MPPA prepara concurso com 65 vagas para promotor

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Ministério Público

Karolini Bandeira*- O Ministério Público do Pará (MPPA) divulgou o projeto básico do próximo concurso público, previsto para promotores de justiça substitutos. Para exercer o cargo, é exigido nível superior em direito e experiência de pelo menos três anos com atividades jurídicas. As vagas serão efetivas, com ganhos iniciais de R$ 30.404,42.

Segundo o projeto básico, além das oportunidades imediatas, o edital também deve oferecer formação de cadastro reserva para a função. Os aprovados serão chamados durante o prazo de validade, que será de dois anos prorrogáveis por igual período.

O concurso terá seis etapas de avaliação. São elas: prova objetiva, três provas discursivas, inscrição definitiva e sindicância de vida pregressa, prova oral de arguição, prova de tribuna e avaliação de títulos. Confira, abaixo, o caráter de cada fase:

Reprodução

O documento informa que a prova objetiva será composta de 100 questões de múltipla escolha, com tempo de duração de cinco horas. O gabarito oficial será divulgado em até três dias úteis após a aplicação do exame. Será considerado habilitado o candidato que obtiver a média de 50% de acertos do total da prova.

Haverá reserva de vagas para pessoas com deficiência, negros, indígenas e quilombolas.

Banca ‘deserta’

O processo licitatório de escolha de banca organizadora para o concurso do MPPA deveria ser iniciado nesta terça (7/2), porém o órgão não recebeu proposta de nenhuma empresa. Conforme publicado no Diário Oficial do Estado, a escolha foi declarada como ‘deserta’ e uma nova data para escolha de banca deverá ser divulgada.

Último concurso MPPA

O último concurso do MPPA para promotor foi lançado em junho de 2014, há seis anos, pela Fundação Carlos Chagas (FCC). Foram oferecidas 50 vagas e formação de cadastro reserva, com subsídio de R$ 20.705,07. As inscrições custaram R$ 300. Os candidatos foram submetidos a provas objetivas, três provas discursivas, prova oral de arguição e de tribuna. Confira a página do concurso aqui.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Comissão organizadora do concurso da DPE-PA é alterada

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Estão autorizadas 28 vagas imediatas

Karolini Bandeira*- Após uma reunião com o intuito de acertar os últimos detalhes para a publicação do novo edital da Defensoria Pública do Pará (DPE-PA), o grupo que integra a comissão organizadora foi alterado nesta terça-feira (8/2). Os novos membros tiveram os nomes publicados no Diário Oficial do Estado.

São eles:

  • Edgar Moreira Alamar, defensor público
  • David Oliveira Pereira da Silva
  • Saidy Merces dos Santos Dias, consultora jurídica
  • Mariana Sthel Francisqueto, analista de defensoria pública

De acordo com publicação nas redes do defensor geral, João Paulo Ledó, o concurso público será aberto no primeiro semestre de 2022. “Acabamos de realizar uma reunião para acertar os últimos detalhes do certame, que acontecerá ainda no 1º semestre desse ano. Estamos ansiosos para receber os novos servidores sangue verde da instituição”, anunciou.

Foram autorizadas 28 vagas e formação de cadastro de reserva para cargos do quadro de apoio, no nível superior. Serão contempladas as áreas de psicologia, engenharia, direito, gestão de TI, arquitetura, administração, assistência social, pedagogia, ciências contábeis e economia.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

DPE-PA: comissão se reúne para tratar últimos detalhes do concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Defensoria Pública

Quase 30 vagas previstas

Karolini Bandeira*- A comissão organizadora do próximo concurso para o quadro de apoio da Defensoria Pública do Estado do Pará (DPE-PA) se reuniu, na última semana, para definir os últimos detalhes precedentes à publicação do edital de abertura. A informação foi divulgada pelo defensor geral, João Paulo Ledó, nas redes.

Ainda segundo o defensor, o concurso público será aberto no primeiro semestre de 2022. “Acabamos de realizar uma reunião para acertar os últimos detalhes do certame, que acontecerá ainda no 1º semestre desse ano. Estamos ansiosos para receber os novos servidores sangue verde da instituição”, publicou.

