A implicância do implicar

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    O verbo implicar implica com a gente. Ou nós implicamos com ele. Versátil, o trissílabo aparece em diferentes companhias ou sem companhia.   Às vezes circula com a preposição em. Ganha, então, o significado de enredar-se, envolver, comprometer: O depoimento do assessor implicou o banqueiro no escândalo.   Outras, dá a vez à preposição com. No caso, quer dizer ter implicância, embirração: O chefe […]

O bem-amado

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Qual o verbo que a meninada mais conjuga? É querer. Quando pequenos, garotos e garotas batem o olho num brinquedo e não dá outra: “Eu quero”, dizem com autoridade. Crescidinhos, vêem mochilas, tênis, bermudas e camisetas dando sopa na vitrine. “Eu quero”, exclamam contando notas e moedas da mesada. Paizões, ouvem dos filhos a torto e a direito: “Eu quero”.   Ufa! Verbo tão […]

Já eram

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    Imagine a cena: dia após dia, ano após ano, você encontra a mesma pessoa, com a mesma roupa, o mesmo sapato, o mesmo corte de cabelo, o mesmo sorriso, a mesma conversa. É a mesmeira.   Ser sempre igual não é privilégio do reino dos homens. No reino da palavra também existem os mesmeiros. Chamam-se chavões, clichês ou lugares-comuns. De tanto se repetidos, […]

Residentes e situados

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    No requerimento, você tem que dizer onde mora. Vem a dúvida: residente à SQS 310? Na SQS 310? Residente à Rua dos Andradas? Na Rua dos Andradas? Situada à Avenida Comercial? Na Avenida Comercial?    Sempre em (no, na). Residente na SQS 310. Residente no Plano Piloto. Residente na Rua dos Andradas. Residente em Belô. Residente em Paris. Residente no Brasil.   Situado […]

Alternativa não é opção

Publicado em Deixe um comentárioGeral

        Alternativa e opção são sinônimos? Não. A alternativa se escolhe entre duas opções. Por isso evite dizer outra alternativa e única alternativa.         É o óbvio ululante. A alternativa é sempre outra. Se não há outra, só pode ser única. Diga assim: A alternativa foi ficar. Não havia alternativa.         Quando estiver diante de mais de duas opções, fique frio. Você tem várias […]

Olho na família

Publicado em Deixe um comentárioGeral

           Analisar escreve-se com s. Avalizar, por analogia, também. Certo? Não. O dicionário contraria o raciocínio. Diz que se grafa com z. Por quê?         As palavras são muito manhosas. Cheias de caprichos, obedecem a poucas regras. Uma diz que a família está acima de tudo. Deus no céu e a família na terra.         Se a palavra se escreve com s e a […]

Gente nova no pedaço

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Viva! Há gente nova no pedaço. Nasceram os gêmeos mais esperados dos últimos tempos. São os filhos de Angelina Jolie e Brad Pitt. O casalzinho, que veio ao mundo na França, vai movimentar montanha de dinheiro. Os pais venderam a uma revista o direito de mostrar a carinha da dupla por US$ 11 milhões. Ops!   Ao comentar o fato, lembre-se de pormenor pra lá de […]

De x e ch

Publicado em Deixe um comentárioGeral

  Com x ou ch? É a dúvida da Raquel. NO aperto, ela faz o jogo do mamãe mandou. Mas a Lei de Murphy ganha sempre. Conhece? É aquela que diz: “se pode dar errado, dá”.   O que fazer? Consultar o dicionário. Se não houver nenhum por perto, aprenda duas regras. Não é muito. Mas melhor que nada.    Use x depois de:   […]