A magia desfeita

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Quando um bar fecha as portas a cidade morre um pouco. É nos bares que a comunidade pulsa, que os humores se apresentam e as paixões afloram. Há poucos lugares tão democráticos; com o fechamento de um bar o cidadão perde sua embaixada, seu púlpito, espaço de reivindicação, protesto, lamento, desabafo. Como dizia o sábio Tetê Catalão, pode não mudar […]

O tijolo da discórdia

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Priscas eras, provavelmente no tempo da impressão a chumbo quente, me recusei a publicar aqui, neste mesmo Correio, um artigo em que o autor – vamos mantê-lo no anonimato – defendia pichações como manifestação artística. Como hoje, havia rabiscos por toda a cidade, garabulhas apressadas pelo medo da polícia chegar – tudo propositalmente feio, segundo o autor do artigo, para […]

Gol de placa

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

A humanidade tem adorado ídolos desde tempos imemoriais. Inicialmente eram apenas figuras divinas, inalcançáveis, espelhando valores e com poderes intimidadores que ajudavam a moldar o comportamento das comunidades. Algumas religiões tentaram sufocá-los; o Torá e o Alcorão colocam a idolatria entre os pecados mais graves. Hoje, os ídolos são mundanos, não ocupam nichos sagrados; ao contrário, alguns estão nas seções […]

Pimenta no dos outros

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

A pimenteira secou em plena pandemia. E não tinha a quem culpar. Normalmente se justifica a morte do arbusto com algum invejoso que passou pelo local e jogou seu olho gordo pelo ambiente. Os esotéricos acreditam que a pimenteira, qualquer uma, até as que produzem frutos que não ardem, tem o poder de atrair as energias ruins, embora morram no […]

A lição do tempo

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

O tempo é um dos deuses mais caprichosos. Forte, implacável, imparável. Os gregos diziam que Cronos, temendo a profecia de que perderia o poder, engoliu os próprios filhos; apenas Zeus escapou, graças a uma esperteza da mãe. Anos depois, uma poção fez com que Cronos vomitasse os filhos, que se tornaram imortais. Desde os antigos romanos alguém determinou que se […]

Um outro Brasil

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Eu fico pensando se neste planeta gêmeo da Terra que acharam outro dia tem um Brasil. O astro fica a 1.400 anos-luz daqui e, segundo os cientistas, está em zona habitável — orbita em torno do Sol deles a uma distância parecida com a que temos do nosso. Foi batizado com o nome de Kepler 452b, certamente provisório, tão feio […]

O ano virtual

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

A folhinha já está marcando 2021 e ainda é cedo para se noção da eficácia desse ano novo, tal e qual as vacinas que estão pipocando. Mas já dá para ver que 2020 é um ano meio Trump; como o presidente, quase ex, vem pedindo recontagem de votos para ver se estica sua permanência mais um pouquinho, mesmo que ninguém […]

Vida de adivinhão

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

Passou o Natal e o fim do ano está próximo; já dá para fazer uma retrospectiva do que passamos. Nesses 12 meses de esquisitices – 10 deles bem estrambóticos – houve muito cientista quebrando a cara depois de fazer previsões mais catastróficas do que as da Mãe Diná. E houve muito leigo fazendo papel ridículo, negando a gravidade da situação, […]

Amor e sexo

Publicado em Deixe um comentárioCrônica

As amigas diziam que ela era danadinha. Havia uma pontinha de inveja na afirmação, talvez porque ela se comportasse de modo bem mais liberal que todas as outras; por isso, saia mais, beijava mais, conhecia mais gente, era mais popular. E nem ligava para os comentários – ou pelo menos dizia nem ligar. Mas ela passou a exagerar, até a […]