O travessão

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

  Aviso aos navegantes: travessão não é hífen. Confundir os dois dá uma baita dor de cabeça. A gente pensa uma coisa e escreve outra. Mais ou menos o que se passou com o brasileiro em Portugal. “Vou à Espanha”, resolveu. Alugou o carro e ganhou o mundo. Chegou a uma encruzilhada. Qual a direção certa? O jeito era perguntar. “Companheiro, esta estrada vai para […]

Parênteses

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Os parênteses são as grandes vítimas da escola. “Errou e não pode apagar? Ponha entre parênteses”, ensinam os professores. Os alunos aprendem a lição. Repetem-na ao longo da vida. Resultado: dão informações falsas, perdem pontos em concursos, são reprovados no vestibular. Vamos combinar? O prejuízo não vale a pena. Escapar dele é fácil como andar pra frente. Ao usar os parênteses, você dá um recado: […]

Parênteses e pontuação

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

  Leia as frases pulando os parênteses. Viu? O que está lá dentro acrescenta algo à declaração, porém não faz falta. Embora dispensável, o autor achou legal brindar o leitor com a informação. OK. O texto é dele. Mas pinta uma pergunta. Como fica a pontuação? 1. O ponto vai fora quando a palavra ou expressão encerradas nos parênteses for um pedaço da oração: Estão […]

Erramos

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Temer opta pela política e Moraes vai para o STF”, escrevemos na pág. 2. Viu? Numa leitura rápida, temos a impressão de que Temer opta pela política e por Moraes. Falso. Política é objeto de opta. Moraes, sujeito de vai. Como acabar com a ambiguidade? A vírgula pede passagem antes do e: Temer opta pela política, e Moraes vai para o STF.

O ex-

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

De vez em quando, as pessoas usam o prefixo ex- indevidamente. Resultado: acabam embaralhando os tempos e, claro, falsificando a mensagem. O ex- dá um recado claro. Informa o que era e deixou de ser. O ex-presidente foi presidente, mas não é mais. O ex-ministro foi ministro, mas não é mais. O ex-marido dividiu o leito com a mulher, mas não divide mais. Viu? O […]

Xô, palavras desnecessárias

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Leia uma matéria de jornal. Melhor: pegue um texto escrito por você. Ele deve ter artigos indefinidos, pronomes possessivos e expressões desnecessárias. Corte-os e releia a obra. Ficou mais leve, não? Acredite: o leitor agradece a faxina. Fiz (umas) reportagens sobre a história dos sem-terra. No (seu) discurso, o presidente criticou (alguns) fatos que condena. Derrubou (todos) os argumentos do adversário. Faço (um) curso (em […]

Dois-pontos

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Depois de dois-pontos, usamos letra maiúscula ou minúscula? Depende. Olho no que vem depois. 1. Se for explicação ou enumeração, não duvide. É minúscula: A questão era esta: nada a fazer. Na feira, selecionou as frutas: banana, laranja, pera, maçã, uva e abacaxi. 2. Se for citação ou frase de alguém, a maiúscula pede passagem: Fernando Pessoa escreveu: “Navegar é preciso. Viver não é preciso”. […]

Mas x mais

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Mas ou mais?Parecido não é igual. Mais e mas tem alguma semelhança. Mas não se conhecem nem de elevador. Mais é o contrário de menos: Trabalho mais (menos) que ele. Se pudesse, comeria mais (menos). Carla é mais (menos) bonita que Beatriz. Mas quer dizer porém, todavia, contudo, no entanto, entretanto: Trabalho muito, mas o salário é sempre mais curto que o mês. Estudei pouco, […]