Ibaneis anuncia mais 115 nomeações de profissionais da saúde

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Ibaneis Rocha, Saúde

Karolini Bandeira*- O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), anunciou nas redes nesta terça-feira (31/8), a convocação de mais 115 profissionais de saúde que, de acordo com o governador, irão atuar na linha de frente de clínicas e hospitais do DF. “Desta vez, são mais 53 médicos e enfermeiros e 62 especialistas em saúde pública”, publicou Ibaneis.

Ainda segundo o governador, os novos profissionais nomeados não irão atuar somente no combate à covid-19, como também irão contribuir com o atendimento nas cirurgias dos centros de saúde. “É uma demonstração de competência neste momento tão difícil da vida em nosso país e que vai se refletir na melhoria do atendimento dos cidadãos”, celebrou.

GDF anuncia novas contratações para a Saúde

O Governo do Distrito Federal (GDF) irá convocar, ainda em 2021, 431 novos profissionais da área da saúde. As vagas serão preenchidas por meio de concursos já realizados, em andamento e previstos. Os chamamentos integram um pacote de medidas para impulsionar o atendimento da rede pública de saúde, anunciado no último sábado (28/8).

Serão convocados ao todo 104 médicos, 64 enfermeiros obstetras e 38 enfermeiros de família e comunidade. Para a área de especialistas, serão convocados 35 fonoaudiólogos, cinco economistas, cinco estatísticos e cinco contadores, além de 80 farmacêuticos – que irão atuar na rede de atenção primária com a administração de psicotrópicos e nas farmácias clínica e hospitalar.

SES/DF recebe aval para novo concurso

O secretário da Economia do Distrito Federal, André Clemente, autorizou a abertura de um novo concurso público para a Secretaria de Saúde do DF, com vagas no cargo de técnico em enfermagem e na nova carreira de gestão e assistência pública à saúde. Apesar de o quantitativo de vagas imediatas e provimento de cadastro de reserva ainda não ter sido divulgado, o GDF informou,  durante coletiva de imprensa realizada no sábado, que serão chamados 200 profissionais nos próximos concursos.

Mil vagas temporárias em nova seleção

A SES/DF publicou, nesta terça, o edital de um novo processo seletivo com 1.000 vagas temporárias para agentes comunitários de saúde e agentes de vigilância ambiental. As oportunidades são para todas as regiões do DF. Das 1.000 vagas, serão 500 para agentes comunitários e 500 para agentes de vigilância.

Ambos os cargos têm como requisito ensino médio completo e jornada de trabalho de 40 horas semanais. Os contratados terão ganhos mensais de R$ 1.700 (agente comunitário) e R$ 2.000 (agente de vigilância). As inscrições serão aceitas pelo site do IBFC, das 10h de 6 de setembro às 23h59 do dia 21 do mesmo mês. O valor da taxa de participação será de R$ 42 para ambas as funções. Confira os detalhes!

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Secretaria de Saúde do DF recebe aval para novo concurso público

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Ibaneis Rocha, Saúde

Autorização é para carreira técnica em enfermagem e para nova carreira de gestão e assistência pública à saúde.

Karolini Bandeira*- O secretário da Economia do Distrito Federal, André Clemente, autorizou a abertura de um novo concurso público para a Secretaria de Saúde do DF, com vagas no cargo de técnico em enfermagem e na nova carreira de gestão e assistência pública à saúde. O aval foi publicado no Diário Oficial do DF,  no último sábado (28/8).

Apesar de o quantitativo de vagas imediatas e provimento de cadastro de reserva ainda não ter sido divulgado, o GDF informou,  durante coletiva de imprensa realizada no sábado, que serão chamados 200 profissionais nos próximos concursos — psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, técnicos em enfermagem e gestores e assistentes públicos.

