CBNFOT080320190084 (1) 02/03/2019. Crédito: Joel Thé/Divulgação. Brasil. Brasília - DF. Favas Contadas. 5ª edição do Festival Internacional de Gastronomia francesa Goût de France/Good France. Evento que reuniu o embaixador da França e os cozinheiros. O embaixador francês Michel Miraillet e os chefs participantes do evento, acompanhados de Olivier Anquier

Escolha um restaurante para saborear menu francês no dia 21 de março

Publicado em

 

Imagine uma região de beleza incomparável revezando vinhedos e campos de alfazema cobertos de flores azuis na primavera — a lavanda, que perfuma muitas das sobremesas ao lado do aroma saudável do alho, das ervas frescas e do azeite virgem, uma síntese da dieta mediterrânea. Essa é a Provence, uma viagem de sonhos, que pode ficar bem perto de você na quinta-feira, pelo menos em termos degustativos, quando 25 endereços gastronômicos oferecerão um menu baseado nos sabores provençais.

Pelo quinto ano consecutivo, Brasília comemora o Goût de France 2019, evento destinado a “celebrar a excelência da culinária francesa”, como já disse o chef Laurent Suaudeau. Nessa data, cinco mil participantes de 130 países nos cinco continentes prepararão um jantar francês. Quase 50 restaurantes do país participam da programação, na qual o Planalto Central tem uma presença muito forte. Dos 47 brasileiros, 25 são daqui: 23 da capital e dois da Chapada dos Veadeiros.

Gosto da França

Para reproduzir a culinária colorida, repleta de sabores, cores e texturas como a provençal, chamada cuisine du soleil (cozinha do sol), os cozinheiros adaptaram a execução de pratos franceses a produtos locais. Assim, o gourmet poderá escolher nos menus uma variedade de carros-chefes, que vai da barriga de porco, cajá e mangarito do Aquavit, cuja entrada são ostras defumadas a frio (R$ 280), ao confit de pato, precedido da clássica vichyssoise, do B Hotel (R$ 185, inclui uma taça de vinho).

Formada na escola Le Cordon Bleu de Paris, a chef Alexandra Alcoforado, que participa todos os anos do evento, volta a abrir o DOC Restaurante & Lounge, em noite especial para preparar trouxinha de foie gras com cogumelos orgânicos; filé de peixe com tapenade de alcachofra e azeitonas e perdiz desossada ao molho rôti com flor de lavanda e laranjeira por R$ 230. Além dela, fazem parte do time feminino, Mara Alcamim do Universal com filé-mignon com lavanda e ratatouille e Ana Paula Jacques, do IFB, com magret de canard, mangarito e cajuzinho do cerrado.

Queijo no menu

Em comum, os menus só têm a estrutura básica — entrada, prato principal, queijo e sobremesa, de preferência com chocolate — pois cada chef criou cardápio exclusivo. Alguns, que já executam cozinha francesa, como Severino Xavier e Tiago Santos, adaptaram ao que já fazem. Filé lyonnaise ao molho de mostarda com laranja, no La Chaumière; e peixe ao papelote seguido de ragú de cordeiro, no Le Jardin Bistrot (Aliança Francesa). O primeiro sai por R$ 150, o segundo por R$ 159.
Alexandre Albanese escolheu consomé de lagostim e spetzel de batata-baroa para dar início ao jantar (R$ 120) do Nossa Cozinha Bistrô, no qual ravióli de queijo da Serra da Canastra com pesto de menta e baru antecipa mil-folhas de filé com foie gras, rosti de goiaba, pimenta-de-macaco e aligot de milho verde. Os queijos franceses vêm com compota de pera e cachaça.

Fora do Plano, participa L’Alcofa, restaurante da Fazenda Inácia, no km 159 da GO 118, que servirá jantar de sete pratos (garoupa e peito de pato, nos principais) a um custo de R$ 380. Cada estabelecimento decidiu o preço do jantar, mas a doação de 5% dos lucros à ONG No More Plastic, engajada com a proteção dos oceanos e a redução dos materiais plásticos, é obrigatória.

Confira os cardápios

Este slideshow necessita de JavaScript.