concursos são destinados para o Quadro de Oficiais Militares da Saúde (QOPMS), Quadro de Policiais Militares Capelães (QOPMC), Quadro de Oficiais Policiais Militares de Administração (QOPMA), Quadro de Oficiais Policiais Militares Especialistas (Manutenção e Motomecanização) e Quadro de Oficiais Policiais Militares Músicos (QOPMM). Juntos somam 92 vagas distribuídas da seguinte forma:

  • QOPMA Administrativos: 66 vagas;
  • QOPME Especialistas: 1 vaga;
  • QOPMM Músicos: 2 vagas;

QOPMS

  • Oficiais Médicos: 15 vagas;
  • Oficiais Dentistas: 6 vagas;
  • Oficial Veterinário: 1 vaga

QOPMC

  • Capelão: 1 vaga

 

 

 

 

 

 

 

Último concurso

Em 2018, a PMDF realizou seu último concurso público, com 2 mil vagas para soldados, de nível superior. Além da escolaridade, foi exigida idade máxima de 30 anos e Carteira Nacional de Habilitação na categoria B. O certame também abriu 18 vagas na função de músico, com especialidade em corneta, clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone.

Os candidatos passaram  por prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação. Durante o curso de formação, os ganhos foram de  R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos.

Para a área de oficial da saúde, o último edital foi divulgado em 2012 e foi organizado pelo Iades. Foram 41 vagas imediatas, além de 249 cadastro de reserva. Houve vagas para diversas especialidades e o salário era de R$ 7.947,50.

Especialista dá dicas de direito penal militar para o próximo concurso da PMDF

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

A Polícia Militar do Distrito Federal está autorizada a abrir novos concursos públicos que visam preencher 2.146 vagas. O próximo passo é a contratação da banca que vai executar as etapas da seleção. Para dar uma força aos que desejam ser aprovados, o especialista do IMP Concursos, Ricardo Ziegler, professor das disciplinas de Direito Penal Militar, Criminologia e Legislação Específica para Polícia Militar, dá dicas importantes para quem quer se preparar antes mesmo da publicação do edital.

De acordo com o especialista, alguns fatos levam a considerar que o edital deve ser muito semelhante ao último, publicado em 2018. Para Ricardo, os principais erros que os candidatos cometem ao iniciar os estudos antes do edital são falta de organização e planejamento de estudos.

“Como a autorização do concurso já foi publicada, e nos últimos editais não houve qualquer mudança significativa no conteúdo exigido para Direito Penal Militar, o aluno pode basear sua preparação no edital anterior”, explica.

Em relação à banca responsável pelo certame, o professor diz ser um aspecto irrelevante, tendo em vista que o candidato deve estar preparado para qualquer banca, contudo, pode ser verificado que o Instituto AOCP (Associação em Organização de Concursos Públicos) e a FGV ( Fundação Getúlio Vargas) têm organizado muitos concursos de carreiras policiais recentemente.

E para finalizar, ele explica um pouco sobre a disciplina de Direito Penal Militar para a PMDF.

A disciplina consiste no estudo das normas que definem as condutas que caracterizam crime militar e suas hipóteses de aplicação. Tem a finalidade de tutelar os bens jurídicos que também são protegidos pelo Direito Penal Comum e àqueles relevantes para as Instituições Militares (Hierarquia, Disciplina, Serviço e Dever Militar, por exemplo).

Vale ressaltar que a ordem constitucional incumbiu os militares como responsáveis pela preservação da ordem pública, à defesa da Pátria e à garantia dos poderes constitucionais, dessa forma a tutela dos pilares de suas Instituições, garantem a própria existência do Estado Democrático de Direito”, conclui o professor.

Do total de vagas previstas, 2.100 serão destinadas ao cargo de soldado e 46 para o cargo de oficiais da área da saúde.

Além disso, os concursos PMDF deverão ser compostos por diversas etapas. Por isso, para serem concluídos dentro do prazo de provimento, o edital precisa sair o quanto antes para que as fases aconteçam em tempo hábil.

Saiba como se preparar

Logo após a autorização do certame, o Papo de Concurseiro conversou com especialistas que deram dicas de como ser aprovado para os dois cargos:

Confira aqui as dicas para ser aprovado no cargo de soldado.

Confira aqui as dicas para ser aprovado no cargo de oficial da área da saúde.

