Concurso Ibama: comissão organizadora será publicada nos próximos dias

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) informou ao Papo de Concurseiro que nos próximos dias será publicada portaria com o grupo de trabalho que vai participar do processo de organizar o próximo concurso do órgão com 568 vagas.

Dentre as atribuições do grupo estão participar no processo de seleção de definição da empresa organizadora do concurso público; apresentar propostas e consolidar conteúdos programáticos do edital do Concurso público; e sugerir a distribuição e o perfil das vagas do certame.

Cargos

Do total de 568 vagas, 432 são para o nível médio, no cargo de técnico ambiental. As outras vagas autorizadas são para cargos de nível superior, sendo 96 para analista ambiental e 40 para analista administrativo.

Ainda segundo o Ibama, o salário inicial para os cargos de analista chega a R$ 8.547,64 e de técnico é de R$ 4.063,34, já incluídos a gratificação de desempenho e o auxílio alimentação. “Todas as outras informações estarão no edital que, de acordo com a portaria, tem 6 meses para ser apresentado”, informou.

Os cargos de Analista e Técnico Ambiental terão como atribuições a fiscalização ambiental, qualidade ambiental, licenciamento ambiental, uso sustentável dos recursos naturais, manejo de animais silvestres, monitoramento e informação ambiental, administração e planejamento.

Já o cargo de Analista Administrativo será responsável por atividades de administração e planejamento, atividades administrativas nas superintendências e unidades descentralizadas, atividades administrativas nas diretorias finalísticas.

ICMBio também recebeu aval

O Ministério da Economia também autorizou a realização de concurso público para o provimento de 171 cargos do quadro de pessoal do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio. A informação foi publicada no Diário Oficial da União, desta segunda-feira (6/9).

As chances são de níveis médio e superior, para os cargos de técnico ambiental (110) e analista ambiental ( 61). Saiba mais!

Concursos Ibama: órgão fala sobre vagas e áreas de atuação

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos

O Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) vai abrir concurso para o preenchimento de 568 cargos, sendo 96 de Analista Ambiental, 40 de Analista Administrativo e 432 de Técnico Ambiental, da carreira de Especialista em Meio Ambiente. A autorização de processo seletivo para preenchimento das vagas foi publicada no Diário Oficial da União da última segunda-feira (6) .

Segundo o Ibama, o novo concurso vai ampliar o efetivo existente no Ibama atualmente, principalmente, nas áreas que compõem a Amazônia Legal, ampliando o poder fiscalizatório e a capacidade de realizar ações relativas ao licenciamento ambiental, ao controle da qualidade ambiental, à autorização de uso dos recursos naturais e, em especial, à fiscalização, monitoramento e controle ambiental, “cujo papel é imprescindível na manutenção de serviços ecológicos e proteção da biodiversidade, o que torna imprescindível a complementação da força de trabalho no efetivo do bioma Amazônia”.

“A preservação da Amazônia Legal é crucial para a integridade territorial do País, que se torna ainda mais relevante num cenário marcado pela agressão ao meio ambiente e pela escassez global de recursos naturais no raiar do século XXI. Uma boa política, estrutura e o adequado modelo de preservação requerida pela sociedade civil e autoridades governamentais do mundo, torna ainda mais urgente a necessidade de maior efetivo desse Instituto, uma vez que os obstáculos enfrentados por aquela região envolvem aspectos pertinentes tanto à política de meio ambiente quanto à defesa da Soberania Nacional”, informou o órgão.

Cargos

Os cargos de Analista e Técnico Ambiental terão como atribuições a fiscalização ambiental, qualidade ambiental, licenciamento ambiental, uso sustentável dos recursos naturais, manejo de animais silvestres, monitoramento e informação ambiental, administração e planejamento.

Já o cargo de Analista Administrativo será responsável por atividades de administração e planejamento, atividades administrativas nas superintendências e unidades descentralizadas, atividades administrativas nas diretorias finalísticas.

De acordo com o documento de autorização do novo concurso, o prazo para a publicação do edital de abertura do concurso público será de seis meses, contado a partir da publicação desta Portaria, ou seja, março de 2022.

