Imposto: etimologia, maiúsculas e minúsculas

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Uiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii! Que dor! Prepare o bolso e a bolsa. O governo vai recriar a CPMF. É mais um imposto que seremos obrigados a pagar. É isso mesmo — obrigados. A obrigação está no nome. A palavra veio do latim impositu, que quer dizer o que é imposto, cobrado à força. Em bom português: ninguém paga imposto porque quer. Paga porque é forçado. Olho vivo A […]

Cidadão: plural e feminino

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O assunto do momento? É o programa Renda Cidadã. Com ele, a palavra cidadão ganhou espaço na mídia e nas conversas de gente como a gente. Um grupo do WhatsApp discutiu o plural do vocábulo. Alguns apostaram em cidadãos. Outros, em cidadões. Apareceu ainda cidadães. E daí? A turma fez o mais acertado: consultou o dicionário. O Aurélio não fala no assunto. O Houaiss vai […]

Decano: origem e história

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Celso de Mello anunciou que vai antecipar em três semanas a saída do STF. Ele deveria sair em 1º de novembro, quando completa 75 anos, mas marcou a despedida para 13 de outubro. O ministro é o decano do Supremo — o magistrado mais velho. A notícia chamou a atenção para a palavra decano. Qual a história do vocábulo que ganhou manchetes de norte a […]

Nem, e nem: quando usar

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Circula na internet esta quadra de Silas Fonseca. Leitor atento questionou o uso do e nem: “Eu do livro não me livro E nem quero me livrar. Se do livro eu me livro, como livre vou ficar? O quê do porquê Sabe o porquê da questão? Nem significa e não. Pode-se dizer “não estuda e não trabalha” ou “não estuda nem trabalha”. O sentido se […]

Linchamento: origem e história

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Estou sendo linchado moralmente”, disse Witzel ao se defender das acusações. Não convenceu. Mas acendeu uma curiosidade. De onde vem a palavra linchar? Vem de Jonh Lynch, colono irlandês da Carolina do Sul. No século 18, ele desempenhava funções de chefe da justiça naquele estado americano. Truculento, Lynch recebeu o aval dos concidadãos para executar, sem julgamento, criminosos apanhados em flagrante delito e também os […]

Witzel e o pleonasmo: todos foram unânimes

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

É sina? Talvez. Sai governo, entra governo, o Rio repete a história. Políticos escolhidos nas urnas traem o eleitor. Não por acaso, todos os ex-governadores vivos viram o sol nascer quadrado. Sérgio Cabral continua atrás das grades. Cumpre pena de quase 300 anos. Ufa! “Vamos mudar”, disseram os fluminenses em 2018. Apostaram em candidato novo cuja bandeira era o combate à corrupção. Mas Wilson Witzel […]