Treinamento de recenseadores do Censo 2022 começa nesta segunda (18)

Publicado em Deixe um comentárioCenso 2022, Distrito Federal, IBGE

O treinamento será realizado até sexta-feira (22/7). Ao todo, foram ofertadas 2.631 vagas para a função de recenseador no Distrito Federal

Aline Gouveia – O treinamento dos aprovados no processo seletivo simplificado para recenseadores que trabalharão no Censo 2022 começou nesta segunda-feira (18/7) e vai até sexta-feira (22/7), no Centro de Ensino Unificado de Brasília (CEUB) da Asa Norte. Ao todo, a seleção ofertou 2.631 vagas para o posto no IBGE/DF.

Após o treinamento, será realizada uma prova. Somente após a aprovação os participantes serão convocados para entregar a documentação de admissão, a partir do dia 25 de julho. O Censo do IBGE deveria ter sido realizado em 2020, mas foi adiado e remarcado para 2022, em razão da pandemia de covid-19.

O Censo 2022 irá cobrir um território de mais de 8,5 milhões de quilômetros quadrados para retratar as condições de vida dos brasileiros e imigrantes que vivem no país. A estimativa é de que sejam visitados 89 milhões de endereços, sendo 75 milhões de domicílios. No Distrito Federal, a expectativa é mais de 1 milhão de endereços a serem visitados pelos recenseadores tanto na região urbana quanto rural.

Leia também: SEEDF: PLDO 2023 prevê a oferta de 100 vagas para cinco especialidades

IBGE abre novo edital complementar com 26 vagas

Câmara aprova regime de urgência de PL que altera regras dos concursos públicos

IBGE seleciona mais de 48 mil recenseadores: veja a distribuição de vagas por estados

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) está com inscrições abertas para preencher 48.535 vagas para o cargo de recenseador do Censo Demográfico de 2022. A seleção visa cobrir vagas não preenchidas na primeira seleção, que ofertou mais de 200 mil chances. As inscrições são gratuitas e devem ser realizadas de forma online até 15 de junho. A remuneração será por produção.

“As contratações são feitas por localidade. O novo edital é para localidades com vagas não preenchidas”, disse o Instituto. Para o IBGE, o ideal é que a coleta do Censo nessas áreas seja feita por recenseadores que já moram nos locais. “A ideia é que os aprovados estejam perfeitamente ambientados à sua região de trabalho e familiarizados com os aspectos básicos desses locais, como acesso, geografia, segurança e características culturais”, explica o chefe da Unidade Estadual (UE) do Rio de Janeiro, José Francisco Teixeira Carvalho.

São Paulo é o estado com a maior oferta. São 18.589 oportunidades. Na sequência estão Rio Grande do Sul e Minas Gerais, ofertando 5.185 vagas e4.633 postos, respectivamente.

Veja a distribuição por Estado:

Norte – 1.364 vagas

  • Rondônia – 503;
  • Pará – 450;
  • Tocantins – 143;
  • Amazonas – 119;
  • Acre – 81;
  • Roraima – 58;
  • Amapá – dez

Nordeste – 1.907 vagas

  • Ceará – 616;
  • Bahia – 571;
  • Pernambuco – 268;
  • Paraíba – 177;
  • Rio Grande do Norte – 121;
  • Maranhão – 68;
  • Alagoas – 46;
  • Piauí – 28;
  • Sergipe – 12

Sudeste – 26.968 vagas

  • São Paulo – 18.589;
  • Minas Gerais – 4.633;
  • Rio de Janeiro – 2.380;
  • Espírito Santo – 1.366

Sul – 12.972 vagas

  • Rio Grande do Sul – 5.185;
  • Paraná – 4.359;
  • Santa Catarina – 3.428

Centro-Oeste – 5.324 vagas

  • Goiás – 2.629;
  • Mato Grosso – 1.691;
  • Mato Grosso do Sul – 1.003;
  • Distrito Federal – uma

Recenseadores

Os recenseadores do IBGE atuarão diretamente na coleta das informações em mais de 70 milhões de domicílios brasileiros.  O profissional ganha por produção. Esses contratados também terão direito ao auxílio-transporte e ao auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais

Status: Inscrições abertas

Vagas: 48.535 oportunidades temporárias

Escolaridade: ensino fundamental

Salários:  Por produção

Jornada: Mínimo de 25 horas semanais

Locação: Todas as regiões

Taxa:  gratuita

Banca: FGV

Duração: 3 meses, podendo ser prorrogados

A Seleção

Para o cargo de recenseador, a remuneração é por produção, calculada por setor censitário, por unidades recenseadas (domicílios urbanos e/ou rurais), tipo de questionário (básico ou amostra), pessoas recenseadas e registro no controle da coleta de dados.  Confira aqui o simulador!

