GDF nomeia 150 enfermeiros aprovados no concurso de 2018

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Concursos, Concursos Públicos, Distrito Federal, GDF, Sem categoria

O Governo do Distrito Federal (GDF) convocou 150 enfermeiros aprovados no concurso de 2018. O aval foi publicado em edição extra no do Diário Oficial do DF na última sexta-feira (24/6).  Convocados tem o prazo de 30 dias para entregar a documentação e assinar o termo de posse na administração central da Secretaria do Estado de Saúde (SES).

Além desta nomeação, em maio foram nomeados outros aprovados neste concurso de 2018, sendo 63 médicos temporários e a nomeação de 48 enfermeiros de saúde da família.

Leia mais: GDF prevê novas seleções públicas e nomeações para servidores da área da saúde

SES-DF recebe aval para realizar novo certame

A Secretaria de Economia do Distrito Federal autorizou a realização de um novo concurso público para o provimento de vagas para a Secretaria da Saúde. O aval foi publicado no Diário Oficial do Distrito Federal desta segunda-feira (27/6).

Foram autorizados 2.379 vagas, sendo 322 imediatas e 2.057 para a formação de cadastro reserva para o cargo de especialista em saúde.

Ainda não há informações sobre as exigências mínimas, cargos contemplados ou remuneração inicial.

Concurso SES-DF está em andamento

Secretaria de Saúde do DF tem um concurso em andamento e as provas foram aplicadas no último domingo (26/6). São ofertadas 381 vagas para profissionais da área da saúde, sendo 230 médicos, 101 enfermeiros e 50 cirurgiões-dentistas.

Dentre as 47 especialidades médicas estão sendo ofertadas alergia e imunologia; hematologia e hemoterapia; e psiquiatria. “A pandemia de covid-19 reafirmou a importância dos profissionais de saúde no sistema público. Desde 2019, o governo do Distrito Federal tem empenhado esforços para reforçar as equipes, convocando servidores efetivos e temporários”, afirma

Os aprovados receberam a seguinte remuneração:

  • Médico varia entre as especialidades; da família e comunidade, com carga horária de 40 horas, o salário é de R$ 12.654, as demais especialidades, tanto a carga horária quanto a remuneração cai para metade;
  • Os enfermeiros receberam de R$ 3.055 e jornada de 20 horas semanais ;
  • Por fim, os cirurgiões-dentistas, cumprirão carga horária de 20 horas, inicial chega a R$ 4.250.

Leia também: Banca organizadora de novo certame do IFB é contratada

Ministério da Economia fixa novo limite para o quadro de pessoal dos Correios

Ministério da Economia fixa novo limite para o quadro de pessoal dos Correios

Especialista dá dicas de Legislação de Trânsito para o concurso do Detran-DF

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes.

GDF prevê novas seleções públicas e nomeações para servidores da área da saúde

Publicado em Deixe um comentárioDistrito Federal, GDF, Sem categoria

O Governo do Distrito Federal (GDF) informou que, como medida para ampliar o número de atendimentos na saúde pública, será ampliada a carga horária de médicos e técnicos de enfermagem da Secretaria de Saúde. A medida abrange 404 médicos e técnicos de enfermagem da Secretaria de Saúde em que sua jornada de trabalho semanal passa de 20 para 40 horas. Também está previsto o edital de contratação de médicos temporários e a nomeação de novos servidores. Além disso, o governo também enfatizou que haverá a realização do novo concurso público da pasta.

“Com isso, vamos dobrar o número de médicos e técnicos em enfermagem. A princípio, eles vão atuar nos hospitais, onde há a maior demanda. Desse jeito, poderemos aumentar a assistência e realizar as cirurgias represadas”, afirma o secretário adjunto de Gestão da Secretaria de Saúde, Jansen Rodrigues.

De acordo com o GDF, até o final do mês, será lançado um edital de convocação de 100 médicos temporários para cumprir 20 horas semanais. O salário será de R$ 9.363, próximo ao dos servidores da pasta. Em relação a remuneração, Rodrigues afirma a pretensão de um aumento salarial “para tentar atrair os médicos”.