Último concurso PM DF para soldados

A Polícia Militar do Distrito Federal abriu um concurso para soldados em 2018, com 2 mil vagas. Mais de 50 mil pessoas se inscreveram na seleção.

Também foram contempladas oportunidades para músicos, com 18 vagas para especialista em corneta e seis para clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone tenor/baixo.

A remuneração inicial foi de R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos, incluindo o auxílio-alimentação de R$ 850.

Os candidatos passaram por sete etapas: prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação.

Último concurso PM DF para oficiais

O último concurso PM DF para o cargo de oficial foi realizado em 2016/2017, sob  organização do Iades  . No entanto, para a área da Saúde a seleção mais recente é de 2012, porém pela mesma banca organizadora.

Na época, o Iades trouxe um edital com oferta de 41 vagas, porém com 249 cadastro de reserva. A seleção anterior contou com salário inicial de R$ 7.947,50.

Foram ofertadas diversas especialidades, por exemplo:

  • Anestesia;
  • Cardiologia;
  • Cirurgia Geral;
  • Cirurgia Pediátrica;
  • Clínica Médica;
  • Dermatologia;
  • Endocrinologia;
  • Gastroenterologia;
  • Medicina do Trabalho;
  • Oftalmologia;
  • Ortopedia;
  • Otorrinolaringologia;
  • Pediatria;
  • Pneumologia;
  • Psiquiatria;
  • Radiologia;
  • Dentística;
  • Veterinária de pequeno porte (cães);
  • Entre outras.

Policiais e bombeiras poderão amamentar os filhos no trabalho até os dois anos

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Instituição de saúde pediatrica recomendam a amamentação,  junto com outros alimentos saudáveis, até os 2 anos ou mais

Jéssica Andrade – Um projeto de Lei, de autoria do deputado Distrital Claudio Abrantes(PSD-DF), que tramita na Câmara Legislativa do Distrito Federal,  pretende garantir à mulher policial e bombeira do Distrito Federal o direito de amamentar os filhos durante duas horas, dentro da jornada de trabalho, até que a criança complete dois anos de idade. 

O benefício está previsto no projeto de lei nº 2.418/2021, de autoria do deputado Cláudio Abrantes (PSD), que altera a legislação do “Programa de Proteção à Policial Civil, Policial Militar e Bombeira Militar gestantes e lactantes e dá outras providências”. Atualmente o período permitido é até que a criança complete 12 meses de vida.

O projeto foi aprovado em primeiro turno com 14 votos favoráveis e ainda passará por uma segunda votação. O texto estabelece que “à policial ou à bombeira lactante é permitido o uso de 2 horas para amamentação, dentro da jornada de trabalho e sem qualquer redução de direitos, até que seu filho ou filha complete 24 meses de vida”. 

Importância da amamentação

A Organização Mundial da Saúde (OMS), o Ministério da Saúde e a Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP) recomenda o aleitamento materno desde a sala de parto, exclusivo e em livre demanda até os 6 meses, e mantido, junto com outros alimentos saudáveis, até os 2 anos ou mais. 

Essa recomendação decorre do fato do leite materno ser um alimento completo que ajuda no desenvolvimento da criança. A amamentação protege a saúde, protege contra alergias e infecções, fortalece a criança com os anticorpos da mãe.

De acordo com as instituições, a amamentação também evita problemas como diarréias, pneumonias, otites e meningites. O leite materno favorece ainda o desenvolvimento dos ossos e fortalece os músculos da face, facilitando o desenvolvimento da fala, regulando a respiração e prevenindo problemas na dentição.

Para a mãe, a amamentação reduz as chances de diabetes e infarto cardíaco. Segundo a SBP, estudos também apontam que a amamentação ajuda a reduzir a hemorragia após o parto e previne o câncer de mama e de ovário. Além disso, a o seio materno transmite segurança, prazer e conforto à criança. Nesse processo, ocorre liberação de hormônios (endorfinas) que aumentam a sensação de prazer e felicidade para a mulher que amamenta.

O texto do deputado Cláudio Abrantes prevê ainda que “a policial e a bombeira, após o término da licença maternidade, devem retornar para a mesma equipe de que fazia parte antes da vigência da licença, salvo quando se manifestem, formalmente, em outro sentido, e devem ser mantidas na mesma equipe pelo prazo mínimo de 6 meses”.