Governador decreta 397 convocações

Além do novo certame, o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), decretou que a Secretaria da Economia (SEEDF) autorize a nomeação, com urgência, de 397 profissionais da saúde aprovados em concursos realizados. Confira a distribuição de vaga por cargo:

  • 80 Farmacêuticos
  • 53 Administradores
  • 35 Fonoaudiólogos
  • 5 Economistas
  • 5 Estatísticos
  • 5 Contadores
  • 5 Analistas de Sistemas
  • 104 Médicos das especialidades Cirurgia Aparelho Digestivo, Cirurgião Trauma, Endoscopia, Ortopedia
  • 64 Enfermeiros Obstetras
  • 39 Enfermeiros de Família e Comunidade
  • 2 Técnicos de Hematologia/hemoterapia

Leia mais: GDF anuncia novas contratações de servidores para a Saúde

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

GDF anuncia novas contratações de servidores públicos para a Saúde

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Ibaneis Rocha, Saúde

As vagas serão preenchidas por meio de concursos já realizados, em andamento e previstos

Karolini Bandeira*- O Governo do Distrito Federal (GDF) irá convocar, ainda em 2021, 431 novos profissionais da área da saúde. As vagas serão preenchidas por meio de concursos já realizados, em andamento e previstos. Os chamamentos integram um pacote de medidas para impulsionar o atendimento da rede pública de saúde, anunciado no último sábado (28/8).

Segundo o GDF, das seleções realizadas, serão convocados 104 médicos, 64 enfermeiros obstetras e 38 enfermeiros de família e comunidade. Para a área de especialistas, serão convocados 35 fonoaudiólogos, cinco economistas, cinco estatísticos e cinco contadores, além de 80 farmacêuticos – que irão atuar na rede de atenção primária com a administração de psicotrópicos e nas farmácias clínica e hospitalar.

Há, em andamento, concursos para médicos, enfermeiros e cirurgiões-dentistas. Além disso, o governo vai contratar 100 médicos temporários e 200 psicólogos, nutricionistas, assistentes sociais, terapeutas ocupacionais, técnicos em enfermagem e assistentes públicos de forma efetiva.

Até dezembro deste ano estarão prontas sete Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e quatro Unidades Básicas de Saúde (UBSs), informou o GDF. O pacote milionário de investimento reserva R$ 46 milhões para a construção e compra de equipamentos nas UPAs de Ceilândia, do Paranoá, do Riacho Fundo II, do Gama, de Planaltina, de Brazlândia e de Vicente Pires, além de R$ 20 milhões para os novos postos de saúde.

De acordo com o governador Ibaneis Rocha (MDB), os órgãos do governo estão trabalhando de forma integrada para um melhor atendimento da saúde no DF. “Nos reunimos na manhã desta sexta-feira (27) com as equipes de várias secretarias para levar resultados positivos o mais rápido possível para a população”, disse o governador.

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Governo do DF nomeia 113 servidores para três secretarias locais

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos
O Governo do Distrito Federal (GDF) nomeou, nesta quinta-feira (19/8), 113 novos servidores para reforçar os trabalhos em três secretarias – de Desenvolvimento Social, da Mulher e de Justiça e Cidadania. O ato ocorreu no Palácio do Buriti.

Do total de 113 nomeações, 88 servidores vão atuar na Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), 22 na Secretaria da Mulher e três na Secretaria de Justiça (Sejus). Dentre os cargos preenchidos, há pedagogos , educadores sociais, agentes sociais e especialistas em diversas áreas de formação.

Segundo Ibaneis Rocha, o governo pretende até o final do ano nomear mais servidores para atuar na área social. “Em época de dificuldade agravam-se os problemas sociais. E nessa hora o governo tem que resolver os problemas da população”, disse.

À frente da Sejus, a secretária Marcela Passamani também comemorou o chamamento. “Temos um déficit de nomeações na secretaria e esse momento chegou. Os servidores chegam num momento importante e vão ajudar muito na questão social”, apontou.

Já a secretária da Mulher, Éricka Filippelli reforçou a declaração das outras gestoras. “Ver pessoas sendo chamadas para somarem ao exército que vai cuidar de pessoas, me deixa muito contente”, afirmou. Ainda segundo Filippelli, os novos servidores “estão chegando no melhor momento da Assistência Social, com programas que chegam na ponta e que funcionam efetivamente”.

 

Controladoria do DF abre seleção com vagas para servidores

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Distrito Federal

Servidores públicos do Governo do Distrito Federal (GDF) interessados em trabalhar com dados, estatísticas, inteligência artificial e business intelligence terão até o dia 6 de setembro para se inscrever nas vagas abertas pela Controladoria-Geral do Distrito Federal (CGDF). Os currículos devem ser enviados para vagascgdf@cg.df.gov.br.