Foram autorizadas 28 vagas e formação de cadastro de reserva para cargos do quadro de apoio. As oportunidades serão para servidores das seguintes funções de nível superior:

  • Psicologia
  • Engenharia
  • Direito
  • Gestão de TI
  • Assistência social
  • Pedagogia
  • Administração
  • Economia
  • Arquitetura
  • Ciências contábeis

A Defensoria já havia anunciado o início do planejamento para um novo concurso com cargos da área de apoio em 2020. “Nossa gestão tem como meta a realização de concurso público para servidores da DPE e, para isso, já iniciamos estudo de viabilidade. Também é necessário destacar que iremos trabalhar com a regulamentação das atribuições e competências de controle de política institucional. As pessoas são o maior patrimônio da Defensoria Pública e nosso maior desejo é a valorização desses servidores”, anunciou Lédo.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Seplad-PA escolhe banca de quatro concursos

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Karolini Bandeira*- A Secretaria de Planejamento do Pará (Seplad-PA) deu início ao processo licitatório de escolha da banca de quatro novos concursos públicos do Estado. A fase foi oficializada por meio de publicação no Diário Oficial do Pará nesta segunda-feira (31/1).

O processo visa contratar as empresas organizadoras dos próximos certames do Instituto de Gestão Previdenciária do Estado do Pará (Igeprev), Hospital Ophir Loyola (HOL), Fundação Hospital de Clínicas Gaspar Vianna (FHCGV) e Fundação Santa Casa de Misericórdia do Pará (FSCMP).

Segundo a Seplad, os concursos serão para cargos efetivos de nível médio e nível superior. Serão 121 vagas para o HOL, 219 para a FHCGV, 250 para FSCMPA e 21 para o Igeprev.

“Trabalhamos na expectativa para a realização desses certames, pois a área da saúde é importante e requer mais investimentos, pois beneficiarão de forma direta a população , além de oportunizar o ingresso de novos servidores por meio de concursos”, disse Hana Ghassan, titular da secretaria.

Conforme publicado pela pasta nas redes, a sessão pública para escolha da banca será realizada em 22 de março, às 9h na sede da Seplad, localizada em Belém. “A atual gestão trabalha em prol de avanços na prestação de serviços à população em diversas áreas”, ressaltou a secretaria.

*Estagiária sob supervisão de Ronayre Nunes

 

 

Corpo de Bombeiros do Pará define banca organizadora e edital se aproxima

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Karolini Bandeira*- O edital de abertura do Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA) está cada vez mais próximo. A contratação da banca organizadora foi homologada no Diário Oficial do Estado nesta segunda-feira (17/1). O Instituto AOCP será o organizador do certame, que contará com 405 oportunidades para soldados.

Para a carreira, é pedido ensino médio completo. Os profissionais selecionados receberão ganhos iniciais de R$ 3.960.

Segundo o projeto básico divulgado, o certame será dividido nas seguintes etapas: prova objetiva com 50 questões, cujo conteúdo programático ainda não foi revelado; avaliação psicológica; avaliação de Saúde; avaliação de Aptidão Física; e investigação de Antecedentes Criminais. A previsão é que o certame receba 35 mil inscrições, com taxa de até R$103,65.

No último concurso, foram abertas 330 vagas, sendo 300 para soldados e 30 para oficiais. As chances foram para ambos os sexos. O certame ficou sob responsabilidade da Consulplan e os candidatos passaram por quatro etapas avaliativas.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Governador do Pará anuncia a nomeação de 729 excedentes aprovados no concurso da PM

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos Públicos, Nomeação, segurança

Karolini Bandeira*- O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou, nesta terça-feira (4/1), que autorizou a posse de mais 729 candidatos aprovados excedentes no concurso público da Polícia Militar do Estado (PMPA). Os chamados darão início ao curso de formação já no primeiro semestre de 2022. “Solicitei à Polícia Militar que convoque todos os 729 candidatos aprovados no cadastro de reserva do concurso da corporação, para que eles já iniciem o Curso de Formação de Praças e Oficiais, junto com os demais aprovados”, informou Barbalho nas redes.