Além do salário, os aprovados terão direito aos auxílios alimentação, transporte e pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais. O contrato inicial será de três meses, cabendo prorrogação.

As inscrições para o concursol complementar de recenceador do IBGE já estão abertas. O periodo para se cadastrar vai até o dia 15 de junho. A participação no processo seletivo será gratuita.

As inscrições são online, mediante o preenchimento do formulário, que será disponibilizado no  site do IBGE . O candidato deverá enviar o documento preenchido para o e-mail da unidade que abrange a localidade da vaga de interesse (anexo I do edital).

Junto ao formulário, o candidato deve anexar as cópias da sua documentação (identidade e titulação acadêmica). A análise dos títulos será classificatória. O resultado final e os locais em que estão as vagas serão divulgados em breve.

Concurso IBGE ofereceu mais de 206 mil vagas

O concurso IBGE ofereceu 206.891 vagas temporárias em todo o país. As oportunidades foram para diversos cargos e áreas, contemplando os níveis fundamental e médio.

As remunerações mensais variam entre R$1.700 para o agente supervisor e R$2.100 para o agente municipal. Com o auxílio-alimentação de R$458, os valores serão elevados para R$2.158 e R$2.558, respectivamente.

Além disso, os aprovados terão direito ao auxílio-transporte e ao auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

IBGE/Divulgação

Censo 2022: IBGE lança contagem regressiva para início da coleta

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, Governo federal, temporário

Karolini Bandeira*- O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) entrou em contagem regressiva para a realização da coleta do Censo Demográfico 2022. Nova ferramenta da instituição, o contador eletrônico foi lançado nesta terça-feira (1°/2) e está disponível para consulta no site do IBGE.

Os processos seletivos abertos para contratação temporária dos profissionais já estão em andamento e as primeiras fases avaliativas serão realizadas em abril. As provas serão aplicadas em 10 de abril e o resultado final da seleção está previsto para 20 de maio. Os 183.021 recenseadores e 23.870 agentes censitários iniciarão a coleta da pesquisa em 1° de agosto.

“O contador é a forma que encontramos não só de marcar essa data tão significativa para nós, que é o início da coleta, mas também uma oportunidade para motivar o público interno do IBGE para esse importante trabalho, bem como sensibilizar o público externo, ou seja, a população brasileira, cujo engajamento é igualmente necessário para a realização da pesquisa”, comentou a coordenadora de Marketing do IBGE, Izabelle Oliveira.

A contratação de agentes terá duração de cinco meses, enquanto o contrato para a função de recenseador tem previsão de duração de três meses. Os contratos poderão ser prorrogados com base nas necessidades do instituto. Saiba mais sobre cargos e seleção! 

*Estagiária sob a supervisão de Vinicius Nader

Censo 2022: IBGE disponibiliza apostila para provas que serão aplicadas em abril

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Além da apostila, o Instituto também disponibilizou o Código de Ética do IBGE, que também será exigido nas matérias de conhecimentos específicos

Jéssica Andrade – Essa é a última semana para se inscrever em uma das 200 mil vagas oferecidas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) para a realização do Censo Demográfico 2022. O prazo para se inscrever termina na próxima sexta-feira (21/01), às 16h. As provas estão previstas para abril. 

Para ajudar os candidatos a se prepararem, o IBGE preparou uma apostila com todo o conteúdo técnico programático que será exigido nas provas. O material está disponível no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora da seleção. Além da apostila, o Instituto também disponibilizou o Código de Ética do IBGE, que também será exigido nas matérias de conhecimentos específicos. 

“O conteúdo da prova está detalhado no edital. Disponibilizamos também uma apostila de conhecimentos técnicos, preparada pelo IBGE, para que o candidato tenha acesso às informações necessárias para responder às questões sobre a operação censitária. A apostila e o Código de Ética do IBGE estão disponíveis no site da FGV”, afirma o coordenador de Recursos Humanos do IBGE, Bruno Malheiros.

Inscrições abertas até sexta-feira (21/01) 

As vagas abertas são para recenseador e agente censitário e estão distribuídas em 5.297 municípios do país. As inscrições devem ser feitas no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV), banca responsável por esta seleção.  A taxa de inscrição para recenseador é de R$ 57,50, e de R$ 60,50 para agente censitário, e deve ser paga até 16 de fevereiro.

O IBGE também recebe até o dia 2 de fevereiro inscrições para outro processo seletivo do Censo, com 180 vagas temporárias para agente censitário de pesquisas por telefone e 12 vagas para supervisor censitário de pesquisas e codificação. As oportunidades são para o município do Rio de Janeiro. As inscrições devem ser feitas no site do Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan). A taxa de inscrição é R$ 20.

Pedro Bial e outros: conheça os famosos que já trabalharam no Censo Demográfico

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos, temporário

Karolini Bandeira*- O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) lançou três seleções de profissionais para o Censo Demográfico 2022.  São mais de 220 mil vagas temporárias, sendo, a maioria das oportunidades, para o cargo de recenseador. A função, que consiste na visitação de domicílios e entrevista de seus morados, já foi desempenhada por figuras conhecidas nacionalmente — como, por exemplo, o jornalista Pedro Bial e a apresentadora Ana Maria Braga. As informações foram compartilhadas pelo próprio IBGE.

Para Bial, trabalhar como recenseador em 1980 foi uma experiência social incrível que ajudou em sua formação. “É daquelas experiências que mudam a sua vida. Tem o antes e o depois daquele julho ou agosto de 1980. A mim foi incumbido um quarteirão de Copacabana, no Posto 6, entre a Rua Barata Ribeiro e a Avenida Nossa Senhora de Copacabana, com muitos prédios com centenas de apartamentos. Acho que, ao todo, fiz mais que centenas de apartamentos, fiz milhares. Ia batendo de porta em porta, entrando, vendo as mais diferentes configurações familiares, gente, pessoas, famílias, níveis de renda. E eu me envolvia, já com meu jeitinho de repórter, cumpria o formulário, mas ficava observando. Aquilo foi um filme, mais do que um filme, uma série, e que me preparou para a vida.”

A apresentadora Ana Maria Braga conciliou, em 1970, o trabalho como recenseadora do Censo com os estudos para o vestibular. A famosa conta que os ganhos do trabalho temporário foram um quebra-galho: “Eu sei que ganhei naquela época uma grana que me ajudou muito. No meu pré-vestibular, eu estudava até de madrugada para poder prestar o exame para entrar na universidade. E me lembro direitinho que me ajudou muito e trabalhei bastante, mas valeu muito a pena.”

A jornalista e comentarista da Globonews Flávia Oliveira também relembra sua participação como recenseadora no Censo com carinho. Para ela, a atuação influenciou positivamente na formação profissional. “A intimidade que a formação estatística me deu com números, com a capacidade de análise, de interpretação e de tabulação foi decisiva para a jornalista em que me transformei”, diz Flávia.

Censo 2022 contrata 183 mil recenseadores

O Censo Demográfico é realizado de 10 em 10 anos. Em 2022, o IBGE pretende preencher 183.021 oportunidades na função de recenseador. Para participar, é exigido, apenas, ensino fundamental completo. A jornada é o recenseador que monta e o salário é equivalente à produção do profissional. As inscrições seguem abertas até 21 de janeiro, com taxa de R$ 57,50. Além do cargo, o IBGE também tem inscrições abertas para agentes censitários e supervisores. Confira todas as seleções aqui!

Leia mais: Ao todo, IBGE tem 220 mil vagas em seleções para o Censo 2022

*Estagiária sob supervisão de Mariana Fernandes

IBGE abrirá inscrições para 192 vagas imediatas de agente censitário para o Rio de Janeiro 

Publicado em Deixe um comentárioIBGE

Segundo Bruno Malheiros, coordenador de Recursos Humanos do órgão, o edital do novo concurso IBGE também deve ser publicado no dia 10 de Janeiro.

As inscrições para o processo seletivo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no Rio de Janeiro serão abertas na próxima segunda-feira, 10 de janeiro. O edital, que deve ser publicado no mesmo dia, deverá oferecer 192 vagas de contratação imediata de níveis médio e superior nos cargos de agente censitário de pesquisas por telefone e supervisor censitário de pesquisas e codificação, respectivamente.

O Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (Idecan) será o organizador do certame. Para se inscreverem, os interessados deverão acessar o site da banca, das 14h do dia 10 de janeiro até às 23h59 do dia 2 de fevereiro de 2022. A prova objetiva será no dia 20 de março.