Agora, os próximos passos incluem a formação da comissão organizadora, elaboração do projeto básico do edital, escolha e contratação da banca, que ficará responsável pela seleção. Somente após essas etapas, o edital poderá ser publicado.

ICMBio também recebeu aval

O Ministério da Economia também autorizou a realização de concurso público para o provimento de 171 cargos do quadro de pessoal do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio. A informação foi publicada no Diário Oficial da União, desta segunda-feira (6/9).

As chances são de níveis médio e superior, para os cargos de técnico ambiental (110) e analista ambiental ( 61). Saiba mais!

Concursos abertos ou previstos: mês de setembro reserva mais de 4.000 vagas e salários de até R$ 28,8 mil

Publicado em Deixe um comentárioautorização, cadastro reserva, carreira bancária, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Governo federal, Saúde, segurança, Tribunal de Justiça

Saiba quais são os concursos previstos, autorizados e abertos neste mês

Karolini Bandeira*- Setembro promete ser um mês com várias oportunidades para os concurseiros! Além dos certames já abertos, grandes instituições prometem abrir novas seleções nas próximas semanas. Os ganhos oferecidos chegam a R$ 28,8 mil! Confira, com a gente, o panorama geral do mundo dos concursos neste mês.

Autorizados

PCDF

O governador Ibaneis Rocha confirmou, por meio das redes sociais, a autorização para os próximos concursos da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF).  Os certames vão oferecer 300 vagas para os cargos de agente de custódia e delegados. A Portaria com a autorização deve ser publicada nos próximos dias no Diário Oficial do DF e a partir daí já se inicia o processo para a contratação da banca organizadora. Confira.

SEDF

A seleção para professores substitutos da Secretaria de Educação do Distrito Federal (SEDF) foi autorizado e teve banca organizadora contratada. O certame, organizado pelo Instituto Quadrix, irá contratar os professores por formação de cadastro de reserva. Saiba mais!

Polícia Penal do DF

Além de autorizado, o concurso da Polícia Penal do DF teve edital confirmado até novembro! Estão autorizadas 1.179 vagas para o cargo. Do quantitativo, 400 são para provimento imediato e 779 para formação de cadastro de reserva. O cargo exige formação em nível superior em qualquer área e deve oferecer salários iniciais de R$ 4.745.

TCERJ

O Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) tem concurso autorizado para procuradores e já formou a comissão organizadora responsável pelo certame. Mais informações sobre o concurso ainda não foram divulgadas.

PMES

O governador do Espírito Santo, Renato Casagrande (PSB), anunciou, no último dia 11, a abertura de um concurso com 671 vagas para a Polícia Militar, nas funções de praça e oficial. A comissão organizadora do certame já foi definida. Confira aqui a distribuição das vagas!

PGEAM

A Procuradoria-Geral do Amazonas (PGEAM) teve dois novos concursos confirmados em resolução publicada no Diário Oficial do Estado. Um dos certames é para procuradores e outro para servidores do quadro de apoio. A comissão organizadora também já foi definida.

DPE-ES

O concurso da Defensoria Pública do Estado do Espírito Santo (DPE-ES) para defensores foi autorizado e a comissão organizadora foi escolhida. Até o momento, sabe-se que a seleção será dividida em cinco etapas — saiba quais! 

 

Previstos

PCRJ

Em resposta nas redes sociais, o secretário da Polícia Civil do Rio de Janeiro (PCRJ), delegado Allan Turnowski, informou que o concurso público para delegado terá edital divulgado em setembro. O documento irá ofertar 50 vagas para a carreira, que requer nível superior. Os ganhos serão de R$ 18.747,95.

Caixa

A Caixa Econômica Federal irá abrir concurso com 1.000 vagas para pessoas com deficiência. A banca organizadora já foi contratada e o edital está previsto para setembro, com todas as vagas destinadas ao cargo de técnico bancário novo. Os ganhos iniciais são de R$ 3.000, chegando a até R$ 4.486,03 com benefícios. Saiba mais!

DPE-SC

A banca organizadora do próximo concurso público para defensores da Defensoria Pública de Santa Catarina (DPE/SC) foi escolhida e o edital está iminente! O regulamento básico do certame, que define as etapas, também já foi publicado. Veja.

