CBNFOT081020190108 Su Maestri/Divulgação - Pratos do restaurante Iz da Casa Cor. Tartar de picanha

Íz, restaurante da CasaCor tem fila na porta

Publicado em

O brasiliense tem apenas 11 dias para se deliciar com o menu do premiado chef goiano Ian Baiochi, cuja réplica do restaurante Íz (significa paladar em húngaro) está bombando na CasaCor, que encerra a mostra 2019 no próximo dia 22. “Temos muitos clientes brasilienses, mas viemos com a ideia de ampliar a nossa clientela”, diz o chef de 29 anos, que tem recebido pressão para instalar sua grife na capital, mas ele se esquiva: “Estamos felizes com o nosso espaço na CasaCor Brasília”.

Su Maestri/Divulgação – Pratos do restaurante Iz da Casa Cor

Você pode pedir as sugestões separadamente, como bombom de queijos brasileiros com marmelada de Santa Luzia e baguete (R$ 34), camarão com banana-da-terra (R$ 52) ou o filé-mignon com manteiga de ervas, batata-baroa gratinada com pancetta, mel de engenho defumado e aspargos salteados (R$ 94) ou se lançar no menu degustação. Há dois: o clássico de cinco etapas por R$ 175, e o Íz Evolução, que traz em 10 etapas os pratos icônicos da casa por R$ 320. Será sempre uma surpresa, mas, ao final, você recebe a relação.

Su Maestri/Divulgação – Pratos do restaurante Iz da Casa Cor. Ovo perfeito

Amei o falso caviar de jabuticaba, melado de cana e ceboulette; o tartar de picanha com aioli bravo e pele de porco crocante, sem falar no ovo perfeito com creme de baroa, talos de aspargos e brunoise de chuchu e camarão. Nesse encantamento, ainda se chega ao polvo a la plancha e ao cupim braseado com canjiquinha e mel de engenho. Tudo delícia. Íz funciona de terça a sexta para jantar, aos sábados, domingos e feriados, almoço e jantar. Reservas: 98346-2991.

Su Maestri/Divulgação – Pratos do restaurante Iz da Casa Cor