Para homologar a isvrição, o candidato deverá quitar as taxas de R$ 20, para agente censitário e R$41 para supervisor censitário. Os valores deverão ser pagos até 24 horas após a emissão do boleto no ato da inscrição.

Para agente censitário de pesquisas por telefone, será exigido o ensino médio completo. Os salários, a princípio, serão de R$998. Já para supervisor censitário de pesquisas e codificações, o requisito será o nível superior. As remunerações serão de R$4.200.

Segundo informou Bruno Malheiros, coordenador de Recursos Humanos do órgão, em entrevista coletiva nesta segunda-feira (3/1), o edital do novo concurso IBGE deve ser publicado no dia 10 de Janeiro.

IBGE contrata mais uma banca para realizar concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos, Concursos Públicos

Foi publicado, nesta segunda-feira (6/11), o extrato de dispensa de licitação do IBGE com a banca IBFC. É a segunda organizadora que irá trabalhar com o órgão na realização do Censo 2022. A IBFC será responsável pela organização e coordenação do processo seletivo simplificado para as funções de coordenador censitário de área e agente censitário de administração e informática. 

Vale lembrar que, na seleção com mais de 200 mil vagas, a responsável será a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Serão selecionados 206.891 servidores temporários para as funções de recenseador (183.021 vagas), agente censitário supervisor (18.420 vagas) e agente censitário municipal (5.450 vagas). Haverá vagas em todos os municípios do país.

O IBGE já divulgou informações relacionadas à devolução das taxas do PSS cancelado e outros serviços. 

Seleção

O processo seletivo simplificado tem o objetivo de contratação temporária de pessoal. Quando o edital, agora cancelado, foi lançado, já havia a informação de que os cargos exigem ensino médio completo.Para o cargo de agente municipal, a remuneração é de R$ 2.100, para 40 horas semanais, sendo 8 horas diárias. Já para agentes supervisores, o salário é de R$ 1.700, para a mesma carga horária.

O contratado também terá auxílio-alimentação, auxílio-transporte e auxílio pré-escolar, assim como férias e 13º salário proporcionais.

Vale lembrar que, em outubro, o IBGE informou o cancelamento do certame. De acordo com o instituto, o contrato com o Cebraspe, banca anterior, havia sido encerrado e não seria prorrogado. 

Relembre aqui como foram as exigência do edital cancelado.

IBGE emite novo comunicado sobre a realização do Censo em 2022

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) se pronunciou sobre a realização do Censo, após votação do Supremo Tribunal Federal (STF) que decidiu pelo evento somente no próximo ano. ” A direção do IBGE prepara um plano para cumprimento da decisão judicial que estabeleceu a realização do Censo Demográfico em 2022″, informou.

Ainda segundo o comunicado, o projeto descreverá as demandas de recursos a serem repassados ao Instituto ainda este ano, para que o Censo ocorra no ano que vem – por enquanto, sem data definida. “A prioridade, agora, é fechar a proposta, já que há necessidade urgente de recomposição do orçamento para conclusão de etapas preparatórias essenciais ao longo de 2021.”

Após a elaboração do plano de trabalho, serão retomadas reuniões com as áreas técnica, consultiva e operacional, que vão definir as melhores condições e o período adequado para realização do Censo em 2022.

Candidatos aguardam definições

Após o cancelamento do Censo 2021 por falta de orçamento, os candidatos inscritos na seleção com mais de 200 mil vagas ainda seguem aguardando posicionamento do IBGE sobre devolução das taxas de inscrição ou sobre como ficarão os editais.

O IBGE informou ao Papo de Concurseiro que já está trabalhando no plano de cumprimento da ordem e dará mais informações aos candidatos ao longo desta semana. Portanto, fique atento aos próximos capítulos.

Seleção para o Censo

Foram 204.307 vagas para os cargos de recenseador, agente censitário municipal e agente censitário supervisor.
Do total, foram oferecidas 181.898 vagas para recenseador, 16.959 para agente censitário supervisor (ACS) e 5.450 para agente censitário municipal (ACM) em 5.297 municípios do país. Os quadros de distribuição das vagas estão disponíveis para consulta no site do Cebraspe, empresa organizadora dos processos seletivos.
As vagas eram temporárias e os contratos teriam duração prevista de três meses para a função de recenseador e de cinco meses para ACM e ACS, podendo ser renovados de acordo com as necessidades do IBGE e a disponibilidade orçamentária. Saiba todos os detalhes da seleção aqui!