PGE-RS

O edital da Procuradoria Geral do Estado do Rio Grande do Sul (PGE/RS) também está iminente. A última etapa precedente à publicação do edital, o processo de escolha de banca organizadora, foi finalizada no último dia 27. Serão abertas 109 vagas de nível médio e superior para os cargos de procurador (19), analista (59) e técnico administrativo em informática (31).

 

Abertos

PGE-GO

A Procuradoria-Geral do Estado de Goiás abriu concurso com 30 vagas para contratação imediata no cargo de procurador substituto, além da formação de cadastro reserva. O vencimento inicial é de R$ 32.037,13. Inscrições no site da Fundação Carlos Chagas (FCC), de 2 de setembro a 1º de outubro. Saiba mais!

PMSC

A Polícia Militar do Estado de Santa Catarina (PMSC) visa preencher 723 vagas de nível médio na nova seleção. Os profissionais irão atuar por tempo determinado no serviço de Auxiliar Temporário, com remuneração inicial de R$ 1.017. As inscrições são aceitas pelo site da corporação até 12 de setembro. Veja.

TJSP

O Tribunal de Justiça de São Paulo oferece 266 vagas imediatas para juízes substitutos. As remunerações iniciais da carreira são de R$28.883,97. As inscrições seguem até 17 de setembro, por meio do site da Fundação Vunesp. Saiba mais!

TJGO

O Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO) abriu as inscrições do novo edital de concurso público com 292 vagas para cartórios, no cargo de analista judiciário. Para concorrer, é necessário possuir graduação em direito. As inscrições serão aceitas pelo site da Fundação Vunesp até 7 de setembro. Saiba!

TCE-RO

As oportunidades do concurso do Tribunal de Contas de Rondônia (TCE-RO) são para o cargo de analista de Tecnologia da Informação. Os profissionais serão selecionados por cadastro de reserva. Os profissionais receberão ganhos iniciais de R$ 9.834,51. Inscrições até 29 de setembro pela FGV. Confira.

TJRO

O Tribunal de Justiça de Rondônia (TJRO) oferta 43 vagas imediatas e cadastro de reserva para analistas e técnicos. Os ganhos dos contratados serão de R$ 5.397,24 a R$ 9.834,51. As inscrições poderão ser feitas de 6 a 29 de setembro, pelo site da FGV. Saiba as etapas.

DPE-MS

A Defensoria Pública do Mato Grosso do Sul (DPE-MS) abre sete vagas para provimento imediato na carreira, com ganhos iniciais no valor de R$ 28.884,20. As inscrições devem ser efetuadas pelo site da FGV de 13 de setembro a 18 de novembro.

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

ICMBio recebe aval para concurso público com mais de 170 vagas

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos

O Ministério da Economia autorizou a realização de concurso público para o provimento de 171 cargos do quadro de pessoal do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade – ICMBio. A informação foi publicada no Diário Oficial da União, desta segunda-feira (6/9).

As chances são de níveis médio e superior, para os cargos de técnico ambiental (110) e analista ambiental ( 61).

Ainda segundo o documento, o prazo para a publicação do edital de abertura do concurso público será de seis meses, contado a partir da publicação desta Portaria, ou seja até março de 2022.

O provimento dos cargos a que se refere o art. 1º dependerá de prévia autorização do Ministério da Economia, e está condicionado:

I – à existência de vagas na data de publicação do edital de abertura de inscrições para o concurso público;

II – à autorização em anexo próprio da Lei Orçamentária Anual, nos termos do § 1º do art. 169 da Constituição Federal, e à observação das restrições impostas pela Lei de Diretrizes Orçamentárias; e

III – à declaração do ordenador de despesa responsável, quando do provimento dos cargos, sobre a adequação orçamentária e financeira da nova despesa à Lei Orçamentária Anual e sua compatibilidade com a Lei de Diretrizes Orçamentárias, demonstrando a origem dos recursos a serem utilizados.

A responsabilidade pela realização do concurso será do Presidente do ICMBio, a quem caberá editar as respectivas normas, mediante a publicação de editais, portarias ou outros atos administrativos necessários.

