Secretaria de Educação de São Paulo é autorizada a abrir concurso para oficial administrativo

Foto: Divulgação/USP Imagens
Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Em um novo despacho, o governador de São Paulo autorizou a realização de um novo concurso público. O órgão da vez é a Secretaria de Educação estadual (SEE/SP), que abrirá 167 vagas para o cargo de oficial administrativo. Segundo consta no despacho, publicado no Diário Oficial local desta terça-feira (22/5), a abertura da nova seleção será possível devido a vacâncias decorrentes de exonerações, demissões, falecimentos e aposentadorias que ocorreram a partir de junho de 2017, “observadas as disponibilidades orçamentárias e obedecidos os demais preceitos legais”.

O salário inicial do cargo é de R$ 1.339,29, podendo chegar a R$ 1.535,94. Para concorrer é necessário ter nível médio de formação.

 

Em março, o governador de São Paulo autorizou outras 372 vagas para a SEE/SP, desta vez para supervisores de ensino. Quem for aprovado poderá ser lotado em uma das 91 diretorias de ensino do estado, com salário base de R$ 3.273,08, adicionados a R$ 994 de gratificação. Saiba mais!

 

E em maio, um novo concurso também foi autorizado para o Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula Souza” (CEETEPS). Serão abertas 540 vagas, sendo 326 de agente técnico e administrativo, 208 de analista de suporte e gestão e 6 de especialista em planejamento educacional, obras e gestão. Confira aqui os salários!

 

Inscrições prorrogadas

Para quem perdeu o prazo do concurso público aberto pelo Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), com sede em São Paulo, mais uma chance foi dada. O órgão decidiu prorrogar o período de inscrições, mas somente até esta quarta-feira (23/5), às 14h (horário de Brasília). As taxas vão de R$ 80 a R$ 95.

De acordo com o edital de abertura, divulgado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), são oferecidas 320 oportunidades de preenchimento imediato, além de formação de cadastro reserva. Os salários variam de R$ 6.780,53 a R$ 11.006,83. Concorra aqui!

Em 52 anos, Secult/CE deve abrir o primeiro concurso com 102 vagas

Foto: Pinterest/Reprodução. Teatro José de Alencar, Fortaleza, Ceará
Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Do CorreioWeb – A Secretaria da Cultura do Ceará (Secult/CE) abrirá em breve o primeiro concurso, após 52 desde a criação do órgão, com 102 vagas para profissionais de nível superior em diversas áreas de atuação. A previsão é que o edital seja publicado em 29 de junho.

A Fundação Universidade Estadual do Ceará (FUNECE) é a empresa responsável pelo planejamento e execução do concurso público. O contrato de dispensa de licitação foi publicado no Diário Oficial do Ceára, na última sexta-feira (18/5). No documento, também é previsto que o certame terá como etapas de avaliação provas e títulos.

De acordo com a Secult/CE o concurso cumpre a meta de N° 2 do Plano Estadual de Cultura (PEC), anunciado pelo governador Camilo Santana em janeiro desse ano. “É um presente para a cultura do Ceará, um passo importante para o fortalecimento institucional da Secretaria da Cultura, para que ela possa desenvolver com mais capacidade técnica, com um quadro qualificado, as metas do PEC, que são para os próximos 10 anos. Uma conquista do Estado, da Secretaria da Cultura, mas sobretudo da classe artística e cultural da sociedade cearense” afirma o órgão.

Segundo a assessoria de imprensa da Secult, no momento o órgão funciona com terceirizados, comissionados e servidores de carreira cedidos de outros órgãos do estado. A Secretaria da Cultura do Estado do Ceará foi criada pela Lei nº 8.541, de 9 de agosto de 1966, se desmembrando da Secretaria de Educação.

Última semana para 1.825 vagas

A semana começou com concursos importantes encerrando os períodos de inscrição. Concorra aqui!

PM e Bombeiros do Espírito Santo devem abrir mais de 400 vagas em maio

Foto: Divulgação/PMES
Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Do CorreioWeb – Devem ser publicados ainda em maio os editais dos mais novos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo. A novidade foi anunciada por Nylton Rodrigues, Secretário de Segurança Pública local, durante visita aos municípios de Castelo e Mimoso do Sul, onde serão construídas duas novas delegacias.

