Hífen: vídeo

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Vídeo tem vida dupla. Numa é substantivo: sala de vídeo, gravado em vídeo, vídeo do programa, vídeo da reunião. Na outra, é elemento de composição. Pede hífen quando seguido de h e o. No mais, é colado como chiclete em cabelo crespo: video-homenagem, video-oferenda, videoconferência, videoexposição.  

Super-rodízio tem hífen. Contraprova não. Por quê?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Super-rodízio falhou em elevar isolamento em São Paulo”, escreveu o jornal. Em seguida, outra informação: “Teste de Mourão para o novo coronavírus tem resultado negativo. Falta a contraprova”. Pintou, então, a pergunta: por que super-rodízio se escreve com hífen, e contraprova o dispensa? A resposta está nas regras de ouro do tracinho. São três e se referem aos prefixos: 1. O H é majestoso. Não […]

Diretor-geral: por que o hífen?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A troca do diretor-geral da Polícia Federal foi o pomo da discórdia. Bolsonaro queria substituí-lo. Moro queria mantê-lo. No sai, não sai, ambos saíram. O fato virou manchete. Com a notícia, pintou a  polêmica. Uns escreveram o cargo em disputa com hífen. Outros sem. E daí? A reforma ortográfica uniformizou o emprego do hífen com o adjetivo geral. Geral sempre pede o tracinho: secretário-geral, diretor-geral, […]

Hífen: mão de obra & cia.

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O combate à covid-19 enfrenta vários desafios. Um deles é a falta de mão de obra. Médicos intensivistas, especializados em UTI, são insuficientes. Governadores publicam editais de convocação para preencher as vagas. Impõe-se, para obter êxito, estar atendo à grafia da palavra mão de obra. Como pé de moleque, testa de ferro, dor de cotovelo, dia a dia, faz de conta, quarto e sala, maria […]

Hífen: hiper- e hipo-

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

  O povo diz pressão alta. Os médicos, hipertensão. Hiper aparece em montões de vocábulos. É o caso de hipermercado, hipersensível, hiperdinâmico. Em todos, indica exagero, posição superior. Hipermercado é um mercado desssssssssssssssssste tamanho. Hipersensível, muiiiiiiiiiiiiiiito delicado. Hiperdinâmico, pra lá de ativo. Hiper, apesar do exagero, não goza de privilégios. Joga no time da maior parte dos prefixos. Pede hífen quando seguido de h (hiper-humano) […]

Hífen: ególatra e ego-histeria

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

  Com as bicadas de Mandetta e Bolsonaro, duas palavra ganharam destaque. Uma: ególatra. A outra: ego-histeria. Elas têm história. De ego nasceu eu. E deu origem a conhecida prole. Egoísta é um de seus membros. Egocêntrico, outro. Ególatra, mais um. Todos têm os dois olhos  postos no próprio umbigo. Adorar a si mesmo é tão velho quanto o céu e a Terra. A mitologia […]

Hífen: autocuidado

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“O autocuidado se impõe”, disse o ministro da Saúde em entrevista coletiva. É isso mesmo. Autocuidado se escreve desse jeitinho — tudo junto. A razão: O prefixo auto– só aceita hífen quando seguido de h ou o. No mais, é tudo colado como unha e carne: auto-higiene, auto-observação, autoescola, autossabotagem, autorreferência.