Ibama também recebe aval

O Ministério da Economia também divulgou, no Diário Oficial da União desta segunda-feira (6/9), portaria com autorização para a realização de concurso público para provimento de  568  cargos do quadro de pessoal do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Do total de vagas, 432 são para o nível médio, no cargo de técnico ambiental. As outras vagas autorizadas são para cargos de nível superior, sendo 96 para analista ambiental e 40 para analista administrativo. Saiba mais!

Seplag de Alagoas anuncia novos concursos públicos para 2022

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Secretário afirmou que haverá certames para a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária e para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas

O secretário do Planejamento, Gestão e Patrimônio de Alagoas, Fabrício Marques Santos, confirmou que os concurseiros podem esperar por mais certames em breve. Segundo ele, além do edital para a Agência de Defesa e Inspeção Agropecuária de Alagoas (Adeal), anunciado na quarta (25), um outro concurso está previsto para 2022: o do Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater).

O certame, que já havia sido anunciado também pelo governador Renan Filho, prevê 100 vagas para a área da assistência técnica agrícola. Da mesma forma, o concurso com 60 vagas para a Adeal deve otimizar o trabalho que já vem sendo desenvolvido no órgão em prol do setor agropecuário alagoano.

“Desde o início do ano temos discutido com muitas categorias e gestores sobre as demandas de contratações, analisando as restrições legais para o lançamento de concursos e sempre tendo em vista o limite do princípio do equilíbrio fiscal. Esses dois certames em específico são muito importantes para que o Estado consiga cumprir o seu papel no fortalecimento da política agropecuária. Esperamos fomentar esse setor que vem crescendo acima da média e, por meio disso, contribuir para o desenvolvimento econômico e social de Alagoas”, pontuou o titular da Seplag.

Além de confirmar os certames, o secretário também informou sobre os trâmites de dois outros concursos que estão sendo muito esperados pela população. Segundo ele, a expectativa é que o edital para o cargo de delegado da Polícia Civil seja divulgado ainda em outubro deste ano. Já em relação ao edital da Perícia Oficial, a previsão de lançamento é para janeiro de 2022.

 

Ministério da Economia recebe aval para abrir seleção com 300 vagas

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos

O secretário especial de desburocratização, gestão e governo digital do Ministério da Economia publicou nesta sexta-feira (27/8), aval para o Ministério da Economia abrir um novo processo seletivo simplificado para a contratação de 300 profissionais. O edital deve sair até fevereiro de 2022.

Chances serão de níveis médio e superior para os cargos de analista de negócios, analista técnico de demandas previdenciárias e técnico em atividades previdenciárias e de apoio.

Segundo o documento, os contratados atuarão na execução de atividades relativas à centralização dos serviços de inativos e pensionistas dos órgãos da administração pública federal direta, autárquica e fundacional e nos processos de compensação previdenciária entre Regimes de Previdência e atividades de natureza administrativa, no âmbito do Departamento de Centralização de Inativos, Pensionistas e Órgãos Extintos – DECIPEX do Ministério da Economia.

O prazo para a publicação do edital de abertura de inscrições para o processo seletivo simplificado será de até seis meses, contado a partir da publicação da Portaria, ou seja, até fevereiro de 2022.

O edital de abertura das inscrições deverá prever o número de vagas, a área de atuação, a descrição das atribuições, a remuneração e o prazo de duração do contrato.

O Ministério da Economia ainda definirá a remuneração dos profissionais.

Novo concurso PCDF: Secretário da Economia afirma que aval deve ser oficializado nos próximos dias

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Segundo André Clemente, autorização deve ser divulgada no DODF em breve e a partir disso, inicia-se o processo de escolha da banca organizadora do concurso

Em entrevista ao CB.Poder, o secretário da Economia do DF, André Clemente, falou sobre a autorização do novo concurso público da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) , que contará com 300 vagas de agentes de custódia e delegados. Segundo ele, a portaria com a autorização deve ser publicada nos próximos 15 dias no Diário Oficial do DF e a partir daí já se inicia o processo para a contratação da banca organizadora.

“Aí o pessoal já pode começar a estudar e se dedicar. É mais uma oportunidade de emprego, de participar de uma importante carreira. Ser servidor público, da Segurança Pública do Distrito Federal, é um prerrogativa muito boa para quem puder participar”, disse.

