Real Madrid Rodrygo tem 7 gols em 17 jogos na Champions League, um a cada 97 minutos. Foto: Miguel Medina/AFP Rodrygo tem 7 gols em 17 jogos na Champions League, um a cada 97 minutos. Foto: Miguel Medina/AFP

De Kaká a Vinicius Junior e Rodrygo: Carlo Ancelotti ajuda a desenvolver mais duas joias brasileiras

Publicado em Esporte

Carlos Ancelotti teve uma contribuição inestimável para o desenvolvimento de Kaká. O brasileiro desembarcou em Milão em 2003. Quatro anos depois, era eleito melhor jogador do mundo. Lapidado, foi artilheiro da Champions League com 10 gols e levou o Milan ao último dos sete títulos do clube italiano no principal torneio continental de clubes da Europa.

O comandante do Real Madrid tem sido importantíssimo para outras duas joias do futebol brasileiro. Ao contrário do antecessor Zinedine Zidane, tem demonstrado mais interesse na evolução de Vinicius Junior e de Rodrygo neste início de temporada. Os jovens talentos estão aproveitando as oportunidades. A cria do Flamengo incomoda o astro Eden Hazard. Além de fazer gols, mostra ao belga qualidade para desbancá-lo naquele setor não somente por causa dos dribles, mas, também, devido à leitura de jogo. Ele sabe que precisa ajudar na marcação.

Autor do gol da vitória do Real Madrid contra a Internazionale, Rodrygo mandou recado na bola aos concorrentes de peso, um deles, Karim Benzema. O menino da Vila sente-se livre, leve e solto na Champions League. Parece um torneio feito para ele. Participa dos jogos do torneio como se estivesse brincando de videogame nos tempos em que simulava jogar a competição.

Vou provar a minha tese com números. Rodrygo tem sete gols em 17 exibições na Champions League. Mais do que fez, por exemplo, no Campeonato Espanhol. Em 2019/2020, balançou a rede três vezes contra o Galatasaray e uma diante do Brugge. Na temporada passada, deixou o dele na vitória por 3 x 2 contra a Internazionale, no Estádio Alfredo Di Stéfano, em Madri, e no segundo jogo, no Giuseppe Meazza, por 2 x 0. Carrasco da Inter, Rodrygo voltou a ser decisivo contra o time italiano nesta quarta-feira ao decretar a vitória por 1 x 0.

 

Rodrygo tem 7 gols em 17 jogos na Champions League, média de uma bola na rede a cada 97 minutos. Paralelamente, Vinicius Junior disputa posição com Eden Hazard de igual para igual

 

Rodrygo ostenta um gol a cada 97 minutos na Champions League com a camisa do Real. Mais importante do que os bons números é a paciência de Rodrygo para entender o contexto do qual faz parte, aprender mesmo saindo do banco de reservas e ser decisivo quando acionado.

“Comentei que o tempo em campo não é tão importante. O importante é ser determinante nos minutos em que esteja no jogo. Rodrygo fez um bom papel não somente na marcação, mas corre, trabalha, ajuda. Isso me agrada. Ele teve um papel importante”, elogiou Ancelotti.

Kaká soube interpretar a filosofia do treinador no Milan. Se Vinicius Junior e Rodrygo compreenderem também no Real Madrid, evoluirão muito sob a batuta de Ancelotti. Algumas mudanças físicas aceleradas pelo Real Madrid são visíveis. Rodrygo está mais forte, pronto para encarar o jogo físico, o corpo a corpo do futebol europeu. Vinicius Junior ganhou força muscular, não é vencido facilmente pelos marcadores como na época em que chegou.

Admirador de Carlo Ancelotti, com quem costuma trocar ideias, Tite deve estar observando o trabalho do amigo com interesse. Afinal, a temporada de Vinicius Junior e de Rodrygo pode ser fundamental para a definição dos atacantes da Seleção para a Copa do Mundo de 2022.

 

Siga no Twitter: @mplimaDF

Siga no Instagram: @marcospaulolimadf