Ao todo, são 3.134 novos policiais militares. “Isso representa um aumento de mais de 30% do efetivo previsto”, acrescentou o governador. O concurso foi aberto, inicialmente, em 2020, com 2.405 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva. Das imediatas, foram 2.079 para soldados homens, 231 para soldados mulheres, 85 para oficiais homens e 10 para oficiais mulheres. O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) foi a banca do certame.

Seleção

Puderam se candidatar ao concurso apenas candidatos brasileiros, com nível médio de formação escolar, idade entre 18 e 30 anos, com altura mínima de 1,60m se homem e de 1,55m se mulher, com carteira de habilitação de categoria “B”, entre outros requisitos.

O concurso foi composto por cinco fases: prova objetiva (e discursiva apenas para oficiais), avaliação psicológica, exame de avaliação de saúde, teste de avaliação física e investigação dos antecedentes pessoais. As fases foram realizadas nas cidades de Belém, Marabá, Santarém, Altamira, Redenção e Itaituba.

Curso

No curso de formação, o aluno soldado receberá remuneração no valor de R$ 848,16, além do auxílio alimentação (R$ 942,03). Após a conclusão do curso, já na condição de soldado PM, passará a receber a remuneração de R$ 3.053,39, além do auxílio alimentação no mesmo valor anterior.

Já o aluno oficial receberá remuneração de R$ 3.896,98, além do auxílio alimentação no valor mensal de R$ 732,69. Após a conclusão do curso, já na condição de aspirante-a-oficial PM, passará a receber a remuneração de R$ 4.256,98, além do mesmo auxílio alimentação mencionado.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Concursos no Pará podem oferecer até duas mil vagas em 2022

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Lei Orçamentária, LOA

Os concurseiros que desejam fazer concurso no estado do Pará já podem ficar animados. Em novembro, os deputados apresentaram uma série de emendas ao projeto da Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2022. Ao todo, foram 362 emendas para LOA e 39 para a proposta de Revisão do PPA, e algumas delas abordam assuntos relacionados a concursos públicos.

De acordo com o presidente da Comissão de Fiscalização Financeira e Orçamentária (CFFO), deputado Igor Normando (Podemos), o governo do Pará orçou R$ 19 milhões para a realização de concursos públicos no próximo ano. A previsão é de duas mil novas em vários setores do poder executivo estadual. Esse processo deverá ser desenvolvido pela Secretaria de Estado de Planejamento e Administração (Seplad).

Processo licitatório iniciado

Ainda em novembro, dois concursos no Pará tiveram processo licitatório iniciado: Secretaria de Saúde Pública do Pará (Sespa) e Fundação de Atendimento Socioeducativo do Pará (Fasepa). Para a Sespa, serão 315 novos servidores com cadastro reserva; para a Sespa, são 67 vagas em cargos de nível médio e superior. De acordo com Hana Ghassan, secretária de Planejamento e Administração, as provas ocorrerão em Altamira,Belém, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém.

 

Corpo de Bombeiros

Outro concurso muito aguardado é o do Corpo de Bombeiros do Pará. O projeto básico foi divulgado em agosto e a expectativa é de 405 vagas para soldados. O processo de escolha da banca ainda não foi finalizado e, por isso, o edital deve sair “só em 2022”, conforme disse a secretária por meio de rede social.

Segundo o projeto básico divulgado, o certame será dividido nas seguintes etapas: prova objetiva com 50 questões, cujo conteúdo programático ainda não foi revelado; avaliação psicológica; avaliação de Saúde; avaliação de Aptidão Física; e investigação de Antecedentes Criminais.

Leia também: Concurso para Corpo de Bombeiros do Pará terá mais de 400 vagas

IFPA oficializa banca de concurso público para técnicos

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, educação

Karolini Bandeira*- O Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Pará (IFPA) irá abrir um novo concurso público para o cargo de técnico e já definiu a banca organizadora responsável pelo certame. O Idecan foi oficializado nesta terça-feira (16/11), em extrato de contrato publicado no Diário Oficial da União.

