Eles são todo-poderosos? Eles são todos-poderosos?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

O todo, no caso, funciona como advérbio (= totalmente). Mantém-se invariável (o todo-poderoso, os todo-poderosos, a todo-poderosa, as todo-poderosas): Pai e filhos se sentem os todo-poderosos do Brasil. Em setembro, Raquel Dodge deixará de ser a todo-poderosa procuradora-geral da República? Trump se incomodou com as todo-poderosas deputadas democratas.        

Todo mundo quer um pai como Bolsonaro? Todo o mundo?

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

A questão pintou na sala de arte. O chargista queria a frase no desenho que estava fazendo. Fez a pergunta bem alto. Todos pararam. Palpites pipocaram a torto e a direito. A resposta: todo mundo é forma coloquial. Significa todos: Todo mundo quer um pai como Bolsonaro. Todo mundo se divertiu com a charge. Todo mundo aplaudiu o convidado. Diferença Todo mundo = todos. Todo […]

Todo, todo o, todos os: emprego

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Todo = qualquer, inteiro: Todo (qualquer) país tem uma capital. Todo (qualquer) homem é mortal. Li o livro todo (inteiro). Todo o = a inteiro: Li todo o livro. Assisti a todo o filme. Conheço todo o mundo. Todos os = todas as pessoas ou representantes de determinada categoria, grupo ou espécie: Todos os governadores compareceram à reunião. Todos os que quiseram participaram do sorteio […]

Que e quê: quando usar

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Quase sempre que: Disse que sairia cedo. O livro que comprei custou R$ 20. Feche a janela, que está frio. O quezinho só dá vez ao circunflexo em duas situações: 1.     Quando for substantivo. Aí, tem plural: Ele tem um quê misterioso. Nenhum dos quês apresenta problemas. A letra quê tem charme. 2.     Quando estiver no fim da frase, encostadinho no ponto: Os turistas estão […]

Por que se deve escrever certo

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Sabia? A ortografia é dispensável para a comunicação eficiente. Se alguém escreve casa com z, cachorro com x e coração sem til, o leitor entende o recado. Prova é a língua usada nos chats da internet. Lá, porque vira pq; você, vc; beijo, bj; obrigado, obg. Muitos não gostam do que leem, mas entendem o recado. A razão? De aorcdo com peqsiusa de uma uinrvesriddae […]

Hambúrguer: etimologia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Eduardo Bolsonaro disse que fritou muitos hambúrgueres nos Estados Unidos. Por isso pode ser embaixador do Brasil nos States. Será? Muitos duvidam. Enquanto discutem, que tal saber a origem da delícia adorada pelos americanos? Ela é alemã. Marinheiros de Hamburgo aproveitaram velha receita de povos nômades da Ásia e Europa oriental que comiam carne crua cortada bemmmmmmmmm fininha. Os hamburgueses avançaram um passo — cozinharam […]

Embaixadora ou embaixatriz? Depende

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Eduardo Bolsonaro será embaixador do Brasil nos Estados Unidos? Talvez. Caso chegue lá, a mulher dele será embaixatriz ou embaixadora? As duas palavras existem, mas têm acepções diferentes: Embaixadora é o feminino de embaixador, mulher que exerce a função de embaixador. Embaixatriz é a mulher do embaixador. É o que será Heloísa Wolf Bolsonaro caso o maridão vire embaixador.

Nepotismo: etimologia

Publicado em Deixe um comentárioportuguês

Jair Bolsonaro disse que vai indicar o filho embaixador do Brasil nos Estados Unidos. Ops! “É nepotismo”, disseram uns. “Não é”, responderam outros. E daí? Enquanto juristas palpitam, vale a questão. Qual a origem do polissílabo? Nepotismo nasceu do latim nepos, nepotis. Quer dizer sobrinho. Na Roma dos Césares, os sobrinhos dos papas gozavam de privilégios. Um deles: preferência nas nomeações para cargos importantes, com […]