O governo também afirma que em 2022, houve a convocação de 63 médicos temporários e a nomeação de 48 enfermeiros de saúde da família. Ainda serão nomeados mais 100 enfermeiros de saúde, 40 administradores e 10 contadores. Há também um processo em análise para a convocação de farmacêuticos e fonoaudiólogos.

Concurso SES-DF está em andamento

A Secretaria de Saúde do DF tem um concurso em andamento e as provas estão previstas para serem aplicadas em 26 de junho. São ofertadas 381 vagas para profissionais da área da saúde, sendo 230 médicos, 101 enfermeiros e 50 cirurgiões-dentistas.

Dentre as 47 especialidades médicas estão sendo ofertadas alergia e imunologia; hematologia e hemoterapia; e psiquiatria. “A pandemia de covid-19 reafirmou a importância dos profissionais de saúde no sistema público. Desde 2019, o governo do Distrito Federal tem empenhado esforços para reforçar as equipes, convocando servidores efetivos e temporários”, afirma

Os aprovados receberam a seguinte remuneração:

  • Médico varia entre as especialidades; da família e comunidade, com carga horária de 40 horas, o salário é de R$ 12.654, as demais especialidades, tanto a carga horária quanto a remuneração cai para metade;
  • Os enfermeiros receberam de R$ 3.055 e jornada de 20 horas semanais ;
  • Por fim, os cirurgiões-dentistas, cumprirão carga horária de 20 horas, inicial chega a R$ 4.250.

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes.

Governador do Pará anuncia a nomeação de 729 excedentes aprovados no concurso da PM

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos Públicos, Nomeação, segurança

Karolini Bandeira*- O governador do Pará, Helder Barbalho (MDB), anunciou, nesta terça-feira (4/1), que autorizou a posse de mais 729 candidatos aprovados excedentes no concurso público da Polícia Militar do Estado (PMPA). Os chamados darão início ao curso de formação já no primeiro semestre de 2022. “Solicitei à Polícia Militar que convoque todos os 729 candidatos aprovados no cadastro de reserva do concurso da corporação, para que eles já iniciem o Curso de Formação de Praças e Oficiais, junto com os demais aprovados”, informou Barbalho nas redes.

Ao todo, são 3.134 novos policiais militares. “Isso representa um aumento de mais de 30% do efetivo previsto”, acrescentou o governador. O concurso foi aberto, inicialmente, em 2020, com 2.405 vagas imediatas e formação de cadastro de reserva. Das imediatas, foram 2.079 para soldados homens, 231 para soldados mulheres, 85 para oficiais homens e 10 para oficiais mulheres. O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) foi a banca do certame.

Seleção

Puderam se candidatar ao concurso apenas candidatos brasileiros, com nível médio de formação escolar, idade entre 18 e 30 anos, com altura mínima de 1,60m se homem e de 1,55m se mulher, com carteira de habilitação de categoria “B”, entre outros requisitos.

O concurso foi composto por cinco fases: prova objetiva (e discursiva apenas para oficiais), avaliação psicológica, exame de avaliação de saúde, teste de avaliação física e investigação dos antecedentes pessoais. As fases foram realizadas nas cidades de Belém, Marabá, Santarém, Altamira, Redenção e Itaituba.

Curso

No curso de formação, o aluno soldado receberá remuneração no valor de R$ 848,16, além do auxílio alimentação (R$ 942,03). Após a conclusão do curso, já na condição de soldado PM, passará a receber a remuneração de R$ 3.053,39, além do auxílio alimentação no mesmo valor anterior.

Já o aluno oficial receberá remuneração de R$ 3.896,98, além do auxílio alimentação no valor mensal de R$ 732,69. Após a conclusão do curso, já na condição de aspirante-a-oficial PM, passará a receber a remuneração de R$ 4.256,98, além do mesmo auxílio alimentação mencionado.

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

Governador autoriza mais de 550 nomeações na PMRJ

Publicado em Deixe um comentárioCarreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Nomeação

Karolini Bandeira*- O governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), autorizou, nesta terça-feira (7/12), a convocação de mais 568 aprovados no cargo de soldado no último concurso da Polícia Militar do Estado (PMRJ). Conforme aval, publicado no Diário Oficial, os candidatos serão chamados para o Curso de Formação de Soldados Policiais Militares (CFSD), que deverá ocorrer em 2022.

“Tínhamos a promessa de acabar com a espera. O concurso ocorreu em 2014 e muitos esperaram anos para servir ao Estado. Ainda faltam 700. No próximo ano, chamaremos todos. A PMERJ precisa estar cada dia mais capacitada e preparada. Contem conosco”, anunciou o governador no final de 2020.

Concurso ofereceu 6.000 vagas

Foram abertas, em 2014, 6.000 vagas para soldados da PMERJ. Do total de oportunidades, 5,4 mil foram para homens e 600 para mulheres. Para participar foi requisitado ter entre 18 e 30 anos de idade, carteira nacional de habilitação, e possuir ensino médio de formação. A altura mínima exigida para candidatos do sexo masculino foi de 1,65m, e de 1,60m para candidatas do sexo feminino.

O concurso foi composto por exame intelectual (prova objetiva e de redação), avaliação psicológica, exame antropométrico, exame de aptidão física, exames médicos e toxicológicos, investigação social e documental, além do curso de formação.

*Estagiária sob supervisão de Vinicius Nader

Deputados voltam a cobrar antecipação do curso de formação da PMDF

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

O deputado Claudio Abrantes (PDT) voltou a cobrar do governo do Distrito Federal a antecipação do cronograma do curso de formação de soldados da Polícia Militar. A declaração ocorreu durante uma sessão ordinária da Câmara Legislativa do DF (CLDF), na última terça-feira (21/9).

“O Centro de Formação da PM está vazio e há pessoas preparadas para ministrar as aulas. Por isso, faço um apelo para que seja antecipado o curso de formação de praças. O ingresso desses profissionais deve ser realizado o quanto antes para o benefício da segurança pública e da sociedade”, destacou.

Na ocasião, estavam presentes duas comissões de aprovados, que aguardam nomeação nos concursos públicos da PMDF e da Secretaria de Desenvolvimento Social (Sedes), antiga Sedestmidh.

O líder do governo na CLDF, deputado Hermeto (MDB), afirmou que encaminhou uma solicitação ao comando da Polícia Militar e aos demais órgãos competentes, e, garantiu que, em breve, um novo cronograma de convocação para a realização do curso de formação será publicado.

O último concurso PMDF foi realizado em 2018 e contou com mais de 50 mil inscritos. Foram ofertadas 2.020 vagas para o cargo de soldado combatente, sendo 500 para provimento imediato e outras 1.500 para formação de cadastro reserva.

Já no caso das vagas a serem preenchidas na Secretaria de Desenvolvimento Social, a deputada Arlete Sampaio destacou o déficit atual de 300 servidores nas unidades do sistema. “Já houve alguma nomeação, mas os concursados foram redistribuídos em várias pastas e o déficit de pessoal permanece”, explicou.

Em resposta, o deputado Professor Reginaldo Veras (PDT) afirmou que, hoje, o setor assistencial conta com um “serviço precarizado” e criticou a intenção do GDF de contratar Organizações da Sociedade Civil (OSC) para resolver a problemática. “Desse modo, a Sedes vai fragilizar ainda mais o atendimento, prejudicando a população mais vulnerável”, levantou.

Tribunal de Contas do RJ deve convocar mais aprovados no concurso de analista

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Mais 88 candidatos aprovados no concurso público do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ) para analista serão convocados. A autorização do Conselho Superior do órgão foi comunicada durante uma reunião realizada no dia 25 de agosto.

De acordo com o edital, inicialmente, seriam ofertadas 40 vagas para analistas para as áreas de controle externo, ciências contábeis, direito e tecnologia da informação. A remuneração é de R$ 13.708,81.

Os candidatos foram submetidos a provas objetivas, prova discursiva e avaliação de títulos. A primeira prova objetiva contou com disciplinas de conhecimentos básicos e a segunda prova, com disciplinas de conhecimentos específicos de cada especialidade. O resultado final da seleção já havia sido divulgado em junho pelo tribunal.

Com a decisão, o quadro de servidores do órgão será ampliado. O nome dos novos selecionados serão retirados do cadastro reserva.