 

PMDF já têm comissão formada para concurso com 2.146 vagas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial

As vagas já estão autorizadas. A próxima etapa é a contratação da banca

Jéssica Andrade – Os novos concursos Polícia Militar do Distrito Federal  (PMDF) já têm comissão formada. A informação é da própria corporação. O certame vai preencher 2.146 vagas na Polícia Militar. O próximo passo é a contratação da banca que vai executar as etapas da seleção.

A PMDF informa que já possui uma comissão para tratar sobre o certame. Porém, não tem como definir um prazo específico para publicação do edital, tendo em vista que existem vários trâmites administrativos a serem realizados, desde a produção de Termo de Referência até a contratação da banca responsável pelo certame. Contudo, a previsão é que o ingresso dos novos policiais militares ocorra em 2023”, confirmou a corporação. 

Do total de vagas, 2.100 serão destinadas ao cargo de soldado e 46 para o cargo de oficiais da área da saúde.

Além disso, os concursos PMDF deverão ser compostos por diversas etapas. Por isso, para serem concluídos dentro do prazo de provimento, o edital precisa sair o quanto antes para que as fases aconteçam em tempo hábil.

Saiba como se preparar

Logo após a autorização do certame, o Papo de Concurseiro conversou com especialistas que deram dicas de como ser aprovado para os dois cargos:

Confira aqui as dicas para ser aprovado no cargo de soldado.

Confira aqui as dicas para ser aprovado no cargo de oficial da área da saúde.

 

Último concurso PM DF para soldados

A Polícia Militar do Distrito Federal abriu um concurso para soldados em 2018, com 2 mil vagas. Mais de 50 mil pessoas se inscreveram na seleção.

Também foram contempladas oportunidades para músicos, com 18 vagas para especialista em corneta e seis para clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone tenor/baixo.

A remuneração inicial foi de R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos, incluindo o auxílio-alimentação de R$ 850.

Os candidatos passaram por sete etapas: prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação.

 

Último concurso PM DF para oficiais

O último concurso PM DF para o cargo de oficial foi realizado em 2016/2017, sob  organização do Iades  . No entanto, para a área da Saúde a seleção mais recente é de 2012, porém pela mesma banca organizadora.

Na época, o Iades trouxe um edital com oferta de 41 vagas, porém com 249 cadastro de reserva. A seleção anterior contou com salário inicial de R$ 7.947,50.

Foram ofertadas diversas especialidades, por exemplo:

  • Anestesia;
  • Cardiologia;
  • Cirurgia Geral;
  • Cirurgia Pediátrica;
  • Clínica Médica;
  • Dermatologia;
  • Endocrinologia;
  • Gastroenterologia;
  • Medicina do Trabalho;
  • Oftalmologia;
  • Ortopedia;
  • Otorrinolaringologia;
  • Pediatria;
  • Pneumologia;
  • Psiquiatria;
  • Radiologia;
  • Dentística;
  • Veterinária de pequeno porte (cães);
  • Entre outras.

 

“Cidade das oportunidades”: GDF prevê quase 30 concursos em 2022

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, educação, GDF, Ibaneis Rocha, Saúde, segurança

Karolini Bandeira* — A capital federal deve honrar, neste ano, o título de “cidade das oportunidades para concursados”. O Governo do Distrito Federal (GDF) prevê, para 2022, a realização de quase 30 concursos públicos para novos servidores. O total representa a abertura de 5,5 mil vagas de trabalho imediatas e 10,2 mil para cadastro de reservas.

A previsão orçamentária do ano feita pela Secretaria de Economia (Seec) prevê o investimento em novos servidores de diversos setores. Para a Seec, os certames são ‘uma forma de melhorar ainda mais a prestação de serviços à população do DF’. São 28 categorias profissionais, em áreas estratégicas do governo e setores da administração pública com déficit de servidores causado por exonerações e aposentadorias.

Entre 2019 e 2021, 11 mil pessoas foram aprovadas em concursos públicos em todo o DF.  “Nós tivemos, ao longo destes três anos, a maior contratação de servidores da área social – foram 698”, lembrou o governador Ibaneis Rocha (MDB) em seu discurso de abertura do ano legislativo, este mês. “Na saúde foram mais de 10 mil contratados.”