Os interessados em concorrer devem priorizar os estudos para os concursos que estão sob responsabilidade do Instituto AOCP, empresa que vai aplicar as avaliações. Em março, estava previsto que a seleção ofereceria 417 vagas, distribuídas nos cursos de formações de oficiais da PM (30) e do CBM (7), soldados combatentes da PM (250) e do CBM (120) e soldados músicos da PM (10). As remunerações para os cargos variam de R$ 3.272,06 a R$ 6.716,48.

Último concurso

Para direcionar os estudos, o interessante é utilizar o último edital lançado em 2014, para a PMES como base. A seleção foi para o cargo de soldado combatente, sob a organização da Exatus Promotores de Eventos e Consultoria.

O concurso ofereceu 500 vagas e classificou os candidatos por prova objetiva com 70 questões de múltipla escolha, prova de redação, prova de títulos, exame de aptidão física, exame psicossomático, investigação social, exames de saúde e curso de formação de soldados (QPMP-C).

Para concorrer às vagas foi necessário ser brasileiro, ter idade mínima de 18 anos e máxima de 28 no dia de inscrição no concurso, ter altura mínima de 1,65m para homens e de 1,60m para mulheres, estar em dia com as obrigações eleitorais e no pleno exercício dos direitos políticos, ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo na categoria “B” e ter nível médio completo.

Durante o curso de formação o aluno, de acordo com o edital, receberia salário no valor de R$ 1.112,14, depois de aprovado, o candidato receberia salário no valor de R$ 2.631,97.

Aula beneficente de revisão para o concurso da PMDF

PMDF
Publicado em Deixe um comentárioDistrito Federal

A prova para o concurso da Polícia Militar do Distrito Federal está marcada para este domingo (20/5), pensando nisso, o IMP Concursos oferece mais uma chance para os candidatos obterem mais conhecimentos para a hora da prova através do “Aulão beneficente de revisão PMDF – o maior aulão do Gama”, marcado para este sábado (19/5).

O evento vai revisar os conteúdos de raciocínio lógico, direito constitucional, legislação extravagante, direito penal e processual penal militar, redação discursiva, gramática e texto, direito administrativo, legislação aplicável à PM/DF e direito processual penal.

Será das 9h às 17, no Auditório Supernatural Church (QI2, lote 1320 Setor de Indústrias do Gama, na rua do Gamaggiore). Para participar, é necessário realizar a inscrição pelo site (www.impconcursos.com.br), mediante doação de  2 kg de alimento não perecível, no dia do evento. Para mais informações, entre em contato através do telefone (61) 3029-9700.

Centro de Educação Tecnológica de São Paulo é autorizado a abrir 540 vagas

Foto: Reprodução/CSP
Publicado em Deixe um comentárioeducação

O governador do estado de São Paulo, Márcio França, autorizou que o Centro Estadual de Educação Tecnológica “Paula Souza” (CEETEPS) abra um novo concurso público. De acordo com o despacho, publicado no Diário Oficial desta quinta-feira (17/5), serão abertas 540 vagas, sendo 326 de agente técnico e administrativo, 208 de analista de suporte e gestão e 6 de especialista em planejamento educacional, obras e gestão. As chances são para atuação em 2019, “observadas as disponibilidades orçamentárias e obedecidos os demais preceitos legais e regulamentares atinentes à espécie”. Veja os salários:

  • Agente técnico administrativo: R$ 1.535, 94
  • Analista de suporte e gestão: R$ 2.789,68
  • Especialista em planejamento educacional, obras e gestão: R$ 4.306,87

O Centro Paula Souza é uma autarquia do Governo do Estado de São Paulo, vinculada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (SDECTI). O centro é presente em aproximadamente 300 municípios, a instituição administra 222 Escolas Técnicas (Etecs) e 71 Faculdades de Tecnologia (Fatecs) estaduais, com 292,8 mil alunos em cursos técnicos de nível médio e superiores tecnológicos.

