Fez o concurso da PCDF? Especialista explica como aproveitar a preparação para seleção da Policial Penal

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Os concurseiros que se dedicaram ao concurso público da Polícia Civil do Distrito Federal, que teve as provas aplicadas recentemente e oferta 2.100 vagas, podem aproveitar o conteúdo estudado também para certame da Polícia Penal. De acordo com o especialista do IMP Concursos Thiago Medeiros, que é professor de Direitos Humanos, Direito Penal, Processo Penal e Legislação Extravagante, cerca de 75% do conteúdo estudado pode ser redirecionados para o novo certame. Confira as dicas completas:

Quem se preparou para PCDF pode aproveitar o conhecimento adquirido para fazer concurso de Policial Penal?

A resposta é sim. Se você bateu na trave na PCDF, não desista! Vários concursos te esperam em 2021/2022. Teremos a qualquer momento o lançamento do edital da Polícia Penal e de Agente de Custódia, recentemente anunciado pelo Diretor da Polícia Civil do Distrito Federal.

São dois concursos que reacenderam a “chama” de esperança e motivação do concurseiro de Carreiras Policiais. Tendo como base as funções dos dois cargos poderemos ter editais muito parecidos.

Quais os conteúdos da preparação da PCDF o candidato pode aproveitar para a Polícia Penal?

Cerca de 75% do conteúdo estudado para a PCDF poderá ser aproveitado no concurso da PPDF. São conteúdos semelhantes: Língua Portuguesa, Informática, Constitucional, Administrativo, Direito Penal, Processual Penal e Direitos Humanos.

A abordagem dos temas também é muito parecida e o conteúdo acumulado dos alunos da PCDF, o gabaritam para entender com facilidade o conteúdo de execução penal.

Com relação a esse conteúdo que pode ser aproveitado, como o candidato deve se organizar para revisar esse conteúdo?

Para largar na frente de seus concorrentes, a melhor estratégia é focar nos tópicos sobre execução penal e, sempre, intercalar com revisões dos temas já estudados para a PCDF.

Além do que ele estudou para a PCDF, quais as outras matérias seriam importantes para o candidato focar?

As novidades em relação ao conteúdo programático é a parte específica sobre execução penal.

Vale a pena se basear no edital anterior para estudar para o Concurso da Polícia Penal DF?

Sim, porém com ressalvas, já que o edital anterior já tem mais de 5 anos, e não será a mesma banca que realizará o concurso. Por isso o candidato precisa ficar atento aos conteúdos de editais na área de execução penal mais recentes, como por exemplo, o edital do DEPEN.

Expectativa de edital em breve

O edital do concurso Polícia Penal DF será publicado até novembro, segundo o deputado distrital, Reginaldo Sardinha. A informação foi publicada em vídeo nas redes sociais. Estão autorizadas 1.179 vagas para o cargo. Do quantitativo, 400 são para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva.

“Durante a reunião com o secretário de economia do Distrito Federal, André Clemente, tive a confirmação de que vai sair o CONCURSO para a Polícia Penal do DF. O compromisso do chefe da pasta, é de que até novembro deste ano seja liberado o EDITAL como passo inicial para o certame. Então, você CONCURSEIRO, fique ligado e se prepare!”, disse.

Em julho, o presidente do Sindicato de Polícia Penal do DF, Paulo Rogério da Silva, também afirmou que o novo concurso com 1.179 vagas para a Polícia Penal deve sair no último trimestre deste ano.

Na ocasião, a Secretaria de Economia do DF reforçou ao Papo de Concurseiro que o certame já foi autorizado e que agora está na fase de cumprimento das exigências legais. “As próximas etapas do certame serão publicados no Diário Oficial”, disse.

O cargo exige formação em nível superior em qualquer área e deve oferecer salários iniciais de R$ 4.745. E, o certame será composto de prova objetiva, teste de aptidão física, avaliação psicológica, investigação social e vida pregressa e curso de formação.

Segundo o sindicato, a seleção é urgente e visa preencher a carência de efetivos no sistema penitenciário. “O número total de vagas na carreira são 3 mil. Hoje, temos preenchidos um pouco acima de 50%. A luta do sindicato é que chamem, com urgência, os 1.179 o mais rápido possível, dada a carência de efetivo no sistema penitenciário do DF”, alegou o sindicato. Segundo a entidade, o Governo do DF espera convocar os servidores de vagas imediatas até junho de 2022. Saiba mais aqui!

