Novo concurso para área fiscal! Sefaz/AL anuncia edital para auditores

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Uma publicação feita no Instagram oficial da Secretaria de Fazenda do Alagoas (Sefaz/AL) afirmou a possibilidade do Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) ser a banca organizadora responsável pelo próximo concurso público do órgão.

De acordo com a publicação, a expectativa é que as provas ocorram já em janeiro de 2020. Em junho, Procuradoria Geral do Estado (PGE/AL) concedeu o aval para realização do novo concurso da Secretaria.

O secretário George Santoro afirmou que o certame prevê vagas para cargos de auditor fiscal na área de receita e auditor na área financeira. O salário inicial é de aproximadamente R$ 9 mil para auditor fiscal e cerca de R$ 8 mil para auditor de finanças.

Foto: Reprodução/Instagram

Outras autorizações

O governador do Estado de Alagoas, Renan Filho também autorizou concuso da Polícia Civil também já está autorizado e ofertará vagas para delegados e servidores da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). Concursos para agentes e delegados da Polícia Civil também foram confirmados.

Para área da saúde o governador afirmou prever novo concurso para contratação de profissionais para os cinco novos hospitais que estão em construção. Será avaliada a possibilidade de mais de um concurso para substituir profissionais que já estejam na rede ou para os novos hospitais.

Para a Polícia Militar é necessário, segundo ele, aguardar o encerramento do concurso de 2018 para verificar a melhor data para publicação do próximo edital. O objetivo da PM é estudar a possibilidade de um novo concurso para 2019 ou primeiro semestre de 2020, juntamente com o Corpo de Bombeiros, mesmo que com efetivo menor.

Saiba mais aqui! 

 

Leia também: Tribunal de Justiça de Alagoas divulga edital do concurso com salário de R$ 30 mil 

Sefaz/AL anuncia concurso com salários de até R$ 9 mil ainda em novembro

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Após 16 anos, a Secretaria de Fazenda do Estado de Alagoas (Sefaz/AL) divulgou que vai abrir novo edital de concurso público. A autorização saiu no Diário Oficial estadual na semana passada. A princípio serão 45 vagas para o cargo de auditor fiscal da receita estadual (Afre) e 35 para auditor de finanças e controle de arrecadação da fazenda estadual (Afca). O salário inicial é de aproximadamente R$ 9 mil para o primeiro cargo e cerca de R$ 8 mil para o segundo.

Segundo a secretaria, a definição da banca organizadora é o próximo passo. O edital está previsto para ser publicado ainda em novembro. As provas estão previstas para ocorrerem no mínimo após 90 dias da data da publicação. O processo para a realização do concurso segue, agora, para a Secretaria de Estado do Planejamento, Gestão e Patrimônio (Seplag).

 

Último concurso

O último concurso público realizado pela Sefaz em Alagoas ocorreu em 2002 e foi organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB), a atual Cebraspe. Foram oferecidas 220 vagas para o cargo de fiscal de tributos estaduais, 35 para agente controlador de arrecadação e 20 para técnico de finanças.

 

A remuneração inicial variou entre R$ 3 mil e R$ 3.600. Os candidatos aprovados deviam ter diploma, devidamente registrado, de conclusão de curso de graduação de nível superior de bacharelado ou licenciatura plena em qualquer área de formação, fornecido por instituição de ensino superior reconhecida pelo Ministério da Educação.

 

Os candidatos a fiscal tiveram que demonstrar conhecimentos em língua portuguesa, matemática financeira e estatística básica, direito, conhecimentos de informática, economia e finanças públicas, ética no serviço público, contabilidade geral, legislação tributária estadual e direito tributário.

Já para o cargo de agente foram cobrados conhecimentos em língua portuguesa, matemática financeira e estatística básica, noções de direito, noções de finanças públicas, ética no serviço público, contabilidade geral, noções de legislação tributária estadual, noções de direito tributário, tecnologia da informação.

Prova do concurso para oficial de justiça avaliador do TJAL é suspensa

Publicado em Deixe um comentárioCarreira judiciária

Do CorreioWeb – Um erro nos cadernos das provas para o cargo de analista judiciário – oficial de justiça avaliador, do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), no último domingo (25/3), fez com que 3.711 candidatos não fossem avaliados. A Fundação Getúlio Vargas (FGV), banca do concurso público, suspendeu na hora as provas especificamente para o posto. Em nota, o Tribunal esclareceu que a decisão foi tomada para manter a lisura do certame, após ser detectado um problema na distribuição dos cadernos por parte da organizadora, na Escola Moreira e Silva, em Maceió/AL.

 

Em nota, o TJAL afirmou que “a comissão agiu com zelo e tem feito de tudo para que o concurso transcorra com transparência e honestidade, tendo, inclusive, solicitado apoio às polícias civil e federal para fiscalização”. Para o cargo de analista judiciário foram abertas 15 vagas. A prova continha 80 questões, além de teste discursivo, que deveriam ser respondidos das 8h às 13h.

 

A FGV Projetos também se manifestou e em nota explicou que “houve inconsistência técnica no processo de impressão e envelopamento das provas para as vagas de ‘Analista Judiciário – Oficial de Justiça Avaliador’, do concurso do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL), realizado neste domingo (25). As provas que não foram aplicadas correspondem a cerca de 1,4% do total”. As provas para os demais cargos foram mantidas.

 

A banca organizadora arcará com os gastos dos candidatos, referentes à locomoção e hospedagem, uma vez que o erro ocorreu por parte da FGV Projetos, ressaltou o TJAL. A nova data da prova deve ser publicada pela banca ainda esta semana.

 

O concurso

Ao todo, foram 42.762 inscritos. O certame oferece 131 oportunidades para nível médio e superior, distribuídas entre os cargos de analista judiciário – oficial de justiça avaliador (15), analista judiciário – área judiciária (15), analista judiciário – apoio especializado – área estatística (1) e técnico judiciário – área judiciária (100).

As oportunidades são para carga horária de 30h semanais. A remuneração varia entre R$ 2.550,96 e R$ 5.101,92, de acordo com o cargo pretendido. O Tribunal espera chamar os aprovados ainda este ano.

TJAL aumenta expectativa inicial de vagas para concurso de técnicos e analistas

Publicado em Deixe um comentárioCarreira judiciária

O novo concurso público para candidatos de nível médio e superior do Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL) terá mais vagas que o previsto inicialmente pelo órgão. Em setembro deste ano, a expectativa da direção-geral do TJAL era de abrir 120 oportunidades, mas agora, após reunião entre a comissão responsável pelo concurso e a banca organizadora, a Fundação Getúlio Vargas (FGV), o tribunal publicou esta semana que vai abrir 131 chances.

Desse total, 100 serão para o cargo de técnico judiciário, 15 para analista judiciário – oficial de justiça, 15 para analista judiciário – área judiciária e 1 para analista judiciário – área de estatística.

Na reunião ainda foi aprovada a minuta do contrato, que será firmado com a FGV. “Ela será enviada à organizadora e posteriormente assinada pelo presidente do Tribunal, desembargador Otávio Praxedes, selando dessa forma o compromisso e a efetivação para o nosso concurso”, disse o desembargador Alcides Gusmão da Silva, presidente da comissão. “Todos os esforços do Tribunal têm sido no sentido de lançar o edital ainda neste ano”.

Apesar da declaração, ainda não há data marcada para o lançamento do edital de abertura, mas as provas devem ocorrer no prazo de 90 dias após a publicação.

Último concurso
Em 2012 o TJAL realizou sua última seleção, que contou com 26.350 inscritos para os cargos de analista, de nível superior, e técnico e auxiliar, de nível médio. A organização foi feita pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos.

Foram 62 vagas para analista, 20 para técnico e 90 para auxiliar, com remunerações de R$ 5.789,19, R$ 1.084,67 e R$ 2.496,55, respectivamente.

O concurso foi feito por meio de provas objetivas, investigação social e comprovação de sanidade física e mental para todos os cargos. Candidatos a analista passaram ainda por prova discursiva, avaliação psicológica e avaliação de títulos.

Os aprovados nestas etapas tiveram que passar por um curso de formação, de responsabilidade do Tribunal de Justiça de Alagoas.

PM e CBM de Alagoas escolhem banca para novos concursos

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, segurança

Do CorreioWeb – Os concursos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas estão mais próximos. Isso porque a banca que será a responsável pela organização da seleção e aplicação das provas já foi escolhida: será o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe).

 

Ainda não foi divulgado o número de vagas, mas já se sabe que serão contemplados os cargos de soldado e oficial combatente do quadro dos Bombeiros e o de soldado combatente da PM.

 

Segundo o governador do estado, Renan Filho, o edital para o concurso da PM já está pronto, “estamos aguardando a Assembleia Legislativa aprovar um Projeto de Lei que muda a lei de concursos para publicar o edital, a parte do governo está pronta, e eu estou muito ansioso para publicar”. O chefe do governo também destacou que esse será um dos maiores concursos para a área já feito na história de Alagoas.

 

Últimas seleções

O último concurso para a PMAL aconteceu em 2012 e também foi organizado pelo Centro de Seleção e de Promoção de Eventos da Universidade de Brasília (Cespe/UnB). O processo seletivo contou com 1.040 vagas e formação de cadastro reserva para os cargos de oficial e soldado, com salários de R$ 1.563,78 e R$ 2.200, respectivamente. Foram 38.184 inscritos, que se submeteram a uma prova objetiva e outra discursiva.

 

Já para o CBM, o último concurso foi em 2006, com 643 vagas para os cargos de soldado combatente (600, soldado músico (20), oficial de capelão católico (1), oficial de capelão evangélico (1), oficial enfermeiro (6) e oficial médico em diversas especialidades (15). Na época, a remuneração variou de R$ 465,08 a R$ 1.802,74 para os cargos de oficial e soldado, respectivamente.

Concursos com 1.150 vagas para Bombeiros e PM/AL ainda neste mês

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Do CorreioWeb – O Governo de Alagoas está finalizando os editais de abertura dos novos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do estado. A previsão, de acordo com o governador  Renan Filho, é de que os regulamentos sejam publicado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de eventos (Cebraspe), que é a banca organizadora escolhida, ainda neste mês.

 

Deverão ser abertas 1.000 vagas para a Polícia Militar e 150 vagas para o Corpo de Bombeiros Militar. O governo também adiantou que as provas serão aplicadas em dias distintos para ambas as corporações, com uma semana de intervalo entre os exames, dando oportunidade a quem deseja se inscrever às duas seleções. A idade máxima para os inscritos será de 30 anos.

 

O último concurso dos Bombeiros aconteceu em 2006 e contou com 663 vagas. Os salários variaram de R$ 465,08 a R$ 1.802,74 e foi organizado pela Comissão Permanente do Vestibular da Universidade Federal de Alagoas (COPEVE/AL).

 

Por sua vez, a última seleção de cargos efetivos para a Polícia Militar ocorreu em 2012. Foram abertas 40 vagas para o curso de formação de oficiais combatentes e 1.000 vagas para o cargo de soldado combatente. A remuneração inicial era de R$ 1.047,65 para o soldado aluno, podendo chegar a R$ 2.200 com o aproveitamento do curso. O Cebraspe também foi a banca organizadora.

 

Ainda em Alagoas

Um novo concurso público será aberto pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL). De acordo com o órgão, a previsão é de que o regulamento da seleção seja divulgado ainda neste ano. No momento, a comissão de servidores responsáveis pelo concurso já está formada e discute a contratação da banca organizadora, que deve ocorrer em junho. Leia mais em: Tribunal de Justiça de Alagoas anuncia lançamento de edital

PM e Bombeiros de Alagoas vão abrir 1.150 vagas

Publicado em 1 Comentáriocarreira militar

O Governo de Alagoas está finalizando o edital para a realização dos novos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar de Alagoas. O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) é a instituição responsável pela elaboração dos certames.

 

A previsão é para que o concurso seja destinado ao provimento de 1.000 vagas na Polícia Militar e 150 no Corpo de Bombeiros Militar do estado. O governo já adiantou que as provas serão aplicadas em dias distintos para ambas as corporações, com uma semana de intervalo entre as duas provas, dando oportunidade a quem deseja se submeter às duas seleções. A idade máxima para os inscritos será de 30 anos.

 

O último concurso dos Bombeiros aconteceu em 2006 e contou com 663 vagas. Os salários variaram de R$ 465,08 a R$ 1.802,74 e foi organizado pela Copeve.

 

Por sua vez, a última seleção de cargos efetivos para a Polícia Militar ocorreu em 2012. Foram abertas 40 vagas para o curso de formação de oficiais combatentes e 1.000 vagas para o cargo de soldado combatente. A remuneração inicial era de R$ 1.047,65 para o soldado aluno, podendo chegar a R$ 2.200 com o aproveitamento do curso. O Cebraspe também foi a banca organizadora.

 

Ainda em Alagoas

Um novo concurso público será aberto pelo Tribunal de Justiça de Alagoas (TJAL). De acordo com o órgão, a previsão é de que o regulamento da seleção seja divulgado ainda neste ano. No momento, a comissão de servidores responsáveis pelo concurso já está formada e discute a contratação da banca organizadora, que deve ocorrer em junho.

 

De acordo com o desembargador Alcides Gusmão da Silva, presidente da comissão, “Os trabalhos estão dentro da programação prevista pela comissão, aguardando ainda a sanção do projeto. Nossa intenção é que até o final do ano o concurso seja realizado”, afirmou. Leia mais em: Tribunal de Justiça de Alagoas anuncia lançamento de edital