Bombeiros do Rio de Janeiro poderão ser convocados com até 50 anos

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Um novo projeto de lei foi aprovado na Assembléia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj), nesta terça-feira (11/6), fixando nova idade para ingresso no Corpo de Bombeiros e na Polícia Militar estaduais. Segundo o texto, policiais militares poderão ser convocados até a idade máxima de 35 anos e aprovados para bombeiro com até 50 anos. A idade mínima também foi fixada em 18 anos.

O projeto segue agora para análise do governado do Rio, Wilson Witzel, que pode aprovar ou vetar a proposta.

De acordo com a deputada Martha Rocha (PDT/RJ) a idéia partiu de uma demanda dos aprovados no concurso para praça da Polícia Militar em 2014, que estão sendo convocados neste ano após ajuda financeira da Alerj. “Em 2014 foi aberto um edital para seis mil vagas para praça da Polícia Militar. O objetivo era intensificar as UPPs. Com o passar do tempo, os profissionais foram aprovados em todas as etapas e agora começaram a ser chamados com a ajuda da Alerj. Mas o edital estabelecia limite de 30 anos para assumir o cargo. Seria uma injustiça não realizar a adequação de idade com aprovados em 2014, já que muitos estão com mais de 30 anos atualmente,” defendeu a parlamentar.

PM e Bombeiros do Espírito Santo devem abrir mais de 400 vagas em maio

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Do CorreioWeb – Devem ser publicados ainda em maio os editais dos mais novos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Espírito Santo. A novidade foi anunciada por Nylton Rodrigues, Secretário de Segurança Pública local, durante visita aos municípios de Castelo e Mimoso do Sul, onde serão construídas duas novas delegacias.

Os interessados em concorrer devem priorizar os estudos para os concursos que estão sob responsabilidade do Instituto AOCP, empresa que vai aplicar as avaliações. Em março, estava previsto que a seleção ofereceria 417 vagas, distribuídas nos cursos de formações de oficiais da PM (30) e do CBM (7), soldados combatentes da PM (250) e do CBM (120) e soldados músicos da PM (10). As remunerações para os cargos variam de R$ 3.272,06 a R$ 6.716,48.

Último concurso

Para direcionar os estudos, o interessante é utilizar o último edital lançado em 2014, para a PMES como base. A seleção foi para o cargo de soldado combatente, sob a organização da Exatus Promotores de Eventos e Consultoria.

O concurso ofereceu 500 vagas e classificou os candidatos por prova objetiva com 70 questões de múltipla escolha, prova de redação, prova de títulos, exame de aptidão física, exame psicossomático, investigação social, exames de saúde e curso de formação de soldados (QPMP-C).

Para concorrer às vagas foi necessário ser brasileiro, ter idade mínima de 18 anos e máxima de 28 no dia de inscrição no concurso, ter altura mínima de 1,65m para homens e de 1,60m para mulheres, estar em dia com as obrigações eleitorais e no pleno exercício dos direitos políticos, ter Carteira Nacional de Habilitação (CNH), no mínimo na categoria “B” e ter nível médio completo.

Durante o curso de formação o aluno, de acordo com o edital, receberia salário no valor de R$ 1.112,14, depois de aprovado, o candidato receberia salário no valor de R$ 2.631,97.

Contratada banca para organizar novos concursos da PM e CBM do Espírito Santo

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Após autorização para abertura de concursos públicos em novembro do ano passado, a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social do Espírito Santo (Sesp/ES) anunciou que contratou a banca organizadora para as novas seleções da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros estaduais. Dessa forma, caberá ao Instituto AOCP contratar os próximos oficiais e praças combatentes bombeiros e os próximos oficiais combatentes e praças músicos da PM.

De acordo com a pasta, a expectativa é que o edital seja divulgado em maio, com 417 oportunidades de nível médio. Desse total, 250 vagas são para formação de soldados combatentes da PM, 120 para soldados combatentes do CBM, 30 para oficiais da PM, sete vagas para Oficiais do CBM e 10 vagas para soldados músicos da PM (sendo cinco vagas para clarineta em si bemol, uma para trompa em fá, duas para trombone em si bemol, uma para tuba em si bemol e uma para percussão).

A secretaria estima que 60 mil pessoas devem participar dos concursos.

Quando as seleções foram autorizadas, o secretário de segurança pública, André Garcia, afirmou que o objetivo é que os certames sejam realizados o mais rápido possível. “A partir de 2019 os soldados já estarão fazendo estágio operacional, já armados nas ruas servindo à população”.

O último concurso para a PMES aconteceu em 2013, quando foram oferecidas 40 vagas para oficiais com salário inicial de R$ 2.355,12. Para o CBM, foi em 2011, com 200 vagas e remuneração de R$ 2.295,30.

Leia também: Polícia Civil do Espírito Santo é autorizada a abrir concurso com 173 vagas

Concursos no Espírito Santo serão gratuitos para quem não declara imposto de renda

Sefaz/ES

Após cancelar nesta semana seleção lançada em março, um novo processo seletivo simplificado já foi aberto, nesta sexta-feira (27/4), pela Secretaria da Fazenda do Espírito Santo (Sefaz/ES). São oferecidas novamente 15 vagas temporárias para técnicos de nível superior em sistemas de informação, ciência da computação e engenharia da computação. O salário é de R$ 4.443,60, além de auxílio alimentação (R$ 300). Inscreva-se aqui!

PM e Bombeiros de Pernambuco vão oferecer 580 vagas em novo concurso público

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar

Do CorreioWeb – A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros de Pernambuco definiram o Instituto de Apoio à Fundação Universidade de Pernambuco (Iaupe) como a banca organizadora de seu próximo concurso público. Foi divulgado nesta sexta-feira (16/3), no Diário Oficial do estado, que o certame oferecerá 500 vagas para o cargo de praça da Polícia Militar (PMPE), para a graduação inicial de soldado, 60 para os cargos de oficiais e de 20 para os cargos de oficiais do Corpo de Bombeiros Militares (CBMPE), ambos no posto inicial de segundo tenente. A contratação da banca foi no valor estimado de R$ 4.134 milhões.

Se a publicação do novo edital seguir o molde do último certame realizado em 2016, as vagas para a PMPE devem ser para nível médio, e como pré-requisito os inscritos devem ter altura mínima de 1,65m para homens e 1,60 para mulheres, ter idade mínima de 18 e máxima de 28, além de carteira de motorista na categoria B.

O Iaupe também organizou o concurso passado da corporação e elaborou uma prova objetiva com 70 questões, cobrando os seguintes conhecimentos: língua portuguesa (15), matemática (10), geografia (10), história (10) e direitos e garantias fundamentais (15). As demais etapas de avaliação do certame consistiam em exames de saúde, de aptidão física, aptidão psicológica e investigação social de caráter eliminatório.

O aprovado fez o curso de formação e habilitação de praças com bolsa-auxílio de formação profissional correspondente a R$ 970,42. Após a formação, o aluno é nomeado como soldado da PMSE e a remuneração passou a ser de R$ 2.319,88.

Bombeiros
Já para o Corpo de Bombeiros, as oportunidades serão apenas para o nível superior. Assim como para a PMPE, os interessados devem ter altura mínima de 1,65m para homens e 1,60 para mulheres, ter entre 18 e 28 anos e carteira de motorista na categoria B.

Editais para carreiras militares em Sergipe devem ser publicados este mês

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

Do CorreioWeb – Boas notícias para aqueles que almejam cargos militares na região Nordeste do país. Nesta semana, foi divulgado no Diário Oficial do Estado do Sergipe que o Instituto Brasileiro de Formação e Capacitação (IBFC) será o responsável pela execução dos novos concursos públicos para a Polícia Militar e Corpo de Bombeiros Militar locais. Além disso, o Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) será o responsável pelo certame para o cargo de delegado da Polícia Civil do estado.

Durante solenidade de formatura da tropa da PMSE, com outorga de medalhas e celebração dos 183 anos da corporação, no último 7 de março, o governador Jackson Barreto afirmou que o edital do concurso da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros deve ser publicado até 25 de março. A declaração faz parte de uma renovação constante que está acontecendo na corporação. O último concurso realizado em 2014 formou três turmas, totalizando 1.250 novos soldados.

“Sabemos perfeitamente que, a cada ano, a Polícia vai fazendo reformas de militares e cada vez mais precisa melhorar o efetivo, porque estamos com números abaixo das necessidades do estado e da segurança. O concurso também é o reconhecimento do efetivo que a Polícia Militar precisa,” informou Barreto.

PMSE
O último edital para a PMSE, realizado pela Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), exigia nível médio e CNH para condução de veículos automotores (nas categorias “B”, “C”, “D” ou “E”), que deveria ser apresentada, obrigatoriamente, até a data de conclusão do Curso de Formação. Foram 600 vagas para soldados, com salários de até R$ 2.705,78.

