Concurso do TRE/RJ já tem banca escolhida

Publicado em Deixe um comentárioConcursos

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio de Janeiro já escolheu a instituição que organizará o próximo certame. A Consulplan será a responsável pelas etapas de seleção para os 10 cargos de técnico e analista judiciário. Este concurso já estava previsto no projeto de Lei Orçamentária Anual, já que o último teve o prazo de validade finalizado em dezembro de 2016.

Ainda não há previsão de lançamento do novo edital, mas já se sabe que as oportunidades para analista serão na área judiciária (2), administrativa (CR), análise de sistemas (CR), médico clínico geral (CR), médico do trabalho (1), psicólogo (1); e técnico judiciário nas áreas administrativa (6), enfermagem (CR), operador de computador (CR) e programação de sistemas (CR). A remuneração é de R$ 10.461,90 para o cargo de nível superior e R$ 6.376,41 para o de nível médio.

Os candidatos de ambos os cargos terão que fazer provas objetivas de conhecimentos gerais e específicos, além de uma prova discursiva. As taxas de inscrição vão variar de R$ 65 a R$ 80.

Histórico
O último concurso aconteceu em 2012, organizado pelo Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) e contou com 43.291 inscritos para as 19 vagas de analista, com remuneração de R$ 6.611,39, e técnico judiciário, R$ 4.052,96. A seleção foi feita por meio de provas objetivas para ambos os cargos com conhecimentos gerais e específicos, e prova discursiva para os candidatos a analista.

Leia também: Edital do concurso do Tribunal Superior do Trabalho sai em agosto

TRT da 1ª Região confirma abertura de novo concurso público

Publicado em Deixe um comentárioTribunal do Trabalho

O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, com sede no Rio de Janeiro, confirmou que vai lançar edital de abertura para seu novo concurso público. Na semana passada, foi aprovada a proposta da resolução administrativa que determina a realização de seleção para provimento de cargos efetivos.

 

O documento já nomeou o presidente da comissão do concurso, que será presidida pelo desembargador do trabalho César Marques Carvalho. E os cargos já estão escolhidos, poderão competir candidatos com nível médio e superior:

 

Analista judiciário – área judiciária

Analista judiciário – área judiciária – especialidade de oficial de justiça avaliador federal

Analista judiciário – área administrativa

Analista judiciário – área apoio especializado – especialidade enfermagem

Técnico judiciário – área administrativa

Técnico judiciário – área administrativa – especialidade segurança

Técnico judiciário – área apoio especializado – especialidade enfermagem

 

Apesar das definições já estarem avançadas, a assessoria do TRT informou que ainda não há previsão de lançamento do edital de abertura.

 

Tribunal Superior do Trabalho

Falando em concurso para a área trabalhista, outra boa notícia é que o Tribunal Superior do Trabalho (TST) vai lançar um novo concurso público ainda no primeiro semestre deste ano! Segundo assessoria do órgão, a previsão é de que o lançamento do edital ocorra em julho. As chances serão para analista judiciário, de nível superior, e técnicos judiciários, de nível médio. Os salários dos postos são de R$ 4.865,35 e R$ 2.965,38, podendo chegar a R$ 10.119,93 e R$ 6.617,99, respectivamente, com as gratificações. A banca organizadora já está escolhida também, saiba qual empresa vai organizar a seleção aqui e se prepare desde já!

TRT de Sergipe anuncia concurso com salários de até R$ 10,4 mil

Publicado em Deixe um comentárioSem categoria

Do CorreioWeb – O Tribunal Regional do Trabalho da 20ª Região, no Sergipe, realizará concurso público para provimento de vagas e formação de cadastro reserva. As chances serão para os cargos de técnico e analista judiciário – de níveis médio e superior, respectivamente. As remunerações vão variar entre R$ 5.425,79 e R$ 10.485,62.

 

A boa notícia é que o edital deve sair em breve, já que a Fundação Carlos Chagas (FCC) já foi escolhida como banca examinadora responsável pela aplicação dos exames aos candidatos. Porém, a quantidade de vagas e a data de publicação do edital ainda não foram definidas. O último concurso para o órgão foi realizado em 2011.