 

Concurso da Polícia Penal de Alagoas será reaberto para PcDs

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- De acordo com a Secretaria de Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas (Seplag-AL), o concurso público da Polícia Penal do Estado terá edital de abertura republicado no próximo dia 27 de agosto e as inscrições serão reabertas para pessoas com deficiência.

A reabertura cumpre uma decisão judicial ajuizada pelo Ministério Público Estadual, que decretou a reserva de 20% das vagas do certame para PcDs. Com o novo período de inscrições, as provas objetivas, que anteriormente seriam aplicadas em 22 de agosto, agora estão previstas para novembro.

300 oportunidades

Estão em jogo 300 vagas imediatas para o cargo de policial penal, com ganhos iniciais no valor de R$3.800. Podem se inscrever homens e mulheres com ensino superior completo em qualquer área. As inscrições serão reabertas no site da banca Cebraspe, com taxa de R$ 95.

A avaliação será dividida em cinco etapas: provas objetivas, Teste de Aptidão Física (TAF), avaliação médica das condições de saúde física e mental, comprovação documental e investigação social. As avaliações serão aplicadas no município de Maceió. Confira mais informações! 

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Após decisão judicial, Governo de Alagoas vai republicar concurso da Polícia Penal

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

O edital do concurso da Polícia Penal de Alagoas deve ser republicado ainda neste mês pelo Governo do Estado. A decisão veio após comissão técnica acatar decisão judicial que suspendeu o concurso até que fosse garantida maior reserva de vagas para Pessoas com Deficiência (PCD) na seleção. A previsão é que as provas ocorram em novembro.

Segundo a equipe, a alteração no edital vai garantir aperfeiçoamentos no concurso. “Iremos, num prazo máximo de duas semanas, republicar o edital com as novas regras e esperamos realizar as provas já na segunda quinzena de novembro”, afirma o titular da Secretaria de Planejamento.

O certame para a Secretaria de Estado da Ressocialização e Inclusão Social (Seris) faz parte do Ciclo de Concursos do Governo de Alagoas e oferta 300 vagas para o cargo de policial penal, antigo agente penitenciário. O salário inicial previsto para os aprovados é de R$ 3.800,00 e as vagas são destinadas a quem possui nível superior completo.

“O edital será publicado seguindo a linha do que já temos feito: dando toda a transparência possível e com bastante celeridade. O intuito é que no início do próximo ano tenhamos finalizado esses processos e que todos os aprovados também já tenham sido contratados para nos ajudar a levar à frente o serviço público alagoano”, pontua o secretário.

Para conferir os editais já lançados, clique aqui.

Edital para policiais penais de MG sairá nesta quarta, informa subsecretário

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- Está confirmado! O edital de abertura do concurso público da Polícia Penal de Minas Gerais (PPMG) será publicado nesta quarta-feira (18/8), conforme informado pelo subsecretário de Inteligência e Atuação Integrada da Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas, Christian Vianna.

Em transmissão feita nas redes no último domingo (15), Vianna confirmou a data de publicação do documento. Segundo o subsecretário, terça-feira o edital será assinado pelo secretário:

“O concurso já está realmente chegando. Quarta-feira o edital será publicado, no caminhar natural das coisas. A empresa amanhã vai fazer as últimas alterações no edital, sugeridas pela Assessoria Jurídica. Na terça o secretário assina o edital e ele é publicado na quarta.”

Escolhido em 9 de julho, o Instituto Nacional de Seleções e Concursos (Selecon) é o organizador da seleção. O concurso deverá preencher 2.420 vagas para o cargo de policial penal. As chances serão distribuídas entre o sexo masculino (1944) e para o sexo feminino (476). Dessas, 242 serão reservadas para pessoas com deficiência.

Se admitidos, os candidatos receberão um salário inicial de R$4.631,25 com uma carga horária semanal de 40 horas.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

PPMG: ‘Prepare-se que o edital está saindo’, anuncia subsecretário

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Serão abertas 2.420 vagas para policiais penais

Karolini Bandeira*- Edital à vista! Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o subsecretário de Inteligência e Atuação Integrada da Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais, Christian Vianna, informou que o edital de abertura do próximo concurso público da Polícia Penal do Estado (PPMG) deverá ser produzido em até 20 dias úteis, com previsão de ser publicado em agosto.