Expectativa

Em janeiro e fevereiro, o Diário Oficial do Distrito Federal (DODF) publicou diversas autorizações de concursos públicos para o ano de 2022. Um desses é o da Polícia Penal do DF, que tem previstos 400 cargos para provimento imediato e mais 779 de reserva.

Para a Polícia Civil (PCDF) foi autorizado concurso para delegado, com 50 vagas imediatas e mais 100 de cadastro de reserva. Já a Secretaria de Saúde (SES) tem 50 vagas para cirurgião dentista, 101 para enfermeiro e 230 para médico, com cadastro reserva correspondente a duas vezes o número das vagas imediatas.

Também na área da Segurança, a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) tem autorizado o provimento de 2,1 mil vagas na carreira de soldado, com a previsão de ingresso a partir de setembro de 2023.

A Secretaria de Educação (SEE) vai abrir 776 vagas para professor de educação básica, com cadastro reserva de 3.104 candidatos; 20 vagas para pedagogo-orientador educacional, mais cadastro reserva de 80 candidatos, e 16 vagas para o cargo de analista de gestão educacional, com reserva de 258 candidatos.

O GDF também autorizou um concurso público para professores da Universidade do Distrito Federal (UnDF). Serão 250 vagas para o cargo de professor de educação superior e 100 vagas para tutor de educação superior, da carreira magistério superior, além de 1.050 para o cadastro reserva.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

**Com informações da Agência Brasília

2.100 vagas autorizadas! Especialista dá dicas para próximo concurso da PMDF

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, PMDF, segurança

Não espere o lançamento do edital para começar a estudar! Um bom preparo deve ser feito com antecedência e iremos te ajudar nisso:

A Secretaria de Estado de Economia do Distrito Federal autorizou, na última quinta-feira (3/2), a realização de um novo concurso público para a Polícia Militar (PMDF). O edital deve trazer a oferta de 2.100 vagas para o cargo de soldado. Se o seu sonho é seguir a carreira policial, você não pode ficar para trás e, por isso, conversamos com um especialista que irá te ajudar a se preparar para o edital e, quem sabe, alcançar o objetivo de trabalhar na Segurança Pública.

Para o professor de direito penal do Gran Cursos Online e delegado Érico Palazzo, é possível sim começar a se preparar agora. Até porque, conforme relembra o especialista, o edital foi autorizado mas não está iminente. “A prova não vai acontecer daqui a um, dois meses. O concurso acaba de ser autorizado, depois disso será feita a escolha da banca, isso vai passar por um processo licitatório que leva algum tempo e depois é que teremos a publicação do edital. Isso sem falar que, no Distrito Federal, tem que ter pelo menos noventa dias entre o edital e a data da realização da prova. Na pior das hipóteses, a prova que irá acontecer daqui a seis meses”, enfatiza. “Dá tempo daquela pessoa que quer começar a estudar agora ser aprovada? Sim, dá tempo, desde que ela estude da maneira correta e se dedique muito.”

O detalhe conta

Com base no concurso de 2018, Palazzo aposta em um equilíbrio de quantidade de questões na próxima prova. Por isso, não dá para ignorar uma ou outra questão, já que, segundo o especialista, o detalhe pode ser um fator decisivo para a aprovação. “No último concurso, língua portuguesa teve oito questões, língua inglesa teve quatro, matemática e raciocínio lógico teve cinco, atualidades teve quatro, legislação aplicável à PMDF foram seis questões e criminologia teve três — todas essas vão totalizar trinta questões que estavam nos conhecimentos básicos. Nos conhecimentos específicos, que também são trinta questões, é a parte do direito. E foram exatamente cinco itens pra cada disciplina de direito”, cita.

“O que que eu quero dizer com tudo isso? Que a distribuição das questões é muito uniforme. O concurso da PMDF não costuma ser um concurso, como a gente vê em outros lugares, que tem trinta questões de português e duas questões de atualidades. Não dá pra menosprezar qualquer disciplina, porque todas elas serão relevantes para aquele aluno que quer ser aprovado.”

Outro ponto importante de se atentar é que a concorrência em concursos públicos só crescem. É aguardada uma alta disputa no próximo concurso da PMDF e Palazzo explica o porquê: “Cada vez mais as pessoas se interessam pelas carreiras policiais. Antigamente tinha um perfil e estereótipo policial que hoje em dia é cada vez menos é notado. Ainda mais em um concurso da Polícia Militar do DF, que é reconhecida nacionalmente como a melhor Polícia Militar do Brasil em termos de estrutura e em termos salariais. Essa informação acaba atraindo muitas pessoas para a seleção.”