Ele pontua também que, com essa autorização, a corporação vai melhorar o quadro de efetivos. Já que atualmente são 4.000 agentes e delegados e servidores da Polícia Civil, e 4.000 aposentados. “Percebe-se que é um número idêntico. Então temos que recompor as forças”, disse.

Clemente aproveitou para dizer que outras forças de segurança necessitam de recomposição de profissionais no DF. ” Não só a Polícia Civil, mas a Militar, o Corpo de Bombeiros. O governador Ibaneis é preocupado com a reestruturação das forças porque sabe a importância e dessa prestação de serviço na coletividade. Principalmente na criação do ambiente de segurança”.

Confira a entrevista completa:

O aval para o concurso público foi informado nesta terça-feira (24/8) pelo diretor-geral da corporação, por meio das redes sociais. Serão 150 chances para cada uma das carreiras.

“Boa notícia para a PCDF e para a segurança pública da nossa Capital! A Secretaria de Economia do DF autorizou a realização de concursos públicos para os cargos de Delegado de Polícia e de Agente Policial de Custódia. Estão previstas 50 vagas para provimento imediato e 100 para cadastro de reserva para cada cargo. A Polícia Civil do Distrito Federal agradece ao governador Ibaneis Rocha, ao secretário de economia André Clemente e ao secretário de segurança pública Júlio Danilo pelo apoio a esse importante pleito para a recomposição do nosso quadro de pessoal. #pcdfagora“, disse.

Comissão da Câmara vai debater recomposição do quadro de pessoal da Caixa

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Câmara dos Deputados, carreira bancária, comissionado, Concursos

A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público da Câmara dos Deputados vai realizar, na próxima sexta-feira (6/8), uma audiência pública sobre a recomposição do quadro de pessoal da Caixa Econômica Federal (CEF). O debate será realizado às 14h30, no plenário 12, e poderá ser acompanhado de forma virtual e interativa pelo portal e-Democracia.

Segundo a Câmara dos Deputados, foram convidados para o debate a presidente da Confederação Nacional dos Trabalhadores do Ramo Financeiro (Contraf-CUT), Juvandia Moreira; o presidente do Sindicato dos Bancários de Brasília, Kleytton Guimarães Moraes; e a representante dos aprovados do último concurso da Caixa Isabela Freitas Santana.

A deputada Erika Kokay (PT-DF), que é a autora do requerimento para realização da audiência, lembrou que nos últimos cinco anos a Caixa realizou vários PDVs (planos de demissão voluntária), resultando em uma redução de mais de 20 mil empregados, sem a devida reposição e sem qualquer previsão de novas contratações.

“A Caixa é o agente operador dos programas sociais do governo federal. Não se pode olvidar que a Caixa contribuiu e contribui de forma ativa para a erradicação da pobreza e para melhoria da distribuição de renda da população brasileira”, observou a deputada.

Kokay lembrou que, durante a pandemia, mais de cem milhões de pessoas foram atendidas mensalmente em alguma agência da Caixa.

Novo concurso público e nomeações

Recentemente o presidente da Caixa, Pedro Guimarães anunciou que novos 10 mil servidores serão nomeados no banco ainda em 2021! Das vagas, 3 mil serão para candidatos excedentes no certame de 2014, a depender de autorização; mil serão preenchidas em um novo edital para pessoas com deficiência; e o restante será para recepcionistas, vigilantes e aprendizes.

Ainda segundo Guimarães, a publicação de um novo edital de abertura é prevista para setembro:

“Vamos contratar mais 10 mil pessoas. Destas, 4 mil serão novos empregados, 3 mil dependem de autorização da Sest (Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais) e mil serão pessoas com deficiência em um novo concurso, em setembro deste ano.”

A distribuição exata do quantitativo total foi informada pelo banco:

  • 1.000 servidores efetivos PcDs
  • 3.000 candidatos aprovados no concurso de 2014, a depender de autorização do Sest
  • 5.200 estagiários e aprendizes
  • 800 vigilantes e recepcionistas

O novo concurso, previsto para setembro, trará a oferta de 1.000 vagas no cargo de técnico bancário, de nível médio. Os ganhos iniciais da carreira são de R$ 3.000, chegando a até R$ 4.486,03 com os benefícios. Os profissionais selecionados irão atuar em jornada semanal de 30 horas. Caberá aos servidores prestar atendimento e fornecer as informações solicitadas pelos clientes e público, efetuar todas as atividades administrativas necessárias ao bom andamento do trabalho na Unidade, operar microcomputador e outros equipamentos existentes, entre outros.