Se admitidos, os profissionais exercerão suas atividades na Subcontroladoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Subti), da Controladoria. O setor tem como atribuição avaliar novas metodologias, técnicas, soluções e ferramentas para aumento de produtividade e ganhos qualitativos nos processos de geração de informações estratégicas, e a missão de inovar em soluções tecnológicas.

A seleção, que deve acontecer por avaliação dos currículos, objetiva aprimorar projetos inovadores na área de inteligência artificial para aumentar a eficácia das ações de Controle a fim de manter o conhecimento e minimizar a rotatividade de servidores comissionados.​

 

Mais de 30 oficiais da PMDF se formam em curso de aperfeiçoamento

Publicado em Deixe um comentárioBolsonaro, Carreira policial, Distrito Federal, GDF, PMDF, segurança

Karolini Bandeira*- O Governo do Distrito federal celebrou, na última quarta-feira (2/06), a formatura de 32 alunos do Curso de Aperfeiçoamento de Oficiais (CAO) e do curso de Aperfeiçoamento de Oficiais Especialistas em Saúde (Caoem) da Polícia Militar do DF (PMDF). O evento foi realizado no pátio da Academia de Polícia Militar de Brasília (APMB) e contou com o prestígio do presidente Jair Bolsonaro e do vice-governador do DF, Paco Britto.

Os cursos de aperfeiçoamento foram feitos de 2020 a 2021. Após finalizarem, os policiais se tornam aptos para exercer funções estratégicas na corporação e cumprem o requisito para acesso ao círculo dos oficiais superiores.

Em seu discurso, Paco Britto, que representou o governador Ibaneis Rocha, disse estar honrado com o convite e destacou o trabalho feito pela Polícia Militar. “Estar aqui representa muito para o Governo do Distrito Federal. Sou testemunha do compromisso da PMDF com a qualificação dos seus efetivos. O que pode ser observado na colaboração e sucesso, de oficiais e praças, nas diversas esferas da administração pública”, reforçou.

“Não somos corporação à toa, exclusivamente, por esta heterogeneidade; e é pela formação, em diversos campos de conhecimento, que nos tornamos corpo único”, discursou o comandante-geral da PMDF, coronel Márcio Cavalcante de Vasconcelos. Aos oficiais, o comandante aconselhou: “Continuem líderes e sigam o coração, sendo exemplo.”

Estiveram presente na cerimônia o secretário nacional de Segurança Pública, coronel Carlos Renato Machado Paim; o secretário de Segurança Pública do DF, delegado federal Júlio Danilo Souza Ferreira; deputados federais, oficiais e praças da APMB e do Departamento de Educação e Cultura da PMDF; veteranos militares, docentes e corpo técnico.

Congresso aprova contratação de 378 bombeiros e 750 PMs no DF

Em sessão no Congresso Nacional, deputados e senadores aprovaram um substitutivo ao projeto de lei (PLN 7/21) que permite a contratação de 378 bombeiros e 750 policiais militares do Distrito Federal.

A proposta previa inicialmente um efetivo de 178 bombeiros e 543 PMs. Mas, o projeto de lei orçamentária foi aprovado em março com o número maior, sem, no entanto, atualizar as despesas de acordo com o impacto ao longo do ano. Isso fez com que o presidente Jair Bolsonaro vetasse a criação dos cargos. Só que, na última sessão, o Congresso derrubou o veto presidencial ao Orçamento.

Segundo a estimativa do relator, senador Eduardo Gomes (MDB-TO), as contratações devem ter um impacto de R$ 8,7 milhões neste ano, para os bombeiros, e R$ 13,3 milhões, para os policiais militares, somando no total R$ 22 milhões.

Entretanto, as despesas serão superiores nos anos seguintes, chegando a R$ 38 milhões ao ano, para os bombeiros, e R$ 45 milhões ao ano, para os PMs.

A proposta também permite provimentos a cargos de direção em universidades federais de Catalão, Jataí, Rondonópolis, do Delta do Parnaíba, do Agreste de Pernambuco e do Norte de Tocantins. Para evitar impacto no Orçamento, foram reduzidos os recursos para professores e técnicos-administrativos em educação.