Carreira judiciária: concurso do TRT da 12ª Região está previsto para este ano

Publicado em Deixe um comentárioConcursos Públicos, Tribunal do Trabalho

Concurseiros devem ficar atentos para o surgimento de novas oportunidades para a carreira judiciária. O Tribunal Regional do Trabalho da 12ª região de Santa Catarina publicou portaria determinando a composição da comissão que vai organizar o novo concurso público do órgão previsto para este ano. A seleção será para o preenchimento do quadro permanente de pessoal da secretaria do tribunal.

 

O edital de abertura do processo seletivo era para sair em 2015. Mas, em setembro do ano passado, o TRT informou, por meio de nota, que não realizaria o concurso “em razão da restrição orçamentária imposta pelo Governo Federal”. A espera pela efetivação do concurso depende do orçamento disponibilizado de acordo com a da Lei Orçamentária Anual de 2016, que foi sancionada em 14 de janeiro.

TRT do Rio de Janeiro anuncia abertura de novo concurso

Publicado em Deixe um comentárioConcursos Públicos, Magistratura, Tribunal do Trabalho

Quem tem graduação em direito e sonha em ingressar na carreira de magistratura já pode comemorar. O Tribunal Regional do Trabalho da 1ª Região, com sede no Rio de Janeiro, anunciou que vai abrir novo concurso público para o cargo de juiz do trabalho substituto. Por meio de publicação no Diário Oficial da União, desta sexta-feira (22/1), o órgão já escolheu a banca organizadora por dispensa de extrato de licitação. Caberá à Fundação Carlos Chagas (FCC) a responsabilidade de conduzir a nova seleção pública.

 

De acordo com a assessoria de imprensa do TRT, ainda não há previsão de quantas vagas serão abertas ou a data de lançamento do edital de abertura. Mas para se ter ume ideia, há menos de um ano, em maio de 2015, o tribunal abriu 18 oportunidades para o cargo, além de formação de cadastro reserva. O salário oferecido foi de R$ 27.500,17 a candidatos com pelo menos três anos de atividades jurídicas.

 

A seleção contou com provas objetivas, duas provas escritas, inscrição definitiva, sindicância de vida pregressa e investigação social, exame de sanidade física e mental, exame psicotécnico, prova oral e avaliação de títulos. Todas as etapas foram realizadas na cidade do Rio de Janeiro.

 

O tribunal não divulgou a quantidade de inscritos, mas a seleção não conseguiu preencher todas as vagas oferecidas, visto que apenas 15 candidatos conseguiram chegar ao final do processo seletivo.

Comissão da Câmara aprova criação de cargos de analista para o TRT/ES

Publicado em Deixe um comentárioTribunal Regional do Trabalho

Da Agencia Câmara – A Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público aprovou o Projeto de Lei 2744/15, do Tribunal Superior do Trabalho (TST), que cria 10 cargos de provimento efetivo de analista judiciário e cinco cargos em comissão, nível CJ-3, no quadro de pessoal da secretaria do tribunal. Pela proposta, as despesas decorrentes da aplicação da medida correrão à conta das dotações orçamentárias consignadas à Justiça do Trabalho no Orçamento Geral da União.

 

O projeto também amplia de 12 para 13 o número de juízes na composição do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 17ª Região, com sede em Vitória (ES). O parecer do relator, deputado Bebeto (PSB-BA), foi favorável à proposta. Ele ressalta que a medida, já aprovada pelo Conselho Nacional de Justiça, possibilitará que o TRT da 17ª Região cumpra a determinação legal da formação de três turmas de desembargadores, com quatro magistrados cada uma.

 

Bebeto destaca que a atual composição de 12 desembargadores impede que se atribuam ao presidente e ao vice-presidente as funções inerentes à administração do tribunal e às atividades correicionais, devido à necessidade de composição do quórum das turmas.

 

Tramitação
A proposta será analisada agora pelas comissões de Finanças e Tributação; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Em seguida, será votada pelo Plenário.