Rabo de galo

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    Márcio Cotrim         Não é novidade. Como você deve saber, em inglês essa expressão significa, literalmente, cock, galo, e tail, rabo, cauda, aportuguesada para coquetel.          Mas, e daí? O que tem a ver uma coisa com a outra? Vamos ao berço da palavra. Há várias teorias sobre a origem da bebida que tanto nos pode estimular as papilas gustativas como nos animar […]

Bem precioso

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    O Brasil se descuidou da qualificação de trabalhadores por décadas. As conseqüências, como diz o conselheiro Acácio, vêm depois. O depois chegou. Faltam engenheiros, matemáticos, físicos, químicos e tantos outros. Os existentes recebem ofertas tentadoras e, às vezes, exóticas. Entre elas, a inclusão dos sogros no plano de saúde. Já imaginou?   Enquanto eles decidem pra que lado se inclinar, vale lembrar que mão-de-obra […]

O hífen faz a diferença

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    À-toa? À toa? O hífen faz a diferença. Muda o sentido e a classe gramatical da duplinha. Olho vivo!   À-toa, adjetivo invariável, acompanha o substantivo. Quer dizer fácil, insignificante, desprezível, irrefletido: Há montões de homens e mulheres à-toa na cidade. Causa preocupação criança à-toa solta nas ruas. Não se preocupe. É um trabalho à-toa.   À toa é advérbio. Tem a acepção […]

O dia não é elástico

Publicado em Deixe um comentárioGeral

    Atenção, moçada. O dia só tem 24 horas. Por isso não vale dizer 24 horas e 2 minutos, 24 horas e 20 minutos, 24 horas e 50 minutos e por aí vai. Acerte na lógica com zero hora e 2 minutos, zero hora e 20 minutos, zero hora e 50 minutos.   A abreviatura? É assim: 0h02, 0h20, 0h50. Ops! Lembre-se que, neste país […]

Percentagem, pra que te quero?

Publicado em Deixe um comentárioGeral

            Percentagem ou porcentagem? Tanto faz. A primeira forma se inspirou no inglês. Na língua de Shakespeare, dizem percentage, filhote de per cent. A segunda vem da terrinha. Em Pindorama, dizemos por cento. Daí porcentagem.         E a escrita? Há duas formas. Uma: com todas as letras. É o caso de sessenta por cento. A outra: com algarismos – 60%. Qual a melhor? […]