De acordo com o documento, o contrato foi assinado no último dia 12 e o edital deve estar em fase de elaboração. As oportunidades serão para a carreira de técnico administrativo em educação. As áreas de atuação contempladas e a quantidade de vagas ainda não foram informadas.

No último concurso para técnicos administrativos, realizado em 2019, o IFPA ofereceu 29 vagas imediatas para níveis médio, técnico e superior. Os salários, de acordo com o edital, variaram de R$ 2.403,07 a R$ 4.638,66. Também foram oferecidos auxílio transporte, assistência suplementar a saúde e pré-escolar. Os candidatos foram avaliados em prova objetiva e avaliação de títulos. Confira mais detalhes sobre os cargos e etapas.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Corpo de Bombeiros do Pará terá edital de concurso ‘só em 2022’, informa secretária

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- O  Corpo de Bombeiros Militar do Pará (CBMPA), com preparativos avançados para lançamento do próximo concurso público, terá edital de abertura publicado apenas em 2022, segundo informou a secretária de Planejamento e Gestão, Hana Ghassan.

Em resposta a um internauta nas redes, Ghassan ressaltou que o processo licitatório de escolha de banca ainda não foi finalizado e que o documento d abertura deve sair no próximo ano.

O concurso tem 405 vagas para soldados confirmadas. Para a carreira, é pedido ensino médio completo. Os profissionais selecionados receberão ganhos iniciais de R$ 3.960.

Segundo o projeto básico divulgado, o certame será dividido nas seguintes etapas: prova objetiva com 50 questões, cujo conteúdo programático ainda não foi revelado; avaliação psicológica; avaliação de Saúde; avaliação de Aptidão Física; e investigação de Antecedentes Criminais.

A previsão é que o certame receba 35 mil inscrições, com taxa de até R$103,65.

Cinco bancas na disputa

As empresas interessadas em organizar o certame enviaram as propostas para contratação em outubro. Cinco bancas foram habilitadas para continuar no processo. São elas:

  • Instituto AOCP
  • Consultoria e Planejamento em Administração Pública – CONSULPLAN
  • Centro de Extensão, Treinamento e Aperfeiçoamento LTDA – CETAP
  • Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES
  • Objetiva Concursos Ltda

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Candidato morre durante teste físico para a PMPA

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, TAF

Karolini Bandeira*- Um candidato ao  concurso da Polícia Militar do Estado (PMPA) morreu durante a aplicação da da etapa de Teste de Aptidão Física (TAF). Ao Correio, a Secretaria de Estado de Planejamento e Administração do Pará (Seplad) informou que Aelton Guimarães Braga Silva, de 20 anos, passou mal após concluir os exercícios da etapa e recebeu os primeiros socorros ainda no local do TAF. O candidato chegou a ser encaminhado para o Pronto Socorro Municipal Mário Pinotti ainda consciente, mas não resistiu e morreu após dar entrada na unidade de saúde. A causa da morte ainda não foi informada.

A Seplad reiterou que  a execução do TAF é de responsabilidade da banca do concurso público, o Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades). “A secretaria se solidariza neste delicado momento com os familiares e amigos do candidato”, lamentou.

Teste era composto por quatro exercícios

Os candidatos executaram quatro exercícios físicos, sendo uma corrida de 12 minutos e três atividades de flexão:

a. Flexão/sustentação de braço na barra fixa horizontal: 2 (duas) repetições para o sexo masculino e 12 (doze) segundos de sustentação para o sexo feminino;

b. Flexão abdominal sobre o solo com duração de 1 (um) minuto: 30 (trinta) repetições para o sexo masculino e 27 (vinte e sete) repetições para o sexo feminino;

c. Flexão de braço no solo: 23 (vinte e três) repetições para ambos os sexos, sendo a execução para os homens em 4 (quatro) apoios (mãos e pés) e para as mulheres em 6 (seis) apoios (mãos, joelhos e pés); e

d. Corrida com duração de 12 (doze) minutos: 2.000 (dois mil) metros para o sexo masculino e 1.600 (mil e seiscentos) metros para o sexo feminino.

*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader