Ibaneis identidade
Ibaneis identidade Ed Alves/CB/D.A Press Ibaneis identidade

Ibaneis banca o próprio mandato e doa salário para projetos sociais

Publicado em CB.Poder

Coluna Eixo Capital/Por Ana Maria Campos

Ao longo deste ano, o governador Ibaneis Rocha (PMDB) abrirá mão de R$ 225 mil, correspondentes ao salário líquido mensal de R$ 18 mil. Ele formalizou ontem a doação da renda em benefício da Casa do Ceará, para que seja aplicada em projetos sociais voltados ao idoso carente. Ibaneis tem usado o carro pessoal, com gasolina paga do próprio bolso, e dispensou a segurança, a que tem direito por lei, para toda a família, mesmo num momento em que tromba com o líder do PCC, Marcos Camacho, o Marcola. Além disso, mora na sua casa e arca com todas as despesas de alimentação.

Menos servidores por gabinete

José Antônio Reguffe (Sem partido/DF) é o senador com menos servidores no gabinete entre os 81 parlamentares. São nove. Numa comparação com os demais integrantes da bancada do Distrito Federal, está bem atrás nas despesas com funcionários. O senador Izalci Lucas (PSDB/DF), até o momento, mantém 69. Leila Barros (PSB/DF), 34.

Sem carro de chapa oficial

Cinco senadores abriram mão de um privilégio que os trabalhadores comuns não dispõem: o carro oficial, com motorista. José Antônio Reguffe (Sem partido/DF); Eduardo Girão (Pode/CE); Jorge Kajuru (PSB/GO); Confúcio Moura (MDB/RO); e Alessandro Vieira (Cidadania/SE) andam em condução própria.

Mais tempo para justificar ocupação do Centrad

O governador Ibaneis Rocha (MDB) pediu mais tempo para enviar ao Tribunal de Contas do DF as explicações sobre a ocupação do Centro Administrativo do DF (Centrad). O prazo, previsto pelos conselheiros em votação de plenário, terminaria ontem, mas o Executivo precisou de mais três dias para preparar toda a documentação. A intenção de Ibaneis não é fazer a mudança agora, mas assumir o complexo para começar a organizar as licitações das estruturas necessárias para a transferência de órgãos públicos para Taguatinga.

Engajados na MP da região Metropolitana do DF

O Governo do Distrito Federal segue trabalhando pela aprovação da medida provisória que propõe a criação da Região Metropolitana do DF. Os secretários Paulo Roriz (Desenvolvimento da Região Metropolitana), Vitor Paulo (Relações Institucionais) e Marcelo Martins da Cunha (chefe-adjunto da Casa Civil) estiveram em Goiânia ontem para tratar do assunto com gestores locais. Eles se encontraram com o secretário de Governo do estado de Goiás, Ernesto Roller, e com o secretário da Casa Civil, Anderson Máximo. A proposta do governo federal, amplamente apoiada pelo governador Ibaneis Rocha, busca legalizar a área comum do DF e de municípios do Entorno — de Minas Gerais e de Goiás. Hoje, a Comissão Mista do Senado que analisa o tema terá a quarta reunião.

Homenagem à neta de JK

Na sessão solene no plenário da Câmara dos Deputados pelos 59 anos do aniversário de Brasília, presidida pela deputada Flávia Arruda (PR/DF), Anna Christina Kubitschek foi homenageada. A neta de JK e Flávia fizeram dobradinha no governo do DF, quando José Roberto Arruda e Paulo Octávio comandaram o Palácio do Buriti, entre 2007 e 2010.

Tricotando

Cotada para ser a coordenadora da bancada de parlamentares do DF, a deputada Flávia Arruda faz contatos entre as colegas. Na solenidade do aniversário de Brasília ontem, ela deixou a cadeira de presidente do evento para se sentar no plenário ao lado da senadora Leila Barros (PSB/DF).

Siga o dinheiro

R$ 132.081.364

É o valor do contrato emergencial, por dispensa de licitação, para execução, por seis meses, de limpeza urbana e outros serviços, como a operação e manutenção da Usina de Tratamento Mecânico Biológico da Asa Sul, desempenhados pela Sustentare.

A pergunta que não quer calar….

A briga que resultou na morte de um policial militar na madrugada de ontem em boate de Águas Claras ocorreria se os envolvidos não estivessem armados num momento de diversão?

Novos petebistas

A deputada distrital Jaqueline Silva, que assumiu a Presidência do PTB/DF, organizou ato de filiação domingo, no Gama, de 400 lideranças políticas. O evento ocorre dias antes da eleição da nova direção partidária até 2022, que ocorrerá em 8 de maio. Entre os novos filiados, estão os ex-deputados distritais José Edmar e Raad Massouh.

Vida que segue (fora do xadrez)

Com autorização da Justiça de Luiz Estevão trabalhar e cumprir a pena no regime semiaberto e com a possível permissão para que Gim Argello saia da prisão em liberdade condicional, como mostra reportagem publicada na edição de hoje do Correio, os dois ex-senadores condenados voltarão aos poucos à atividade política. Depois de três anos na prisão, eles retornarão às ruas de Brasília.