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Sindicato defende a realização de novo concurso para a educação no Distrito Federal

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, educação, GDF, Magistério

Karolini Bandeira*- Em nota publicada, o Sindicato dos Professores do Distrito Federal (Sinpro-DF) reivindicou mais nomeações de profissionais e abertura de concurso público para a educação no DF. De acordo com a publicação, os sindicalistas têm pressionado o governo para a realização dos pedidos. “Temos pressionado o governo para nomear os(as) aprovados(as), investir em novos(as) profissionais e realizar de novos concursos para evitar lacunas e precarização dos serviços públicos de educação”, afirmou a diretoria do sindicato.

“É preciso que se nomeie, imediatamente, todos(as) que estão no banco reserva e que o processo para um novo concurso já esteja pronto e encaminhado para que tão logo a pandemia do novo coronavírus permita, ele seja realizado com aplicação das provas”, reforçou a diretoria.

Ainda de acordo com a nota, o sindicato vem cobrando, cotidianamente, as nomeações dos professores aprovados no último concurso, homologado em 2017. “A demora é tanta que essas nomeações e a realização de novos concursos, que são uma obrigação do GDF e uma necessidade do próprio governo, têm se tornando pauta de reivindicação da categoria e motivo de mobilizações e ações da diretoria”, denunciou o Sinpro.

Concurso para a Educação autorizado

Em março, o secretário de Economia do Distrito Federal, André Clemente, autorizou a realização de concursos públicos para 14 carreiras diferentes. Dentre eles, dois editais são destinados à Educação, sendo um para o magistério e outro para a área de assistência à educação.

A carreira de assistência à educação é composta pelos cargos de monitor de gestão educacional (nível médio), técnico de gestão educacional (nível técnico) e analista de gestão educacional (nível superior). O salário base varia de R$ 2.068,43 a R$2.757,90 para jornada de 30 a 40 horas semanais. Já um professor do GDF tem jornada de trabalho de 40 horas por semana e recebe remuneração inicial no valor de R$5.237,13.

Professores substitutos com contratação prorrogada

Em dezembro de 2020, os professores substitutos contratados em 2018 a partir do concurso público da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) tiveram contratação prorrogada em até três anos. A medida foi tomada devido à pandemia da Covid-19 e aos riscos à saúde pública que etapas presenciais de concursos poderiam causar neste cenário. Ainda de acordo com a lei, a medida só será permitida em situações emergenciais. Saiba mais!

 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

PCDF suspende concurso público com 2.100 vagas devido ao avanço de covid-19

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Coronavírus, GDF, PCDF, segurança, suspensão

Karolini Bandeira*- Atenção: os concursos da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), com 2.100 vagas para agente e escrivão, foram suspensos devido ao avanço de casos de covid-19! Como previsto pelo delegado-geral da PCDF, Robson Candido, a suspensão foi publicada no site do Cebraspe no final da tarde desta terça-feira (16/3). As provas estavam marcadas para 10 e 11 de abril.

Leia a nota na íntegra:

“A Diretora da Escola Superior de Polícia Civil do Distrito Federal, no uso de suas atribuições legais e em razão das medidas restritivas adotadas em decorrência da pandemia de COVID-19, torna pública a suspensão da aplicação das provas objetivas e da prova discursiva, previstas para o dia 10 de abril de 2021, nos termos do Edital nº 11 – PCDF – Escrivão, de 28 de janeiro de 2021.”

Os concursos

A PCDF está oferecendo dois concursos públicos: um para preenchimento de 1.800 vagas de nível superior no cargo de agente — sendo, deste número, 600 de provimento imediato e 1.200 para formação de cadastro reserva. E outro que oferece 300 vagas para escrivão, cargo de nível superior. O salário de ambas as profissões é de R$ 8.698,78 para 40 horas de trabalho semanal. Confira os editais aqui!

Esta é a segunda suspensão dos certames

Em setembro de 2020 foi publicado edital suspendendo a realização das provas. O motivo, segundo o comunicado no site da banca organizadora, foi a priorização dos cuidados que devem ser tomados durante a pandemia do novo coronavírus. As provas seriam aplicadas inicialmente em 17 e 18 de outubro do mesmo ano.