“Muito mais que números, as novas contratações representam geração de novos empregos e melhoria constante no atendimento”, celebrou a empresa em publicação nas redes.

Último concurso

O último concurso da Caixa Econômica Federal foi realizado em 2014 ofertando vagas exclusivamente para formação de cadastro reserva. Ao todo, 1.176.614 pessoas se candidataram às vagas. O cargo foi para técnico bancário novo, com remuneração de R$ 2.025. Para assumir é necessário possuir ensino médio completo. A seleção foi realizada por provas objetivas, discursivas e exames médicos admissionais. O concurso teve validade de um ano e foi prorrogado por igual período.

Com informações da Agência Câmara de Notícias.

Controladoria Geral da União é autorizada a abrir concurso com 375 vagas

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Governo federal

Karolini Bandeira*- O pedido da Controladoria-Geral da União (CGU) para aval de concurso público com 375 vagas para auditores e técnicos foi oficialmente autorizado pelo Ministério da Economia nesta terça-feira (27/7). O aval foi publicado no Diário Oficial da União e assinado pelo secretário especial de Desburocratização, Gestão e Governo Digital da Economia, Mario Paes de Andrade.

Do quantitativo aprovado, 300 vagas são para o cargo de nível superior de auditor federal de finanças e controle. As outras 75 são para técnico federal de finanças e controle, de nível médio. Confira aqui o aval! 

Recentemente, o ministro Wagner Rosário afirmou, em entrevista dada à TV Brasil, que o concurso deve sair ano que vem com o objetivo de recuperar um pouco dos servidores. “Temos um corpo técnico bastante qualificado, servidores extremamente preparados. Temos aí perto de 1.900 servidores, é um número pequeno para a realidade brasileira. Graças a Deus ano que vem vamos ter um concurso para tentar recuperar um pouco da quantidade de servidores”, confirmou o ministro.

Mais de seis anos sem concurso

A CGU realizou em 2014 um concurso público que ofereceu 250 vagas para analistas de finanças e controle.  Mais de 19 mil candidatos se inscreveram. De acordo com o documento, a remuneração para o posto atingia cifra de R$ 12.960,77. A Esaf contabilizou uma concorrência média de 79 pessoas por cada chance. A área que mais recebeu inscrições foi a administrativa (5.848).

Para participar da seleção, foi necessário possuir nível superior completo em curso reconhecido pelo Ministério da Educação (MEC). Há chances nas áreas administrativa, de correição, comunicação social, auditoria e fiscalização, tecnologia da informação e prevenção e auditoria.

Os servidores foram lotados no órgão central, no Distrito Federal, e nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Pará, Rondônia e Roraima. Veja o edital.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Concurso Receita Federal: “autorização está muito próxima”, diz subsecretário

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Um novo certame para a Receita Federal vem sendo aguardado há anos pelos concurseiros. Desta vez, o tema esteve presente em reunião de representantes do Sindifisco Nacional com o subsecretário-geral do órgão, o auditor-fiscal Décio Rui Pialarissi. Segundo Décio, já foram superadas inúmeras dificuldades de ordem orçamentária e operacional e a “autorização está muito próxima”, faltando apenas a concordância do secretário de Desburocratização, Gestão e Governo Digital, Caio Mário Paes de Andrade..

Segundo relatou o sindicato, as vagas serão destinadas às fronteiras, atendendo a demanda do Sindifisco Nacional, em atenção aos Auditores que estão há anos aguardando uma oportunidade de remoção, muitas vezes em locais sem estrutura adequada, longe de suas famílias.

Ainda segundo relato do sindicato, Décio concordou com a participação do Sindifisco na formulação do concurso de remoção, logo após a publicação do edital do novo concurso. De acordo com Décio, o quantitativo agora será basicamente para atender às fronteiras e permitir que os Auditores-Fiscais que hoje lá estão sejam removidos.

Leia também: Pedido de concurso da Receita Federal tem novas movimentações