Mais concursos em São Paulo

Um novo concurso público foi aberto pelo Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), com sede em São Paulo. De acordo com o edital de abertura, divulgado pela Fundação Carlos Chagas (FCC), são oferecidas 320 oportunidades de preenchimento imediato, além de formação de cadastro reserva. Os salários variam de R$ 6.780,53 a R$ 11.006,83. As inscrições vão até 21 de maio.

 

Já a Polícia Civil do estado, desta vez, são oferecidas 200 vagas para os cargos de auxiliar de papiloscopista e 400 para agentes policiais. Ambos as funções exigem nível médio e oferecem remuneração de R$ 3.596,98. As inscrições vão até 8 de junho.

“Cheguei a escutar que jamais seria aprovada porque teria um filho”

Maria Fernanda, com os filhos Felipe e Guilherme (Foto: Arquivo pessoal)
Publicado em 27 ComentáriosConcursos

Promotora vence preconceitos e prova que maternidade não é impedimento, mas sim estímulo para alcançar sonhos

A maternidade pode ser uma benção para as mulheres, mas nem sempre é vista assim pela sociedade. O fato de ser mãe, ainda mais com filhos pequenos, é encarado com preconceito pelo mercado de trabalho. No serviço público não é diferente. Além de existir concursos que não aceitam mulheres ou que restringem sua participação, existem editais que não aceitam candidatos com filhos. A luta diária para se provar capaz de trabalhar e ser mãe é uma realidade de muitas. Às vésperas do Dia das Mães, o Papo de Concurseiro dá voz a uma dessas mulheres, Maria Fernanda Balsalobre, que sonhava em ser promotora, mas foi desacreditada por muitos quando engravidou do primeiro filho. O que eles não contavam é que sua determinação e força viriam de onde eles menos esperavam. Confira abaixo o depoimento dela: 

 

Decidi, logo depois de me formar no curso de direito, que seria promotora de Justiça. Sempre gostei de direito constitucional e me fascinava aquela instituição cuja atribuição era ser a grande guardiã da Constituição Federal e dos direitos e garantias fundamentais. Entendi que era exatamente aquilo que queria fazer por toda a vida. Orgulhosa do meu sonho e cheia de coragem para concretizá-lo, comecei a estudar para concursos públicos da área, e logo percebi que o caminho não seria tão fácil quanto eu pensava.

Fui uma aluna mediana na faculdade, então a ideia de ter que saber tudo de todas as matérias me assustava bastante, já que em relação a muitas matérias a minha sensação era a de que eu não sabia absolutamente nada. Sequer sabia por onde começar os estudos e o planejamento.

Entendi rapidamente que o que eu tentava fazer outras pessoas já haviam feito e de forma fantástica. Passei então a conversar com diversos primeiros colocados dos mais variados concursos, para entender como fizeram, e pedia orientações e dicas. Sabendo exatamente como eles haviam se preparado, eu pouparia muitos erros na minha preparação.

Passei pouco mais de seis meses estudando, com o apoio financeiro de minha família. Depois desse período, comecei a trabalhar em uma assessoria jurídica, e tive, pela primeira vez, que conciliar estudos, trabalho e pós graduação.

Partindo da minha própria pesquisa sobre métodos de estudo e concursos, aliada à reflexão sobre meus erros e acertos (e dos amigos próximos) e orientações de aprovados bem classificados, cheguei a um método de estudo que me permitiu ótimos resultados em pouco tempo. Após pouco tempo trabalhando na assessoria jurídica, fui aprovada, entre os 10 primeiros colocados, no concurso para analista do Ministério Público do Estado de São Paulo. Assumi o cargo e continuava trabalhando e estudando, sempre com o meu grande sonho à vista.

 

Foi então que, aos 26 anos, em meio à preparação para o concurso de ingresso ao Ministério Público, engravidei do Fefê. Para minha grande surpresa, notei que muitas pessoas passaram a me olhar com ar de pena e cheguei a escutar, inclusive de familiares, que jamais seria aprovada agora que teria um filho. Ouvi que “deveria me contentar com o cargo de analista, que já era muito bom para quem tinha um filho”. Infelizmente, acreditei que seria impossível. Parei de estudar durante a gravidez, vendo cada vez mais aquele sonho, que já estava tão perto, se distanciar.