“A previsão é de, no máximo, 20 dias uteis, mas a gente está correndo para fazer esse edital antes. Então, a nossa previsão é que esse concurso chegue lá no mês de agosto ou um pouquinho depois, na segunda ou terceira semana de agosto. Então, prepare-se que o edital já está saindo. Está muito próximo”, disse Vianna.

Escolhido em 9 de julho, o Instituto Nacional de Seleções e Concursos (Selecon) é o organizador da seleção. O concurso deverá preencher 2.420 vagas para o cargo de policial penal. As chances serão distribuídas entre o sexo masculino (1944) e para o sexo feminino (476). Dessas, 242 serão reservadas para pessoas com deficiência.

Se admitidos, os candidatos receberão um salário inicial de R$4.631,25 com uma carga horária semanal de 40 horas.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Concurso Polícia Penal do DF: Economia explica como está o processo rumo ao edital

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Após o presidente do Sindicato de Polícia Penal do DF, Paulo Rogério da Silva, afirmar que o novo concurso com 1.179 vagas para a Polícia Penal deve sair no último trimestre deste ano, a Secretaria de Economia do DF reforçou ao Papo de Concurseiro que o certame já foi autorizado e que agora está na fase de cumprimento das exigências legais. “As próximas etapas do certame serão publicados no Diário Oficial”, disse.

O cargo exige formação em nível superior em qualquer área e deve oferecer salários iniciais de R$ 4.745. E, o certame será composto de prova objetiva, teste de aptidão física, avaliação psicológica, investigação social e vida pregressa e curso de formação.

Segundo o sindicato, a seleção é urgente e visa preencher a carência de efetivos no sistema penitenciário. “O número total de vagas na carreira são 3 mil. Hoje, temos preenchidos um pouco acima de 50%. A luta do sindicato é que chamem, com urgência, os 1.179 o mais rápido possível, dada a carência de efetivo no sistema penitenciário do DF”, alegou o sindicato. Segundo a entidade, o Governo do DF espera convocar os servidores de vagas imediatas até junho de 2022.

Último concurso em 2014

O último concurso para a ocupação de agente de execução penal (atual policial penal) foi realizado em 2014. A ocasião contou com a oferta de 1.100 oportunidades, sendo 200 imediatas e 900 para cadastro reserva. Os inscritos foram avaliados mediante aplicação de provas objetivas, teste de aptidão física, avaliação psicológica e sindicância de vida pregressa e investigação social.

Nas provas objetivas, foram cobradas 150 questões de certo e errado sobre conhecimentos básicos e específicos. Por fim, os aprovados passaram pelo curso de formação profissional.

 

PPMG escolhe banca organizadora de novo concurso com 2.420 vagas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Certame ofertará 2.420 vagas para policial penal (antigo cargo de agente penitenciário)

A Polícia Penal de Minas Gerais (PPMG) escolheu a banca organizadora de seu próximo concurso público. De acordo com extrato de homologação, publicado no Diário Oficial do Estado, desta quinta-feira (9/7), caberá ao Instituto Nacional de Seleções e Concursos (Selecon) a responsabilidade pela seleção.

O concurso deverá preencher 2.420 vagas para o cargo de policial penal. As chances serão distribuídas entre o sexo masculino (1944) e para o sexo feminino (476). Dessas, 242 serão reservadas para pessoas com deficiência.

No último domingo (4/7), durante uma transmissão ao vivo nas redes sociais, o secretário de Segurança do Estado, Rogério Greco, e o subsecretário de Inteligência e Integração, Christian Vianna de Azevedo, divulgaram as próximas etapas do concurso.

Segundo eles, o edital com as datas e valores de inscrições deve ser publicado em breve, após a assinatura do contrato com a banca.

“A partir da homologação da escolha da banca, a gente tem outro trâmite interno e externo para publicação do edital. O edital deve sair na primeira semana de agosto, em cerca de 30 dias”, garantiu Vianna.

Se admitidos, os candidatos receberão um salário inicial de R$4.631,25 com uma carga horária semanal de 40 horas.

