Palavras estimulantes: 6 dicas

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O assunto não tem a ver com pandemia, brigas políticas ou dinheiro em cueca. Ufa! Trata-se de jeitinhos de dizer. Há palavras e expressões com poder estimulante. Elas motivam, empurram pra frente. Há, também, as desanimadoras, que apostam na estagnação e no fracasso. Ambas condicionam o cérebro e influenciam as ações. Que tal prestar atenção a elas? Ainda Ainda é pra lá de bem-vinda. A […]

Manhas do encantamento 3: truque do três

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

  Ninguém sabe por quê. Mas trios bajulam os ouvidos. Pai, Filho e Espírito Santo formam a Santíssima Trindade. Liberdade, igualdade e fraternidade são os lemas da Revolução Francesa. Governo do povo, para o povo, pelo povo, proclamou Abraham Lincoln. Vim, vi e venci, orgulhou-se Júlio César. Nas enumerações, o três faz mágicas. Pense em três itens para agrupar: O candidato colecionou desafetos ao combater […]

Manhas do encantamento 2: eco, cacófato e harmonia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Rima é qualidade da poesia, mas defeito na prosa. Recebe, então, o nome de eco. Como descobri-lo? Leia o texto em voz alta. Ocorre repetição de sons iguais ou semelhantes? Mande-os pras cucuias: Houve provocação e confusão na reunião da diretoria. Cruz-credo! Tantos ãos provocam otite. Xô, eco! Assim: Houve provocação e tumulto no encontro da diretoria.  Cacófato Ops! De vez em quando, ocorrem encontros […]

Manhas do encantamento 1: pronúncia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

 A língua encanta. Harmonias e ritmos seduzem ouvidos e arrebatam corações. Como chegar lá? Não há necessidade de mágicas nem invenções. Basta manejar com engenho e arte o código de que dispomos — organizar as palavras de tal forma que a frase ganhe fluência e ritmo. Veja a dica. Pronúncia O respeito à sílaba tônica da palavra acaricia os ouvidos. Vocábulos terminados em a, e  […]

Câncer: etimologia e curiosidade

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Por que câncer se chama câncer? Câncer chegou ao português via latim (cancer). Mas a palavra tem outra origem. O vocábulo nasceu grego. Na língua de Aristóteles e Platão, era karkinos. A trissílaba quer dizer caranguejo. O que a doença tem a ver com o crustáceo? A aparência: o desenho das veias da região afetada pela doença lembra … caranguejo. Olha o Hércules  Hércules enfrentou […]

Cor-de-rosa: por que o hífen?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A campanha Outubro Rosa veste os monumentos de cor-de-rosa. Trata-se de forma charmosa de chamar a atenção para a necessidade de prevenir o câncer de mama. À noite, as cidades ganham toque de magia. Os cidadãos circulam pelas ruas encantados. Fotografam. Postam comentários e imagens nas redes sociais. É um show. Sai ano, entra ano, ao divulgá-la, pinta a pergunta. Por que cor-de-rosa se escreve […]

Tráfego e tráfico: emprego

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

 Eta semana pesada! Nos sete dias, imperou um assunto – a libertação de André do Rap. O chefão do PCC saiu da cadeia de segurança máxima pela porta da frente. Fez agrados no advogado, entrou no carro, bateu asas e voou. Para onde? Sabe-se lá. Suspeita-se de Paraguai e Bolívia. Sem confusão O noticiário, claro, falou em tráfico. Alguns escreveram tráfego. Pintou, então, a dúvida: […]