Caixa deve convocar 3 mil aprovados em concurso realizado em 2014

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Mais 3 mil candidatos aprovados no concurso da Caixa realizado em 2014 serão convocados em breve. A confirmação ocorreu com a ampliação do quadro da estatal pela Secretaria de Coordenação e Governança das Empresas Estatais (Sest), do Ministério da Economia.

Segundo a portaria publicada no Diário Oficial da União desta quinta-feira (19/8), o novo quantitativo de pessoal passou de 84.544 para 87.544. O aumento já previsto permite a contratação dos profissionais.

“Vamos contratar mais 10 mil pessoas. Destas, 4 mil serão novos empregados, 3 mil dependem de autorização da Sest e mil serão PCDs (deficientes) em um novo concurso, em setembro deste ano”, revelou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Na época, a seleção contou com mais de um milhão de candidatos inscritos e ofertou oportunidades nos cargos de técnico bancário (nível médio); médico do trabalho; e engenheiro (superior).

Os aprovados exercerão suas atividades em 250 novas agências abertas pela Caixa Econômica Federal, que devem ser inauguradas até o fim deste ano. A chamada deve ocorrer por e-mail ou telegrama.

Foi aprovado em um concurso? Advogado tira dúvidas sobre como deve ser o processo de convocação

Publicado em Deixe um comentárioautorização, cadastro reserva, Concursos, Concursos Públicos

A notificação de aprovação em um concurso público é, com certeza, a notícia mais desejada entre os concurseiros. Mas, as vezes há constantes dúvidas sobre o assunto, como por exemplo, como deve ser feita a convocação oficial do aprovado. O processo pode ser publicado apenas em Diário Oficial? Deve ser notificado em outros meios? Estas respostas nem sempre são tão objetivas e por isso, o Papo de Concurseiro conversou com o advogado Agnaldo Bastos. que é atuante no Direito Administrativo e especialista em causas envolvendo concursos e servidores, para explicar o assunto.

Segundo o especialista, é importante que o candidato saiba não apenas da aprovação, mas também como são os passos que deverá seguir. Confira abaixo algumas questões que ajudarão a esclarecer algumas dúvidas, principalmente se a convocação de candidato pelo Diário Oficial é válida. Veja na íntegra:

Passei no concurso: o que faço agora?

Quem busca ser concursado, estudantes e inclusive aqueles que já fizeram a prova sabem que devem se acostumar com dois tipos de comunicação oficiais: edital (ou retificações) e Diário Oficial.

Acontece que é praticamente impossível acompanhar todo dia as publicações oficiais, pois envolvem muitas áreas e âmbitos.

Sendo assim, o Diário Oficial está presente em diversas fases do concurso, seja para mostrar o edital, publicar atualizações e posteriormente apresentando os resultados, e passos consequentes. Contudo, nem sempre é fácil fazer esse acompanhamento.

Eventualmente, quando os resultados dos candidatos que passaram são postados, é possível ver que diversos deles acabam não entregando a documentação requerida e perdendo o prazo de validade.

Assim, na maioria das ocasiões, isso é resultado por não saber da convocação ou não ter recebido algum outro tipo de comunicado.

Então, se soube que passou no concurso público é necessário ir atrás da documentação e acompanhar os passos seguintes na publicação.

Essas novidades podem ser em um curto período de tempo ou demorar um pouco conforme as vagas e processos administrativos apareçam.

Por exemplo: no ano passado muitos candidatos à Polícia Militar do Estado de São Paulo souberam após um ano que tinham passado porque perderam a publicação para o Exame de Aptidão Física que foi feito unicamente através do Diário Oficial do Estado e 5 dias após a publicação dos candidatos que passaram. Sendo assim, é importante sempre acompanhar.

A convocação de candidato Diário Oficial é válida sem nenhuma outra forma de comunicação?

Infelizmente, ainda não existe uma regulação que verifique todos os procedimentos de comunicação dos concursos públicos.

Por esse motivo, não há uma resposta simples se a convocação de candidato apenas pelo Diário Oficial é válida, sem tentativa de nenhum outro meio.

Porém, é preciso que seja feita uma análise de viabilidade sobre os princípios constitucionais da razoabilidade e da publicidade.

