Linchamento: origem e história

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Estou sendo linchado moralmente”, disse Witzel ao se defender das acusações. Não convenceu. Mas acendeu uma curiosidade. De onde vem a palavra linchar? Vem de Jonh Lynch, colono irlandês da Carolina do Sul. No século 18, ele desempenhava funções de chefe da justiça naquele estado americano. Truculento, Lynch recebeu o aval dos concidadãos para executar, sem julgamento, criminosos apanhados em flagrante delito e também os […]

Primavera: etimologia e história

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Oba! Chegou a primavera. A natureza se enfeitou pra recebê-la. As plantas florescem. Cores e odores invadem o ar. Roupas leves e alegres circulam por ruas, praças e shoppings. No meio da festa dos sentidos, vale a pergunta. Qual a etimologia da estação das flores? Primavera vem do latim. Tem duas partes. Uma: prima. Quer dizer antes, no começo. A outra: vere. Significa verão. Em […]

Lésbica: origem da palavra

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Uiiiiiii! Incêndio de quarta-feira devorou o maior campo de refugiados da Europa. Ele tem espaço para 2 mil pessoas, mas abriga 12 mil. Além de superlotado, estava em isolamento porque 35 pessoas foram diagnosticadas com covid-19. Ninguém morreu. Sem óbitos, por que o auê? A resposta remete à história: o cercadinho fica em Lesbos. Na bela ilha grega, nasceu Safo em 630 a.C. Considerada a […]

Fritura de Guedes: origem da palavra

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Paulo Guedes era o todo-poderoso do governo Bolsonaro. O presidente o apelidou de Posto Ipiranga. Mandachuva da economia, tinha o poder de fazer e desfazer sem questionamentos. O tempo passou. Cadê? O ministro falou muito e entregou pouco. A última foi o pacote prometido pra ser aberto na terça-feira passada. Não foi. O chefão vetou. Culinária na manchete A imprensa falou em fritura do ministro. […]

Dossiê: origem, história e curiosidade

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Parecia boato. Aqui e ali, falava-se em um tal dossiê. Estariam  coletando dados sobre funcionários antifascistas. Verdade? Mentira? O ministro da Justiça confirmou a informação, mas disse que não era dossiê, era relatório. No debate, pintou a curiosidade. Qual a origem de dossiê? Francesinha Dossiê veio do francês dossier. Quando nasceu, tinha conotação neutra. Significava série de documentos referentes a uma pessoa, ou a um […]

Sigilo: etimologia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Quebra sigilo, não quebra sigilo. Ufa!  A Lava-Jato ora recebe aplausos, ora chutes e pontapés. Trata-se de briga de cachorro grande. Enquanto a guerra prossegue, que tal uma curiosidade? Sigilo vem do latim sigillum. Quando nasceu, significava selo. Depois evoluiu. Tornou-se sinônimo de segredo.

Sérgio Cabral, ouro, diamantes, leilão & cia.

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Barras de ouro e diamantes que pertenciam a Sérgio Cabral foram leiloados. Renderam mais de R$ 4 milhões. O assunto virou notícia e, claro, despertou curiosidade. Qual a origem de leilão? A palavra vem do povo que mais sabe negociar. É ele, o árabe. Os primeiros leilões de que se tem notícia foram de escravos. Na Antiguidade, os exércitos vencedores exibiam como troféus os povos […]

Pêsames: origem & cia.

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A palavra pêsames pertence à família de pesar (causar dor, pena). É irmã de pesaroso. Nasceu da terceira pessoa do singular do presente do indicativo do verbo pesar + o pronome átono me: pesa-me. Mais tarde, perdeu o hífen e ganhou o s. Hoje só se usa no plural como férias, núpcias, condolências, anais, óculos, olheiras.

Etiqueta, desembargador

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Pra mostrar superioridade, o desembargador da carteirada falou francês. Vale lembrar: o português tem muitas palavras de origem francesa. Uma delas: etiqueta. Além de identificar o fabricante de produtos, o vocábulo designa um código de boas maneiras para a vida em sociedade. Da língua de Voltaire Estrangeirismos herdados da língua francesa se chamam galicismos. Eles frequentam nosso dia a dia com a naturalidade de quem […]

Carteirada: origem e curiosidade

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Há coisas que caíram de moda. Uma delas: armazém de secos e molhados. Outra: maiô com saiote. Muitas outras: máquina de datilografia, brilhantina no cabelo, pente no bolso, lenço de pano, eletrola, videocassete, disco de vinil. Comportamentos também ficaram pra trás. É o caso de fumar, dirigir sem cinto de segurança, furar a fila, jogar lixo na rua, arear panela, andar com rolinhos no cabelo. […]