SEE-MG: secretaria forma comissão de concurso para professores

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, educação, Minas Gerais

A comissão organizadora do próximo concurso da Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG) foi formada. O certame vai disponibilizar vagas para professor, especialista e analista de educação básica. A informação foi publicada no Diário Oficial do estado no sábado (23/7). O quantitativo de vagas ainda não foi divulgado.

A comissão, formada por oito servidores, tem o objetivo de planejar, acompanhar e fiscalizar os procedimentos do certame. Além disso, a resolução também expressa outras atribuições:

  • definir as competências de cada um de seus membros quanto aos procedimentos a serem adotados;
  • acompanhar todas as etapas do concurso;
  • planejar e monitorar as atividades de execução do concurso, bem como solicitar relatórios a instituição executora para acompanhamento do processo;
  • deliberar junto à instituição executora contratada para realização do concurso público, assuntos pertinentes aos editais, prazos, publicações e homologações;
  • acompanhar a execução do contrato com a instituição executora contratada para realização do concurso, realizando o registro por meio de atas toda e qualquer reunião, ocorrências, solicitações relacionadas com a execução dos serviços e determinando as providências cabíveis;

Último concurso

A última seleção foi realizada em 2017. O último lote de nomeações de professores deste certame foi divulgada em 2021. À época mais 1.000 profissionais foram contemplados com esta chamada. O certame era para provimento de Professor de Educação Básica (PEB) e as vagas abrangiam 123 municípios de 34 Superintendências Regionais de Ensino (SREs).

Leia também: SESDF: PLDO 2023 prevê preenchimento de mais de 10 mil vagas

Mais chance para educação! IFB define banca do próximo concurso

Concurso SEE-MG: secretaria forma comissão de novo concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, educação, Sem categoria

A seleção será para a provimento de cargos efetivos das carreiras de assistente técnico de educação básica, analista educacional – inspetor escolar, analista educacional – ANE e técnico da educação. Documentação não informa quantitativo de vagas

A Secretaria de Estado de Educação de Minas Gerais (SEE-MG) forma comissão para acompanhamento da realização de novo concurso público. A seleção será para a provimento de cargos efetivos das carreiras de assistente técnico de educação básica, analista educacional – inspetor escolar, analista educacional (ANE) e técnico da educação. Documentação não informa quantitativo de vagas. A Resolução Conjunta SEPLAG/SEE nº10.617, publicada no Diário Oficial estadual desta sexta-feira (22/7)

Além de servidores da SEE-MG a equipe também é formada por profissionais a Secretaria de Estado de Planejamento e Gestão. Ao todo foram designados 8 servidores, sendo divididos em titulares e suplentes. de Recursos Humanos. O  grupo será presidido pela Luísa Werner Oliveira Campos, que em caso de impedimentos legais será substituído pela Adriana Evaristo de Souza.

Consoante o documento, além de acompanhar todas as etapas do certame, são funções da referida comissão:

  • Definir as competências de cada um de seus membros quanto aos procedimentos a serem adotados;
  • Planejar, acompanhar e fiscalizar os procedimentos necessários para realização do certame;
  • Planejar e monitorar as atividades de execução do concurso, bem como solicitar relatórios a instituição executora para acompanhamento do processo;
  • Deliberar junto à instituição executora contratada para realização do Concurso Público, assuntos pertinentes aos editais, prazos, publicações e homologações;
  • Acompanhar a execução do contrato com a instituição executora contratada para realização do concurso, realizando o registro por meio de atas toda e qualquer reunião, ocorrências, solicitações relacionadas com a execução dos serviços e determinando as providências cabíveis.

Último concurso

A última seleção foi realizada em 2017. O último lote de nomeações de professores deste certame foi divulgada em 2021. À época mais 1.000 profissionais foram contemplados com esta chamada. O certame era para provimento de Professor de Educação Básica (PEB) e as vagas abrangiam 123 municípios de 34 Superintendências Regionais de Ensino (SREs).

Devido às consequências pela pandemia de covid-19, as nomeações haviam sido paralisadas e voltaram a ser realizadas em janeiro de 2021, quando os indicadores epidemiológicos demonstraram avanços  e prazo de vigência foi prorrogado para 2022.