Sendo assim, a convocação de candidato pelo Diário Oficial é válida, mas há necessidade de levar em consideração outros meios para entrar em contato com os candidatos que já investiram tempo, estudos e sonhos para alcançar o objetivo de ser concursados.

Perdi a convocação de alguma parte do concurso por falta de notificação

Ainda nos questionamentos relacionados se a convocação de candidato Diário Oficial é válida está o resultado terrível onde alguém que já passou no concurso perde algum direito por falta de notificação.

É nesse momento em que entra o direito de solicitar um recurso que solicite novamente sua convocação, nomeação, etc.

Para que seja comprovado que não foi recebida a convocação porque apenas foi feita pelo Diário Oficial é necessário preparar um recurso por via judicial.

Em decorrência ao fato de que é inviável acompanhar durante anos o Diário Oficial, e isso atinge o chamado princípio de dignidade da pessoa.

Porém, não é sempre possível comprovar que não houve possibilidade ou notificação que se comunica ao candidato.

Portanto, embora possa ser injusta, a convocação de candidato apenas pelo Diário Oficial é válida e, dependendo do certame, a única forma de comunicação entre a instituição e os candidatos.

Como acompanhar os resultados e alterações de concursos públicos?

Enquanto a convocação de candidato Diário Oficial é válida como praticamente a única forma de comunicação com o candidato, é necessário atentar-se a algumas ferramentas que permitam acompanhar os resultados.

Assim, as horas de dedicação, estudo não serão em vão e também conseguirá chegar o quanto antes ao seu sonho.

Por isso, nossa recomendação é que anote no calendário todas as datas publicadas sobre possíveis novidades e resultados.

Outra alternativa que vale a pena lembrar é sempre acompanhar o site da banca organizadora do concurso, já que não é possível acompanhar o Diário Oficial, normalmente aqui serão postadas atualizações a respeito.

Logo, procure tirar um tempo semanalmente para ir acompanhando o passo a passo e finalmente saiba que a convocação de candidato Diário Oficial é válida e pode ocorrer a qualquer momento.

Principalmente, se o seu nome estiver na lista de espera, que são as vagas que recebem os candidatos quando os primeiros da lista não cumprem com o processo de homologação ou não se apresentam.

Finalmente, há outra forma de comunicação que também acontece eventualmente.

Embora não seja uma regra, normalmente os candidatos a concurso público que passaram acabam recebendo telegramas com a notícia.

Assim, não se esqueça de manter o seu endereço atualizado para receber possíveis notificações.

Portanto, embora a convocação de candidato pelo Diário Oficial seja válida e, normalmente, o método mais frequente de comunicação com os candidatos, assim como de possíveis atualizações e notificações.

Mesmo com dificuldade, ainda é possível recorrer quando não foi possível receber ou acompanhar o Diário Oficial.

Assim sendo, quando se perde o prazo ainda há esperança no final do túnel, embora requeira uma certa luta judicial para ser reconhecida.

Para não ter dores de cabeça, como candidato vale a pena acompanhar pelo site da banca organizadora, calendário e os meios que consiga para garantir sua merecida vaga.

 

 

Iphan solicita convocação de aprovados no último concurso

Publicado em Deixe um comentáriocadastro reserva, Concursos, Concursos Públicos

 

Karolini Bandeira*- O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), autarquia vinculada à Secretaria Especial da Cultura e ao Ministério do Turismo, encaminhou ao Ministério da Economia, nesta segunda-feira (25/1), uma nova solicitação de convocação dos candidatos aprovados para o cadastro reserva do último concurso para efetivos, realizado em 2018.  A informação foi confirmada ao Papo de Concurseiro pela assessoria do instituto.

Não foi informado os cargos ou o número de vagas solicitadas.

 

O concurso

O concurso, organizado pelo Cebraspe em 2018, ofertou 411 vagas de nível médio, técnico e superior (destas, 110 vagas só para o Distrito Federal), além de formação de cadastro reserva. Os candidatos foram avaliados por provas objetivas e discursivas, além de avaliação de títulos.