Contudo, quando Felipe nasceu e me olhou com aqueles olhinhos tão doces, eu logo entendi que eu e minha pequena dupla poderíamos chegar exatamente aonde quiséssemos. Tinha como analista um horário de trabalho que me permitia ficar com o filhote a manhã inteira. E, à noite, quando voltava do trabalho e ele dormia, eu estudava. Foi assim por muitos meses, todos os dias. Ele dormia. Eu estudava.

Fefê nasceu em outubro de 2011. Em 2012 prestei o concurso para o ingresso no Ministério Público. Durante as diversas fases ouvi, tantas vezes, que jamais conseguiria, já que “a carreira não via com bons olhos a mulher que já tinha filhos”. Decidi que usaria todo esse desestímulo dos outros para me motivar, e assim foi. À véspera da prova oral, um professor me disse (sem que eu perguntasse) que minha aprovação seria quase impossível, pois “mulher que tem filhos não se dedica à carreira”. Mas, como a vida também é feita de boas surpresas, encontrei uma Banca Examinadora composta por profissionais da mais alta cultura, inteligência, decência e sensibilidade.

Maria Fernanda, no dia da posse no cargo de promotora, com o filho Felipe, no colo (Foto: Arquivo pessoal)
Maria Fernanda, no dia da posse no cargo de promotora, com o filho Felipe, no colo (Foto: Arquivo pessoal)

Fui aprovada em segundo lugar no concurso de ingresso ao Ministério Público. Durante a minha posse, minha pequena dupla, que havia aprendido a andar havia pouco tempo, saiu do colo do meu pai e foi até o local em que eu estava, na primeira fila do salão, e permaneceu no meu colo durante toda a cerimônia. Nada mais justo.

Posso dizer que a receita para a aprovação é só uma: estratégia, motivação e método de estudo. Além disso, é preciso aprender a se interessar pelo que está estudando. E ter calma, entendendo que é apenas um caminho, que a aprovação virá, e todo o esforço terá valido a pena.

Hoje vejo que a maternidade, ao contrário do que ouvi tantas vezes durante a minha preparação, muito me ajudou. Fez com que eu amadurecesse profundamente e me tornou mais focada, segura e confiante. Se eu consigo criar um ser humano, o que eu não consigo fazer? Também no exercício da minha profissão, sinto que a maternidade me traz uma atuação madura, responsável, sensível e humana.

Aprendi, com alegria, que as carreiras públicas hoje são absolutamente plurais, e já deixaram para trás os preconceitos em razão das condições pessoais dos concursandos. Pode ser mãe, pode ter tatuagem, pode ser surfista, pode ser sedentário, pode ser pai, pode ser solteiro, pode ser extrovertida, pode ser tímido etc.

Aprendi, também, que todos enfrentamos grandes dificuldades, mas que a coisa mais linda da vida é ter coragem de lutar por um sonho. Se há espaço para sonhar, é possível realizar.

Após a aprovação, passei a ajudar amigas e amigos na preparação para as provas, ensinando o meu método inteligente de estudo, assim como me ensinaram quando precisei. Hoje, além me dedicar muito à carreira, cuidar dos filhos, da família e fazer esporte, passei a ajudar também os amigos virtuais, dando dicas e orientações para o estudo. Espero, de coração, que todos alcancem o grande sonho. Só não vale desistir.

Maria Fernanda Balsalobre Pinto
Promotora de Justiça – MPSP

Sefaz da cidade de São Paulo é autorizada a abrir concursos com 50 vagas

Foto: Divulgação/Prefeitura São Paulo
Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Um novo concurso público será aberto pela Secretaria Municipal da Fazenda da cidade de São Paulo. De acordo com publicação, divulgada no Diário Oficial local desta quarta-feira (9/5), a pasta foi autorizada a abrir 30 vagas para o cargo de analista de planejamento e desenvolvimento organizacional, da área de ciências contábeis. As chances se juntam às outras 20 oportunidades autorizadas para o mesmo órgão em novembro de 2017. Segundo a assessoria da Sefaz municipal, o salário atual do posto de analista é de R$ 6.106,33.