Logo depois, a Justiça determinou que fosse publicada uma nova data para os exames e que eles fossem realizados em até, no máximo, 90 dias. A Procuradoria-Geral do Distrito Federal (PGDF) recorreu da decisão e  informou em seu recurso que a PCDF decidiu, “prudentemente, suspender a realização das provas do certame, a fim de preservar não apenas os próprios candidatos, mas toda a população do Distrito Federal, uma vez que a grande quantidade de candidatos inscritos (88.894), poderia acarretar um aumento de casos de covid-19 no DF, principalmente pelo fato de que 47.418 candidatos são de fora”.

Já no início de outubro, a Justiça decidiu manter a suspensão das provas. O desembargador da 6ª turma cível do Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) entendeu que, embora muitas medidas restritivas de isolamento adotadas durante a pandemia de covid-19 tenham sido flexibilizadas, o momento ainda exigia prudência.

 

 

Leia também:

Provas de concurso da PRF são suspensas; Cebraspe publica provável data

Concurso da Polícia Federal com 1.500 vagas é adiado; confira nova data

Secretaria de Economia do DF autoriza concurso para 10 órgãos

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Mariana Niederauer

GDF iniciará rodada de reuniões com bancas para retomada de concursos suspensos

Publicado em Deixe um comentárioDistrito Federal, GDF, Ibaneis Rocha

O governo se manifestou acerca dos concursos suspensos e sobre a abertura de novos certames, confira:

 

Uma boa notícia para os concurseiros da capital e para aqueles que visam se candidatar a vagas daqui. O Governo do Distrito Federal (GDF) informou ao blog que iniciará, na próxima semana, uma rodada de reuniões com as bancas organizadoras dos concursos suspensos para discutir a possibilidade de retomada dos processos. “Importante ressaltar que não há qualquer garantia de retomada ou possíveis datas de realização dos concursos.”

 

A Secretaria de Economia lembrou ainda que a Lei Complementar nº 173/2020 e a Lei Distrital nº 6.662/2020 suspenderam os prazos de validade dos concursos públicos homologados e vigentes no âmbito da Administração Pública Direta e Indireta do Distrito Federal, durante a vigência do Estado de Calamidade Pública, voltando a contar no primeiro dia útil após 31 de dezembro de 2021. Assim, tais concursos terão sua validade estendida, possibilitando a utilização dos bancos de aprovados para suprir eventuais carências que venham a ocorrer após 31/12/2021.

 

Sobre os novos concursos públicos para recomposição dos quadros de pessoal dos órgãos do GDF, a serem realizados após o fim da vedação de contratação de novos servidores, o GDF informou que eles serão realizados caso não haja banco de aprovados e necessidade da Administração Pública, sempre em observâncias às restrições impostas pela Lei Complementar nº 173/2020.

 

O governo ainda ressaltou que alguns concursos públicos já haviam sido autorizados antes da pandemia. São eles: Apoio às Atividades Jurídicas; Auditoria de Controle Interno; Execuções Penais; Políticas Públicas e Gestão Governamental; Procurador do DF; Vigilância Ambiental e Atenção Comunitária à Saúde do DF.

Ibaneis aprova detalhamento de despesas do orçamento e prevê verbas para nomeações

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Distrito Federal, DODF, GDF, Ibaneis Rocha, LDO, LOA

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, aprovou o quadro de detalhamento de despesas dos orçamentos fiscal e da seguridade social para o exercício financeiro de 2021. No documento, é previsto verba para nomeações decorrentes de concursos públicos e também concessão de benefícios e gratificações a servidores. A informação foi publicada no Diário Oficial local (DODF).

Confira aqui o documento na íntegra.

 

O Orçamento do Distrito Federal para o exercício financeiro de 2021 será de R$ 44,18 bilhões, sendo R$ 28,41 bilhões de receita própria e R$ 15,77 bilhões oriundos do Fundo Constitucional (FCDF). A Câmara Legislativa aprovou o documento , que estima a receita e fixa a despesa do DF para 2021, por unanimidade, em 10 de dezembro de 2020.

De acordo com o projeto, a receita fixada em R$ 28,41 bilhões para 2021 está dividida em R$ 26,90 bilhões dos orçamentos Fiscal e de Seguridade Social e R$ 1,51 bilhão do orçamento de Investimentos. Veja:

 

Receita total do DF

Fiscal: R$ 17,90 bilhões
Seguridade social: R$ 8,99 bilhões
Investimento das empresas estatais: R$ 1,51 bilhões
Total: R$ 28,41 bilhões