*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader

 

Concurso Iprev-SC: comissão para novo certame é definida

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Sem categoria

Nova seleção será para provimento de 30 vagas

Atenção concurseiros!Os preparativos para um novo concurso público do Instituto de Previdência de Santa Catarina foram iniciados. Foi publicado no Diário Oficial do Estado da última terça-feira (7/6) o nomes dos servidores designados a compor a comissão do certame do órgão.

Documento na íntegra

Ao todo foram designados 3 servidores, sendo eles:

  • Jean Jacques Dressel Braun,
  • Luciano Pascoal Schwalb e
  • Marcelo de Oliveira Ganzo

De acordo com o PORTARIA Nº 1505 a seleção será para provimento de 30 vagas de nível superior para provimento efetivo, no âmbito do IPREV-SC e do Grupo Ocupacional ANS – Atividades.

Concurso autorizado em maio

A autorização deste certame foi anunciada no dia 23 de maio, juntamente com outras 2.267 vagas de concursos, no qual o governador de Santa Catarina afirma que editais serão publicados ainda neste ano.

“Essas ações são possíveis agora porque nós arrumamos a casa. O Governo do Estado voltou a ter o seu caixa organizado em condições de fazer a reposição das vagas em diversas posições do funcionalismo público. Também estamos trabalhando na valorização das carreiras. São ações de gestão conscientes e sustentáveis no longo prazo”, afirmou o chefe do executivo estadual”.

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes.

MPTO define comissão para novo concurso público

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Sem categoria

Nova seleção será destinadas para o ingresso na carreira dos quadros auxiliares do Ministério

O procurador-geral de justiça do Tocantins, Luciano Casaroti, tornou público os nomes dos servidores que compõem a comissão do novo concurso do Ministério Público. A Portaria foi publicada no Diário Oficial Eletrônico da do estado. De acordo com o documento, a nova seleção será destinada para o ingresso na carreira dos quadros auxiliares do Ministério.

A comissão é composta por procuradores e promotores da justiça, sendo dividida em titulares e suplentes. Será presidida pelo próprio procurador-geral de justiça do Tocantins. Os outros integrantes são:

Titulares:

  • Moacir Camargo De Oliveira – Procurador de Justiça;
  • Beatriz Regina Lima De Mello – Promotora de Justiça;
  • Celsimar Custódio Silva – Promotor de Justiça.

Suplentes:

  • Ana Lúcia Gomes Vanderley Bernardes – Promotora de Justiça;
  • Isabelle Rocha Valença Figueiredo – Promotora de Justiça.

Ainda não foram divulgadas informações sobre os cargos e quantidades de vagas. Porém, de acordo com o Portal da Transparência, o MPGO registra 86 cargos vagos, os dados são referentes ao mês de abril, Estão vagos cargos na carreira de analista ministerial, oficial de diligências, técnico.

Último concurso foi há dez anos

A última seleção foi em 2012, foram oferecidas 81 vagas e cadastro reserva para os seguintes cargos analista ministerial especializado (assistente social, administrador, analista de sistemas e psicólogo), analista ministerial de ciências jurídicas (advogado), motorista profissional, oficial de diligências, técnico ministerial (assistente administrativo) e técnico ministerial especializado (manutenção de computadores).

Os candidatos foram submetidos a provas objetivas. Aprovados cumprem jornada de trabalho para de 40 horas semanais. As remunerações variam de R$ 1.223,99 a R$ 3.715,98. O certame foi organizado pela Comissão Permanente de Seleção (Copese) da Fundação Universidade Federal do estado (UFT).

TJPB: novo concurso já possui comissão formada. Confira!

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Sem categoria, Tribunal de Justiça

O novo certame vai abranger vagas para o Núcleos de Apoio da Equipe Multidisciplinar (NAPEM), Diretoria de Tecnologia da Informação (DITEC) e Contadorias

O Tribunal de Justiça do Estado da Paraíba formou a comissão para o seu próximo concurso. A nomeação foi publicada no Diário Oficial da Paraíba desta quinta-feira (26/5). Este concurso visa ofertar vagas para os Núcleos de Apoio da Equipe Multidisciplinar (NAPEM) de todo o estado, da Diretoria de Tecnologia da Informação (DITEC) e das Contadorias das sedes de circunscrições do Poder Judiciário da Paraíba.

A comissão será responsável especificamente pela elaboração, organização e execução de concurso público. Ela é composta pelos seguintes servidores:

  • Vice Presidente do TJPB Maria das Graças Morais Guedes (Presidente da comissão)
  • Juíza Michelini Dantas de Oliveira Jatobá;
  • A assistente social Daniela Goncalves de Menezes; 
  • O cientista da computação Anderson Rodrigues Ribeiro e
  • O contador Higor Rodrigues Leal.

O tribunal assegura que “o ato considerou a existência de cargos vagos nesses setores do Tribunal de Justiça da Paraíba, além de observar o Regimento Interno TJPB, como consta no processo administrativo nº 2022008710”.

Último concurso

A última seleção do TJPB foi em 2015. Ele ofertou 15 vagas para preenchimento no cargo de juiz substituto. Sendo composto por  provas objetivas, discursivas, prática de sentença cível e criminal, vida pregressa e investigação social, exames físico e mental, psicotécnico, prova oral, além de avaliação de títulos.

Concurso Sefaz-RR: comissão para novo certame é oficializada

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Sem categoria

O novo concurso tem o intuito de ofertar vagas para os cargos do Cetif e para técnico de tributos estaduais

A Secretária da Fazenda de Roraima (Sefaz-RR) dá início a preparação de um novo certame com a definição dos membros que integram a comissão setorial de concurso público. As vagas desta seleção serão destinadas para os cargos do Centro de Tecnologia de Informação Fazendaria (Cetif) e para técnico de tributos estaduais.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial do Estado do dia 13 de maio, no qual foram designados seis servidores, o Ismael Lourival Silva Filho como presidente desta comissão e cinco para compor o grupo de membros:

  • Kleber da Silva Lyra
  • Clenya Rejane Barros de Lima
  • Sônia Moura Vilhena
  • José Henrique Lavor Araújo
  • Silvia Regina Lima Bessa

Última seleção

O último concurso da Secretária foi finalizado neste ano, no qual selecionou 20 candidatos de forma imediata para a carreira de auditor. Ademais, foi formado cadastro de reserva.

Os convocados foram lotados em Boa Vista ou em outras cidades com posto de fiscalização da Sefaz RR, seu vencimento é no valor de R$ 2.412,97, além da Gratificação de Estímulo à Produtividade. A carga horária estabelecida é de 40 horas semanais.

Outros certames na região Norte

O número de vagas disponíveis na região Norte do país somam 4.101 vagas, sendo majoritariamente destinadas à carreira militar. Confira a lista de concurso lançados recentemente:

CRC RO:

É o mais recente certame lançado na região Norte do país. Ele oferta 3 vagas para os níveis médio e superior, cuja remuneração chega a R $4.013,15.

O prazo para realizar as inscrições será encerrado no dia 20 de junho. Os interessados podem se inscrever no site do Instituto Brasileiro de Apoio e Desenvolvimento Executivo – IBADE. Confira mais informações aqui!

Cartório do Tocantins:

Organizado pelo IESES, o concurso do Cartório do Tocantins oferece 51 vagas em serventia na modalidade provimento e remoção. O período de inscrição será encerrado em 17 de junho.

Os interessados devem ser bacharel em Direito ou possuir uma experiência de 10 anos em atividade notarial ou registral.

A data prevista para a aplicação da prova objetiva, contendo 100 questões de múltipla escolha, no dia 4 de setembro deste ano. Saiba mais sobre as outras etapas!

Cremero:

A nova seleção do Conselho Regional de Medicina do Estado de Rondônia oferta 50 vagas para cargos de níveis médio e superior. Os interessados podem se inscrever até o dia 6 de junho por meio do site do Instituto Quadrix, banca que regulamenta esta seleção.

Os selecionados receberam um salário de R$4.620,09, trabalhando uma carga horária semanal de 40 horas. Veja mais detalhes!

PM Amapá

A seleção para o cargo de soldado da Polícia Militar do Estado do Amapá oferece 2.500 vagas para formação de cadastro reserva. A remuneração inicial é de R$ 5.313,18.

Os interessados poderão se inscrever até às 14h do dia 03 de junho através do site da Fundação Carlos Chagas, instituição que organiza este concurso.

As etapas em ordem cronológica que o compõem são: prova objetiva, exame documental, avaliação das capacidades físicas, teste de avaliação psicológica, exame de saúde e investigação social. Todas são de caráter eliminatório e classificatório, exceto a última fase. Mais informações aqui!

CBM Amapá

Na seleção do Corpo de Bombeiros do Amapá (CBM AP) são ofertadas 1.500 vagas destinadas para formação de cadastro de reserva, relativa ao cargo de soldado do quadro de praças combatentes (QPCBM), cuja remuneração varia entre R$ 2.827 e R$ 5.513,18, 2ª e 1ª classe respectivamente.

Os interessados terão das 10 horas de 9 de maio às 14 horas de 10 de junho (horário de Brasília), para se inscreverem no certame e o valor da taxa é de R$ 100. Veja aqui mais informações!

Leia também a nossa lista da semana

 

Comissão organizadora do concuso do TRT MA inicia estudo para contratação de banca

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Sem categoria, Tribunal Regional do Trabalho

Com prazo de 60 dias para conclusão do trabalho, a comissão já iniciou os estudos para contratação de banca. Data para lançamento de edital ainda não tem previsão

O Tribunal Regional do Trabalho da 16ª região (MA), confirmou para o Papo de Concurseiro, que a comissão designada a regulamentar o certame  já iniciou os estudos para contratação de banca organizadora. “Ainda não há data prevista para o lançamento de edital do concurso público para preenchimento de cargos vagos do quadro de servidores do TRT 16ª (MA), mas existe a expectativa de autorização do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT) a fim de que o certame seja realizado em breve, segundo informou o juiz auxiliar da Presidência do TRT-16, Saulo Tarcísio de Carvalho Fontes” acrescenta o órgão.

A comissão foi definida em abril e os nomes dos servidores designados a ela foram divulgados no Diário Eletrônico da Justiça do Trabalho (Djet) ela terá o praxo de 60 dias para finalizar os seus trabalhos  Ela composta por: 

  • José Expedito Belfort Assunção, coordenador da equipe;
  • José Ribamar Vieira Júnior, coordenador substituto;
  • Manuel Ricardo Beckman de Jesus, técnico.
  • Jacer de Abreu Ribeiro Neto, Analista Judiciário – técnico;
  • Fernando Leitão Woff, administrativo e
  • Jorselins Rodrigues Barbosa, Analista Judiciário – administrativo.

Tribunais que também deram início nas preparações do certame

Após a autorização do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSTJ), em abril outros regiões dos tribunais iniciaram o processo de preparação de um novo certame. São eles:

TRT 4ª Região

O concurso do Tribunal Regional do Trabalho da 4ª Região (TRT4) já possui banca organizadora, será a Fundação Carlos Chagas. O Extrato de Contrato foi publicado no Diário Oficial da União desta quarta-feira (04/5). A vigência da contratação iniciou com a assinatura do contrato e se encerrará após a divulgação do resultado final.

O TRT do Rio Grande do Sul realizou pela última vez um certame em 2015, no qual ofertou 18 vagas para os níveis superior e médio. Elas foram distribuídas da seguinte forma: quatro vagas de analista judiciário (nível superior) e 14 de técnico judiciário (nível médio). A FCC também foi a banca que regulamentou o processo seletivo.

Os salários ofertados na época variavam entre  R$ 8.863,84 para o cargo de analista e R$ 5.425,79 para técnico. Em ambos a  jornada de trabalho é de 40 horas semanais. Do total de selecionados 20% eram candidatos eram autodeclarados pardos ou pretos (PPP).  O aprovados que compôs o cadastro reserva tiveram dois anos para serem convocados.

TRT 13ª Região

O TRT da Paraíba também iniciou aos preparativos para a realização do certame,a sua comissão de estudos. Os nomes dos três integrantes foi publicado no Diário Administrativo do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região na segunda-feira (02/5) .

Foram designados para esta função três servidores:

  • Lúcio Flávio Nunes da Silva – diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas e Pessoal;
  • Tibério Adonys de Almeida Fialho – assessor jurídico da presidência; e
  • Karla Fonseca Maranhão – assessora jurídica do gabinete do desembargador.

Concurso Senado: portaria atualiza a comissão do certame

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Foi publicada no Diário Oficial da União, desta quarta-feira (4/5), uma atualização da comissão de servidores do concurso autorizado do Senado Federal. De acordo com a portaria, o servidor José Roberto Leite de Matos foi designado para compor a comissão examinadora como representante da Secretaria-Geral da Mesa.  Ao todo, o Senado Federal tem sete servidores para a comissão examinadora do concurso público, que vai oferecer 19 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva.

A próxima etapa para a realização do concurso é o processo de definição da banca organizadora e posterior publicação do edital.

O concurso

Um novo concurso do Senado Federal foi autorizado na última sexta-feira (8/4) e ofertará 19 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva para os cargos de Advogado, Consultor Legislativo, Analista Legislativo e Técnico Legislativo, distribuídos da seguinte forma:

Advogado (01);
Consultor Legislativo – áreas de Assessoramento em Orçamentos (01), Assessoramento Legislativo (01);
Analista Legislativo – áreas de Administração (01), Arquivologia (01), Assistência Social (01), Contabilidade (01), Enfermagem (01), Informática Legislativa (01), Processo Legislativo (01), Registro e Redação Parlamentar (01), Engenharia do Trabalho (01), Engenharia Eletrônica e Telecomunicações (01); e
Técnico Legislativo – especialidade Policial Legislativo (06).

Os salários atuais que variam de R$ 18 a R$ 32 mil.

Uma das novidades sobre o aval do certame, é a exigência do nível superior para o cargo de Polícia Legislativa. Nos certames anteriores, a carreira exigia nível médio. Na seleção autorizada, no entanto, o cargo vai exigir o nível superior.

Apesar da oferta de vagas abaixo do esperado, o último balanço do Senado Federal indica que existem 1513 cargos vagos na Casa. São 856 técnicos legislativos, 5 advogados, 596 de analistas legislativos e 56 consultores legislativos. O quantitativo de desocupados representa mais de 40% do quadro de pessoal da Casa, que é composto por 3437 servidores.

Confira aqui a lista completa do quadro de efetivos do Senado.

Leia também: Concurso Senado 2022: página oficial é criada pelo órgão

Concurso Senado: todos os cargos da seleção vão exigir nível superior

Concurso Senado 2022: veja o que é preciso para se candidatar

Concurso aguardado desde 2019

Em 2019 o concurso para o Senado Federal chegou a ser autorizado para o preenchimento de 40 vagas. Na época, uma comissão chegou a ser formada para tocar os preparativos do edital. O grupo, inclusive, elaborou o projeto básico e recebeu propostas de bancas organizadoras. O Cebraspe era cotado como favorito a ser contratado para aplicação das provas.

Porém, a comissão foi suspensa em agosto de 2020, no auge da pandemia. A justificativa foi a contenção de gastos diante da situação epidemiológica.

Agora, com a nova autorização para o concurso, a comissão será retomada. Com isso, o grupo poderá formalizar a contratação da banca organizadora.

Último concurso

O último certame ocorreu em 2012 e ofereceu chances para técnico, consultor e analista. Foram 246 oportunidades de níveis médio e superior. A concorrência geral foi de 642 candidatos por vaga. O posto que registrou o maior número de cadastros foi o de analista legislativo, com mais de 63 mil concorrentes.

Leia mais: Conflito entre Rússia e Ucrânia deve cair na prova do Senado, diz professor

Concurso Senado: todos os cargos da seleção vão exigir nível superior

À espera de concurso, Senado Federal tem mais de 1.513 cargos vagos

TRT-PB forma comissão para concurso; saiba como foi o último certame do tribunal

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Sem categoria

A comissão formada tem o intuito realizar estudos para a realização do novo certame do TRT da 13ª região

Saiu no Diário Administrativo do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª Região os servidores que integrarão a comissão especial de estudo na intenção de realizar um novo certame para o provimento do quadro permanente de pessoal.  Foram designados para esta função três servidores:

  • Lúcio Flávio Nunes da Silva – diretor da Secretaria de Gestão de Pessoas e Pessoal;
  • Tibério Adonys de Almeida Fialho – assessor jurídico da presidência; e
  • Karla Fonseca Maranhão – assessora jurídica do gabinete do desembargador.

O TRT da Paraíba foi o primeiro a divulgar a comissão após a autorização do presidente do Conselho Superior da Justiça do Trabalho (CSJT), ministro Emmanoel Pereira, para realizar concursos públicos em 2022.

Ainda estão sendo recebidas solicitações de mais recursos orçamentários os tribunais que enviarem o requerimento diretamente para o CSTJ. O prazo é de 20 dias, evidenciando justificativas plausíveis. As autorizações serão concedidas mediante a análise e emissão de parecer das áreas técnicas do Conselho.

Ultimo concurso do TRT da Paraíba: 

Em 2014, a última seleção realizada pelo TRT da Paraíba teve no total 8.735 inscrições registradas. Cujo o cargo com o maior concorrência  foi o de técnico judiciário – especialista em tecnologia da informação, com 2.568 inscrições.

Estavam sendo ofertadas 33 vagas, 18 para analista judiciário. A remuneração era de R$ 8.178,06 para jornada de 40h e  para o posto de técnico judiciário com salário inicial de R$ 5.007,82 para carga horária de 40h semanais.

As provas objetivas e discursiva foram aplicadas em João Pessoa, no turno matutino para técnicos judiciários, e à tarde para analistas. O exame era composto por 60 questões e o prazo para resolver era de quatro horas e meia.

Concurso Iprev-DF: Economia autoriza formação de grupo de trabalho

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Concurso autorizado vai oferecer 85 vagas para o cargo de analista previdenciário.

O Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal divulgou, no Diário Oficial desta quarta-feira (20/4), autorização para instituir grupo de trabalho com a finalidade de realizar estudos técnicos, objetivando a contratação de banca organizadora, para o concurso público da  Previdência dos Servidores do Distrito Federal (Iprev). O certame prevê oferta de 85 vagas para o cargo de analista previdenciário.

O grupo será responsável pelo planejamento, organização e execução do concurso público para o cargo que é  da Carreira de Atividades Previdenciárias e será composto por servidores
devidamente designados pelo Secretário de Economia.

Do total de vagas, 65 serão imediatas e 20 para a formação de um cadastro de reserva. A carreira conta com três especialidades, sendo elas especialista previdenciário; especialista em investimentos; e especialista em atuária. Agora, com a autorização para formação da comissão, os próximo passos são a escolha da banca e a publicação do edital.

Para concorrer ao cargo de especialista previdenciário será preciso ter nível superior completo em qualquer área de formação mais o seu respectivo registro, quando exigido.

Já para o especialista em investimentos serão aceitos diplomas em administração, ciências econômicas, ciências contábeis, comércio exterior ou matemática, além da certificação profissional e do respectivo registro na área, quando exigido. Por fim, o especialista em atuária deverá ter concluído a graduação em ciências atuariais e apresentar o registro no respectivo órgão de classe.

O Iprev DF formalizou a carreira de especialista previdenciário em 2020, quando ela foi oficialmente criada. Esse era um dos obstáculos para a realização do concurso. Na época, o Instituto informou que a seleção ocorreria somente após a conclusão deste processo.

O Instituto foi criado em 2008, e, deste então, nunca teve um concurso público para compor o quadro de pessoal, que possui comissionados e servidores cedidos por outros órgãos. O Iprev-D tem um regime especial com autonomia administrativa, financeira e patrimonial.

Outras autorizações

PCDF

O Secretário de Estado de Economia do Distrito Federal divulgou, no Diário Oficial desta quarta-feira (20/4), autorização para realização de novo concurso público para o provimento de vagas para o cargo de Agente Policial de Custódia da Polícia Civil do Distrito Federal. O quantitativo autorizado será distribuído da seguinte forma:  50 vagas imediatas e 100 vagas para cadastro reserva.

A corporação também tem autorização para a realização de um novo concurso público para delegados. Também serão 50 vagas para o cargo, além de 100 vagas para formação do cadastro reserva. Ainda não há mais detalhes sobre previsão de lançamento do edital.

Além dessas autorizações, a PCDF também já anunciou que vai oferecer uma nova seleção para a área administrativa.  Ao todo, serão oferecidas 740 vagas, sendo 260 imediatas e 480 para a formação de cadastro de reserva. As chances serão para gestores de apoio e analistas de apoio.

As oportunidades serão distribuídas entre nível médio e superior, sendo 60 vagas para gestor e 200 para analista. Já as demais 480 vagas serão em cadastro de reserva. Confira aqui as dicas com especialista.

Bombeiros

Também nesta quarta-feira (20/4), foi publicada portaria que autoriza novo concurso público para o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal. De acordo com o documento, as vagas serão para militares de diversos quadros e qualificações, relativos a oficiais e praças.

O quantitativo autorizado será distribuído da seguinte forma:

  • 23 oficiais combatentes,
  • 10 oficiais médicos
  • 3 oficiais cirurgiões dentistas
  • 10 oficiais complementares
  • 310 praças dos quadros do CBMDF.