As máscaras e as consoantes

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Consoantes têm várias leis. Uma delas: quanto mais confusão melhor. Pra obedecer à determinação tão divertida, nada mais adequado que usar e abusar das máscaras. Com elas, uma letra multiplica os sons. E, claro, dá nó nos miolos dos pobres mortais. Vale o exemplo do x. A danadinha adora trocar os disfarces. Em certas palavras, pronuncia-se ch (enxoval). Em outras, z (exame). Em outras, ainda, […]

Manifestações: o x da faixa

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Brasileiros tomam as ruas de cidades de norte a sul do país. Vestidos de verde-amarelo, demonstram apoio ao governo Bolsonaro e às reformas por ele propostas. Muitos exibem faixas e cartazes. Pintou, então, a questão. Por que faixa se escreve com x? A resposta: porque a letra vem depois de ditongo. É o caso de caixa, baixa, ameixa, baixela, frouxo, peixe, trouxa, rouxinol, embaixada. Exceção? […]

Grafia: x e ch

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Chove de norte a sul do Brasil. São as águas de março despedindo o verão. Mas São Paulo está sendo especialmente castigada. Alagamentos, enxurradas, enchentes, queda de árvores e perda de vidas são constantes no quadro dramático. A repórter Cíntia Cardoso escrevia sobre o assunto. Ficou curiosa ao observar duas palavras — enxurrada e enchente. Por que uma se grafa com x e a outra […]

Consoantes usam máscara

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

As consoantes são loucas por disfarces. Com elas, retornam os tempos das saturnais romanas. Eram festas que celebravam a volta da primavera. A estação simboliza o renascer da natureza depois do rigor do inverno. Era período alegre. Os servidores públicos entravam em recesso. Os tribunais fechavam as portas. Nenhum criminoso podia ser punido. Libertavam-se os escravos pra assistir aos festejos. As famílias ofereciam banquetes. Durante […]

Atraso, atrasar: o porquê do s

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Viva! Adeus, horário de verão. É hora de atrasar o relógio. E lembrar por que atrasar & família se grafam com s. A história tem a ver com regra pra lá de produtiva. Trata-se da todo-poderosa família. “Tal pai, tal filho”, prega ela. Em bom português: as palavras derivadas seguem a primitiva, ou seja, mantêm a grafia original sem tossir nem mugir. O clã atrasado […]

Enxurrada: o porquê do x

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Barragem de rejeitos minerais se rompe em Brumadinho (MG). Enxurrada de lama destruiu casas, plantações e objetos que encontrou no caminho. Pessoas morreram? Talvez sim. O fato virou notícia. A palavra enxurrada sobressaiu. Com ela, a razão da presença do x. A letra aparece depois do en-: enxaqueca, enxerto, enxergar, enxoval, enxofre, enxugar, enxame. Exceção? Só derivados de palavras escritas com ch. É o caso […]

Grafia: a família acima de tudo e de todos

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

“Tal pai, tal filho”, prega a regra que põe a família acima de tudo. Em bom português: as palavras derivadas seguem a primitiva. Umas e outras mantêm a grafia original sem tossir nem mugir: trás, atrás, traseiro, atraso, atrasar, atrasado casa, casinha, casebre, casarão, caseiro, casamento, acasalar gás, gasolina, gasoduto, gasoso, gaseificado cruz, cruzar, cruzinha, cruzada, cruzeiro exame, examinho, examinador, examinar, examinado As palavras, como […]