A prova objetiva foi composta de 80 questões dividas entre as disciplinas de língua portuguesa (25), matemática (10), informática básica (10), atualidades (10), conhecimentos gerais do Estado de Sergipe (10) e noções de direito (15). Também houve exame métrico e do teste de aptidão física (TAF), como etapas de avaliação de caráter eliminatório.

Conquistas recentes
Em 2016, foi estabelecida a Progressão por Tempo de Serviço (PTS) para os servidores militares de Sergipe. Até então a categoria estava com suas carreiras congeladas, sem perspectiva de ascensão profissional. A PTS estabeleceu um tempo máximo de permanência do militar no posto ou graduação em que se encontra, independentemente da abertura de vagas.

No mesmo ano, foi sancionada a Lei de Subsídios aos Militares da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros. A lei garante aos servidores subsídio como forma de remuneração, assim não há mais perdas durante a aposentadoria.

Bombeiros
Após 12 anos sem concursos públicos, o Corpo de Bombeiros terá um reforço em seu efetivo. Segundo a tenente-coronel Maria Souza, membro da comissão organizadora do certame, a expectativa e que sejam abertas 200 vagas para soldados e 12 para oficiais, sendo 10% reservados para mulheres. “Essa foi uma solicitação do CBMSE, mas depende da aprovação do Conselho de Reestruturação Administrativa e Financeira (CRAF) e de uma série de questões orçamentárias e financeiras que viabilizam a contratação,” ressaltou a tenente-coronel.

Em 2006, o certame foi organizado pela Fundação de Apoio à Pesquisa e Extensão de Sergipe – Fapese. Foram oferecidas 150 vagas para nível médio, sendo 120 para candidatos do sexo masculino e 30 para o feminino, com remuneração de R$ 1.111.

O concurso previa como formas de avaliação: prova escrita com 20 questões de português, 20 de matemática e 20 de conhecimentos gerais; teste de aptidão física (TAF); exame psicológico; exame de saúde; e avaliação social.

Polícia Civil
Com um hiato de 13 anos, o último concurso para delegado ofereceu 61 vagas, sendo 13 reservadas aos candidatos com necessidades especiais. Na época, a remuneração inicial era de R$ 4.200.

Os interessados deveriam possuir graduação em direito e passar pelas seguintes etapas de avaliação: prova objetiva, prova discursiva, exame psicológico, prova oral, avaliação de títulos e curso de formação.

*Com informações da Agência Sergipe de Notícias e CBM/SE.

Concurso público para PM e Bombeiros do Rio Grande do Sul é suspenso

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, suspensão, Tribunal de contas

O Tribunal de Contas do Rio Grande do Sul (TCE/RS) decidiu suspender os concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do estado. Na medida cautelar, o edital das seleções deve ter dois pontos corrigidos imediatamente, sob risco de imposição de outras medidas mais severas.

 

Na determinação, o conselheiro-relator do processo, Algir Lorenzon, argumenta que o fato de o pagamento da Guia de Recolhimento da taxa de inscrição ser somente no Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul), item 6.2.8 do edital, figura como restrição ao livre acesso aos cargos públicos, além de causar ônus desnecessário aos interessados. O relator acredita que a Brigada Militar deveria disponibilizar o pagamento para instituição financeira presente em todos os estados brasileiros – a taxa de participação é de R$ 187,77.

 

O segundo ponto a ser modificado é o item 3.16 do edital. Nele não é estabelecido limite de idade para candidatos militares estaduais, enquanto os demais candidatos civis só poderão concorrer se não tiverem completado 29 anos até a data de inscrição nos concursos (conforme o item 3.3).

 

A Brigada Militar pode recorrer da decisão em até cinco dias, contados a partir de 5 de março.

 

Justificativas

Em relação ao pagamento da inscrição apenas no Banrisul, o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Andreis Silvio Dal’Lago, afirma que não tinha outra opção, já que na época do lançamento do edital, em janeiro deste ano, era o único banco disponível para tal finalidade. No documento, o coronel ressalta que não foi oferecida à BM uma solução alternativa, que permitisse a emissão de boleto bancário, ou outra forma possível de pagamento, em qualquer instituição financeira do território nacional. Também explica que foram consultados diversos órgãos e não foi apontado qualquer vício de forma ou de legalidade nos editais.

 

Quanto aos limites de idade diferenciados para candidatos civis e militares, Dal’Lago informou que a questão foi respondida previamente pela assessoria jurídica do Gabinete do Comandante-Geral, que concluiu “estar a Instituição cumprindo a legislação, não opondo óbice ao entendimento do Supremo Tribunal Federal – STF” – trecho retirado da medida cautelar. Confirma a medida cautelar aqui.

 

O concurso

As inscrições para Polícia Militar (200 vagas) e para o Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Sul (50 vagas) foram encerradas em 1º de março. Para concorrer, os interessados devem ter nível superior em ciências jurídicas e sociais. As vagas são para ingresso no curso superior de Bombeiro Militar, que terá duração de até dois anos. Ao concluir o curso, o aluno-oficial será declarado capitão no Quadro de Oficiais de Estado Maior, com remuneração de R$ 11.620,55, para 40 horas de trabalho por semana.

*Com informações do TCE/RS.

PM e Bombeiros do Mato Grosso do Sul vão lançar concursos com 650 vagas

Publicado em Deixe um comentáriocarreira militar, segurança

Está formada a comissão que vai organizar os próximos concursos públicos da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Mato Grosso do Sul. Nesta quinta-feira (25/1), a composição da comissão foi divulgada pelo governo local. Serão abertas 650 vagas, sendo 450 para a PM e 200 para o CBM.

 

Foi antecipado ainda pelo secretário de Administração e Desburocratização, Carlos Alberto de Assis, que para os Bombeiros serão oferecidas 23 vagas para ingresso no curso de formação de oficiais do Quadro de Oficiais Combatentes; 153 vagas para o curso de formação de soldados do Quadro de Praças; 12 vagas para o Quadro de Oficiais de Saúde e outras 12 para o Quadro de Oficiais Especialistas. E para a PM serão 50 vagas para o curso de formação de oficiais; 388 para o curso de formação de soldados e 12 vagas para o Quadro de Oficiais de Saúde.

Requisitos

Quem quiser concorrer os candidatos civis deverão ter até a data de encerramento das inscrições a idade mínima de 18 anos e no máximo de 30 anos. Já no caso de ingresso nos quadros de oficiais de Saúde e de oficiais especialistas de ambas as corporações, os candidatos deverão possuir a idade máxima de 34 anos.

 

Os concorrentes ao posto de soldado devem ter nível médio; quem quiser se oficial Combatente deve ter nível superior em direito; oficiais médicos devem ter graduação com especialização na área exigida e registro no Conselho de Fiscalização Profissional; e para ser oficial especialista será necessário curso de graduação na área exigida pela corporação.

 

Ambos os concursos serão compostos por prova escrita, exame de aptidão mental (exame psicotécnico), exame de saúde, exame de capacidade física, investigação social e prova de títulos (para oficiais apenas).

 

Atualmente, o quadro de militares do estado é de 5,9 mil pessoas, mas, de acordo com a Lei Complementar 203, de 2015, assinada pelo próprio governador, o efetivo ideal é que existam 9.458 servidores na corporação. Saiba mais aqui.

Secretaria de Segurança Pública do RS anuncia outros dois concursos com 250 vagas

Publicado em Deixe um comentáriosegurança

Do CorreioWeb – Depois de ter lançado os editais para provimento de 4.550 vagas para os cargos de soldado de 1ª classe da Brigada Militar e do Corpo de Bombeiros Militar (veja aqui), a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Sul anunciou a contratação da Fundação La Salle para realização de novos certames para oficial.

 

Serão 250 chances, sendo 200 destinadas para oficial da Brigada Militar e 50 para oficial do Corpo de Bombeiros. Os candidatos serão testados por meio de provas objetiva, discursiva e de títulos, exame de capacitação física, exame psicológico, testagem coletiva, entrevista em grupo, entrevista individual e prova oral. A remuneração inicial é de R$ 10.730,06. Para esta função é necessário ter no máximo 29 anos, ser bacharel em direito, ter CNH de categoria B e altura mínima de 1,60m para mulheres e 1,65m para homens.

Mais vagas

Em agosto, o secretário de Segurança do Rio Grande do Sul, Cezar Schirmer, já havia anunciado a realização de novos concursos para provimento de 6,1 mil vagas para o estado. Já estão abertas as inscrições para as 4,1 mil vagas de soldado da Brigada Militar e 450 de soldado do CBM, ainda estão previstos concursos para a Polícia Civil, com 1,2 mil vagas para agente e 100 para delegado.