Polícia Penal do DF terá edital entre outubro e dezembro, informa Sindpol

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Distrito Federal, GDF

Serão 1.179 vagas para o cargo. Do quantitativo, 400 são para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva

Karolini Bandeira*- O Sindicato dos Policiais Penais do Distrito Federal (Sindpol-DF) anunciou que o edital de abertura do próximo concurso público da Polícia Penal na região será publicado entre outubro e dezembro deste ano. Estão autorizadas 1.179 vagas para o cargo. Do quantitativo, 400 são para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva.

Conforme informado pelo Sindpol, o certame será composto por cinco fases. São elas: prova objetiva, teste de aptidão física, avaliação psicológica, investigação social e vida pregressa e curso de formação. Para participar, é necessário possuir nível superior em qualquer área. Os profissionais selecionados terão ganhos iniciais de R$ 4.745, além de auxílio-alimentação, gratificações por habilitação em atividades penitenciárias e adicionais por tempo de serviço e insalubridade.

“O número total de vagas na carreira são 3 mil. Hoje, temos preenchidos um pouco acima de 50%. A luta do sindicato é que chamem, com urgência, os 1.179 o mais rápido possível, dada a carência de efetivo no sistema penitenciário do DF”, alegou o sindicato. Segundo a entidade, o Governo do DF espera convocar os servidores de vagas imediatas até junho de 2022.

Último concurso em 2014

O último concurso para a ocupação de agente de execução penal (atual policial penal) foi realizado em 2014. A ocasião contou com a oferta de 1.100 oportunidades, sendo 200 imediatas e 900 para cadastro reserva. Os inscritos foram avaliados mediante aplicação de provas objetivas, teste de aptidão física, avaliação psicológica e sindicância de vida pregressa e investigação social.

Nas provas objetivas, foram cobradas 150 questões de certo e errado sobre conhecimentos básicos e específicos. Por fim, os aprovados passaram pelo curso de formação profissional.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

‘A qualquer momento’, informa secretário sobre edital para Polícia Penal de Pernambuco

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- O concurso público para a Polícia Penal de Pernambuco não está apenas autorizado, como está iminente! Segundo o secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico, o edital de abertura do certame “pode sair a qualquer momento”. A informação foi confirmada à delegada e deputada estadual, Gleide Ângelo.

“Hoje encontrei na SDS, o Secretário de Justiça e Direitos Humanos, Pedro Eurico. Perguntei sobre o concurso da Polícia Penal e ele disse que já está autorizado e que o edital pode sair a qualquer momento. Assim que tiver novas informações, repasso para vocês”, publicou a parlamentar nas redes.

Conforme já anunciado pelo secretário Eurico, o concurso irá ofertar 1.000 vagas para o cargo de policial penal, antigo agente penitenciário. Do quantitativo, 200 serão para provimento imediato e as outras 800 serão para formação de cadastro de reserva.

A carreira tem como requisito ensino superior completo em qualquer curso e Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo, na categoria B.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Governador de Sergipe sanciona a criação de 150 vagas para a Polícia Penal

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Nomeação, segurança

Karolini Bandeira*- Foi sancionada pelo governador de Sergipe, Belivaldo Chagas Silva, nesta quinta-feira (17/6), Lei Complementar que cria 150 postos de policial penal — antigo guarda de segurança do Sistema Prisional. A criação dos cargos não aumenta a despesa estadual porque outros 561 cargos efetivos da Administração do Estado foram extintos.

O secretário Justiça, do Trabalho e de Defesa do Consumidor do Sergipe, Cristiano Barreto, celebrou a criação das novas vagas, que poderão ser assumidas por candidatos aprovados no último concurso público para a função. De acordo com Barreto, a abertura dos postos é fruto de trabalho conjunto para a disponibilização de vagas sem ultrapassar os gastos previstos pelo governo.

“Agradeço ao empenho de toda a equipe que foi montada para estudar a possibilidade de criação dessas vagas sem ferir a Lei Complementar 173/2020, que limita a questão de gastos do estado com a extinção de cargos desocupados e a criação dessas 150 novas vagas na carreira do sistema prisional”, disse o secretário.

O último concurso público para o cargo, realizado em 2018, ofertou 100 vagas imediatas. O edital também prevê a nomeação de até quatro vezes mais profissionais do que o aberto. Os convocados irão atuar nas unidades prisionais do estado já existentes.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer