TJMG pode ter edital para servidores este ano, confirma presidente

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Tribunal de Justiça

Karolini Bandeira*- Com edital publicado para juízes, o edital de concurso para o quadro de apoio do Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) pode ser publicado ainda em 2021! A informação foi confirmada pelo presidente do Tribunal, Gilson Lemes, em resposta a concurseiros nas redes nesta quinta-feira (23/9).

O concurso já está com comissão formada e a banca organizadora deve ser definida em breve. O número de vagas e cargos contemplados ainda não foram divulgados.

Edital para juízes publicado

Para o cargo de juiz substituto, o TJMG oferece 82 vagas em concurso publicado. Podem participar pessoas graduadas em direito e com experiência mínima de três anos em atividade jurídica. Os contratados receberão salário inicial de R$ 30.404,42.

Os interessados poderão se inscrever pelo site da Fundação Getúlio Vargas (FGV) das 14h de 25 de outubro às 16h de 23 de novembro. Há taxa de participação no valor de R$ 300. Os candidatos serão avaliados por meio de provas objetivas, provas escritas, avaliação médica e psicológica, sindicância da vida pregressa e investigação social, prova oral e análise de títulos. Veja!

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concurso da PCMG com 684 vagas segue previsto para 2021

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- A previsão de concurso da Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) ainda em 2021 segue de pé! Em resposta ao Papo de Concurseiro, a corporação afirmou que a previsão é de que o certame com 684 vagas saia este ano. No momento, “a contratação da empresa que apoiará a PCMG nos trâmites e execução do concurso está em andamento”, informaram.

De acordo com publicação feita pela PCMG, do quantitativo de 684 oportunidades, 397 vagas serão para escrivães; 30 para investigadores; 62 para delegados; nove para médicos legistas; 21 para peritos criminais; 114 para técnicos assistentes; e 51 para analistas.

Requisitos

Na área policial, todas as funções exigem o nível superior. A remuneração inicial para médico e perito é de R$8.874,60, enquanto para escrivão e delegado é R$4.098,39 e R$11.475,57, respectivamente. No setor administrativo, o salário é de R$2.782,16. Já para técnicos, carreira que não necessita de nível superior, o salário inicial é de R$ 1.530,18.

Último concurso

O último concurso da PCMG foi realizado em 2018. Foram 195 chances foram para os cargos de escrivão e delegado substituto. Antes desse, a corporação realizou um certame em 2013, com 1.517 vagas distribuídas entre as ocupações de médico legista, perito criminal, analista e técnico assistente.

A seleção foi organizada pela banca Fundação Mariana Resende Costa (Fumarc) e foi composto por prova objetiva, exames biomédicos e biofísicos, avaliação psicológica, investigação social e curso de formação inicial.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Sejusp-MG pretende publicar edital para agente socioeducativo ainda neste ano

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Karolini Bandeira*- A Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais (Sejusp-MG) poderá publicar um novo edital para agentes socioeducativos ainda este ano! Segundo a superintendente Educacional de Segurança Pública do Estado, Roberta Corrêa, a expectativa é de concurso até o final deste ano. “Se não for possível, sairá no primeiro semestre de 2022 com certeza”, garantiu a superintendente em entrevista.

Ainda segundo Roberta, a o processo de contratação de banca já se encontra em estágio final. A previsão de abertura de 270 vagas, entretanto, será revisada. “Estamos com o termo de referência para contratação da banca praticamente pronto, só dependendo do número de vagas. O secretário pediu que fosse refeito um estudo para ver a real necessidade. Esse estudo está praticamente concluído, acredito que nas próximas semanas seja encaminhado para Seplag”, disse.

O concurso, para profissionais com nível médio, irá oferecer ganhos iniciais no valor de R$ 4.098,45. Conforme informado pela superintendente, as etapas serão as mesmas seis etapas do certame para policiais penais: provas objetivas e de redação, avaliações de aptidão psicológica e psicotécnica, exames médicos, prova de condicionamento físico, comprovação de idoneidade e conduta ilibada e curso de formação técnico-profissional.

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Edital para policiais penais de MG sairá nesta quarta, informa subsecretário

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- Está confirmado! O edital de abertura do concurso público da Polícia Penal de Minas Gerais (PPMG) será publicado nesta quarta-feira (18/8), conforme informado pelo subsecretário de Inteligência e Atuação Integrada da Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas, Christian Vianna.

Em transmissão feita nas redes no último domingo (15), Vianna confirmou a data de publicação do documento. Segundo o subsecretário, terça-feira o edital será assinado pelo secretário:

“O concurso já está realmente chegando. Quarta-feira o edital será publicado, no caminhar natural das coisas. A empresa amanhã vai fazer as últimas alterações no edital, sugeridas pela Assessoria Jurídica. Na terça o secretário assina o edital e ele é publicado na quarta.”

Escolhido em 9 de julho, o Instituto Nacional de Seleções e Concursos (Selecon) é o organizador da seleção. O concurso deverá preencher 2.420 vagas para o cargo de policial penal. As chances serão distribuídas entre o sexo masculino (1944) e para o sexo feminino (476). Dessas, 242 serão reservadas para pessoas com deficiência.

Se admitidos, os candidatos receberão um salário inicial de R$4.631,25 com uma carga horária semanal de 40 horas.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Nomeações de concursados da educação serão retomadas em MG, anuncia Assembleia Legislativa

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos

A Assembleia Legislativa de Minas Gerais informou, por meio de nota, que será retomado o processo de nomeação de candidatos aprovados no concurso público para provimento de cargos das carreiras de especialista em educação básica e professor de educação básica do quadro de pessoal da Secretaria de Estado de Educação (SEE).

Segundo a subsecretária de Gestão de Recursos Humanos da Secretaria, Ana Costa Rego, serão 3 mil nomeações ainda neste ano, com lotes de 1 mil na primeira quinzena de setembro, de outubro e de novembro. Ela acrescentou ainda que, por questões logísticas, esse número representa o máximo que é possível de se fazer no período.

“Essas nomeações, somadas a outras 5 mil já feitas, vão totalizar 8 mil nomeações que foram objeto de compromisso do governador para este ano. Só não as fizemos antes por causa de dificuldades na perícia médica em razão da pandemia”, destacou.

Ana Costa ainda esclareceu que, com as nomeações desses 3 mil concursados, restarão cerca de outros 2 mil aprovados no edital, que deverão ser nomeados a partir do próximo ano depois de reunião com a categoria, além dos excedentes.

Número ainda “insuficiente”

Apesar da notícia, para a coordenadora-geral do Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais, Denise de Paula Romano, é preciso ampliar as nomeações.

“O anúncio agora da retomada das nomeações é uma conquista coletiva da categoria. Apesar disso, o número ainda é insuficiente diante dos números de contratos temporários do Estado e da necessidade da área”, afirmou.

Com informações da ALMG.

Sefaz de Minas Gerais anuncia grupo de trabalho para próximo concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Próxima etapa agora é a elaboração do projeto básico e a contratação da banca

Por meio de uma publicação do Diário Oficial do Estado de Minas Gerais desta terça-feira (3/8), a Secretaria de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag-MG) formalizou a instituição do grupo de trabalho que será responsável pelos próximos passos do concurso público.

A equipe será composta por três servidores da Subsecretaria da Receita Estadual; dois servidores da Superintendência de Planejamento, Gestão e Finanças; e um servidor da Superintendência de Tecnologia da Informação.

A partir de agora, o grupo de trabalho ficará responsável pela elaboração do projeto básico e pela contratação da banca organizadora. A previsão é a de que o certame ofereça 300 oportunidades para o cargo de auditor fiscal.

No entanto, segundo o secretário da Fazenda do Estado, Gustavo de Oliveira Barbosa, a definição do quantitativo de vagas e a realização da seleção depende da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O último concurso da Secretaria para a carreira foi aberto há mais de 15 anos, em 2005. O cargo de auditor fiscal de tributos exige nível superior em qualquer área de formação, enquanto auditores técnicos precisam ter formação em Administração, Ciências Contábeis, Direito ou Economia. Segundo o Portal de Transparência da instituição, os ganhos mensais de profissionais da função pode chegar a R$ 30.000.

Concurso Bombeiros MG: banca organizadora é contratada

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Calendário com datas de inscrição e aplicação das provas deve ser divulgado em breve

A previsão dada pelo governador de Minas Gerais, Romeu Zema, está se cumprindo. O Diário Oficial do Estado desta quinta-feira (22/7) traz a contratação da banca organizadora do próximo concurso público do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais (CBMMG) .

De acordo com a publicação, a Fundação de Desenvolvimento da Pesquisa (Fundep) ficará responsável pelo concurso que irá ofertar 145 vagas para o Curso de Formação de Soldados (CFSd) e 21 vagas para o Curso de Formação de Oficiais (CFO).

Entre os pré-requisitos estão: possuir o ensino médio completo, ter entre 18 e 30 anos e altura igual ou superior a 1,60m. O salário inicial é de R$ 4 mil para soldado e mais de R$ 9 mil para oficial, após a graduação.

No final de junho, o governo do Estado anunciou o retorno da seleção. Segundo Zema, a publicação do edital deve acontecer em agosto. A expectativa é que as provas sejam aplicadas ainda este ano.

Concurso do TJM/MG terá 27 vagas de níveis médio e superior

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- O próximo concurso público Tribunal de Justiça Militar de Minas Gerais (TJM/MG) teve número de vagas confirmado! De acordo com a Resolução N°201 do órgão, o certame terá a oferta de 27 vagas para os níveis médio, técnico e superior. As oportunidades serão para os cargos de oficial judiciário e analista judiciário.

Confira a distribuição

  • 21 vagas e CR no cargo de Oficial Judiciário (classe D), de nível médio
  • Uma vaga no cargo de Oficial Judiciário (classe D), especialidade Assistente Técnico de Sistemas, de nível técnico
  • Uma vaga no cargo de Analista Judiciário (classe C), especialidade Contador, de nível superior
  • Uma vaga no cargo de Analista Judiciário (classe C), especialidade Analista de Tecnologia da Informação, de nível superior
  • Uma vaga no cargo de Analista Judiciário (classe C), especialidade Jornalista, de nível superior
  • Uma vaga no cargo de Analista Judiciário (classe C), de nível superior

Ainda de acordo com o documento, os profissionais selecionados irão atuar em jornada de trabalho de 8 horas diárias. Os ganhos iniciais variam de R$ 3.692,61 a R$ 5.782,78, além de benefícios como auxílio-transporte, auxílio-alimentação, auxílio-creche, assistência médica e odontológica, adicional de desempenho, entre outros.

O Instituto Consulplan será a banca organizadora do concurso. O edital é previsto para julho.

Concurso suspenso em 2020

Em 2020, o Presidente do Tribunal de Justiça Militar do Estado de Minas Gerais (TJM/MG), juiz James Ferreira Santos, suspendeu a abertura das inscrições do concurso público vigente para oficiais e técnicos judiciários do Tribunal devido à pandemia. Na ocasião, eram ofertadas  24 vagas imediatas e formação de cadastro reserva para oficial judiciário nas especialidades de oficial judiciário (19) e assistente técnico de sistemas (1), técnico judiciário nas especialidades de técnico judiciário (CR), contador (1), analista de sistemas (1), administrador de rede (1) e estatístico (1).

Os candidatos seriam avaliados por provas objetivas de múltipla escolha e prova de redação, ambas de caráter eliminatório e classificatório. Veja os detalhes!

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

PPMG: ‘Prepare-se que o edital está saindo’, anuncia subsecretário

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos

Serão abertas 2.420 vagas para policiais penais

Karolini Bandeira*- Edital à vista! Em transmissão ao vivo nas redes sociais, o subsecretário de Inteligência e Atuação Integrada da Secretaria de Justiça e Segurança Pública de Minas Gerais, Christian Vianna, informou que o edital de abertura do próximo concurso público da Polícia Penal do Estado (PPMG) deverá ser produzido em até 20 dias úteis, com previsão de ser publicado em agosto.

“A previsão é de, no máximo, 20 dias uteis, mas a gente está correndo para fazer esse edital antes. Então, a nossa previsão é que esse concurso chegue lá no mês de agosto ou um pouquinho depois, na segunda ou terceira semana de agosto. Então, prepare-se que o edital já está saindo. Está muito próximo”, disse Vianna.

Escolhido em 9 de julho, o Instituto Nacional de Seleções e Concursos (Selecon) é o organizador da seleção. O concurso deverá preencher 2.420 vagas para o cargo de policial penal. As chances serão distribuídas entre o sexo masculino (1944) e para o sexo feminino (476). Dessas, 242 serão reservadas para pessoas com deficiência.

Se admitidos, os candidatos receberão um salário inicial de R$4.631,25 com uma carga horária semanal de 40 horas.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Seplag/MG delega competências de edital para auditores à Sefaz

Publicado em Deixe um comentárioCarreira fiscal, Concursos, Concursos Públicos

A Sefaz será a responsável pela escolha de banca organizadora e outros planejamentos para o certame, previsto para 300 vagas no cargo de auditor fiscal

Karolini Bandeira*- A Secretaria de Planejamento e Gestão de Minas Gerais (Seplag-MG) delegou, por meio de resolução publicada no último sábado (17/7), as competências para a realização de um novo concurso público para auditores à Secretaria da Fazenda do Estado (Sefaz-MG).

Agora, a Sefaz será a responsável pela escolha de banca organizadora e outros planejamentos para o certame, previsto para 300 vagas no cargo de auditor fiscal, de nível superior.

De acordo com nota divulgada pela Associação dos Auditores Fiscais da Receita Estadual (AFFEMG), a seleção foi autorizada em junho pela Comissão de Finanças (Cofin). “Minas está há 16 anos sem concurso para auditores. Hoje, 30% do quadro estão vagos e mais de 20% dos ativos já preencheram as condições de aposentadoria e podem se afastar a qualquer momento”, complementou a associação.

Segundo o Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita Estadual de Minas Gerais (Sindifisco MG), atualmente 426 cargos da Sefaz MG estão em vacância. O número representa um déficit de quase 30% no quadro do pessoal da instituição.

O último concurso da Secretaria para a carreira foi aberto há mais de 15 anos, em 2005. O cargo de auditor fiscal de tributos exige nível superior em qualquer área de formação, enquanto auditores técnicos precisam ter formação em Administração, Ciências Contábeis, Direito ou Economia. Segundo o Portal de Transparência da instituição, os ganhos mensais de profissionais da função pode chegar a R$ 30.000.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer