Concurso do CBMAM, com 453 vagas, tem comissão oficializada

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, Concursos, Concursos Públicos

Karolini Bandeira*- O concurso público do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), teve comissão organizadora oficializada! A equipe, que já havia sido anunciada pelo governador do Estado, Wilson Lima, na última segunda-feira, foi formalmente oficializada hoje (26/7), por meio de publicação no Diário Oficial.

De acordo com a Portaria, o grupo é formado por cinco servidores. São eles:

  • Alan Barreiros de Andrade (presidente)
  • Joselio da Silva Monteiro
  • José Ricardo Cristie Carmo da Rocha
  • Dirceu Nogueira Paixão
  • Alexandre Viana Jardim

A corporação recebeu aval para certame com 453 vagas, sendo 400 vagas para a função de aluno-soldado, de nível médio; e outras 53 para aluno-oficial, de nível superior. Os ganhos iniciais dos aprovados serão de R$2.657,28 para soldados e R$7.180,34 para oficiais.

Governador autoriza 2.525 vagas para a Segurança

O governador do Estado de Amazonas, Wilson Lima, autorizou o provimento de 2.525 vagas para concursos públicos da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (PCAM, PMAM e CBMAM). “Nós queremos realizar esses concursos no final deste ano ainda”, disse Wilson Lima.

Em entrevista ao programa Filho da Terra, da Rádio Difusora de Itacoatiara, o presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Cabo Maciel (PL), informou que os concursos estão próximos e os interessados em participar devem começar suas preparações.

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Comissão de concurso do CBMAM com 453 vagas é formada

Publicado em Deixe um comentárioautorização, carreira militar, Concursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- O concurso público do Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (CBMAM), autorizado pelo governador do Estado no último dia 9, teve comissão organizadora definida nesta segunda-feira (19/7). A equipe foi criada pelo governador Wilson Lima em ação  no programa “Amazonas Mais Seguro”.

A corporação recebeu aval para certame com 453 vagas, sendo 400 vagas para a função de aluno-soldado, de nível médio; e outras 53 para aluno-oficial, de nível superior. Os ganhos iniciais dos aprovados serão de R$2.657,28 para soldados e R$7.180,34 para oficiais.

Governador autoriza 2.525 vagas para a Segurança

O governador do Estado de Amazonas, Wilson Lima, autorizou o provimento de 2.525 vagas para concursos públicos da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (PCAM, PMAM e CBMAM). “Nós queremos realizar esses concursos no final deste ano ainda”, disse Wilson Lima.

Em entrevista ao programa Filho da Terra, da Rádio Difusora de Itacoatiara, o presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Cabo Maciel (PL), informou que os concursos estão próximos e os interessados em participar devem começar suas preparações.

Decreto amplia efetivo do CBMAM

Aprovado pelo governo em março, um decreto amplia o quadro do CBMAM em mais de 80%, por meio do novo Quadro de Distribuição de Efetivo (QDE). Por meio do quadro, será viabilizada a realização de concursos públicos e a expansão de postos dos bombeiros no interior do Amazonas.

Ainda segundo as informações, o atual QDE do Corpo de Bombeiros conta com efetivo de 2.429 profissionais. O novo decreto permite ampliação para 4.483 vagas, aumentando a projeção do quadro de efetivos da corporação em 84,56%. O secretário-chefe também enfatizou a importância da ampliação de efetivos não só na área combatente como em todas as outras áreas do CBMAM, inclusive o quadro da saúde: “Em um momento de pandemia, você poder aparelhar, instrumentalizar o interior do estado com quadros qualificados do corpo de bombeiros do Amazonas é sempre muito importante.”

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

MP do Amazonas recomenda novo concurso para sete órgãos do Estado

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Karolini Bandeira*- O Ministério Público do Estado do Amazonas (MPAM) recomendou a realização de novos sete editais para diferentes órgãos. A recomendação foi feita devido ao déficit de servidores, por meio de Ação Civil Pública (ACP) ajuizada pela 57ª Promotoria de Justiça dos Direitos Humanos e Cidadania (PRODIHC).

A solicitação foi para os seguintes órgãos:

  • Corpo de Bombeiros (CBM);
  • Agência Reguladora dos Serviços Públicos Delegados e Contratados do Estado do Amazonas (Arsepam);
  • Fundação de Amparo à Pesquisa (Fapeam);
  • Secretaria de Estado da Produção Rural (Sepror);
  • Imprensa Oficial do Estado (IOA); e
  • Instituto de Pesos e Medidas do Estado (Ipem).

MP também recomenda concurso para a PCAM

Com déficit no quadro de servidores, a Polícia Civil do Amazonas (PCAM) teve, em maio, concurso público recomendado pelo Ministério Público do Estado em maio no prazo de até um ano. A recomendação visa prover contratações de delegados, investigadores e escrivães em 25 municípios do estado que, de acordo com o MP, não estão tendo o atendimento necessário devido à falta de profissionais.

A recomendação está incluída no Inquérito Civil nº 06.2019.00002565-4. Segundo o MP, os órgãos têm 180 dias para remanejar o quadro de pessoal da Polícia Civil, para, assim, garantir o número de efetivos adequado em todas as delegacias do interior do Amazonas. Confira os detalhes!

Governador autoriza 2.525 vagas para a Segurança

O governador do Estado de Amazonas, Wilson Lima, autorizou o provimento de 2.525 vagas para concursos públicos na área da Segurança. Conforme informado por Lima em anúncio na última quinta-feira (8/7), as comissões serão formadas em breve e a distribuição das oportunidades será revelada. Veja aqui!

 

 

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Amazonas: governador autoriza 2.525 vagas para concursos da Segurança

Publicado em Deixe um comentárioautorização, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- Atenção, concurseiros! O governador do Estado de Amazonas, Wilson Lima, autorizou o provimento de 2.525 vagas para concursos públicos na área da Segurança. Conforme informado por Lima em anúncio nesta quinta-feira (8/7), as comissões serão formadas em breve e a distribuição das oportunidades será revelada.

Em entrevista na última semana ao programa Filho da Terra, da Rádio Difusora de Itacoatiara, o presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Cabo Maciel (PL), informou que os concursos públicos da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (PCAM, PMAM e CBMAM) estão próximos.

Segundo Maciel, os profissionais que têm interesse em realizar o concurso público devem começar suas preparações, pois a divulgação do anúncio é apenas uma questão de tempo. O deputado também defendeu o aumento na idade limite para ingresso na PM e no CBM, passando de 28 para 35.

Deputado cobra novos editais de concurso para a Segurança

A realização de concursos para a área da Segurança foi tema de discussão em sessão plenária realizada em junho na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Na reunião, o deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas) cobrou do governo a abertura dos certames para as corporações do estado, que, de acordo com Campelo, têm o efetivo defasado.

“Tem que haver concurso público para a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros, pois o efetivo está defasado há vários anos. É preciso que a atual administração corrija essa distorção”, expôs o parlamentar.

De acordo com os dados mostrados na sessão, o quadro de efetivos da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) conta com 9.031 policiais em exercício, enquanto o quantitativo previsto é de 15.000. De 3.354 servidores previstos, o efetivo da Polícia Civil (PCAM) tem apenas 2.151. Já o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) tem, atualmente, um quadro de 1.096 profissionais, sendo necessários 4.483.

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Concursos para a Segurança de Amazonas estão próximos, informa deputado

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, Polícia civil, segurança

Karolini Bandeira*- Atenção, concurseiros! De acordo com o presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam), deputado estadual Cabo Maciel (PL), os concursos públicos da Polícia Civil, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas (PCAM, PMAM e CBMAM) estão próximos.

A informação foi confirmada pelo representante na última semana ao programa “Filho da Terra”, da Rádio Difusora de Itacoatiara. Segundo Maciel, os profissionais que têm interesse em realizar o concurso público devem começar suas preparações, pois a divulgação do anúncio é apenas uma questão de tempo. O deputado também defendeu o aumento na idade limite para ingresso na PM e no CBM, passando de 28 para 35.

Deputado cobra novos editais de concurso para a Segurança

A realização de concursos para a área da Segurança foi tema de discussão em sessão plenária realizada em junho na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Na reunião, o deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas) cobrou do governo a abertura dos certames para as corporações do estado, que, de acordo com Campelo, têm o efetivo defasado.

“Tem que haver concurso público para a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros, pois o efetivo está defasado há vários anos. É preciso que a atual administração corrija essa distorção”, expôs o parlamentar.

De acordo com os dados mostrados na sessão, o quadro de efetivos da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) conta com 9.031 policiais em exercício, enquanto o quantitativo previsto é de 15.000. De 3.354 servidores previstos, o efetivo da Polícia Civil (PCAM) tem apenas 2.151. Já o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) tem, atualmente, um quadro de 1.096 profissionais, sendo necessários 4.483.

MP recomenda concurso para a Polícia Civil em até um ano

Com déficit no quadro de servidores, a Polícia Civil do Amazonas (PCAM) teve concurso público recomendado pelo Ministério Público do Estado em maio no prazo de até um ano. A recomendação visa prover contratações de delegados, investigadores e escrivães em 25 municípios do estado que, de acordo com o MP, não estão tendo o atendimento necessário devido à falta de profissionais.

A recomendação está incluída no Inquérito Civil nº 06.2019.00002565-4. Segundo o MP, os órgãos têm 180 dias para remanejar o quadro de pessoal da Polícia Civil, para, assim, garantir o número de efetivos adequado em todas as delegacias do interior do Amazonas. Confira os detalhes!

Aleam pede abertura de nova seleção para bombeiros

A realização de um novo concurso para o Corpo Militar de Bombeiros do Amazonas (CBMAM) e o aumento no quadro de efetivos da corporação foram tópico de debate em sessão plenária da Aleam no início de maio. A reunião teve a presença do Comando-Geral do CBMAM.

Para o Tenente Dirceu Nogueira, a parceria entre a corporação e o Legislativo é crucial para alcançar o objetivo do Corpo de Bombeiros. “Hoje, o interior do estado sofre sem a presença do Corpo de Bombeiro dentro de alguns municípios. A realização de uma Audiência Pública vai ser muito importante para realmente ver de que forma podemos melhorar nossa estrutura e poder ajudar com maior efetividade a nossa sociedade”, afirmou o profissional. Saiba mais!

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer

Deputado cobra novos editais de concurso para PC, PM e CBM do Amazonas

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, Carreira policial, Concursos, Concursos Públicos, segurança

Karolini Bandeira*- A realização de concursos para a área da Segurança foi tema de discussão em sessão plenária realizada nesta terça-feira (8/6) na Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam). Na reunião, o deputado estadual Álvaro Campelo (Progressistas) cobrou do governo a abertura dos certames para as corporações do estado, que, de acordo com Campelo, têm o efetivo defasado.

“Tem que haver concurso público para a Polícia Militar, a Polícia Civil e o Corpo de Bombeiros, pois o efetivo está defasado há vários anos. É preciso que a atual administração corrija essa distorção”, expôs o parlamentar.

De acordo com os dados mostrados na sessão, o quadro de efetivos da Polícia Militar do Amazonas (PMAM) conta com 9.031 policiais em exercício, enquanto o quantitativo previsto é de 15.000. De 3.354 servidores previstos, o efetivo da Polícia Civil (PCAM) tem apenas 2.151. Já o Corpo de Bombeiros Militar (CBM) tem, atualmente, um quadro de 1.096 profissionais, sendo necessários 4.483.

MP recomenda concurso para a Polícia Civil em até um ano

Com déficit no quadro de servidores, a Polícia Civil do Amazonas (PCAM) teve concurso público recomendado pelo Ministério Público do Estado em maio no prazo de até um ano. A recomendação visa prover contratações de delegados, investigadores e escrivães em 25 municípios do estado que, de acordo com o MP, não estão tendo o atendimento necessário devido à falta de profissionais.

A recomendação está incluída no Inquérito Civil nº 06.2019.00002565-4. Segundo o MP, os órgãos têm 180 dias para remanejar o quadro de pessoal da Polícia Civil, para, assim, garantir o número de efetivos adequado em todas as delegacias do interior do Amazonas. Confira os detalhes!

Aleam pede abertura de nova seleção para bombeiros

A realização de um novo concurso para o Corpo Militar de Bombeiros do Amazonas (CBMAM) e o aumento no quadro de efetivos da corporação foram tópico de debate em sessão plenária da Aleam no início de maio. A reunião teve a presença do Comando-Geral do CBMAM.

Para o Tenente Dirceu Nogueira, a parceria entre a corporação e o Legislativo é crucial para alcançar o objetivo do Corpo de Bombeiros. “Hoje, o interior do estado sofre sem a presença do Corpo de Bombeiro dentro de alguns municípios. A realização de uma Audiência Pública vai ser muito importante para realmente ver de que forma podemos melhorar nossa estrutura e poder ajudar com maior efetividade a nossa sociedade”, afirmou o profissional. Saiba mais!

 

 

 

 

 

*Estagiária sob supervisão de Mariana Niederauer