As chances de nível superior foram para a função de analista, com remuneração de R$ 5.035,29, para quem tem nível superior em comunicação social, engenharia cartográfica, geografia, geociências, relações internacionais e ainda para graduados em qualquer área de formação. O cargo de técnico também contou com o mesmo salário e foi aberto para profissionais de ciências sociais, antropologia, arqueologia, arquitetura e urbanismo, arquivologia, biblioteconomia, ciências biológicas, engenharia agronômica, engenharia civil, história, educação, pedagogia, licenciatura em ciências humanas e também para graduados em qualquer área de formação.

Já para o nível médio, o cargo ofertado na ocasião foi de auxiliar institucional, com salário de R$ 3.419,97. Puderam concorrer quem tem apenas nível médio ou quem tem nível médio e técnico em conservação e restauração de bens culturais móveis, em edificações, em agronomia ou em jardinagem. Saiba mais sobre o certame! 

 

 

 

 

*Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco

 

Fundação Hemocentro convoca analistas e técnicos do último concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Nomeação

Victória Olímpio* – Foi publicado, no Diário Oficial do Distrito Federal (DODF), a nomeação de cinco analistas e 13 técnicos de atividades para a Fundação Hemocentro. A convocação tem o objetivo de preencher as nomeações tornadas sem efeito e desistências referentes aos 50 convocados em outubro.

Os candidatos terão o período de 30 dias corridos para apresentar a documentação completa e tomar posse no cargo. É necessário entregar a documentação de segunda-feira a sexta-feira, das 8h às 12h e das 14h às 18h, no Núcleo de Administração de Pessoal do Hemocentro. Confira abaixo:

  • Carteira de identidade;
  • CPF;
  • Título de eleitor;
  • Comprovante de votação da última eleição (1º e 2º turno) ou certidão de quitação eleitoral;
  • Comprovante de residência;
  • PIS ou Pasep;
  • Certificado de reservista, para aprovados do sexo masculino;
  • Certidão de nascimento dos filhos (dependentes);
  • Certidão de casamento;
  • Duas fotos 3×4 (escreva seu nome no verso);
  • Declaração funcional com horário de trabalho, caso tenha outro vínculo empregatício;
  • Carteira do conselho regional de classe;
  • Diploma do curso ou especialidade, ou certificado de escolaridade;
  • Número da conta corrente no BRB (caso não possua, levar cópia da publicação da nomeação no Diário Oficial para abertura da conta corrente);
  • Parecer médico da medicina do trabalho da Fundação Hemocentro (mediante a apresentação dos exames médicos admissionais);
  • Nomeados para vagas de pessoa com deficiência devem agendar a perícia admissional pelo telefone (61) 3349-8187 (GPSS/SUBSAÚDE/SEFP);
  • Nomeados que precisarem de pedido médico para realização dos exames médicos admissionais podem solicitá-lo ao Serviço de Medicina do Trabalho da FHB, mediante agendamento pelo telefone (61) 3327-4449.

O concurso

O concurso público foi lançado em 2016 e em julho deste ano teve seu prazo de validade prorrogado por mais dois anos. Foram ofertadas 400 vagas, sendo 79 para contrato imediato e 321 para formação de cadastro reserva, para os cargos de analista e técnico de atividades. De acordo com o edital, os salários são de R$ 5.820 e R$ 3.705, respectivamente.

No cargo de analista de atividades – de nível superior – foram chances nas especialidades de administração, arquivologia, assistência social, biologia, biomedicina, contabilidade, direito e legislação, economia, enfermagem, estatística, farmácia, fisioterapia, jornalismo, odontologia, psicologia, relações públicas e tecnologia da informação.

Já as oportunidades de nível médio foram para técnico de hemoterapia e hematologia, técnico de informática, técnico em contabilidade, técnico em radiologia e técnico em saúde bucal.

O Instituto Americano de Desenvolvimento (Iades) foi a banca organizadora responsável pela realização e organização do certame. A seleção foi realizada por provas objetivas e discursivas para todos os cargos, além de avaliação de títulos para os candidatos que concorreram ao cargo de nível superior. Saiba mais! 

O que você achou da notícia? Comente no Fórum CW! 

* Com informações de Agência Brasília
* Estagiária sob a supervisão de Lorena Pacheco