Planejamento

O único jeito de conquistar a aprovação é estudando com um bom material. Um material que, segundo o especialista, deve ser confiável e atualizado. “Hoje em dia não se estuda mais com aquela apostila que era comprada em banca de jornal. São necessários materiais detalhados, porque as bancas têm cobrado questões cada vez mais difíceis e aprofundadas”, indica Palazzo.

Já tem o material de estudo ideal? Ótimo, agora é colocar tudo em prática! Uma dica do professor é realizar questões dos últimos concursos (principalmente do mais atual, de 2018) e, sempre que possível, revisar as matérias estudadas para maior fixação. “Como o último edital não foi publicado há tanto tempo assim, a tendência é que as disciplinas que serão cobradas agora venham bem parecidas aquelas que foram cobradas nele”, sugere.

Uma das mudanças esperadas pelo especialista deve ser nos itens sobre o Distrito Federal. “Dentro de atualidades, deve se atentar agora a uma disciplina específica chamada RIDE, região integrada de desenvolvimento do DF do entorno — que é como se fosse assim, atualidades do DF. Ela está de acordo com a lei de concursos do DF, então com certeza é uma disciplina que vai ser cobrada no próximo certame.”

Como método de estudo, o professor indica o planejamento de um ‘ciclo de estudos’, que é definir um cronograma de preparação para cada disciplina de acordo com a relevância de cada uma delas. “A gente sugere que o estudo por disciplina seja de uma a duas horas. Mais do que isso, você acaba perdendo o foco naquela disciplina e fica cansado. O ideal é que o aluno estude de uma a duas horas, no máximo e depois passe para outra. Ele faria esse ciclo entre todas as disciplinas do concurso. Esse ciclo deve ter uma sequência.”

A quantidade de disciplinas por dia vai depender da experiência de estudo do candidato, conforme explica o profissional: “É muito conteúdo, é muita coisa que tem que absorver. Para aquele aluno iniciante, é melhor estudar menos disciplinas e, a medida que vai finalizando cada uma delas, devem ser incluídas outras no ciclo. Alunos mais experientes que estudam há mais tempo podem fazer um ciclo com todas as disciplinas que venham a cair no concurso.”

Teste físico

“O TAF da Polícia Militar do DF é um dos TAFs mais difíceis que tem nas policias militares espalhadas pelo Brasil”, atenta Érico Palazzo. Mas, calma! O Teste de Aptidão Física (TAF) também não é um bicho de sete cabeças. Com o preparo correto, é possível ser aprovado no TAF com uma boa pontuação e sem roteiro de filme de terror.

São quatro testes, explica o professor: barra fixa, abdominal remador, corrida de doze minutos e natação. Academia é o suficiente? Para o professor, fazer academia e crossfit é bom para tornar a pessoa ativa nas atividades físicas e dar um melhor condicionamento físico e aeróbico. “Entretanto, eu sugiro que cada candidato faça um simulado desses quatro testes pra ver se está pelo menos próximo de atingir os índices pedidos. Se estiver muito distante, é fundamental que comece o quanto antes a a treinar especificamente pro TAF”, pontua.

A dica é simular ao máximo o ambiente do exame. “A sua a corrida no TAF não vai ser na esteira. Você vai correr numa pista de atletismo, então é ideal que você treine correndo na rua, em um lugar plano ao invés de correr na esteira. Por isso, é sempre recomendado que você faça um um treinamento bem específico para o teste de aptidão física.”

Conciliando os estudos

O concurso da PMDF possui diversas etapas de avaliação. Isto pode assustar quem está chegando por agora, mas Palazzo assegura que não tem com o que se preocupar. “Entre as fases, temos o psicotécnico, a investigação da vida social e os exames médicos. São fases que não exigem uma preparação prévia, pelo menos por agora. A única fase além da objetiva e da discursiva que exige uma preparação é o teste de aptidão física”, comenta. O TAF, sim, deve ter um preparo com antecedência, conforme continua o especialista: “Não dá tempo de iniciar a preparação depois que passa a prova objetiva ou discursiva. Faz parte, desde já, o estudo pra prova objetiva, o estudo de redação e uma preparação para o teste de aptidão física.”

Para o profissional, o ideal é separar um tempo específico para o TAF de duas a três vezes na semana. “É suficiente pra você ver um progresso e chegar mais tranquilo no teste.”

Ainda não comecei a me preparar. Dá tempo?

Segundo Palazzo, não há tempo de estudo ideal. “É óbvio que aquelas pessoas que desde o último concurso já vem estudando largam na frente”, afirma. “Mas aquele candidato que comece agora a estudar com seriedade e com dedicação tem total capacidade de ser aprovado.”

“Eu tenho certeza absoluta que na formatura da Polícia Militar e no curso de formação a gente vai encontrar diversos candidatos que começaram a estudar pra este concurso e começaram a estudar pra concursos públicos, no geral, em 2022. Então, só depende do candidato. Só depende da dedicação dele e do esforço dele.”

Concurso PMDF de soldado é autorizado com 2.100 vagas

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

As vagas são para Praças Policiais Militares Combatentes. Agora, a corporação deve formar a banca organizadora para elaborar o cronograma e, por fim, publicar o edital

Jéssica Andrade – Atenção, concurseiros que pleiteiam a carreira policial! A Secretaria de Economia do Distrito Federal autorizou um novo concurso público para o provimento de 1200 vagas de soldado da Polícia Militar do Distrito Federal (PM DF).

A portaria que autoriza a seleção foi publicada no Diário Oficial da União, nesta quinta-feira (3/2). Com isso, o edital pode estar iminente.

O documento, assinado pelo secretário da Economia, José Itamar Feitosa, confirma a seleção de 2.100 vagas de Praças Policiais Militares Combatentes – QPPMC, com a previsão de ingresso a partir do mês de setembro de 2023.

Agora, a corporação deve formar uma comissão interna para dar início à escolha da banca organizadora. Com a banca contratada, ela deve, junto à corporação, elaborar o cronograma das etapas e, por fim, o edital deve ser publicado.

A portaria ainda delega à PMDF as competências necessárias para que o concurso seja viabilizado e, dessa forma, não dependerá mais de trâmites da pasta ou de outros setores.

Dessa forma, a corporação tem autonomia para agilizar os preparativos da seleção. Sem a necessidade de autorização de secretarias, a PMDF pode publicar o edital em tempo ágil. O que é interessante para o órgão, já que há muito tempo há vacâncias no quadro de soldados da corporação.

Requisitos

Para se tornar um Policial Militar do Distrito Federal é necessário nível superior, idade entre 18 e 30 anos e carteira de habilitação na categoria B. Além disso, no último edital foi exigida altura mínima de 1,65m (homens) e 1,60m (mulheres).

Oficiais da Saúde

Recentemente a PMDF também recebeu autorização para o concurso de oficiais da área da saúde. Segundo o documento, estão autorizadas 46 vagas para oficiais do quadro de saúde. Além disso, já foi delegada à PMDF a competência necessária para a realização do concurso.
A corporação não confirmou um prazo para a publicação do edital. Mas especialistas estimam que o documento seja publicado no segundo semestre de 2022. Assim como para o cargo de soldado, a portaria que autoriza o concurso na área da saúde prevê o provimento dos cargos a partir de janeiro de 2023.

O certame já era bastante aguardado pelos concurseiros, pois o último concurso da Polícia Militar do Distrito Federal na área da saúde ocorreu há 10 anos, em 2012. Para saber mais sobre quais expectativas rondam este novo certame, o Papo de Concurseiro conversou com a  coordenadora da área de concursos de Saúde do Gran Cursos Online, Fernanda Barboza, que deu dicas de como se preparar para a seleção. Confira aqui!

Último concurso PMDF

A Polícia Militar do Distrito Federal abriu um concurso para soldados em 2018, com 2 mil vagas. Mais de 50 mil pessoas se inscreveram na seleção.
Também foram contempladas oportunidades para músicos, com 18 vagas para especialista em corneta e seis para clarineta, saxofone, trompa, trompete e trombone tenor/baixo.
A remuneração inicial foi de R$ 6.095,41 para soldados e de R$ 4.119,22 para músicos, incluindo o auxílio-alimentação de R$ 850.
Os candidatos passaram por sete etapas: prova objetiva, redação, avaliação física, exames biométricos e avaliação médica, sindicância de vida pregressa, avaliação psicológica e curso de formação.