Mais em São Paulo

O Tribunal Regional do Trabalho da 2ª Região (TRT-2), com sede em São Paulo, abriu concurso com 320 oportunidades de preenchimento imediato, além de formação de cadastro reserva, para técnicos e analistas judiciários. Os salários variam de R$ 6.780,53 a R$ 11.006,83. As inscrições estão abertas até 21 de maio.

 

A  Polícia Civil do Estado de São Paulo abriu mais um concurso público com 500 vagas, sendo 300 para o cargo de agente de telecomunicações e 200 para papiloscopista policial. Ambas as oportunidades são para nível médio e oferecem remuneração de R$ 3.589,86. As inscrições vão até 1º de junho.

 

E a Fundação Pró-sangue Hemocentro de São Paulo está com as inscrições abertas até 14 de maio para o concurso que visa preencher oito vagas em cargos de nível médio e superior. Os salários são de até R$ 5.455,94. As oportunidades são para os cargos de: técnico em enfermagem (5 vagas, sendo 1 para pessoa com deficiência), enfermeiro do trabalho (1), médico hemoterapeuta/hematologista (1) e médico do trabalho (1).

 

Presidente da Assembleia Legislativa de Goiás anuncia concurso com 59 vagas

Foto: Alego/Divulgação
Publicado em Deixe um comentárioPoder Legislativo

Um novo concurso público, com 59 vagas, será aberto pela Assembleia Legislativa de Goiás. O anúncio foi feito pelo presidente da Casa, Jose Vitti, na última sexta-feira (4/5). O edital está previsto para ser lançado já no segundo semestre deste ano e vai contemplar vagas de nível médio e superior. De acordo com Vitti, o concurso vai reduzir o quantitativo de comissionados e ainda profissionalizar cada vez mais o quadro de servidores da assembleia. “Precisamos, cada vez mais, qualificar o quadro de servidores da Casa, trazendo pessoas que irão se identificar com o Poder. Nós, deputados, somos passageiros, mas os servidores permanecerão aqui”, afirmou.
A distribuição dos cargos já foi definida:

Analista Legislativo

Engenheiro Eletricista – 1
Engenheiro Civil – 1
Arquiteto – 2
Arquivologista – 2
Psicólogo Organizacional – 2
Segurança da Informação –  2
Médico Cardiologista – 1
Médico Clínico – 1
Médico Ginecologista – 1
Médico Ortopedista – 1
Médico Psiquiatra – 1
Fisioterapeuta – 2
Contador – 2
Médico do Trabalho – 2
Engenheiro do Trabalho – 1
Enfermeiro do Trabalho – 2
Assistente Social – 2
Revisor Ortográfico – 3
Cirurgião Dentista – 2
Comunicador Social – 2
TOTAL: 33

Assistente Legislativo

Tradutor Intérprete de Libras  – 2
Policial Legislativo – 20
Técnico de Segurança do Trabalho – 02
Técnico em Enfermagem do Trabalho –  02
TOTAL: 26

Vagas na PCGO

A Secretaria de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan/GO) informou ao site de Concursos que deve lançar o edital do novo concurso público para delegados substitutos dentro da primeira quinzena de maio. A banca organizadora já foi escolhida e o número de vagas definido. Saiba mais detalhes aqui!

1.000 vagas na Segplan/GO

A Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan/GO) divulgou, no Diário Oficial local, que formou a comissão organizadora para lançamento do próximo concurso da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária local (SSPAP/GO). A seleção vai contratar novos agentes de segurança prisional. Saiba mais aqui!

1.000 vagas: Secretaria de Administração Penitenciária de Goiás anuncia comissão de novo concurso

Foto: Marcos Santos/USP Imagens/Divulgação
Publicado em Deixe um comentárioConcursos

A Secretaria de Estado de Gestão e Planejamento de Goiás (Segplan/GO) divulgou, nesta quinta-feira (3/5), no Diário Oficial local, que formou a comissão organizadora para lançamento do próximo concurso da Secretaria da Segurança Pública e Administração Penitenciária local (SSPAP/GO). A seleção vai contratar novos agentes de segurança prisional.

