Nas entrelinhas: emenda das corporações

Publicado em Deixe um comentárioCongresso, Economia, Governo, Previdência

O texto do relator Arthur Maia (PPS-BA) estabelece a exigência de idade mínima igual à do trabalhador da iniciativa privada: 62 anos para mulheres e 65 anos para homens O adiamento da votação da reforma da Previdência demonstrou a força das corporações dentro do Congresso, cujo lobby atuou no corpo a corpo com os deputados e por meio de campanhas […]

Nas entrelinhas: Na barra do tribunal

Publicado em Deixe um comentárioEleiçoes, Justiça, Lava-Jato, Memória, Partidos, Política

A mudança na jurisprudência pode livrar Lula da cadeia se for condenado pelo TRF-4, mas não da inelegibilidade com base na lei da Ficha Limpa Todas as avaliações políticas sobre as eleições de 2018 ficarão sub judice até julgamento em segunda instância da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no processo do triplex no Guarujá, marcado para 24 […]

Nas entrelinhas: Tudo certo,  nada resolvido

Publicado em Deixe um comentárioPolítica

Os gastos com a Previdência deverão crescer R$ 36 bilhões de 2017 para 2018. Os gastos em educação, saúde, ciência, cultura e segurança pública serão reduzidos para cobrir o rombo Está tudo combinado para que a base aprove a reforma da Previdência, mas ainda não há segurança de que os deputados vão acompanhar suas lideranças na votação. Não é uma […]

O passado e o futuro

Publicado em Deixe um comentárioEleiçoes, Governo, Partidos

Forças que desempenharam um papel democrático e transformador, com as mudanças em curso, ao se oporem a elas, acabam se colocando no papel de elementos reacionários e conservadores Os elos entre o passado e o presente no Brasil são cheios de surpresas e singularidades. Vejamos, por exemplo, o caso do populismo. As forças que resistiram ao regime militar somente tiveram […]

Nas entrelinhas: O voo de Alckmin

Publicado em Deixe um comentárioPolítica

Como ninguém pula numa piscina sem saber se tem água dentro, Alckmin terá que melhorar nas pesquisas de opinião nos próximos meses e se posicionar no plano da política nacional O PSDB fará sua convenção nacional amanhã, em Brasília, para eleger o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, novo presidente do partido. A foto da convenção será a cara da […]

Nas entrelinhas: Temer joga pesado

Publicado em Deixe um comentárioCongresso, Governo, Previdência

Há ampla maioria a favor da reforma da Previdência, mas não para votar antes das eleições. Isso somente ocorrerá se houver uma mudança na opinião pública favorável à mudança na Previdência O presidente Michel Temer resolveu jogar pesado para aprovar a reforma da Previdência na próxima semana. Além de lançar uma campanha de publicidade na qual afirma que o sistema […]

Nas entrelinhas: A última carga

Publicado em Deixe um comentárioCongresso, Memória, Política, Previdência

Maia acredita que daria tempo para aprovar a reforma até dezembro, mas o presidente do Senado, Eunício Oliveira (PMDB-CE), já descartou concluir o processo ainda este ano O governo prepara uma espécie de última carga para aprovar a reforma da Previdência na Câmara, para a qual precisa mobilizar uma tropa de 308 deputados dispostos a endossar o relatório do deputado […]

Nas entrelinhas: A anistia das urnas

Publicado em Deixe um comentárioEleiçoes, Justiça, Lava-Jato, Memória, Política

Apesar da Lava-Jato, a candidatura de Lula tornou-se quase irreversível nos tribunais, pois sua inelegibilidade poderia parecer uma tentativa de tirá-lo da disputa de 2018 no tapetão Quem quiser ver o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva fora do poder a partir de 2018 que trate de pisar no barro e deixar de lado os tapetes felpudos, porque a senha […]

Análise da notícia: Entre dois polos

Publicado em Deixe um comentárioCongresso, Eleiçoes, Governo, Partidos, Política, Previdência

A pesquisa DataFolha divulgada sábado, em todos os cenários, mostra a consolidação do favoritismo da candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), com 34%, e a de Jair Bolsonaro (PSC, mas deve se filiar ao Patriota, antigo PEN), com 17%. Ambos exploram o medo recíproco de seus eleitores para consolidar essa polarização à ausência de uma alternativa vigorosa […]