A comissão é composta por Liliane Morais Batista de Sá, Joseleno Borges Sales, João Francisco Alves, Ronnie Peterson Alves, Lorena Franco Pratti, Weruska de Godoy Costa Silva, Degmar Mendes Rocha de Souza, Daniel Soares Porto e Cezar Tadeu Sousa Veiga.

Em fevereiro deste ano, o governador Marconi Perillo, anunciou que o estado vai ampliar a equipe de segurança nos presídios goianos e autorizou 1.000 vagas para agente penitenciário. Agora é necessário aguardar a contratação da empresa responsável pelo concurso e, posteriormente, a publicação do edital.

O cargo exige graduação em qualquer área de formação, com diploma fornecido por instituição reconhecida pelo Ministério da Educação.

Último concurso

Em 2015, foram oferecidas 305 vagas e formação de cadastro reserva para agente penitenciário em Goiás, com salário de R$ 2.847,23. Desse total de vagas, 30 foram destinadas a mulheres e 14 para pessoas com deficiência. A Fundação Universa foi responsável pela organização e execução do certame.

O concurso foi constituído de provas objetiva e discursiva, avaliação médica e avaliação de títulos, prova de aptidão física e avaliação psicológica.

Leia também: Polícia Civil de Goiás vai abrir concurso com mais de 100 vagas em maio

MPGO está com inscrições abertas

O Ministério Público de Goiás (MPGO) está com inscrições abertas, até 9 de maio, para o cargo de oficial de promotoria, para atuação na Comarca de Luziânia, município do Entorno do Distrito Federal. A taxa de participação é de R$ 62,02.

Para esse concurso é necessário possuir Ensino Fundamental e Carteira Nacional de Habilitação na categoria “B”. A remuneração é de R$ 3.118,89, além de auxílio-alimentação, auxílio-transporte e auxílio-creche. Saiba mais aqui!

Contratada banca para organizar novos concursos da PM e CBM do Espírito Santo

Assinatura do contrato com a banca organizadora. Foto: Divulgação/Sesp/ES
Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Após autorização para abertura de concursos públicos em novembro do ano passado, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo (Sesp/ES) anunciou que contratou a banca organizadora para as novas seleções da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros estaduais. Dessa forma, caberá ao Instituto AOCP contratar os próximos oficiais e praças combatentes bombeiros e os próximos oficiais combatentes e praças músicos da PM.

De acordo com a pasta, a expectativa é que o edital seja divulgado em maio, com 417 oportunidades de nível médio. Desse total, 250 vagas são para formação de soldados combatentes da PM, 120 para soldados combatentes do CBM, 30 para oficiais da PM, sete vagas para Oficiais do CBM e 10 vagas para soldados músicos da PM (sendo cinco vagas para clarineta em si bemol, uma para trompa em fá, duas para trombone em si bemol, uma para tuba em si bemol e uma para percussão).

A secretaria estima que 60 mil pessoas devem participar dos concursos.

Quando as seleções foram autorizadas, o secretário de segurança pública, André Garcia, afirmou que o objetivo é que os certames sejam realizados o mais rápido possível. “A partir de 2019 os soldados já estarão fazendo estágio operacional, já armados nas ruas servindo à população”.

O último concurso para a PMES aconteceu em 2013, quando foram oferecidas 40 vagas para oficiais com salário inicial de R$ 2.355,12. Para o CBM, foi em 2011, com 200 vagas e remuneração de R$ 2.295,30.

Leia também: Polícia Civil do Espírito Santo é autorizada a abrir concurso com 173 vagas

Concursos no Espírito Santo serão gratuitos para quem não declara imposto de renda

Sefaz/ES

Após cancelar nesta semana seleção lançada em março, um novo processo seletivo simplificado já foi aberto, nesta sexta-feira (27/4), pela Secretaria da Fazenda do Espírito Santo (Sefaz/ES). São oferecidas novamente 15 vagas temporárias para técnicos de nível superior em sistemas de informação, ciência da computação e engenharia da computação. O salário é de R$ 4.443,60, além de auxílio alimentação (R$ 300). Inscreva-se aqui!